662-L1

SCP-662 » 662-L1

avaliação: +1+x

Uma entrevista feita com o Sr. Deeds, a entidade associada com SCP-662.

Dr. Mirth: Boa tarde.

Mordomo: Boa tarde, Dr. Mirth. Como posso estar de serviço?

Dr. Mirth: Primeiro, eu posso ter o seu nome?

Mordomo: Certamente. Você pode me chamar de Sr. Deeds.

Dr. Mirth: Esse é o seu verdadeiro nome?

Sr. Deeds: Esse não é o meu nome de nascimento, não senhor.

Dr. Mirth: Então qual poderia ser? e aonde você nasceu?

Sr. Deeds: Infelizmente, Eu não lembro do meu nome completo senhor, nem tenho certeza da minha cidade natal, embora acredite que possa ser em um lugar na Inglaterra.

Dr. Mirth: Você se lembra de quando você nasceu, Sr. Deeds?

Sr. Deeds: Lamento muito desapontar novamente, senhor, mas também não me lembro disso. Embora deva ter sido há algum tempo, não acredito que tenha nascido nesta época.

Dr. Mirth: Você pode pelo menos aproximar isso?

Sr. Deeds: Novamente, senhor, Peço desculpas pela minha falta de autoconhecimento. Eu sou um pouco esquecido, como você sabe. (Sr. Deeds balançou o sino e sorriu)

Dr. Mirth: Qual é o primeiro meio de transporte que você pode se lembrar de ver pessoalmente ou utilizar do passado?

Sr. Deeds: Foi em um cavalo, senhor, embora o uso de bicicletas com cavalos estivessem se tornando perigoso, se bem que me-lembro. (Sr. Deeds sorriu novamente.)

Dr. Mirth: Você não precisa me-chamar de 'senhor'; Eu aprecio isso, mas isso está se-tornando um pouco irritante.

Sr. Deeds: Tudo bem.

Dr. Mirth: Por que você acha que não consegue se lembrar dessas coisas?

Sr. Deeds: Eu…Eu não posso dizer. (Sr. Deeds se levantou um pouco de sua cadeira e pareceu um pouco desconfortável por um momento antes de retomar sua postura)

Dr. Mirth: Ou é isso que você pode, ou não vai dizer?

Sr. Deeds: Esse pode ser o caso, sim, talvez eu não possa dizer, embora, novamente, implorando seu perdão, não me lembro por que isso acontece.

Dr. Mirth: Muito bem. Seguindo em frente: para onde você vai quando busca itens para quem você serve?

Sr. Deeds: Bem, você deve saber, ah… (o rosto do Sr. Deeds se contorceu momentaneamente como se ele estivesse com muita dor, antes de rapidamente reassumir um semblante mais relaxado) Eu também não me lembro disso.

Dr. Mirth: Por que você se-sente assim quando eu faço esse tipo de pergunta?

Sr. Deeds: Eu não sei.

Dr. Mirth: Não importa que por enquanto, nós vamos obter respostas eventualmente. Agora eu tenho um pedido.

Sr. Deeds: Muito bem, como posso ter mais assistência?

Dr. Mirth: Eu gostaria de um copo de chá gelado. E pegue um copo para você, se quiser.

Sr. Deeds: Que tipo de chá gelado você prefere?

Dr. Mirth: Surpreenda-me.

Sr. Deeds: Certamente.

Sr. Deeds se levantou, caminhou até a porta da sala de interrogatório e tentou abrir a porta. Depois de perceber que a porta estava trancada, ele se virou e sorriu para o Dr. Mirth.

Dr. Mirth: Qual parece ser o problema?

Sr. Deeds: Devo deixar sua presença para fazer o que você pedir.

Dr. Mirth: Por que isso?

Sr. Deeds: (visivelmente desconfortável novamente) Por que é isso, Dr. Mirth.

Dr. Mirth: Ok. Abra a porta, Agente Graves.

