Grupos De Interesse

GRUPOS DE INTERESSE


Visão Geral do Arquivo: A Fundação não é o único grupo com interesse e investimento no paranormal e metafísico. Há muitos outros grupos em existência que possuem, usam ou tentam criar objetos SCP, para seu próprio ganho ou para a proteção da humanidade. Algumas são organizações rivais, alguns são grupos avulsos da Fundação. De qualquer modo, foi dito necessário criar e distribuir um resumo sobre quais agências a Fundação reconhece e nossa posição sobre elas.


Universidade Alexylva

Alexylva.png

Visão Geral: Muito pouco se sabe sobre a Universidade Alexylva ou seus motivos. As evidências aparentam sugerir que a organização existe em algum tipo de universo alternativo, em que a cultura Latina e Grega mantém dominância pelo menos sobre o hemisfério Ocidental; nada até hoje é conhecido sobre nenhuma outra parte desse mundo. Todos os objetos relatados à Universidade foram encontrados no Centro-Sul dos Estados Unidos e mais especificamente em Tennessee, levando pesquisadores da Fundação a acreditar que a própria Universidade é localizada nessa área geográfica.

Muitos objetos associados à universidade (que não se acredita ter criado os objetos) são recuperados durante transporte postal por via de uma agência conhecida como “Phitransimun Combine" e acompanhados por papelada relevante, que ajudou a esclarecer dúvidas sobre os objetos e o lugar de onde vieram. Até hoje, tudo que é reconhecido sobre os métodos de transferência dos objetos é que a tecnologia usa princípios similares aos da Ponte de Einsten-Rosen, um conceito considerado puramente teórico pela ciência contemporânea. Uma seção em particular da Universidade, conhecida como o Departamento de Filosofia Natural é considerado responsável pelas transferências, possivelmente sem o conhecimento ou consentimento do resto da organização.

Para ver todos os documentos marcados com alexylva, clique aqui.

Anderson Robóticas

ar.png

Visão Geral: Baseada no Noroeste Pacífico, Anderson Robóticas veio primeiro à atenção da Fundação em 2007, com a captura de SCP-1360. Liderada por Vincent Anderson e se especializando na venda de androides, robôs, inteligências artificiais e cibernéticos anômalos, Anderson Robóticas rapidamente ganhou uma quantidade considerável de tração no campo da paratecnologia. O tamanho pequeno do grupo, capacidades expiatórias remarcáveis e base de recursos surpreendentemente extensa fez a apreensão de qualquer empregado de Anderson difícil, com apenas alguns dos produtos Anderson atualmente nas mãos da Fundação.

Para ver todos os documentos marcados com Anderson, clique aqui

Já Somos Maneiros?

AWCY.png

Visão Geral: Um coletivo de artistas anônimos, ou anartistas, membros de Já Somos Maneiros? são capazes tanto de obter quanto produzir objetos anômalos e entidades, e usá-los para criar estalagens de arte. Essas estalagens são montadas para o máximo de exposição pública e já foram fatais para espectadores; a frase “Já Somos Maneiros? sempre está presente de algum modo.

Para ver todos os documentos marcados com já-somos-maneiros, clique aqui

A Rainha Negra

rainhanegra.png

Visão Geral: Muitas poucas informações conclusivas foram recuperadas sobre a pessoa de interesse chamada de Rainha Negra. Ela adota o nome próprio "Alison Chao", o nome da filha do pesquisador Dr. ██████ Gears e ██████ ███ Chao, anterior ao recrutamento de Gears pela Fundação.

A Rainha Negra possui conhecimento incomum da estrutura e atividades da Fundação, e anomalias contidas. O motivo deste conhecimento incomum ainda há de ser conclusivamente identificado, mas aparenta ser obtido, parcialmente, por meios anômalos (incluindo a possibilidade de fontes de informação extrauniversal). Ela foi repetidamente capaz de brechar a segurança da Fundação se utilizando dessas informações, em adição a meios anômalos classificados.

Relatos conflitantes existem das atividades e motivações da Rainha Negra (provavelmente por causa de múltiplos indivíduos ou contra-inteligência deliberada). Relatos iniciais a caracterizam como malevolente, assassina e destrutiva. Outros relatos a caracterizam como neutra ou benevolente. Toda inteligência indica sua hostilidade à Fundação.

