Registro de Exploração 1689-I
avaliação: 0+x

Declaração de abertura: A Missão Exploratória 1689-I foi programada para 8 de agosto de 201█, com uma equipe de exploração de quatro pessoas lideradas pelo Capitão Cameron Wells. A equipe foi informada de sua futura missão em 2 de agosto de 201█. Para obter mais informações, consulte o documento do Manifesto de Equipamento 1689-I.

Registro da Missão, Capitão Wells: Dia -6
Eles me disseram hoje que eu iria levar Fredrick, Carlen e Xander para um saco de batatas.

Okay.

Aparentemente é maior por dentro ou é uma dimensão de bolso ou é um portal ou algo assim, para algum lugar cheio de batatas. Nesse ponto, nada me surpreende.

Oh, isto é um registro oficial, então devo chamá-los de Agentes Meryle, Ozols e Peterson. Mas ninguém verifica isso. Então, eu não vou.

Registro da Missão, Capitão Wells: Dia -1
Eles deram-nos o resto do nosso equipamento e nos prepararam para amanhã. O combinado é chegar lá antes do meio-dia.

Os laboratórios produziram um líquido muito maneiro para nós usarmos. É algum tipo de ácido ou enzima que dissolve as batatas em uma pasta de amido. A maior parte é drenada, mas um pouco disso endurece para fazer um belo túnel. É realmente assustador a rapidez como que isso funciona, e temos que usar proteção para a pele para que não nos atinja. Com os aspersores, podemos abrir caminho direto para as batatas.

Registro da Missão, Capitão Wells: Dia 0
Foi agradável descobrir que eles já haviam esvaziado uma pequena sala do outro lado de SCP-1689, feita de madeirite. Sem dúvidas foi estranho rastejar-se para entrar em um saco e sair em uma sala totalmente diferente, mas, novamente, nada me surpreende. Na verdade não vimos nenhuma batata na hora. Então abrimos a porta da escavação e sim, parede de batatas. Batatas acima, na frente e abaixo. Decidimos cortar um túnel de aproximadamente 2 por 2 metros para frente. Bússolas não funcionam aqui, mas não há uma chance muito grande de nos perdermos porque sempre podemos encontrar o nosso caminho de volta a partir do sinal de rádio.

Registro da Missão, Capitão Wells: Dia 1
Trabalho lento de escavação; podemos limpar cerca de 30 metros por hora. Isso parece lento, mas são 120 metros cúbicos de batata, e isso é um quilômetro em dois dias, se fizermos um bom esforço. E não é tão difícil; dois de nós borrifam e dois de nós limpam a substância viscosa com uma pá. A cada cem metros mais ou menos, colocamos algumas vigas de suporte. Quem inventou essa enzima é um gênio.

Registro da Missão, Capitão Wells: Dia 2
Deus, eu odeio o cheiro dessas coisas. Eu até gosto do cheiro de batatas, mas por causa da enzima este lugar cheira a vômito. Já estou farto disso. Que merda.

Registro da Missão, Capitão Wells: Dia 5
Nós acidentalmente derramamos algumas enzimas no chão hoje, e descobrimos que estávamos a apenas um metro deste chão de concreto. O comando está realmente surpreso; esta é a primeira coisa além das batatas que nós encontramos. Maneiro.

Decidimos simplesmente começar a ir para o chão. Não é muito inconveniente, e é bom ter uma base sólida.

Registro da Missão, Capitão Wells: Dia 8
Você sabia que a palavra "spud"1 vem de cavar com uma "spade"23 para fazer o buraco em que você as planta? Carlen disse. E ela se certificou de que todos nós sabíamos disso também. E então ela repetiu a palavra "spud" para si mesma o dia todo, enquanto estávamos escavando. Suspiro.

Registro da Missão, Capitão Wells: Dia 9
Isso dificilmente é trabalho de um agente. Por que eles não têm um Classe-D para fazer isso?

Registro da Missão, Capitão Wells: Dia 11
Amanhã estaremos por nossa conta própria. Está se tornando muito ineficiente para nos reabastecer a cada poucos dias, então o Comando está nos fornecendo dois meses de MREs e tanques de enzima mais do que suficiente para durar tanto tempo. Se não encontrarmos nada depois disso, eles dizem, que a missão será abandonada. Obviamente ainda teremos contato por rádio.

Registro da Missão, Capitão Wells: Dia 12
É bom estar sozinho com a equipe. À noite, é quase como acampar. Sim, acampando em uma caverna estranha. Feita de batatas.

Registro da Missão, Capitão Wells: Dia 16
Do nada, algo interessante aconteceu. Encontramos uma parede hoje. É feito do mesmo material do chão. O piso de base, não o material de amido. De concreto. Ele forma um ângulo de vinte graus em relação à perpendicular do nosso túnel. O comando nos disse para segui-lo, já que não há nada de interessante acontecendo.

Registro da Missão, Capitão Wells: Dia 19
Então, piso de concreto e paredes de concreto, hoje Fredrick começou a pensar, e com certeza, teto de concreto. Esse tempo todo esteve cerca de três metros acima de nós.