Sr. Deeds saiu da sala. Ele seguiu pelo corredor, sob vigilância visual através da câmera e do Agente Graves. Ele parou momentaneamente em outra porta, balançou a cabeça, olhou para a câmera e depois para o Agente Graves. Então ele correu pelo corredor e virou ao lado. Agente Graves não seguiu, pois ele havia sido instruído a permanecer em guarda na porta da sala de interrogatório.

Ainda sob vigilância de câmera, Sr. Deeds passou rapidamente pelo corredor ao lado e continuou pelos corredores do complexo, presumivelmente procurando uma saída ou área que não estivesse sob vigilância. Finalmente, ele parou no meio do corredor 2D. Neste ponto, todas as três câmeras no corredor 2D não funcionavam, incluindo duas que estavam ocultas. Exatamente três minutos depois, as câmeras retomaram o funcionamento normal, revelando o Sr. Deeds de pé na mesma posição, mas com uma bandeja segurando dois copos de chá gelado na mão. Ele então rapidamente voltou para a sala de interrogatório.

Dr. Mirth: Ah, você voltou. Eu estava começando a me preocupar.

Sr. Deeds: Minhas desculpas pelo atraso, encontrar uma saída foi uma coisa dificil. Mas não se preocupe, eu trouxe o chá, assim como você pediu. Eu espero que você goste.

Dr. Mirth: Que tipo de chá é esse?

Sr. Deeds: Chá doce no estilo do sul.

Sr. Deeds colocou um copo na frente do Dr. Mirth e voltou a sentar-se no outro lado da mesa. Dr. Mirth, hesitante, cheirou o chá, sorriu e tomou um gole.

Dr. Mirth: Muito bom, Sr. Deeds. Na verdade, este é talvez o melhor chá doce que eu já provei! Delicioso! Você fez isso sozinho?

Sr. Deeds: Eu não gosto de desapontar você, Dr. Mirth, mas não me lembro. Eu suponho que sim, mas, infelizmente, minha mente não é mais o que costumava ser.

Dr. Mirth: Você só se foi (Dr. Mirth olhou para o relógio) cerca de dez minutos, Sr. Deeds. Você está me dizendo que sua memória é tão terrível que você não consegue lembrar o que aconteceu há dez minutos ou durante esse tempo?

Sr. Deeds: Lembro-me de procurar uma saída e lembro-me de ter voltado com o chá, mas isso é tudo.

Dr. Mirth: Mas não como ou onde você adquiriu o chá?

Sr. Deeds: Infelizmente, não sei também. (Sr. Deeds ficou visivelmente desconfortável novamente)

Dr. Mirth: Tudo bem. Eu tenho outro pedido.

Sr. Deeds: É só dizer.

Dr. Mirth: Eu gostaria de uma barra de ouro.

Sr. Deeds: Qual a percentagem de pureza que você gostaria?

Dr. Mirth: 99,98%, por favor.

Sr. Deeds: Isso pode ser possível, deixe-me ver o que posso fazer.

Dr. Mirth: Desabilitaremos as câmeras no corredor do lado de fora e o Agente Graves vai esperar na sala de interrogatório comigo para tornar sua tarefa um pouco mais rápida dessa vez.

Sr. Deeds: Muito apreciado, devo?

Dr. Mirth: Sim.

Sr. Deeds saiu para o corredor, onde — apesar do que o Dr. Mirth afirmou — as câmeras não foram desligadas. Ele parou por um momento, olhou para a câmera mais próxima, balançou a cabeça e começou a andar pelos corredores do complexo como antes. No corredor 2B, ele fez uma pausa e, mais uma vez, todas as câmeras, escondidas ou visíveis, no corredor não funcionaram. Exatamente dez minutos e trinta e sete segundos depois, as câmeras começaram a funcionar novamente, para mostrar o Sr. Deeds mais uma vez na mesma posição, com uma barra de ouro em uma mão. Ele então retornou para a sala de interrogatório.

Dr. Mirth: Isso demorou um pouco mais do que da última vez. Qualquer razão?