Há relatos do envolvimento da Rainha Negra com a maioria dos principais Grupos de Interesse conhecidos pela Fundação, unidos a vários governos mundiais. Fontes não-verificadas afirmam que ela é o mesmo indivíduo que L.S. da Mão da Serpente, e que L.S. significa “Little Sister (Pequena Irmã). O motivo dessa ligação próxima incomum é possivelmente devido ao uso da Biblioteca do Passageiro pela Rainha Negra.

Inteligência indica a presença de outros múltiplos indivíduos também se chamando de “Rainha Negra. A natureza e origem desses indivíduos são inconclusivas.

Para ver todos os documentos marcados com rainha-negra, clique aqui

Insurgência do Caos

insurgencia.png

Visão Geral: A Insurgência do Caos é um grupo dissidente da Fundação, criado por uma unidade rebelde que desertou com diversos objetos SCP em 1924. Desde então, a Insurgência se tornou uma jogadora significativa no estágio mundial, usando as anomalias que obtém para seu próprio benefício e para consolidar sua base de poder global. A Insurgência não só lida com anomalias, mas também com distribuição de armas e coleta de inteligência.

Ela faz uso de regimes autoritários em países pobres e em desenvolvimento, frequentemente usando suas populações da mesma forma que a Fundação usa funcionários Classe-D. Ela ajuda a manter a pobreza extrema e guerra que são sofridas por esses países, para continuar sua experimentação radical, recrutamento fácil de forças e transações comerciais lucrativas com várias facções opositoras.

A maioria dos objetos anômalos em possessão da Insurgência são desconhecidos. Entre os itens mais notáveis está o "Cajado de Hermes", um item capaz de distorcer as propriedades físicas e químicas de qualquer matéria que toca, e o "Sino da Entrofia", um objeto que pode causar uma variedade de efeitos destrutivos, dependendo de onde atingir. Ambos os objetos foram originalmente obtidos por um valor nada pequeno pela Fundação, e foram roubados pelos fundadores originais da Insurgência.

Os objetos SCP e outras anomalias roubadas da Fundação tipicamente possuem alto potencial para utilização direta, mas a Insurgência também fez uso de anomalias com aplicações menos diretas, como SCP-884.

A base principal das operações da Insurgência é desconhecida, assim como seus líderes atuais. Essa organização é diretamente antagonista à Fundação, usando força letal em tentativas de prevenir a contenção de múltiplas anomalias da mesma. A Fundação também foi infiltrada por agentes da Insurgência no passado, resultando na perda de dados científicos valiosos, roubo de várias anomalias, e morte de funcionários. Funcionários são avisados de possíveis invasões, ataques terroristas e espiões da Insurgência, e devem notificar seus superiores sobre qualquer atividade de outros funcionários que se encaixem no perfil comportamental da Insurgência.

Para ver todos os documentos marcados com insurgência, clique aqui.

O Espírito de Chicago

SpiritIcon.jpg

Visão Geral: Durante o começo do século 20, o Espírito de Chicago era a maior organização criminal anômala no hemisfério oeste. Baseada em Chicago, Illinois, a influência do grupo se estendeu para as maiores cidades dos Estados Unidos, particularmente Nova Iorque, Boston, Nova Orleans e a cidade-estado extradimensional Três Portlands. O Espírito era conhecido por recrutar indivíduos com capacidades anômalas, assim como criar e explorar artefatos anômalos para uso em atividades criminosas.

O Espírito foi fundado em 1895 pelo residente de Chicago e dono de bar Richard D. Chappell, que era ele mesmo um indivíduo anômalo. Apesar de anos de esforços, a Fundação se manteve malsucedida em suas tentativas de suprimir a ascensão ao poder de Chappel, devido, em parte, aos seus recursos limitados no momento como resultado de uma crise interna em progresso. Em janeiro de 1919, a Fundação suspendeu oficialmente toda oposição contra o Espírito de Chicago, para assegurar sua cooperação em preferir a proliferação de SCP-2680. Assim que permitidos a operar sem interrupções, o Espírito floresceu em um sindicato nacional e eventualmente se tornou uma força direta na distribuição ilegal de álcool durante a Era da Proibição.

Graças ao sucesso de seus negócios de contrabando, o Espírito de Chicago continua a acumular poder sobre os mercados w políticos da América do Norte durante a década de 1920 e a Fundação foi eventualmente forçada a terminar sua trégua com o grupo, afim de prevenir a dissolução completa de normalidade científica. Em 11 de julho de 1933, Richard Chappel finalmente foi apreendido por operativos da Fundação , seguindo uma invasão na base de operações do Espírito. Na absência de seu líder, o grupo gradualmente se desestabilizou e a maioria de seus membros e recursos foram adquiridos por outras organizações. Desde 1938, a Fundação considera oficialmente o Espírito de Chicago como extinto.

