Incidente I.J77.82
avaliação: 0+x

Incidente I.J77.82

SCP envolvido: SCP-253

Preâmbulo: Em ██/██/████, a Fundação tomou conhecimento de um acontecimento significativo que levou à quarentena de todo um hospital a pretexto de uma epidemia de Ebola. Devido a relatos de fenômenos eletromagnéticos anormais associados ao hospital, o relatório foi transmitido por canais não oficiais e acabou chegando à Fundação. Preocupada que outros grupos possam se envolver, a Fundação enviou █████████████████████████ para investigar a situação. Às 1800 horas, um esquadrão de infiltração da força-tarefa entrou no Hospital de ██████████████.

Resumo da Investigação do Local: Exame do exterior do hospital não mostrou sinais anormais. Exame telescópico através das janelas mostrou formas humanas de origem indeterminada movendo-se pelos corredores do hospital.

Exame do espectro eletromagnético mostrou que o hospital estava emitindo energia eletromagnética. A análise do sinal mostrou um pulso de energia consistente com duração entre 29,2 segundos e 45,1 segundos. Este pulso era seguido por uma cessação de emissão de 2,3 a 11,2 segundos. A energia do pulso estava concentrada primariamente em três bandas — 82% na banda de radiofrequência SHF, 11% na banda de radiofrequência ELF e 7% em uma banda centrada perto de 1,2 THz. O pulso SHF interferiu inicialmente com as conexões de satélite da Equipe de Investigação do Local, mas uma solução alternativa foi rapidamente implementada.

O espectro de IV mostrou um pico de radiação consistente com uma temperatura dentro da estrutura de aproximadamente 40 graus Celsius (100 graus Fahrenheit).

Investigação sísmica revelou-se inconclusiva.


Registros de Audio:

Início do registro ██/██/████ @ 18:02:03
A57: A energia foi cortada pro prédio, certo.
A34: A central confirma. O prédio está fisicamente desconectado da rede elétrica.
A57: Por que as luzes ainda estão acesas?
G01: Não estamos aqui para especular - apenas para descobrir o que está causando isso e sair.
A29: Caralho, está tão quente aqui.
G01: Os cabeças de ovo anteciparam isso. Nossas operações devem ser limitadas para evitar fadiga, superaquecimento e desidratação.
A12: Vocês estão sentindo isso? Algo está errado com o chão…
G01: O que você quer dizer?
A12: Permissão para investigar.
G01: A57, A34, verifiquem o perímetro, certifiquem-se de que está tudo limpo.
(pausa)
A34: Tudo limpo.
A57: Tudo limpo.
G01: Permissão concedida.
A12: Tem algum tipo de vibração viajando pelo chão.
(nenhuma conversa gravada por 123 segundos)
A12: É… intermitente. Trinta a quarenta segundos de rajadas de vibrações seguidas por uma pausa de cinco a dez segundos.
G01: Certo. Vamos avançar mais na estrutura.

Adendo: Antes de ser removida da rede elétrica, uma investigação mostrou que a estrutura estava na verdade bombeando energia na rede.

O sensor sísmico externo ao local não detectou nenhuma vibração, mesmo quando um grande número de figuras humanas foram vistas se movendo dentro da estrutura.

Início do registro ██/██/████ @ 18:12:42
A29: Obtive um contato às 10 horas!
A48: Achei um contato também!
G01: Não aparenta ser hostil… Só fiquem de olho.
A29: Meu deus. O que tem de errado com os rostos deles?
G01: Vamos pegar amostras na saída. Por enquanto, vamos terminar a investigação do primeiro andar e seguir para o segundo. A12, pro registro?
A12: Exame dos contatos. Os indivíduos parecem humanos com algum tipo de… crescimento por toda parte. Os contatos permanecem em um canto, mas oscilando para frente e para trás. As porções de seus olhos que posso ver que não foram cobertas por furúnculos mostram apenas esclera.
G01: A34?
A34: As salas parecem vazias, em desordem. Algumas das camas mostram algum tipo de… fluido marrom cobrindo elas. Esse fluido também pode ser visto no chão.
A12: Quase parece que… as luzes acima dos contatos são mais brilhantes.

Adendo: Amostras do "fluido marrom" não puderam ser retiradas antes que fosse necessário destruir e esterilizar o local da investigação.

