Instalações Seguras da Fundação Lusófona

Instalações Seguras da Fundação Lusófona



A Fundação Lusófona mantém e opera um número de instalações em países lusófonos, desde pequenos laboratórios e armazéns ou áreas de contenção de campo, até sítios e áreas majoritárias abrigando altos montantes de recursos.
  • Instalações designadas Sítios são locais disfarçados; apesar do público reconhecer a existência destes locais, suas operações reais são desconhecidas pela população geral. Estas instalações normalmente são encontradas perto de centros urbanos e, portanto, disfarçadas com fachadas corporativas ou governamentais.
  • Instalações designadas Áreas são locais secretos; a população geral não reconhece a existência destes locais. São zonas localizadas longe de centros urbanos e servem para permitir a Fundação Lusófona promover experimentos e exercícios complexos que não podem ser encobertos facilmente, abrigar objetos e anomalias que apresentam detrimento à população, sendo equipadas com ativos para permitir medidas extraordinárias de contenção.


LISTA DE INSTALAÇÕES SEGURAS


SÍTIO PT1

SUPERINTENDÊNCIA ADMINISTRATIVA DA FUNDAÇÃO LUSÓFONA


Localização: [REDIGIDO]

Matriz administrativa compreendendo a superintendência de todos os processos operacionais da Fundação Lusófona. Altamente protegida por intermédios paratecnológicos.

Este complexo é estruturalmente dedicado ao desenvolvimento de atividades de administração e logística do Conselho de Diretores Lusófono, Comitê de Ética Lusófono e os demais Superintendentes; secundáriamente ao desenvolvimento de ativos e passivos paratecnológicos de relevância.

Anomalias em Contenção:

  • [ACESSO NEGADO]



SÍTIO PT4

COMPLEXO DE DESENVOLVIMENTO ACADÊMICO-CIENTÍFICO


Localização: Évora — Portugal

Estruturada nas instalações anteriormente pertencentes ao Grupo de Interesse "Academia Científica do Anômalo", tornou-se o principal sítio de pesquisas e de desenvolvimento paratecnológico da Fundação Lusófona, além de ser o principal centro de produção de projetos para a edificação de know-how educacional e instrutivo no cenário do anômalo.

Foi pioneira na integração de um departamento para estudos taumatúrgicos e na estandardização de diversos processos utilizados internacionalmente pela Fundação Lusófona.

As instalações compreendem amplos complexos subterrâneos integrados a um campus, e, notavelmente, uma edificação de uso civil, compreensivelmente adequada as operações primárias.

Anomalias em Contenção:



SÍTIO PT5

COMPLEXO DE CONTENÇÃO DE OBJETOS SEGUROS


Localização: Mato Grosso — Brasil

Instalação dedicada à contenção de objetos classificados do tipo "Seguro", operando essencialmente como um centro logístico e de soluções eficientes de triagem, armazenamento, contenção e asseguração generalizado para esta categoria.

A estrutura compreende edifícios centrais de armazenamento, extensões no subsolo, guarnições, arsenais bélicos, centrais laboratoriais, e hospedaria, estando elaborado como um sofisticado complexo de operações de distribuição e armazenamento.

Foi pioneira na estruturação de instalações especializadas.

Anomalias em Contenção:



SÍTIO PT7

CENTRAL DO ACERVO BIBLIOGRÁFICO PARATECNOLÓGICO BRASILEIRO


Localização: Distrito Federal — Brasil

Estruturada nas instalações anteriormente pertencentes ao quartel-general do Grupo de Interesse "Superintendência Brasileira do Paranormal", tornou-se a instalação no território brasileiro com o maior acervo bibliográfico de passivos e ativos relevantes ao cenário do anômalo no Brasil e dos países fronteiriços.

Compreende um amplo complexo estruturado como uma base militar de inteligência das Forças Armadas Brasileiras, possuindo um amplo edifício administrativo, armazéns com estrutura logística para operações aéreas, guarnição e hospedagens acima do solo.

No subsolo, encontram-se estruturados setores laboratoriais para o estudo de paratecnologia e sofisticadas instalações para armazenamento de registros bibliográficos e demais artefactos, e a contenção de objetos relevantes.

Anomalias em Contenção:



SÍTIO PT10

COMPLEXO CENTRAL DE DESENVOLVIMENTO DE BIO-PESQUISA PARATECNOLÓGICA


Localização: Amazonas — Brasil

Instalação especializada em operações e soluções para o estudo, asseguração e contenção de anomalias classificadas como "biológicas" e demais objetos de interesse relacionados a organismos vivos e demais afetações.

O complexo está estruturado como um sofisticado centro de bio-pesquisa promovido por uma empresa da iniciativa privada, com instalações fracionadas numa macro-área, possibilitando a divisão em alas laboratoriais, compreendendo especializações nos campos de botânica, medicina, veterinária, patologias, química, etc; além de compreender um centro administrativo com hospedagem e guarnição e um centro logístico para triagem, armazenagem especializada, e garantir operações transporte terreste e aéreo de objetos de interesse.