O que significa que nesse tempo todo nós estávamos dentro de uma construção. Uma construção enorme. Se pudermos mapear, provavelmente poderemos encontrar a saída e descobrir onde no mundo está esse inferno de batata.

Registro da Missão, Capitão Wells: Dia 28
Xander disse ba-tah-ta! Que porra é essa. Como eu não o ouvi dizer isso até agora? Já se passaram quatro semanas, cercado de batatas, e ele não disse essa palavra até agora. Ele é a primeira pessoa que conheci que realmente disse isso.

Registro da Missão, Capitão Wells: Dia 36
Já passou mais tempo desde que começamos a seguir essa parede do que a parede ao início. Xander acha que não vai a lugar nenhum, mas Fredrick queria avançar. Comando diferido para mim, e bem… não quero que o esforço do último mês tenha sido inútil. Percorreremos mais três quilômetros, pelo menos.

Registro da Missão, Capitão Wells: Dia 38
Hoje decidimos abrir um maldito buraco na parede.

Carlen tinha cargas em sua mochila (Deus sabe lá por quê), então por que não. A parede não ia a lugar nenhum mesmo.

Todos nós nos afastamos e explodimos. Demorou muito para limpar todo o purê de batata, mas temos certeza de que criamos um buraco de três metros.

Adivinha o que tinha do outro lado.

Batatas.

Registro da Missão, Capitão Wells: Dia 39
Começamos a escavar pelo buraco que fizemos, e descobrimos que é diferente lá fora. Definitivamente está lá fora: o chão é de terra e a grama extremamente morta. Isso significa que essa coisa não está em nenhum lugar da terra. Acho que a construção era uma espécie de armazém gigantesco.

estivemos ouvindo esse tipo de barulho fraco desde que explodimos as cargas. Xander está começando a ficar astuto sobre isso, mas até onde podemos dizer, nada aconteceu.

Registro da Missão, Capitão Wells: Dia 43
A que altura vão essas batatas? Se estivermos do lado de fora, não há limite vertical. Então, isso sobe até a atmosfera? Todo este universo está cheio de batatas?

É tão estranho pensar que estamos do lado de fora. Não parece nada diferente de estar dentro da construção. É como se estivéssemos no subsolo. Bem, acho que sim. É só que o solo é feito de batatas.

Registro da Missão, Capitão Wells: Dia 44
Encontramos uma árvore de verdade! Uma morta, rodeada de batatas, mas mesmo assim uma árvore enraizada no solo. Tínhamos que ter cuidado com isso, porque a enzima destrói, mas conseguimos descobrir totalmente. Seus galhos eram meio estranhos, dividindo-se nesses ângulos perfeitos de trinta graus, mas no geral parecia bem normal. O laboratório me pediu para coletar uma amostra de casca. Tornou totalmente o fato "externo" real. O que é este lugar?

Registro da Missão, Capitão Wells: Dia 48
Xander estava preocupado com os barulhos que estávamos ouvindo, então ele se virou para olhar. Acontece que, cerca de cem metros de nosso túnel está desabado.

O comando também não sabia. Eles disseram que começariam a cavar do outro lado para vir atrás de nós e que seria minha escolha se eu quisesse continuar escavando. Fredrick e Carlen querem continuar, portando continuaremos, ouvindo Xander reclamar. "Eu não me inscrevi para essa merda." Sim, sem brincadeira. A Fundação não sabia exatamente que você estava entrando no Reino de Batatas quando o recrutou. Não é o tipo de coisa que você põe em letras pequenas, só para garantir.

Registro da Missão, Capitão Wells: Dia 51
Continuamos encontrando mais merdas estranhas. Fredrick encontrou uma bicicleta torcida e ficou super empolgado com isso. Eu sabia que devia haver humanos aqui antes por causa da construção, mas realmente não me veio a mente até que vi a bicicleta. Jesus.

Registro da Missão, Capitão Wells: Dia 55
Porra. Sou um péssimo capitão.

Houve outro grande barulho hoje. Um enorme desabamento. Quase fomos esmagados, mas de alguma forma todos nós conseguimos nos refugiar em segurança sob os galhos das árvores.

Desta vez perdemos contato com o comando. Ainda podemos detectar algumas transmissões de rádio fracas, mas é muito estático para correspondência. Obviamente, tomei a decisão para voltar, mas não temos ideia do quão ruim as coisas estão. Pode levar semanas para sair.

Que merda. Eu deveria ter voltado.

Registro da Missão, Capitão Wells: Dia 62
Fredrick disse-nos hoje que devíamos ter trazido um irlandês. Eu disse a ele que ele era um imbecil. Ele estava rindo sobre isso o dia todo. Que idiota absoluto.

Registro da Missão, Capitão Wells: Dia 65
Ficamos sem rações alimentares hoje. Xander enlouqueceu e começou a dizer que íamos morrer de fome, até que eu disse que ele era um idiota.

Registro da Missão, Capitão Wells: Dia 67
Devíamos ter trazido a porra kit de especiarias. Carlen na verdade tinha utensílios de cozinha em sua mochila (Deus sabe lá por quê), então podemos preparar as batatas de algumas maneiras diferentes. Mas ainda são batatas. Meu paladar está começando a falecer.