Sr. Deeds: Bem, parece que as câmeras no corredor permaneceram ligadas, então eu tive que encontrar uma saída adequada novamente. Desculpe-me pelo atraso. Além disso, eu não fui capaz de adquirir uma barra de ouro para a pureza que você pediu, mas garanto-lhe que esta barra é 99,14 por cento pura.

Dr. Mirth: Muito impressionante. Nós vamos testá-lo, tenho certeza que você sabe.

Sr. Deeds: Eu não sabia que você faria, mas faz sentido, suponho. Haverá mais alguma coisa, Dr. Mirth?

Dr. Mirth: Sim. Para a sua próxima tarefa, eu gostaria que você adquirisse para mim um Corvette 1963 azul conversível.

Sr. Deeds: Sinto muito, mas isso não é possível.

Dr. Mirth: Por que não? Eu realmente quero um.

Sr. Deeds: Novamente, eu não posso dizer por que, exceto que eu sei que não se pode obter através dos meus métodos.

Dr. Mirth: E quais são esses métodos?

Sr. Deeds: Não me lembro.

Dr. Mirth: Muito bem, eu gostaria de um ovo Fabergé, qualquer um fará.

Sr. Deeds: Ah, bem, infelizmente, isso é impossível também.

Dr. Mirth: E suponho que você não pode dizer por quê?

Sr. Deeds: Isso está correto.

Dr. Mirth: Que tal um pouco de caviar? Qualquer marca ou tipo serve.

Sr. Deeds: Isso eu posso fazer.

Sr. Deeds mais uma vez entrou no corredor do lado de fora da sala de interrogatório. Desta vez, as câmeras foram desligadas após a confirmação visual da entrada do Sr. Deeds no corredor. Um minuto depois, as câmeras foram religadas, mas o Sr. Deeds já havia retornado à sala de interrogatório naquele momento.

Dr. Mirth: Isso foi consideravelmente mais rápido, Sr. Deeds. Levou apenas trinta e dois segundos. E o caviar é muito bom.

Sr. Deeds: Tenho o prazer de ouvir isso.

Dr. Mirth: Mais uma coisa antes de terminar esta sessão, Sr. Deeds.

Sr. Deeds: Como você deseja.

Dr. Mirth: Eu peço que você assassine Osama Bin Laden.

Sr. Deeds: Eu tenho medo de que isso não possa ser feito neste momento, Dr. Mirth. Talvez alguém mais próximo e menos que fortemente vigiado?

Dr. Mirth: Muito bem. Vamos fazer o cavalheiro na sala ao lado.

Sr. Deeds: De fato.

Sr. Deeds mais uma vez entrou no corredor. Após a confirmação visual, as câmeras foram momentaneamente desligadas. Quando voltaram, revelaram a porta da próxima sala de interrogatório fechando-se. As câmeras naquela sala de interrogatório mostraram o Sr. Deeds entrando na sala com uma grande faca escondida atrás de um braço. Sr. Deeds aproximou-se por trás de um funcionário de Classe-D que aguardava e habilmente cortou sua garganta com um movimento rápido da faca. Sr. Deeds observou o funcionário de Classe D passar pelos movimentos da morte, evitando as tentativas de agarrá-lo. Quando o funcionário de Classe-D foi visualmente considerado morto, o Sr. Deeds retornou à sala de interrogatório de onde veio.

Dr. Mirth: Já terminou, então?

Sr. Deeds: De fato. Aqui está a faca que usei como prova.

Dr. Mirth: Por que você poderia fazer isso, mas não no outro?

Sr. Deeds: Não posso dizer, exceto notar que eu simplesmente sabia que uma coisa era impossível enquanto a outra não era.

Dr. Mirth: Então você não sabe como sabe coisas como meu sobrenome ou meu título, ou se uma determinada tarefa é possível ou não?

Sr. Deeds: Isso está correto.

Dr. Mirth: Muito bem, acredito que estamos prontos por enquanto, mas preciso consultar meus colegas em alguns pontos. Por favor, espere aqui até eu voltar.

Sr. Deeds: Certamente.