Anomalias em Contenção:



SÍTIO PT13

COMPLEXO ESPECIALIZADO DE TECNOLOGIA DA INFORMAÇÃO


Localização: Rio Grande do Sul — Brasil

Complexo isolado electromagneticamente, estruturado para comportar operações relevantes a objetos de interesse referenciais a ativos e passivos de natureza elétrica, eletrônica e de tecnologia da informação.

Anomalias em Contenção:



SÍTIO PT17

COMPLEXO DE TRATAMENTO MÉDICO E CONTENÇÃO EXPERIMENTAL


Localização: Mato Grosso — Brasil

Estruturada em instalações anteriormente pertencentes ao Grupo de Interesse "Superintendência Brasileira do Paranormal", compreendendo um sofisticado complexo hospitalar e militar para tratamento e inovações paratecnológicas relevantes.

Atualmente, a instalação está dedicada para oferecer tratamento médico, com clínicas especializadas, e, notavelmente, soluções de contenção experimentais, buscando promover o tratamento ético e quasi-reabilitativo para objetos anômalos classificados como humanoides de baixa periculosidade que exibam características cognitivas relevantemente humanas que beneficiem-se de tratamentos e procedimentos de contenção não-tradicionais aos moldes da Fundação.

O complexo possui um conjunto de instalações hospitalares e de contenção setorizadas entre as funções relevantes, um edifício administrativo, uma guarnição militar e hotelaria e um aeródromo dedicado como base aérea logística.

Anomalias em Contenção:

  • [ACESSO NEGADO]



SÍTIO PT19

CENTRAL OPERACIONAL-CONTENCIONAL DO CONTINENTE AFRICANO


Localização: Zambézia — Moçambique

Estruturada em instalações anteriormente pertencentes ao grupo de interesse "Academia Científica do Anômalo", o complexo foi selado, em 1988, com o uso de paratecnologia devido aos conflitos geopolíticos do cenário anômalo da região que impossibilitavam futuras operações, sendo reativado apenas em 2005.

Após isto, foi modernizada para compreender um macro-complexo com estruturas primárias para operações administrativas, logísticas, científicas e militares centralizadas na região.

Objetos em contenção:



SÍTIO PT33

COMPLEXO CENTRAL DE DESENVOLVIMENTO PARATECNOLÓGICO DE SEGURANÇA


Localização: Minas Gerais — Brasil

Estruturada nas instalações anteriormente pertecentes ao Grupo de Interesse "Superintendência Brasileira do Paranormal", tornou-se a matriz da Fundação Lusófona para o desenvolvimento de passivos e ativos com aplicações à soluções de contenção e asseguração, e operações de caráter militar.

Compreende um amplo complexo estruturado como uma base militar de operações das Forças Armadas Brasileiras, possuindo um edifício administrativo central, estrutura logística compreendendo hangares e equipamentos para operações aéreas, guarnições e armazéns, além de uma ampla zona de testes e treinamento de combate.

Estendendo-se pelo subsolo, possui setores laboratoriais para o desenvolvimento de operações tecno-científicos de paratecnologia bélica e sofisticadas instalações para armazenamento e contenção de artefactos.

Anomalias em Contenção:



ÁREA PT2

COMPLEXO DE SEGURANÇA MÁXIMA


Localização: Maranhão — Brasil

Complexo localizado no subsolo do sertão brasileiro, especializado na contenção, asseguração e triagem de objetos classificados categoricamente como de alta-periculosidade ou de difícil contenção, com sua estrutura isolada por uma macro padronizada de contenção-pesada equipada com um sistema de terminação nuclear.

Objetos em contenção:

  • [ACESSO NEGADO]



ÁREA PT9

COMPLEXO AVANÇADO DE OPERAÇÕES TÁCTICAS MARÍTIMAS E OCEANOGRÁFICAS


Localização: Península de Macau

Elaborada num conjunto de corpos geográficos isolados como uma área de conservação biológica sob proteção militar, a instalação designada Área PT9 está estruturada na superfície e em módulos subaquáticos.

A sofisticada tecnologia aplicada nas estruturas das instalações é especializada para assegurar, eficientemente, grandes porções de área ocêanica e proporcionar aplicações logísticas e técnicas à quaisquer equipamentos de uso necessário à equipe macro aplicada no local.

Além dos comodites nominais, as instalações contam com uma infraestrutura portuária acomodada ao sistema idiossincrático de vias e módulos subaquáticos que garantem o efetivo logístico entre as estruturas.

Quaisquer informações relacionadas a Área PT9 deverão ser imprescindivelmente salvaguardadas sob Nível de Acesso 4.

Objetos em contenção:



Salvo indicação em contrário, o conteúdo desta página é licenciado sob Creative Commons Attribution-ShareAlike 3.0 License