SCP-100-PT


avaliação: +4+x
blank.png

AVISO: O SEGUINTE ARQUIVO É CLASSIFICADO NÍVEL 3/100


TENTATIVA DE ACESSAR ESTE ARQUIVO SEM AUTORIZAÇÃO NÍVEL 3/100 SERÁ REGISTRADA E LEVARÁ A AÇÃO DISCIPLINAR IMEDIATA.


Item nº: 100
Nível 3
Classe de Contenção:
keter
Classe Secundária:
none
Classe de Disrupção:
keneq
Classe de Risco:
warning

SCP-100-PT%20CAMERA

Registro de SCP-100-PT durante o Evento Banshee. Retirada dos arquivos de imagem do Departamento de Segurança e Contenção Preventiva do Sítio PT33.

Procedimentos Especiais de Contenção: SCP-100-PT deve ser mantido em um cofre de contenção humanoide com dimensões 7 m x 7 m x 7 m de alta-segurança, localizada na Área PT2 salvaguardado sob nível de acesso 3. As paredes do cofre são de 45 cm e feitas com concreto pesado, revestidas com uma dupla camada de lençóis de chumbo com 2,54 cm de espessura. O interior do cofre deve ser revestido com lã de vidro para completo isolamento acústico.

A porta para acesso ao interior do cofre possui dimensões de 2,5 m x 5 m sendo ela dupla e de cisão vertical, também seguindo as mesmas especificações usadas na construção das paredes, possuindo vedação com espumas de uretano em suas fendas. Dois vidros temperados espelhados, blindados e foscos estão localizados à 55 cm do chão com dimensões de 75 cm x 150 cm, sendo usados para observações de rotina.

Atualização: O cofre foi modificado, tendo seus vidros para observação retirados das portas e substituídas por bombas de vácuo, com o intuito de transformar o cofre de contenção em uma câmara de vácuo, impedindo qualquer propagação de som que possa ser emitida por SCP-100-PT, devendo permanecer hermeticamente fechado constantemente. Isentos os casos de manutenção dos Protocolos de Contenção ou coleta de dados.

Quando despressurizado não é permitido permanecer no cofre de SCP-100-PT por um período superior a 55 minutos. Indivíduos autorizados somente podem adentrar o cofre para adquirirem dados que sirvam para pesquisas e testes envolvendo SCP-100-PT.

SCP-100-PT é mantido sempre, no mínimo, com dois Protocolos Especiais de forma simultânea. Devendo ser usado obrigatoriamente o Protocolo de Segurança SL junto de um dos dois Protocolos de Contenção até então estipulados.

    • _

    Protocolo de Segurança SL

    Descrição: Devido aos riscos e efeitos relacionados com a anomalia, foram estipulados procedimentos de segurança padrão para qualquer atividade relacionada com SCP-100-PT. Sendo um conjunto de 5 (cinco) etapas que devem ser seguidas à risca com o propósito de minimizar quebras de contenção e contaminação anômalo somática aos envolvidos.


    Procedimentos:

      • _

      Etapa SL-01: Checagem do Sistema de Segurança Passivo

      Descrição: Antes de despressurizar o cofre de contenção deve ser feita uma checagem nos sistemas que controlam a temperatura, pressão, as bombas de vácuo , a porta do cofre e contador Geiger interno e externo.

      De acordo com a Checagem do Sistema de Segurança Passivo a Etapa SL-01 foi ?

      Continuar Procedimentos de Segurança SL:

        • _

        Etapa SL-02: Checagem do Sistema de Segurança Ativo

        Descrição: Após despressurizar o cofre de contenção deve ser feita uma checagem nos sistemas mecânicos e hidráulicos das bombas de vácuo, das portas do cofre e do sistema de refrigeração. Além de ser feita uma checagem na estrutura interna e externa do cofre para identificar qualquer falha no isolamento radioativo ou térmico.

        De acordo com a Checagem do Sistema de Segurança Ativo a Etapa SL-02 foi ?

        Continuar Procedimentos de Segurança SL:

          • _

          Etapa SL-03: Checagem e troca do Sistema de Contenção em Atividade

          Descrição: Após a checagem dos sistemas e do cofre, deverá ser realizada uma vistoria no procedimento de contenção que está ativo. E caso seja necessário deverá ser realizada a troca do protocolo de contenção em atividade.

          100-C1: Checar a integridade das inscrições taumatúrgicas presentes no cofre.

          100-C2: Checar o equipamento D.C.I/E-S.

          De acordo com a Checagem e troca do Sistema de Contenção em Atividade a Etapa SL-03 foi ?

          Continuar Procedimentos de Segurança SL:

            • _

            Etapa SL-04: Checagem Psicossomática dos Funcionários

            Descrição: Deverão ser efetuados testes psicológicos em todos os funcionários antes e após adentrarem o cofre de contenção. Após saírem do cofre deverão passar por uma quarentena mandatória, deverão ser esterilizados e ter seus quadros de saúde checados e monitorados até o fim da quarentena.

