Documento 860-I e II

SCP-860 » Documento 860-I e II

avaliação: +1+x

Abaixo estão as transcrições da Exploração I e II em SCP-860-1.
Exploração I realizada em ██/██/████.
Exploração II realizada em ██/██/████.

Exploração I

(D-3456 é um homem Caucasiano de 31 anos de idade, de estatura média. O estado psicológico é normal. A designação de Classe-D é o resultado de um rebaixamento devido a [DADOS EXPURGADOS]. D-3456 está equipado com uma lanterna LED, uma câmera de mão equipada com transmissão e um fone de ouvido para comunicação com Dr. ███ no Controle.)

D-3456 insere SCP-860 em uma porta pertencente a uma casa abandonada em ████████████, ██████, Alemanha. Ele vira a chave e abre a porta, revelando SCP-860-1. D-3456 cambaleia.

Dr. ███: Por favor prossiga.

D-3456 hesita, depois passa pela porta. Depois que ele dá dois passos, um forte barulho é ouvido. D-3456 vira rapidamente. A porta está fechada e anexada a uma grande parede de concreto. D-3456 se move em direção a ele e tenta abrir porta.

D-3456: ████, essa ████ está fechada! Como diabos eu deveria—
Dr. ███: Por favor siga a trilha, D-3456. A saída deve estar do outro lado.

D-3456 suspira, depois vira e desce a trilha. Depois de caminhar 64 metros, D-3456 pára.

D-3456: Você ouviu isso?
Dr. ███: Nenhum som veio através da transmissão de áudio.
D-3456: Parece que era… um uivo… ou… ou algo. Vinha da floresta, parecia distante.
Dr. ███: Um uivo? Como um lobo?
D-3456: Não… exatamente. Parecia estranho. Distorcido.
Dr. ███: Por favor prossiga com a trilha.

D-3456 começa a andar novamente, com maior velocidade. Depois de 43 metros, a névoa começa a aumentar mais ainda e adquirir um tom mais profundo de azul.

D-3456: Está começando a ficar muito difícil de ver aqui. Essa ███████ de lanterna não—

D-3456 de repente começa a virar.

D-3456: [gritando] ████! ████! Você ouviu isso agora?
Dr. ███: Não veio nada transmissão de áudio, D-3456. O que você escutou?
D-3456: [gritando] A mesma coisa que antes! Só que mais perto! Como ████ você não conseguiu ouvir, isso era—
Dr. ███: Pro favor continue prosseguindo com a trilha, D-3456.
D-3456: [gritando] Não, você não entende, isso—

Um rugido alto pode ser ouvido vindo da esquerda de D-3456. D-3456 grita e começa a correr pela trilha. A cada dez segundos, pode-se ouvir o som de passos vindo de trás de D-3456, começando distante e aumentando em volume até que pareçam estar a menos de um metro de D-3456, quando eles param.

Depois de correr mais 68 metros, D-3456 chega até uma grande parede de concreto com uma porta. D-3456 abre a porta, revelando a sala principal da casa abandonada. D-3456 entra, vira e fecha a porta. Dois minutos depois, ele abre a porta novamente, revelando ████████████.D-3456 mostrou sinais de extrema paranoia nas semanas seguintes, alegando ouvir o mesmo uivo à distância quando está sozinho. Os efeitos pareciam desaparecer depois ██ semanas. D-3456 agora se comporta normalmente.

A análise detalhada da transmissão de áudio revelou que um som muito baixo podia ser ouvido na segunda vez que D-3456 parou. O arquivo de áudio amplificado pode ser encontrado aqui.


Exploração II

(D-5674 é uma mulher Sul-asiática de 27 anos com aptidão física abaixo da média. Antecedentes psicológicos indicam extrema xenofobia. O individuo tem um extenso registro de [DADOS EXPURGADOS]. D-5674 está equipada com uma lanterna LED, uma câmera de mão equipada com transmissão e um fone de ouvido para comunicação com Dr. ███ no Controle.)

D-5674 insere SCP-860 em uma porta pertencente a uma casa abandonada em ████████████, ██████, Alemanha. Ela vira a chave e abre a porta, revelando SCP-860-1. D-5674 passa pela porta. Depois que elae dá dois passos, um forte barulho é ouvido. D-5674 vira. A porta está fechada e presa a uma grande parede de concreto.

D-5674: [EXPLETIVO REMOVIDO]
Dr. ███: Prossiga com a trilha, D-5674. A saída está no outro lado.

D-5674 se vira e anda pela trilha. Após 94 metros, D-5674 pára e vira para a mata.

D-5674: Você… você viu isso?
Dr. ███: O que?
D-5674: Você viu esse… esse…
Dr. ███: …sim?

D-5674 fica em silêncio.

Dr. ███: O que você viu?

D-5674 não responde. D-5674 se vira e anda pela trilha. Após 94 metros, D-5674 pára e vira para a mata.

Dr. ███: D-5674, por favor relate o que viu, precisamos—
D-5674: Não foi nada. A névoa deve ter me enganado.

D-5674 caminha por mais 10 metros antes de parar novamente.

Dr. ███: D-5674, por que você parou?
D-5674: [baixo monótono] Silêncio… você ainda não pode ouvi-lo?
Dr. ███: O que?
D-5674: [baixo monótono] Ele está me chamando… Eu tenho que… Eu tenho que ir…
Dr. ███: D-5674, você não pode—

D-5674 remove o fone de ouvido e coloca a câmera no chão, de frente para as árvores. Ela sai da trilha, entra na floresta, até desaparecer de vista. Nada mais aconteceu até que as baterias da câmera acabaram.

Adendo: A porta que dava para a casa abandonada permaneceu fechada. Tentativas de remover a chave da maçaneta falharam, assim como todas as tentativas de abrir ou quebrar a porta. Sete meses após o incidente, a porta de repente se abriu e saiu uma mulher asiática muito idosa. Quando perguntado sobre, ela afirmou ser D-5674. Ela se recusou a elaborar sobre o que aconteceu depois que ele deixou a câmera no chão, mesmo sob extrema pressão. O individuo foi encontrado sendo muito mais calmo e mais educado do que antes da Exploração II, e, além de falar sobre o que ocorreu com ele dentro de SCP-860-1, seguiu cada ordem emitida para ela sem queixas. Duas semanas depois, ela morreu em seu sono de causas naturais.

Documento 860-III e IV

Salvo indicação em contrário, o conteúdo desta página é licenciado sob Creative Commons Attribution-ShareAlike 3.0 License