Documento 451-A
avaliação: +2+x

Documento 451-A: Conteúdo do Diário de SCP-451

05/06/20██: Já se passou um mês desde que todo mundo no mundo sumiu. Eu nunca deveria ter tocado no [REDIGIDO]. Eu deveria ter chamado reforços. No mínimo, outra pessoa seria culpada por matar a raça humana. Estou em ████████ agora, a última cidade antes de chegar no Sítio 19. Decidi pegar uma caneta e um caderno e escrever o que puder, caso haja outro sobrevivente em algum lugar. ████████ está como todas as outras cidades em que já estive, como se tivesse sido abandonada há apenas um minuto. Tem carros estacionados nas calçadas e comida quente nas mesas. Eu presumiria que o tempo está parado, mas ainda tem dia e noite e os calendários estão sempre certos. As coisas fazem menos sentido agora do que quando isso aconteceu inicialmente. Amanhã, vou para o Sítio 19. Se houver alguma resposta em algum lugar, é lá onde ela estará. Talvez eu possa até encontrar uma maneira de desfazer o dano.

07/06/20██: O Sítio 19 está assim como as cidades. O portão de segurança estava aberto quando cheguei. O refeitório estava com o cardápio do almoço, incluindo o meu favorito. Peguei um pouco e coloquei o resto na geladeira para não estragar. É engraçado, quando eu era criança, eu sonhava com isso. Todos sumiriam e eu poderia ir aonde meus pais não me deixavam e comer todos os doces que quisesse. Eu poderia estar realmente gostando disso, seu eu não tivesse passado dessa fase.

Estou usando meus antigos aposentos como minha base de operações. Tudo foi mudado de lugar e muitas das coisas não são minhas. Tentei ouvir essa banda norueguesa que estava no tocador de CD. Não aguentava ela, então coloquei seus CDs no quarto ao lado. Acho que isso pertencia ao Agente Rommel antes disso. Costumava ter bons momentos com ele. Isso vai ser mais difícil do que eu pensava.

08/06/20██: Voltei para o refeitório esta manhã. A comida ainda fumegava nas bandejas, as refeições meio comidas nas mesas. Olhei na geladeira para me servir de sopa de tomate reaquecida e não consegui encontrar ela em canto algum. E então percebi que o cardápio do café da manhã estava lá. Que diabos? Talvez eu não tenha lido direito ontem e fosse o mesmo menu. Mas, ainda assim, para onde diabos foi minha sopa?

Talvez o tédio esteja me afetando. Não fiz anda construtivo desde que cheguei aqui. Amanhã começo a olhar os documentos recentes e vejo se alguém percebeu alguma coisa.

09/06/20██: Os terminais não aceitam meus códigos de acesso! Devia saber que não seria tão fácil. Consegui encontrar os códigos do Rommel onde ele normalmente os esconde. Deus abençoe sua memória de merda, Rommel, onde quer que você esteja. Até agora, tudo que consegui encontrar foram alguns de seus casos ativos. Amanhã, vou usar alguns backdoors com o acesso do Rommel e encontrar algumas coisas boas lá.

10/06/20██: Fui para o terminal assim que levantei. Agora a senha do Rommel também não funciona. Passei 2 horas tentando entrar antes de desistir. Talvez tenha que começar a procurar registros em papel.

Fui para o refeitório e encontrei o cardápio do almoço. Nada de sopa de tomate. Em vez disso, havia creme de cogumelos. Não havia pratos nas mesas. Peguei um sanduíche de presunto com queijo grelhado e voltei para os meus aposentos. Eu preciso pensar.

11/06/20██: Estou começando a sentir como se estivesse sendo seguido. Provavelmente só estou ficando paranoico. Invadi o escritório da Dra. ██████. Uma pasta de arquivos estava na mesa dela. Desviei o olhar por um momento e ela desapareceu. Eu posso estar ficando louco, mas sei que ela estava lá! Consegui abrir a fechadura dos armários de arquivos, mas eles não se moviam quando eu tentava abrir eles. Quase parecia que eles estavam se mantendo fechados. Tentei em 5 outros escritórios e aconteceu a mesma coisa.

12/06/20██: Fui ao refeitório esta manhã. Cardápio do café da manhã. Voltei 4 horas mais tarde e o cardápio do almoço estava lá. Voltei mais uma vez às 17:00 e vi o cardápio do jantar. Ou estou ficando louco ou o mundo está. Ainda acho que estou sendo seguido o tempo todo, então não posso desconsiderar a Opção 1.

Derrubei um armário de arquivos e finalmente consegui pegar alguns arquivos antes que a gaveta se fechasse. Os arquivos incluiam SCP-173, SCP-945, e SCP-657. Nada que realmente esclareça a situação. As pastas desapareceram logo depois que as coloquei de lado.

13/06/20██: Que merda. Todos os armários que posso encontrar estão presos às paredes agora. Não consigo nem derrubá-los. Nem aqueles para os quais eu fui antes se mexiam. Pelo menos o refeitório voltou a ter sopa de tomate. Agora, vou pegar o que puder.

14/06/20██: (Pesquisadores tentaram se comunicar escrevendo no diário; SCP-451 escreveu por cima) [DADOS ILEGÍVEIS] mijou no curry de frango! E acho que coisas estão desaparecendo do meu quarto agora. A caneta sumiu. Roubei uma do quarto do Rommel.