Entretanto, rumores da sobrevivência contínua do Espírito persistiram em décadas subsequentes. Vários artefatos foram descobertos que implicam o envolvimento do grupo, apesar de um vínculo conclusivo ainda ter de ser provado. Além disso, evidências recentes revelaram a emergência de um novo sindicato se autodenominando "O Espectro de Chicago", que aparenta operar primariamente em comunidades anômalas subterrâneas. Investigação sobre esse grupo e suas conexões com o Espírito original (se existentes( estão em progresso.

Para ver todos os documentos marcados com espírito-de-chicago, clique aqui.

A Igreja do Deus Quebrado

deusquebrado.png

Visão Geral: Logo após a descoberta e contenção de SCP-882, diversos membros desta "igreja" se apresentaram e exigiram o retorno do "coração de deus". Liderada por um certo Robert Bumaro, eles são um grupo de fanáticos, acreditando que muitos dos itens SCP sejam partes de um "deus" que foi quebrado após a criação do universo. Restaurando-o para seu estado inteiro, eles também ganhariam divindade. Desde o primeiro contato, três outros componentes-chave do "deus" foram tentativamente identificados: SCP-217, SCP-271 e SCP-1139.

Eles são extremamente hostis aos operativos da Fundação, nomeando-os "heréticos", e tentam matar operativos e quebrar contenção de itens SCP. Não se sabe como eles são capazes de detectar esses itens, mas eles já mostraram suas habilidades de fazê-lo com precisão assustadora. Em adição, eles mostraram uma habilidade notável de resistir aos efeitos mentais de itens SCP, notavelmente SCP-882 e sua "isca mental".

A Igreja é vista como uma ameaça, tanto para a Fundação SCP quanto para a humanidade. Membros devem ser detidos por força, ou eliminados por qualquer meio dito necessário por agentes da Fundação.

Para ver todos os documentos marcados com deus-quebrado, clique aqui.

Doutor Wondertainment

maravilhamento.png

Visão Geral: Doutor Wondertainment, seja um indivíduo ou entidade coletiva, é capaz de produzir artefatos e entidades anômalas que tematicamente lembram brinquedos infantis. A natureza desses objetos e dispositivos varia, apesar de que todos são claramente destinados a serem utilizados por crianças. Em adição, Doutor Wondertainment é responsável pela criação dos Pequenos Senhores, humanóides anômalos alterados para colecionamento. Dr. Wondertainment é reconhecido por atingir funcionários da Fundação no passado, e seus sentimentos em relação à Fundação aparentam ser ambíguos. Veja o artigo de Isabel Wondertainment no Dossiê de Funcionários para mais informações.

Ligações com a Fábrica foram especuladas, mas não são confirmadas.

Para ver todos os documentos marcados com dr-wondertainment, clique aqui.

A Fábrica

fabrica.png

Visão Geral: Pouco se sabe sobre A Fábrica. Excursões em instalações supostas de serem operadas por ela renderam resultados limitados, e nenhuma conclusão concreta foi alcançada, exceto de que ela aparenta ser capaz de fabricar artefatos anômalos – e que ela usa técnicas de produção em massa para fazê-lo.

Para ver todos os documentos marcados com fábrica, clique aqui.

A Quinta Igreja

cinquista.png

Esta igreja é para outras igrejas o que palhaços são para pessoas. Há algumas semelhanças superficiais, mas todas as coisas erradas são enfatizadas e exageradas, então você não consegue apontar o que está errado…Claro, não está lá fora pra te pegar, mas o que significa? Por que está lá? O que acontece se chamar você? —Dr. █████

Visão Geral: A Quinta Igreja, também conhecida como Igreja do Cinquismo ou a Irmandade Cinquista, é uma organização religiosa altamente secreta, que possui laços por toda a indústria de entretenimento. Apesar de repetidas investigações, culminando na operação de 2007 de nível nacional conhecida como "Operação Contempla-Estrelas", nenhum detalhe adicional em relação a suas doutrinas, suas práticas, seu número de membros ou seus propósitos foram confirmados, apesar de uma lista de observação ser mantida, com 100 celebridades e outras personalidades proeminentes Cinquistas confirmadas e suspeitadas. Sua origem foi apontada em vários pontos no meio do século 20, e várias localizações da América do Norte e Ásia, mas algumas fontes a datam para séculos anteriores.

