Arquivo SBP Nº196 - Relatório De Exploração Anomalia Dimensional Nº298
avaliação: +4+x
blank.png

SUPERINTENDÊNCIA BRASILEIRA DO PARANORMAL

Comandante Jorge Gonçalves da Silva

RELATÓRIO DE EXPLORAÇÃO, ANOMALIA DIMENSIONAL Nº298

TIPO DA ANOMALIA: Anomalia Dimensional de Baixo Risco

PONTO DE ACESSO: Ponte Presidente Costa e Silva, Rio de Janeiro.


RESUMO: Segue-se abaixo um relatório detalhando observações feitas ao longo de quatro expedições de interesse da anomalia dimensional de designação Nº298. Registros detalhando todas as expedições realizadas para a anomalia em questão podem ser requisitados diretamente do Diretor do Departamento de Engenharia e Construção Santos Gonçalves Jahnep tendo as liberações necessárias para ter acesso a ditos documentos.

NOTAS: Este documento visa detalhar de maneira resumida as expedições de interesse realizadas à anomalia Nº298. Como mencionado acima, registros detalhando a fundo todas as expedições realizadas podem ser obtidos com o Diretor do Departamento de Engenharia e Construção Santos Gonçalves Jahnep.


EXPEDIÇÃO: Nº1.

FUNCIONÁRIOS ENVOLVIDOS: Zero.

NÃO-FUNCIONÁRIOS ENVOLVIDOS: Seis manifestantes estudantis detidos localmente e três presos políticos.

TENTATIVAS: Três.

RESULTADOS: Três dias após o início da expedição, dois(2) dos presos enviados retornaram da anomalia juntamente com uma estátua de concreto do terceiro preso. Veículo enviado não retornou junto com os presos. Presos relataram terem passado uma semana na anomalia.

FENÔMENOS OBSERVADOS:

  • Estátuas de concreto anômalas com ferramentas de construção no lugar das mãos.
  • Neblina densa reduzindo o campo de visão para menos de quarenta metros ocorre ao entrar na anomalia e persiste durante toda a estadia.
  • O Corpo do terceiro prisioneiro foi puxado por correntes para dentro do chão.

OBSERVAÇÕES: Após duas tentativas fracassadas com seis manifestantes civis, investigações foram conduzidas para observar semelhanças entre os casos de desaparecimento do general █████ ████ █████ e do general █████ ██ █████ █████████. Após as investigações foi deduzido que a ponte apenas aceita membros do governo, porém, para não expor membros do governo a perigos desnecessários, fez-se uma terceira tentativa com traidores do governo esperando-se que a anomalia os aceitasse contanto que eles ainda não tivessem sido removidos oficialmente do cargo.


EXPEDIÇÃO: Nº6.

FUNCIONÁRIOS ENVOLVIDOS: Quatro.

NÃO-FUNCIONÁRIOS ENVOLVIDOS: Três civis e dois presos políticos.

TENTATIVAS: Duas.

RESULTADOS: Três civis precisaram ser detidos. Um veículo foi perdido(ver FENÔMENOS OBSERVADOS), segundo veículo retornou com danos graves juntamente com os funcionários enviados. Devido ao incidente com os civis, agora é obrigatório o fechamento da ponte para civis ao se iniciar uma expedição. Pedido foi feito para que os veículos de transporte dos funcionários sejam blindados. Pedido aprovado.
Uma baixa foi relatada pelos funcionários. O mesmo indivíduo morto retornou como uma estátua de concreto.

FENÔMENOS OBSERVADOS:

  • Foi observado que as estátuas habitantes da anomalia dimensional são capazes de cortar através de veículos não blindados.
  • Uma entidade descrita como sendo uma 'enguia com cabeça de dragão de proporções desconhecidas' foi observada três vezes ao longo da expedição nadando pelas águas circundantes da ponte.

OBSERVAÇÕES: Após cruzar a ponte uma vez, a anomalia dimensional se manifestou, porém três civis estavam próximos demais ao comboio e foram transportados juntamente com o comboio para a anomalia dimensional. Ao perceber isso, o preso no comboio foi imediatamente executado. Expedições futuras deverão ser planejadas para aproveitar ao máximo o tempo na anomalia ou durar o máximo de tempo visando reduzir ao máximo o número de expedições necessárias para compreender essa anomalia, visto que agora é obrigatório fechar a ponte para evitar que esse mesmo incidente se repita.
O ser observado pelo comboio destruiu um segmento da ponte em frente ao comboio, forçando a interrupção da expedição após 5 dias de exploração. Funcionários que presenciaram a entidade relataram sentir como se suas próprias almas tivessem saído de seus corpos ao olhar para os olhos da entidade.
Antes que o alvo pudesse ser executado pelos funcionários, a entidade comeu o segmento onde eles estavam. Funcionários e o veículo foram transportados de volta quando o alvo foi morto pela mastigação da criatura.