Início do registro ██/██/████ @ 18:16:42
G01: Estamos subindo as escadas, prestes a abrir as portas do segundo andar. A34?
(uma batida profunda pode ser ouvida no registro)
A34: Os corredores não estão iluminados. Está quase totalmente escuro. Ativando lanterna. Meu deus.
G01: O que você vê?
A34: Eles estão… por todo canto. Eles estão enchendo os corredores. Eles estão fazendo… algum tipo de som.
(um gemido profundo e oco pode ser ouvido sobre o registro, aumentando de intensidade)
(deste ponto em diante, várias distorções podem ser ouvidas no registro)
G01: …-cuar. Re-…
A34: Eles estão se apro-…
G01: Re-… ar… Recuar!
A34: Da-…-t.
(distorções continuam em segundo plano)
G01: Repita, A34. Não consegui ouvir você com a estática.
A34: Um deles me tocou.
G01: Vamos nos reagrupar perto da recepção, A34. Você está oficialmente sendo removido da missão.
A34: Sim, senhor. Prosseguindo para a recep-
Desconhecido: [ininteligível]
G01: Fale de novo? Eu não te ouvi.
Desconhecido: [ininteligível]
G01: A34? A34, RESPONDA!
G01: Equipe! Chamada com sinal de mão.
A12: A12 em formação de luta.
A29: A29 em formação de luta.
A48: A48 em formação de luta.
A57: A57 em formação de luta.
G01: G01 em formação de luta.
(pausa)
G01: Certo. A34 está desaparecido. Prosseguiremos para a recepção.

Início do registro ██/██/████ @ 18:20:27
A29: Que diabos?
G01: Caralho, A29, se você vai responder a alguma coisa, descreva ela para o registro!
A12: A mesa da recepção está coberta com o fluido marrom de antes. Palavras foram soletradas. "Do Progenitor." Vários símbolos estão presentes também, mostrando sinais de inteligência. A48 está fotografando.
A57: Ao nosso seis! Eles estão vindo!
G01: Posições defensivas! Podemos chegar na porta?
A57: Vários contatos estão no caminho. Eles não parecem estar se aproximando de nós, exibindo o comportamento oscilante.
G01: Vamos recuar naquela direção. A12? O que tem de errado, A12?
A12: (silenciosamente) Eles fizeram algo em seus rostos.
G01: Do que você está falando… Jesus. A48, tire uma foto disso.
A48: Essa é uma maneira de usar um bisturi. Calma ai, isso é um colar feito de dentes?
A29: Que porra, que porra, que porra.
(sons de disparos de armas)
G01: CESSAR FOGO! Perchand, CESSAR FOGO! ERIC! Observação: Eric Perchand é A12.
(distorções no registro aumentam)
A12: Desculpe. Desculpe.
G01: [Ininteligível]
A34: [Ininteligível]
A57: [Ininteligível]
A12: Espero que isso livre vocês.
(som momentâneo de uma grande explosão, seguido pelo registro se cortando)
A29: ELE ACABOU DE SE EXPLODIR!?
G01: Não importa. Eles estão se aproximando. Temos que sair. Liberem as armas.
A57: Sim, senhor!
(estática por 37 segundos)
Desconhecido: Na pré-história, a essência da vida esperava na escuridão. Seus filhos se voltaram contra ela. Agora, tudo voltará à essência.

Adendo: Após este ponto, nenhuma outra parte do registro pode ser recuperada. A29, A57 e G01 escaparam do hospital. O protocolo de esterilização foi implementado minutos depois, pois parecia que vários dos hospedeiros infectados estavam tentando escapar da estrutura.

Os três sobreviventes da equipe de infiltração foram colocados em quarentena, e amostras de SCP-253 foram obtidas deles. Embora tratamento tenha sido tentado, nenhum deles sobreviveu mais de cinco dias.

A48 foi perdido ao recuar e, infelizmente, sua câmera não foi recuperada. Embora protocolos de backup sem fio estivessem em uso, o efeito de distorção no hospital significa que muitas das evidências fotográficas coletadas no Incidente I.J77.82 são fragmentárias.

Os cadáveres de A48 e A34 foram encontrados, gravemente queimados. Restos identificáveis como A12 não foram recuperados. Outros restos mortais humanos foram encontrados, mas sem nenhum traço reconhecível de SCP-253. O local esterilizado foi determinado como isento de todos os vestígios de SCP-253, e deixará a custódia da Fundação seis meses após a divulgação deste relatório de Incidente.


Fim do relatório de Incidente I.J77.82

Salvo indicação em contrário, o conteúdo desta página é licenciado sob Creative Commons Attribution-ShareAlike 3.0 License