A Quinta Igreja nunca se comunicou diretamente com a Fundação SCP, mas deve ser considerada como uma força hostil.

Para ver todos os documentos marcados com cinquista, clique aqui.

Gamers Contra Erva

gamers.png

Visão Geral: "Gamers Contra Erva" é uma confederação vagamente organizada de indivíduos anômalos, assim como associados, que produzem ou procuram anomalias para fins satíricos e/ou para seu próprio divertimento. Mais recentemente, entretanto, eles também foram implicados em suprir anomalias para organizações políticas da esquerda. Enquanto Gamers Contra Erva organizam suas atividades primariamente por canais na internet, diversas localizações do mundo real associadas com o grupo foram identificadas e invadidas. Inteligência atual sugere que Gamers Contra Erva está no processo de criar e distribuir um conjunto de humanóides anômalos para parodiar a série de "Pequenos Senhores" de Dr. Maravilhamento, e que reconhece as operações da Fundação, se não sua natureza exata.

Detenção de membros de Gamers Contra Erva provou ser mais difícil que antecipado. Acredita-se que alguns dos organizadores do grupo possuem capacidades de alteração da realidade, por si mesmos ou por acesso à recursos externos. Operações atuais são focadas na contenção de anomalias relacionadas, e na identificação e análise dos membros mais perigosos de Gamers Contra Erva.

Para ver todos os documentos marcados com gamers-contra-erva, clique aqui.

A Coalizão Oculta Global(GOC)

cog.png

Visão Geral: A GOC Foi criada no período pós-WWII, de restos dos ocultistas, físicos, padres e cientistas desertores dos estados Nazistas, Soviéticos e Aliados, unida e formada pelos Aliados. Enquanto o estágio mundial aumentava, também aumentava o número de países que tinham suas mãos na GOC, até se tornar o que é hoje.

A GOC é uma força política em grande parte, se vendo como a polícia do mundo paranormal. Ela se orgulha em destruir entidades sobrenaturais, e faz uso da tecnologia experimental mais alta possível, obtida de seus beneficiários. Muitos SCPs potenciais foram destruídos por eles antes que a Fundação pudesse obtê-los e contê-los.

Ela já esteve tanto ao lado da Fundação quanto contra ela, dependendo da situação. Ela, em grande parte, despreza a Fundação pelos seus usos e contenções de itens SCP, ao invés de sua destruição afora. A COG respeita o poder formidável da Fundação o suficiente para deixá-la em paz na maioria das vezes, apesar de ter alguns incidentes questionáveis que a COG negou estritamente ter envolvimento.

Agentes da COG devem ser tratados com suspeita.

Para ver todos os documentos marcados com coalizão-oculta-global, clique aqui.

Divisão GRU "P"

grup.png

Visão Geral: Originalmente conhecida como a ЧД АКН ("ChD AKN"), ou Comissão de Ocorrências Anormais do Quarto Departamento), esta foi estabilizada no início de 1935, por decreto direto de J. V. Stalin, sua primeira tarefa sendo a investigação do assassinato de S. M. Kirov.

Durante a WWII, a Comissão se expandiu em uma recentemente reorganizada GRU, como Divisão "P" – Psicotrônicos, trabalhando para contra-atacar ameaças anômalas da SS, Ahnenerbe, e o Vaticano, e para capturar e estudar artefatos anômalos tanto locais quanto distantes, para o benefício do governo Soviético. A Divisão "P" continuou com esta tarefa durante a Guerra Fria, dificultando operações da Fundação nos países do Comintern.

Após 1991, reestruturação rápida, unida a cortes de despesas e desmantelamento ou venda de itens de significância, resultaram em númeras deserções de seus funcionários (uma proporção significativa de operativos na Europa Ocidental tanto da Insurgência do Caos quanto de MC&D originaram de posições da Divisão GRU "P") e a inundação do mercado negro Europeu com itens anômalos, antes em sua possessão. Atualmente, esse Grupo de Interesse apresenta pouca ameaça direta à Fundação.

Para ver todos os documentos marcados com divisão-gru-p, clique aqui.

Circo das Pertubações de Herman Fuller

herman.png

Visão Geral: O Circo das Perturbações de Herman Fuller é destinado a ser um circo de origem e propósito anômalo. Atualmente, não há evidência que esse grupo exista além de alegações de vários SCPs sapientes e alguns artefatos não-anômalos danificados. A maioria das instâncias de objetos relatados tipificados por categoria humanóide são fisicamente mutilados de alguma maneira, como SCP-1884 e SCP-1860. Outros aparentam ser típicos objets d’art de feira, como SCP-1921. Em geral, objetos relatados ao Circo de Perturbações de Herman Fuller são encontrados em feiras onde o show é dito ter sido "realizado".