            OBS: Todos que adentrarem o cofre de contenção de SCP-100-PT deverão estar devidamente identificados, usando trajes antirradiação e mascaras de oxigênio.

            De acordo com a Checagem Psicossomática dos Funcionários a Etapa SL-04 foi ?

            Continuar Procedimentos de Segurança SL:

              • _

              Etapa SL-05: Monitoramento de rotina

              Descrição: O monitoramento de rotina ao contrário das outras etapas, deve ser executada constantemente, para evitar possíveis quebras de contenção. Monitorando a radiação no cofre, a temperatura, pressão e o nível de pressão sonora (SPL).


Iconografia%20SCP-100-PT

Iconografia de SCP-100-PT criada pelo departamento de pesquisa para auxiliar em sua representação.

Descrição: SCP-100-PT é uma criatura humanoide, medindo aproximadamente 4,12 metros de altura. Sujeito demonstra estrutura muscular notável e apresenta dois membros superiores à mais quando comparado com seres humanos. Sua envergadura é de aproximadamente 4,30 m demonstrando que seus membros superiores são levemente fora de proporção. Seu peso não pôde ser determinado por constantemente estar flutuando a aproximadamente 30 cm do chão. A entidade aparenta possuir um sistema respiratório diferente de seres humanos, por não apresentar cavidades nasais em sua face e, ao invés disso ,apresentar estruturas que se assemelham a brânquias, localizadas na região do pescoço.

O objeto também apresenta três pares de apêndices protuberantes e pontiagudos localizados em seu crânio, nas regiões do osso frontal, parietal (aparentemente retráteis por serem raramente registrados ou identificados durante monitoramentos de rotina) e temporal. Sua mandíbula pode abrir até 2 (vezes) em comparação de um ser humano normal, além de possuir um terceiro globo ocular localizado ao centro da região frontal do rosto, localizado acima dos olhos.

Quando SCP-100-PT demonstra estar dócil, sua pele se apresenta desprovida de pigmentação e conforme SCP-100-PT entra em um estado considerado agitado, começa a adquirir a pigmentação púrpura. A Fundação é, no momento, incapaz de estudar seu tronco e membros inferiores com maior precisão, já que o objeto se encontra coberto com o que parecem ser vestimentas de uma cultura e procedência até então desconhecidas.

O material das vestimentas aparenta ser uma liga metálica desconhecida composta por, ██% de Prata, ██% Estanho e ██% de um material de característica anômala até então não pesquisado. As amostras das vestimentas se deterioraram após 6 horas longe da entidade.

SCP-100-PT é incapaz de falar (ver Adendo 100.2), embora consiga se comunicar vagamente, com o uso de palavras simples constantemente interrompidas por uma linguagem não compreensível, SCP-100-PT permanece na maioria do tempo citando nomes e emitindo sons por conta da respiração (ver, respectivamente, Adendos 100.5 e 100.1). Durante o Evento Banshee (ver Adendo 100.3), SCP-100-PT demonstrou conseguir emitir sons que podem variar por todo espectro sonoro dos seres humanos.

Durante o incidente, foram registradas frequências superiores a 4,5 MHz, que foram prejudiciais apenas para os pesquisadores que estavam monitorando a anomalia durante o ocorrido. Após o evento, SCP-100-PT permanece contido hermeticamente dentro de seu cofre pressurizado a vácuo impedindo qualquer outro incidente sonoro.

Após o Evento Banshee, pesquisadores descobriram que SCP-100-PT pode emitir ondas de radiação do tipo Alfa, Beta e Gama quando emite sons ou quando abre sua mandíbula, a causa desse fenômeno ainda não foi estudada. Por enquanto os pesquisadores reforçaram o isolamento do cofre de contenção com lençóis de chumbo para impedir que a radiação se espalhe

Funcionários que entrarem em contato com o objeto e acabarem apresentando quaisquer transtornos psicossomáticos leves ou graves, recebem a denominação de SCP-100-PT-X, sendo de 1 a 9 os primeiros pesquisadores e funcionários que foram afetados diretamente pela anomalia de alguma forma ainda não identificada (ver Adendo 100.6). Atualmente as pesquisas com SCP-100-PT foram temporariamente interrompidas para evitar o surgimento de outras instâncias.


ADENDOS

OBS: As instâncias registradas neste arquivo, se tratam dos eventos com maior relevância para as pesquisas relacionadas com SCP-100-PT. Outras instâncias secundárias e terciárias podem existir, porém, podem não ter sido identificadas e/ou registradas até o momento.


Adendo 100.6: Registros das Instâncias SCP-100-PT-1 a 9.


Salvo indicação em contrário, o conteúdo desta página é licenciado sob Creative Commons Attribution-ShareAlike 3.0 License