Dr. Mirth e o Agente Graves saem da sala. Dr. Mirth retorna 2 horas depois; a vigilância por vídeo mostra que o Sr. Deeds não se moveu durante esse período de tempo.

Dr. Mirth: Sr. Deeds, meus colegas e eu tivemos algumas divergências sobre você.

Sr. Deeds: Isso é muito lamentável.

Dr. Mirth: Nós sentimos que essas discordâncias só podem ser resolvidas examinando-o mais intensamente.

Sr. Deeds: Certamente, Dr. Mirth.

Dr. Mirth: Para ser específico, gostaríamos de te examinar internalmente.

Sr. Deeds: Certamente, Dr. Mirth.

Dr. Mirth: …Gostaríamos de fazer uma autópsia.

Sr. Deeds: Ah. Devo me matar por você? E desde que você estará examinando meus órgãos internos, você tem um método preferido para minha morte?

Dr. Mirth: Uh. Sim, se isso for possível?

Sr. Deeds: Certamente é possível, Dr. Mirth. Posso sugerir que eu corte minha própria garganta para que fique exsanguinada? A faca de quando eu matei o Sr. [REMOVIDO] está convenientemente à mão, e embora outros métodos estejam disponíveis, eles demorariam mais, ou danificariam meus órgãos de tal forma que eles não são mais representativos do meu estado de autopsia.

Dr. Mirth: Eu, er, suponho que isso seja aceitável — (nesse ponto, o Sr. Deeds pegou a faca e colocou a borda da lâmina contra sua garganta) — espere!

Sr. Deeds: …sim, Dr. Mirth?

Dr. Mirth: Antes de você fazer isso… você irá voltar depois, correto?

Sr. Deeds: Sinto muito, Dr. Mirth, não entendo muito bem.

Dr. Mirth: Após o incidente da loja de penhores, quando você foi morto. Você voltou à vida depois quando o sargento tocou a campainha.

Sr. Deeds: Se você diz, Dr. Mirth.

Dr. Mirth: Você voltará à vida novamente?

Sr. Deeds: Eu não tenho ideia disso, Dr. Mirth. Se eu fiz antes, então presumivelmente eu vou de novo. A menos que algo tenha mudado. Você tem mais alguma dúvida antes de eu fazer a incisão? Eu recomendo que você recue, como eu odiaria que meu sangue sujasse sua roupa. A agonia da morte pode ser desordenada.

Dr. Mirth: …não, suponho que não. Continue.

Sr. Deeds: Muito bem, Dr. Mirth. E no caso de eu não voltar à vida, tem sido um prazer genuíno servi-lo.

Sr. Deeds, em seguida, cortou sua própria garganta e sangrou até a morte. Um exame de autopsia do corpo revelou que ele é comum em todos os aspectos, embora se note que o Sr. Deeds não sofria de nenhuma doença ou condição física perceptível, e estava, de fato, em perfeita saúde no momento da morte. O conteúdo do estômago consistia em chá doce do estilo do sul, ácidos estomacais normais e nada mais.

O corpo do Sr. Deeds foi deixado na mesa de operações enquanto as luzes da sala e as câmeras estavam desligadas. Todo o pessoal saiu da sala e, ao retornar, nenhum vestígio do Sr. Deeds, seja sangue nos instrumentos usados ou outros vestígios físicos, como órgãos removidos, e muito menos o corpo real, permaneceram.

Após um uso adicional de SCP-662 resultou na aparição do Sr. Deeds após três minutos. Ele não mostrava sinais de ferimentos e estava bem vestido mais uma vez usando uma roupa moderna comumente usada pelos mordomos. Como esperado, ele não conseguiu explicar como conseguiu sobreviver. Ele então recebeu ordens para dar ao Dr. Mirth uma massagem corporal completa, que ele realizou muito para a satisfação do Dr. Mirth; Dr. Mirth afirmou que foi “a melhor desgraça que eu já tive, minha dor nas costas desapareceu completamente”.

Salvo indicação em contrário, o conteúdo desta página é licenciado sob Creative Commons Attribution-ShareAlike 3.0 License