Para ver todos os documentos marcados com herman-fuller, clique aqui.

A Iniciativa do Horizonte

iniciativa.png

Visão Geral: A Iniciativa do Horizonte é uma organização criada no fim de 1960, por várias seitas influenciais nas três principais religiões Abraâmicas, como uma resposta ao número crescente de grupos e atividades anômalas que eles encaram como ameaças. Apesar da extensão completa de seus objetivos ser incerta, A Iniciativa do Horizonte é reconhecida por buscar objetos SCP, tanto com a intenção de recuperá-los quanto destruí-los, dependendo do lugar de cada item em seu dogma.

A Iniciativa é liderada por um tribunal composto de líderes das três maiores seitas envolvidas na sua criação, apesar de uma grande quantidade de conflito interno muitas vezes deixar a liderança oficial com menos que completo controle da organização. A força de combate principal da IH, Projeto Malleus, geralmente é liberada em operações anti-culto, e em operações de recuperação SCP.

A relação da Iniciativa com a maioria dos outros Grupos de Interesse e com a Fundação aparenta estar em fluxo constante; enquanto todas as partes da IH reconhecem a Igreja do Deus Quebrado e a Igreja Cinquista com um grande nível de hostilidade (e ás vezes se envolvendo com eles em conflito armado), sentimentos em relação à Fundação e a GOC variam bastante, de hostilidade aberta a disposição limitada a cooperar, dependendo da afiliação interna dos membros individuais.

Para ver todos os documentos marcados com iniciativa-do-horizonte, clique aqui.

Fundação Caridosa Manna

manna.png

Visão Geral: Estabelecida em 1971 como uma agência humanitária inter-religiosa, documentos recuperados descrevem a missão da Fundação Caridosa Manna como "dividindo" todos os milagres de Deus com as últimas crianças Dele. Fundada indiretamente por meio de associações com vários grupos caridosos e organizações religiosas, e em ocasião publicamente patrocinada por filantropos ricos ou instituições acadêmicas, o foco primário da FCM desde que foi fundada foi a distribuição livre de objetos anômalos, ou seus subprodutos, para cidadãos vivendo em regiões atingidas por pobreza no Terceiro Mundo ou áreas afetadas por guerra, fome ou desastres naturais.

A FCM é atualmente reconhecida pelas Nações Unidas como uma organização não-governamental, e é reconhecida por operar, legalmente e ilegalmente, em regiões altamente hostis ou isoladas, fora da esfera de influência da Fundação. Enquanto nenhum objeto SCP conhecido por ser distribuído pela FCM, até a data presente, causou dano intencional a seres ou comunidades humanas (e operadores FCM detidos tendem a demonstrar fortes crenças pacifistas), brechas de contenção associadas com o grupo frequentemente resultaram em casualidades humanas ou ameaças severas para o status quo global, devido as consequências imprevisíveis da liberação dos objetos de suas contenções, e/ou um zelo para distribuir objetos potencialmente “úteis imediatamente, sem estudo científico rigoroso de seus comportamentos em longo prazo.

Para ver todos os documentos marcados com fundação-caridosa-manna, clique aqui.

Marshall, Carter, e Dark Ltd.

MCD.png

Visão Geral: Um "clube" baseado em Londres, Inglaterra. Servindo aos super-ricos com extensos laços políticos e financeiros no mundo todo, este grupo causou problemas extensivos à Fundação. Marshall, Carter, e Dark Ltd. é conhecido por colecionar itens raros e obscuros, juntamente providenciando seus membros com as experiências mais exclusivas, caras e raras disponíveis.

Essas atividades resultaram em conflito com a Fundação em númeras ocasiões. O grupo não é conhecido pelo seu uso de força; ele prefere aplicar extrema pressão financeira e política para alcançar seus objetivos. Quando forçados a usar meios mais diretos, Marshall, Carter, e Dark Ltd. contratam agentes de fora, e é bem difícil conectar ditos agentes à organização.

Marshall, Carter e Dark Ltd. causou várias brechas de contenção SCP, primariamente pelo uso de dinheiro e pressão social. Vários relatos, registros, e até itens foram vazados por funcionários da Fundação que foram abordados com grandes quantidades de dinheiro, ou ameaças de tempo em cativeiro extensivo, ou tortura. Notavelmente, dois sítios de contenção quase foram levados à atenção pública após a Fundação negar acesso à membros de Marshall, Carter, e Dark Ltd.