17/06/20██: Desisti de usar roupas. Percebi que o Sítio 19 tem temperatura controlada, então tudo que eu realmente preciso são alguns tênis. Não é como se alguém fosse me ver. Ainda não consigo encontrar nada útil. Estou bloqueado em todos os lugares que vou.

18/06/20██: Acordei tremendo. O termômetro disse que eram apenas 5 Celsius. Gostaria de não ter colocado minhas roupas no incinerador. Roubei algumas do quarto do Rommel. Grandes demais para mim, mas pelo menos posso ficar aquecido.

19/06/20██: Quente de novo. Ontem estava frio para um caralho. Pode ser que as coisas estejam finalmente começando a quebrar. Deveria ter acontecido há muito tempo.

20/06/20██: E frio. É como quando o sol só aparece se você tiver um guarda-chuva. E então está chovendo quando você o deixa no trabalho.

25/06/20██: Me comprometi com o uso de um roupão. Provavelmente é a melhor opção, ainda sinto aqueles olhos invisíveis em mim.

26/06/20██: Não faço nenhuma busca há mais de uma semana. Não consigo me incomodar. Fígado e cebolas para o almoço hoje.

27/06/20██: Frango frito.

28/06/20██: Hambúrgueres vegetarianos. Joguei eles no lixo.

29/06/20██: Carne refogada. Podia ter usado um pouco de molho de soja, mas não tinha.

30/06/20██: Dia da pizza. Não tinha havaiana. Estragou tudo.

02/07/20██: Segundo aniversário mensal desde que matei todos ontem. Comemorei com um pouco de cerveja escondida atrás da mesa do Rommel. Bebi uma segunda para ele. Bebi outra para cada pessoa que matei até desmaiar. Acordei em uma poça de vômito com o que parecia ser um machado no meu crânio. Bebi um pouco para aliviar a ressaca.

03/07/20██: O quarto do Rommel está vazio. Deveria saber que isso não duraria. Comi um sanduíche submarino inteiro. Gostaria de não ter comido.

04/07/20██: Encontrei uma história do Harlan Ellison no quarto de alguém. Quase que combina comigo. Mas de que adiante gritar se ninguém está por perto para ouvir?

05/07/20██: Sou um covarde da █████. Não consigo nem me matar sem pedir ajudar. Entrei na sala do SCP-173 e fechei os olhos. O filho da puta nem me tocou. Em vez disso [DADOS EXPURGADOS]. Queria ter desaparecido com o resto deles.

06/07/20██: Decidi relaxar com mais alguns SCPs. Ainda vivo. Inútil pra ██████.

07/07/20██: Encontrei lâminas de barbear no chão do meu quarto e um laço pendurado no teto. Não consegui prosseguir com isso. Ainda preciso de ajuda para fazer isso.

08/07/20██: Encontrei uma arma. Ela deve acabar comigo rápido. Vou para a sala de descanso para fazer isso. Foi bom conversar com você.

Eu vi alguém! Não consegui me matar, mas acertei ele na mosca. Corri para a enfermaria para obter suprimentos de primeiros socorros. Ele já tinha sumido quando voltei. Assim como a arma. Não conseguia nem ver sangue.

11/07/20██: Tinha um memorando escondido atrás da minha mesa. Não sei bem o que ele quer dizer, mas basicamente diz que todos vão morrer, de acordo com as previsões de SCP-657. Ele dizia para as pessoas fazerem as pazes com seus deuses e desfrutarem seus momentos finais, Parece quase legítimo se não fosse pela data das mortes: 11 de julho. Hoje.

12/07/20██: O memorando foi alterado. Agora a data é 12 de julho. Acho que tenho uma teoria se formando na minha cabeça. Estou viajando entre dimensões. Em cada uma que visito, a raça humana simplesmente desapareceu momentos atrás. Tudo se encaixa! Isso explica por que os documentos continuam desaparecendo bem na minha frente. Por que nada parece quebrar mesmo depois de 2 meses. Por que continuo recebendo refeições regulares o tempo todo.

Se eu continuar pulando entre as dimensões, talvez seja possível encontrar um caminho de volta para casa. O Sítio 19 ainda possui os melhores recursos para fazer isso. Eu só tenho que descobrir quais são eles.

13/07/20██: Encontrei algo interessante. Parece que o artefato que eu estava tentando recuperar acabou nas mãos da Fundação nessas dimensões paralelas. Ele pode ser a chave para sair dessa bagunça. Começou a busca para encontrar a designação SCP dessa coisa e colocar minhas garras nela.

14/07/20██: Este é meu último registro neste diário, já que estou ficando sem espaço. Bem feito para mim por roubar de uma loja do dólar. Vou deixar ele em meus aposentos por segurança. Mesmo que tudo o mais mude a cada momento, as coisas parecem permanecer constantes aqui. Além dos memorandos. 657 continua dando a data de hoje como o fim do mundo. Vou manter meu novo diário comigo o tempo todo. Se eu for levado sem ele, muitos dados podem ser perdidos. Eu não quero que isso aconteça.

Adeus, querido diário. Você me serviu bem.

Devido à compulsão de SCP-451 de manter o segundo diário consigo o tempo todo, atualmente não é possível determinar seu conteúdo. Uma operação secreta por SCP-423 foi sugerida e está esperando revisão.

Salvo indicação em contrário, o conteúdo desta página é licenciado sob Creative Commons Attribution-ShareAlike 3.0 License