Isso vai levar uma eternidade.

Registro da Missão, Capitão Wells: Dia 68
É muito difícil limpar os túneis originais que fizemos. Vai ser mais rápido cortar direto para o saco, de qualquer maneira. Amanhã direi à minha equipe para começar a fazer um novo túnel.

Registro da Missão, Capitão Wells: Dia 69
Que Merda.

Ficamos sem enzima hoje. Claro, notei que o suprimento estava diminuindo, mas realmente não funciona racioná-lo. Então, continuamos usando normalmente, e agora estamos fora.

Okay, então a boa notícia é que estávamos dentro da construção quando aconteceu. Isso significa que podemos abrir caminho com a pá, pois há um teto. São cinco metros de cima a baixo e não consigo imaginar que possamos fazer um túnel mais estreito do que um metro e meio. Isso vai ser lento, mas devemos chegar lá.

O real problema da escavação é o espaço. Onde vamos jogar as batatas? O melhor que podemos fazer é cerca de cinco metros atrás de nós, então temos uma pequena bolha de espaço que simplesmente movemos através da construção.

Isso vai levar muito tempo, mas honestamente não tenho certeza do que vamos acabar primeiro. A comida está coberta. E têm bastante água dentro delas. No entanto, o oxigênio está começando a ficar insuficiente. Não sei se o quanto posso encaixar nas brechas entre as batatas.

Eu não sei o que fazer para aumentar a moral. Eu disse a todo mundo que o Comando provavelmente está cavando do outro lado e vai nos encontrar, mas eles estão todos deprimidos. Era suposto ser uma missão de 65 dias, no máximo.

Fredrick fez uma piada sobre a palavra "tubérculo". Não me lembro exatamente o quê. Foi estúpido de qualquer maneira.

Registro da Missão, Capitão Wells: Dia 70
Talvez seja porque estávamos apenas derretendo-as, mas há algo que nenhum de nós notou antes. As batatas são realmente feias. Eles têm essas protuberâncias que se mexem e crescem, lentamente. Absolutamente desagradável, e elas são a nossa única refeição.

Registro da Missão, Capitão Wells: Dia 71
Eu odeio o cheiro de batatas. Eu gostaria de ter o vômito de volta, só pelo cheiro. Que Merda.

Registro da Missão, Capitão Wells: Dia 72
Está merda tá ficando menor. Nossa bolha de espaço é menor e é por causa de mais batatas.

Nossa área não foi dimensionada com precisão, nem nada. Mas Carlen foi a primeira a mencionar isso quando acordamos e, de repente, ficou óbvio para todos. Toda a área reduziu uns bons dez metros cúbicos. Que porra é essa.

Registro da Missão, Capitão Wells: Dia 73
Eu estava prestando atenção hoje. Essas protuberâncias feias? Elas realmente crescem rápido. E quando ficam do tamanho de uma batata, eles se separam. É daí que vêm todas as batatas.

Nossa área ficou ainda menor hoje.

Registro da Missão, Capitão Wells: Dia 74
Estamos ficando sem espaço e tempo. Quase não há mais espaço suficiente para trabalhar; estamos batendo com os cotovelos e ombros enquanto escavamos.

Porra de batatas. Porra de batatas. Porra de inhame. Porra de tubérculos. Porra de raízes. Juro que vão me matar enquanto estou dormindo e vou ter a merda de uma batata enfiada na minha garganta.

Registro da Missão, Capitão Wells: Dia 75
Xander que estava choramingando o dia todo calou a boca. Eu também odeio o escuro. Todos nós odiamos o escuro e as lâmpadas amarelas com as batatas marrons e a comida sem gosto, todos nós odiamos, okay? OKAY?

Não é como se eu pudesse gritar com a equipe. Eu que mantenho todos eles seguindo em frente. Eu sou o capitão. Capitão Wells, Comandante Batata. Eu mantenho tudo sob controle e desabafo tudo nesses malditos registros.

Registro da Missão, Capitão Wells: Dia 76
Eu não consigo respirar. Eu não consigo respirar, que merda, e não há espaço para cavar merda merda merda

Registro da Missão, Capitão Wells: Dia 78
Sinto-me como se estivesse respirando dentro dos pulmões de outra pessoa, que já exalou, então não há nada além de dióxido de carbono. Ninguém pode nem mesmo falar enquanto estamos trabalhando.

Estaremos mortos em uma semana. Mortos por batatas.

Declaração de Encerramento: Em 3 de novembro de 201█, o Capitão da Missão Wells e os agentes Ozols, Meryle e Peterson se conectaram com a equipe de escavação secundária. Embora estivessem sofrendo de deficiência de oxigênio e em um estado mental deteriorado, todos os membros da equipe se recuperaram totalmente em três semanas. O Capitão Wells se recusou a escrever um resumo pós-missão.

Salvo indicação em contrário, o conteúdo desta página é licenciado sob Creative Commons Attribution-ShareAlike 3.0 License