Informações pertinentes à Marshall, Carter, e Dark Ltd., como o nome do diretor ou mesmo uma lista de membros, provaram ser bem difíceis de adquirir. Agentes encontrando membros desse grupo são aconselhados a manter uma história falsa e, de forma alguma, revelar laços da Fundação ou informação SCP.

Para ver todos os documentos marcados com marshall-carter-e-dark, clique aqui.

"Ninguém"

ninguem.png

Visão Geral: Pouco se sabe sobre a pessoa, entidade ou grupo conhecido como "Ninguém". Visto primeiro em 1954, ele teve númeras aparências desde a data. Só houve apenas uma pessoa vista em qualquer momento, tipicamente descrita como um homem Caucasiano , vestido em terno e Fedora cinzas. Se perguntado sobre sua identidade, ele responde que é "Ninguém". Entretanto, não se sabe se isso é o trabalho de uma única pessoa ou múltiplos agentes de uma única, desconhecida agência. Cautela é recomendada, caso qualquer agente de campo encontre um operativo que se identifique como “Ninguém.

Para ver todos os documentos marcados com ninguém, clique aqui.

Escritório para a Reivindicação de Artefatos Islâmicos

escritorio.png

Visão Geral: O Escritório para a Reivindicação de Artefatos Islâmicos (ORIA) é uma força paramilitar, respondendo apenas ao Supremo Líder do Irã, dedicada a coleção e utilização de artefatos anômalos pela área do Oriente Médio e Ásia Central. Após a derrubada do governo Imperial Iraniano por forças revolucionárias em 1979, e a criação subsequente da República Islâmica do Irã, todos os funcionários da Fundação foram expelidos do Irã como "agentes do colonialismo". Tentativas de manter uma presença clandestina no país culminaram em falha, com a maioria dos funcionários da Fundação capturados ou mortos, e os Sítios ██, ███, e ███ sendo capturadas por forças Iranianas. Para prevenir que o Irã fosse deixado para trás no campo de pesquisa extranormal, ORIA foi criado, por meio de um decreto secreto do Supremo Líder Khomeini, em 1981. Apesar de seu nome, o grupo não se limita à procura de objetos anômalos de origem Islâmica.

Apesar do ORIA ter acesso a recursos consideráveis, sua efetividade é perturbada por brigas internas entre númeras facções dentro da organização. Algumas dessas disputas são centradas em diferenças filosóficas, como o armamento de objetos anômalos, enquanto outras aparentam ser pessoais por natureza. A proliferação das facções aparenta ser intencional, pois a organização do ORIA frequentemente deixa múltiplos comandantes com áreas de responsabilidade sobrepostas. É teorizado que o motivo por trás desse arranjo seja prevenir qualquer um dos indivíduos de acumular poder o suficiente, que possa representar um perigo ao Líder Supremo.

Com a propagação da hegemonia Iraniana pelo Oriente Médio e Ásia Ocidental, ORIA expandiu seu alcance pela região, se tornando a principal organização paranormal no Oriente Médio. ORIA pode ser considerada uma força hostil, e funcionários da Fundação são aconselhados a usar cautela extrema quando se envolverem.

Para ver todos os documentos marcados com reivindicação, clique aqui.

Coletivo Oneiroi

oneiroi.png

Visão Geral: Informações sobre o Coletivo Oneiroi chegaram à Fundação apenas por análise e entrevista dos objetos anômalos que ele deixa para trás. Acredita-se que seja uma consciência coletiva de pessoas sonhando, e entidades baseadas em sonho.

Inteligência mostrou que ele foi documentado por outros Grupos de Interesse, geralmente a um grau similar às interações da Fundação. O Coletivo Oneiroi aparentemente é capaz de contatar mesmo entidades altamente isoladas (ex: "Ninguém"). Seus objetivos, se existentes, atualmente são desconhecidos.

Para ver todos os documentos marcados com oneiroi, clique aqui.

Laboratórios Prometheus, Inc.

prometheus.png

Visão Geral: Fundado em 1892, Laboratórios Prometheus era dedicado a pesquisar objetos anômalos para uso no desenvolvimento de novas tecnologias. Durante os anos, Laboratórios Prometheus se desenvolveu em um conglomerado multinacional, vendendo tecnologias avançadas e anômalas para governos, serviços militares e Grupos de Interesse. Durante sua história, Laboratórios Prometheus mostrou uma quantidade nominal de cooperação com os esforços da Fundação de proteger normalidade, e algumas vezes até colaborou com a Fundação, mas se recusou a cessar seus estudos de anomalias e resistiu supervisão da Fundação.