EXPEDIÇÃO: Nº8.

FUNCIONÁRIOS ENVOLVIDOS: Seis.

NÃO-FUNCIONÁRIOS ENVOLVIDOS: Um preso político.

TENTATIVAS: Uma.

RESULTADOS: Foi descoberto que rádios não funcionam em distância superiores a um quilômetro dentro da anomalia dimensional. Um veículo perdido por razões desconhecidas e dois funcionários tidos como desaparecidos em ação. Três funcionários foram contabilizados como baixas da expedição três meses após a expedição. Pesquisadores e soldados enviados para a anomalia dimensional devem ser instruídos a evitar a chuva da anomalia a todo custo.

FENÔMENOS OBSERVADOS:

  • Transmissões de rádio dentro da anomalia dimensional não funcionam em distâncias superiores a um quilômetro.
  • O material da ponte demonstra ser mais resistente do que concreto normal. Equipamentos foram incapazes de coletar amostras.
  • Veículos feitos de concreto foram observados se movendo no sentido contrário da ponte. Partes do veículo ainda se comportam como as de um veículo normal, visto que os soldados foram capazes de estourar um pneu, resultando no veículo derrapando e caindo da ponte.
  • Segmentos da ponte foram observados se ramificando em novas pontes. Comboio se dividiu.
  • Foi observada uma chuva cinza. Pesquisadores expostos à chuva posteriormente foram diagnosticados com fibrodisplasia ossificante progressiva, coloquialmente conhecida como 'Síndrome do Homem de Pedra.'

OBSERVAÇÕES: Foi levantada a hipótese de que os veículos de concreto na anomalia dimensional correspondam a veículos cruzando a Ponte Presidente Costa e Silva, visto que, quatro dias após o inicio da expedição, um veículo misteriosamente teve um de seus pneus estourando, resultando no veículo derrapando e caindo da ponte.
É desconhecido o que aconteceu com o veículo de transporte que carregava o preso político, visto que, após três semanas dentro da Anomalia Dimensional, o outro veículo, que estava separado do veículo desaparecido, retornou sem aviso para a nossa dimensão, tendo materializado-se na Ponte ███ █████████.
Foi relatado na primeira semana de exploração que a camuflagem de identidade da Anomalia Sintética Nº453 se demonstra ineficaz para proteger o preso político das estátuas de concreto habitantes da dimensão, visto que elas continuam alvejando o mesmo mesmo ele tendo assumido a aparência de um civil.


EXPEDIÇÃO: Nº15.

FUNCIONÁRIOS ENVOLVIDOS: Quatro.

NÃO-FUNCIONÁRIOS ENVOLVIDOS: Um preso político.

TENTATIVAS: Uma.

RESULTADOS: Expedições para a anomalia dimensional interrompidas indefinidamente. Vídeo recuperado. Funcionários foram executados após o incidente.

FENÔMENOS OBSERVADOS:

  • Chuva vermelha. Preso político tido como morto após funcionários verem sua pele derreter sob a chuva vermelha, expondo os músculos do mesmo. Comboio se materializou de volta na Ponte Presidente Costa e Silva.
  • Riscos meméticos foram identificados no restante do vídeo recuperado.

OBSERVAÇÕES: █████ ████████: █ ███ ███ ██ ████ ███████. ███ ████████ ██ ███ ████████████ ████ █████ █ █████████ ████████ ████ █████ '█████ ██ █████████' ████████ ██ █████, ██ ████████ ██ ████████ ██████████ ██ ████████ ███████████ █████████████ ███████ ██ ██████ █ ███████ ████ ███████ █ ████████.
█████ ████████ ███████ █ ██ ████████: ██████ █████████ █ ██ ███████, █ █████████ ███████ █ ████, ███ ████ ████████, ████ ███████ ██████ █ ████ █████ █████████ █ ███████ ██████████████.
███ ███████████ ██ █████ ███████ ██ █████ ██ ███████████ ███████ █ █████████ ████████ █████████ ██████████ ████ █████, █████ ████████ ███████ █████████ █████████.
Uma transcrição da transmissão de rádio com os agentes meméticos neutralizados pode ser obtida com o Comandante █████ █████████ ██ █████. Devido ao conteúdo presente na transmissão ela é restrita apenas ao Alto Comando do Exército Brasileiro.
Todas as cópias da transcrição da transmissão de rádio captada pela expedição devem ser destruídas por ordem do Alto Comando do Exército Brasileiro.

ORDEM E PROGRESSO

Salvo indicação em contrário, o conteúdo desta página é licenciado sob Creative Commons Attribution-ShareAlike 3.0 License