Em 1998, seguinte a um longo período de declínio financeiro, o conglomerado Laboratórios Prometheus foi dissolvido, resultando na criação de númeras empresas sucessoras, formadas por seus subsidiários. A separação do conglomerado foi inudada de dificuldades técnicas e administrativas, resultando na perda de muitos produtos, e na demissão de inúmeros funcionários. A maioria dos projetos antigos dos Laboratórios Prometheus, agora em contenção, foram recuperados durante esse período, e muitos dos seus empregados prévios foram contratados pela Fundação.

Para ver todos os documentos marcados com prometheus, clique aqui.

Cultos Sarkicistas

carnicista.png

Visão Geral: Sarkicismo é um sistema religioso/filosófico, que engloba uma variedade de tradições, crenças, e práticas espirituais, em maior parte baseadas nos ensinamentos atribuídos ao "Grande Sarkicista Ion", seu fundador venerado. Seus aderentes praticam canibalismo ritualístico, sacrifício humano, melhoria corporal, taumaturgia e manipulação dimensional. Altamente secreta, públicos comuns não aparentam ter conhecimento direto da sua existência; a única exceção sendo a IdDQ, que os vê em termos apocalípticos. Manipulação orgânica permitiu a certos sarkicistas alcançar um estado próprio anômalo, transcendendo as limitações físicas de humanos normais. Doença é vista com reverência, e altares sarkicistas foram descobertos com oferendas de nódulos linfáticos inchados e crescimentos tumorais. Cultos sarkicistas tratam contágio como consagração, como maneira de "abater" o fraco e purificar as massas, e assim procuram assegurar ativamente sua propagação.

A Fundação divide cultos sarkicistas conhecidos em duas vertentes distintas: Proto-Sarkicismo e Neo-Sarkicismo. Cultos Proto-Sarkicistas podem ser encontrados em comunidades insuladas dentre as regiões mais isoladas da Eurásia, seus seguidores geralmente sendo pobres (mesmo que auto-suficientes) e hostis à forasteiros. Tais grupos desprezam modernidades, mostram tecnofobia aguda e são presos à superstição e tabu. Em contraste, cultos Neo-Sarkicistas são cosmopolitanos, publicamente abraçando modernidade, e não mostrando aversão aparente à tecnologia; suas vidas públicas diferem pouco de outros em sua cultura ou status social. Aderentes são primariamente famílias afluentes, ricas em história e escândalo.

Ultimamente, acredita-se que a Fundação saiba apenas de uma fração do que sarkicismo é e o que seus seguidores querem. Baseados nas informações disponíveis, os objetivos especulados dos cultos sarkicistas representam uma troca de dominância classe-SK, incluindo a possibilidade de um cenário de fim de mundo classe-XK.

Para ver todos os documentos marcados com sarkicismo, clique aqui.

A Mão da Serpente

serpente.png

Visão Geral: A Mão da Serpente é uma pequena, mais formidável organização, responsável por diversas brechas de segurança. Pelo menos três indivíduos diferentes foram encontrados, todos os quais usaram itens anômalos possíveis ou confirmados, para fins de infiltração (incluindo SCP-268, que foi roubado da Fundação, que, por sua vez, o recuperou durante uma invasão á uma instalação da Insurgência do Caos). O número total de membros pertencentes a essa organização é desconhecido, como é seu nível de tecnologia, número de SCPs possivelmente mantidos ou nível total de ameaça. Entretanto, é claro que eles são altamente coordenados e possivelmente perigosos. Imagina-se que um dos seus líderes seja uma figura conhecida como "L.S.", que é considerado ser pessoalmente responsável por duas brechas de segurança nos Sítios da Fundação.

Atualmente a Fundação tem muito pouca informação sobre a Mão da Serpente, e quase toda informação conhecida sobre ela foi vazada pela inteligência COG. O grupo aparenta abraçar o uso e existência de itens paranormais, e em particular aparenta abraçar SCPs humanóides e sencientes. A Mão da Serpente foi bastante vocal em criticar a contenção e destruição desses SCPs, especialmente os que são completamente humanos e não são particularmente destrutivos.

O grupo aparenta ter relações inimigas com a Insurgência do Caos e o ERAI, e uma relação extremamente hostil com a COG. Os únicos casos registrados de violência sem provocação pelos membros da Mão da Serpente foram contra agentes da COG.

A Mão da Serpente aparenta ser baseada primariamente em uma localização anômala, chamada de Biblioteca do Passageiro, uma construção acessada por portais encontrados em diversas partes do mundo. Ataques diretos à Biblioteca até então se provaram ineficazes, mesmo quando a entrada podia ser encontrada. Entretanto, inteligência inicial aparenta sugerir que a Mão tem pouca compreensão ou controle do lugar.

Tentativas de infiltrar a Biblioteca do Passageiro estão em progresso.

Para ver todos os documentos marcados com mão-da-serpente, clique aqui.

Unidade de Incidentes Incomuns, Departamento Federal de Investigação

uii.png

Visão Geral: A Unidade de Incidentes Incomuns foi formada após o início da Guerra Fria, quando muitos aspectos do Governo Americano eram focados em utilizar o anômalo e prevenir os comunistas de fazer o mesmo. Isso levou a criação de uma divisão especial do FBI, devotada à resposta rápida de crimes e eventos paranormais. Diretor J. Edgar Hoover foi envolvido pessoalmente com a sua criação.

Apesar de inicialmente receber investimento e recursos significativos pelo Governo Americano, seguindo o fim da Guerra Fria e a dissolução de organizações inimigas como GRU-P, a UII esteve em um estado de declínio durante muitos anos.

Pejorativamente referida como "Arquivo X" e "UIInútel" pelas principais comunidades anômalas, a agência é geralmente bem-intencionada, mas devido à falta de recursos financeiros, pouca mão-de-obra e obstrução burocrática pelo Governo dos EUA, é frequentemente percebida como não-efetiva. A influência da Fundação e da Coalizão Oculta Global no Governo dos Estados Unidos impediu a UIU e outras entidades do Governo lidando com atividade anômala, como o 616º Esquadrão da Força Aérea dos EUA ("Vingadores de Roswell") e a o Time da US Navy SEAL Bravo Papa Romeo Delta, de serem completamente dissolvidos.

Agentes do FBI e Agentes Especiais que se uniram à Unidade de Incidentes Incomuns frequentemente tem experiência em psicologia, campos de STEM, e estudos de arte. Como parte do ato PATRIOT, agentes da unidade são requeridos de serem administrados Agentes Silenciadores Meméticos Personalizados (ASMP, coloquialmente referidos como "ordem de sigilo" por agentes da UII) para evitar vazamentos.

A Unidade de Incidentes Incomuns é conhecida por se envolver em combate, juntamente e contra várias organizações anômalas no seu passado, incluindo participando em diversas operações de combate sob a supervisão da Fundação nos anos 50 e 60, e o incidente "Mamba Negra" no Afeganistão em 1976, um conflito infame entre agentes da UIU e membros do GRU-P.

Atualmente, a divisão da Unidade de Incidentes Incomuns supervisa o estado anômalo autônomo de Três Portlands. Um exemplo da baixa-renda e falta de funcionários na Unidade de Incidentes Incomuns pode ser visto na única divisão restante no Centro-Oeste dos Estados Unidos.

Para ver todos os documentos marcados com unidade-de-incidentes-incomuns, clique aqui.

Soluções Silvestres do Wilson

Visão Geral: Soluções Silvestres do Wilson um serviço paranormal publicamente fundado, baseado em Clackamas County, Oregon, especificamente na cidade de Boring. Apesar da Fundação ter conhecimento sobre a existência e afiliações anômalas de Soluções Silvestres do Wilson desde 1999, demorou nove anos até o Incidente Ursus Marítimus em 2008 para sua existência ser oficialmente reconhecida e um relacionamento ser estabelecido pelos dois grupos. Atualmente, o Acordo de Boring declama que Soluções Silvestres de Wilson deverá ser supervisionada pela FTM Beta-4 ("Náufragos"), local do Sítio-64 e que ele poderá lidar com a contenção de anomalias de fauna Segura e Euclídea, com graus variáveis de intervenção da Fundação (ou dependendo do caso). Emendas do Acordo de Boring podem, e devem, ser feitas para lidar com áreas cinzas ou políticas novas como necessário.

Para ver todos os documentos marcados com silvestres-do-wilson, clique aqui.

Salvo indicação em contrário, o conteúdo desta página é licenciado sob Creative Commons Attribution-ShareAlike 3.0 License