Exploradores da Internet
avaliação: 0+x

Do rasgo no espaço-tempo digital, surge um grupo de avatares.

Então… é isso.

glachat.png
>/:_ SIM.blinker.gif
8Ballchat.png

N-nós conseguimos.

mnemchat.png

Dois humanoides de pele prateada ficam lada a lado e olham para seu santuário. Um passa os dedos pelo cabelo laranja cortado rente e solta um suspiro há muito segurado. O outro tira um punhado de pelos ondulados e magenta elétrico de onde eles estavam frouxamente em sua venda. Atrás deles, uma nuvem de pequenos cubos, prismas e uma única pirâmide vermelha imperceptível flutua ociosamente no lugar, reorganizando-se intermitentemente e piscando seu único olho amarelo brilhante. Os três olham, para a estrada à frente e para o alto reino low-poly colocado diante deles.

A nuvem e a garota observam em silêncio enquanto o homem levanta as mãos, com as palmas para cima, na altura do peito — como se para carregar um texto delicado e antigo — e olha para eles. De repente, um contorno retangular de neon traça a periferia de suas mãos e banha o trio com um brilho laranja brilhante, emanando do céu acima deles. Quando a luz diminui, um grande livro de néon se revela em suas mãos. Ele abre a lombada gasta e move os olhos de página em página com energia.

Uau… Como você aprendeu a fazer isso?

mnemchat_surprised.png

Ah. isso? Nah, isso é apenas um truque de salão chique. Este livro representa um diretório da Internet. Você também tem um! Cada AIC é equipada com um.

glachat_smile.png

Calma, sério?

mnemchat_smile.png

Estudando a postura dele atentamente, a taumaturga levanta as mãos e as vira. Então, do espaço ao seu redor, uma luz violeta brilhante começa a brilhar em suas palmas. Depois que a luz se dissipa, ela é deixada segurando um registro de néon ligeiramente mais grosso - indentado com um par de olhos abertos. Mas ela já havia começado a folhar as páginas antes dele ter a chance de renderizar por completo qualquer uma dessas complexidades.

Interessante. Parece que seu diretório também inclui páginas da web ocultas e excluídas. Não que isso seja o que precisamos agora..

glachat.png

Bacana!

mnemchat.png
>/:_ SIM.blinker.gif
8Ballchat.png

Tudo bem. Agora que ambos temos nossos mapas, vamos descobrir exatamente onde estamos.

glachat.png

Como se solicitada por suas palavras, a cidade diante deles ganha vida; os edifícios, antes construções rudemente renderizadas em low-poly, gradualmente ganham detalhes e sombreamento. A luz de raytracing se derrama através da chuva do sol simulado acima, lançando sombras na calçada e iluminando a multidão de corpos lisos como porcelana sem rosto que agora se movem em torno do trio. Suas formas anônimas não parecem notar nada além de si mesmas e a vasta variedade de coisas que carregam consigo. Algumas, vestidas com trajes justos exemplificando sua vasta riqueza, apressadamente fazem anotações e registros à medida que andam. Outros, vestidos com roupas mais casuais, cantarolam e saltam de mãos vazias. O resto se move rapidamente em trajes corporais irreconhecíveis enquanto carregam enormes álbuns de recortes, que eles periodicamente paravam para ajustar e escrever.

Os três conscritos ziguezagueiam e empurram pela multidão, parando em um espaço tranquilo ao lado da estrada para um breve alívio. Então, antes que pudesse recuperar o fôlego, a garota sente um forte puxão em sua camisa. Ela se vira, confusa, para encontrar uma figura em roupas esfarrapadas com um código de barras no lugar do rosto. Ele fica encostado na parede de um prédio com um braço estendido pendurado frouxamente no ar, os dedos abraçados em um pano. Ele levanta outra de suas muitas mãos e sacode uma xícara vazia em sua direção.

O que você —

mnemchat_annoyed.png

Uma voz confusa e dispersa - maior do que seu corpo - ressoa de dentro do ser.

QVBQTEUgSU5DLg==:

VEhFIENPTVBVVEVSIE9GIFRIRSBORVcgR0VORVJBVElPTi4gRVFVSVBQRUQgRk9SIFdPUksgQU5EIFBMQVkuIEdFVCBUSEUgUE9XRVIgTUFDSU5UT1NIIFBFUkZPUk1BIDY0MDAgQVQgQSBDT01QVVRFUiBTVE9SRSBORUFSIFlPVS4

Que porra é essa?

mnemchat_surprised.png

Não entre em pânico! É apenas um anúncio! Na verdade, tenho uma tecnologia experimental da Fundação comigo para lidar com esse tipo de coisa.

glachat_surprised.png

Ele estala os dedos na parte superior do pulso na direção do anúncio caído, jogando para fora uma pequena bolinha cinza bordada com um '-' vermelho. O mendigo balança, atordoado por um momento. Após a breve pausa, ele continua a agitar sua caneca em direção ao trio — apenas se ajustando à sua voz perdida exagerando os movimentos da boca como se para inspirar seu sinal para ler seus lábios. Ele revira os olhos, bate duas vezes no pulso e faz um gesto, novamente, em direção ao Anúncio. Desta vez, a bolinha dispara em alta velocidade e é bordada com um 'X' vermelho. O pedinte colapsa em uma pilha de poeira pixelizada com um grito silenciado de dor. Vários outros anúncios em posições semelhantes ao longo da rua seguem logo atrás e desmoronam com guinchos distorcidos. A manada alvoraçada de avatares sem rosto continua a passar como se os mendigos nunca tivessem estado lá, pisoteando seus restos mortais na calçada.

Esses negócios malditos desaceleram tudo. Espero que eles nunca peguem por aqui.

glachat.png

Concordo. Agora, para onde devemos ir?

mnemchat.png

Vejamos… Ah, aqui estamos. Ouvi falar de uma nova tecnologia de vigilância que a Fundação colocou para vigiar a internet — ela é chamada de "Webcrawler," e provavelmente poderíamos pegar uma carona em um deles de volta à rede da Fundação. Afinal, todos eles se originam no Sítio-15.

glachat_talking.png
>/:_ SIM.blinker.gif
8Ballchat.png

Isso seria ideal. Que "site" devemos usar?

mnemchat.png

Bem, para reduzir as chances de estragar a cobertura da Fundação em caso de mau funcionamento, a maioria dos Webcrawlers foi implantada em sites de mídia menores que ainda usam mais papel. Acho que é para deixá-los observar o mundo digital e externo em busca de atividades anômalas. O The New York Times é provavelmente nossa melhor aposta para encontrar um, e estamos chegando perto de um lugar que nos ajudará a chegar lá.

glachat.png

O homem aponta acima da multidão agitada para um espaço enorme entre os altos arranha-céus. Uma grande estação ferroviária erguia-se como uma fortaleza no alto, seus muitos terminais visíveis através de uma camada de janelas de vidro verde que refletia a luz da tarde. Trilhos se projetavam das laterais dos edifícios como línguas e as janelas de onde eles se estendiam cuspiam trem após trem, repletos de avatares parecidos com manequins em rápida sucessão. Uma exclamação ("Yahoo!") está estampada em luzes de néon na fachada da central.



No alto das sombras da WEB, uma ave onipresente observa suas presas. Com um único olho verde, ela fica de olho em todos os seus movimentos, trajetória e até mesmo na fala.

Depois de observar por mais alguns momentos, ela abaixa a ponta de seu dedo metálico no simulespaço abaixo, enviando ondas por todo o domínio. À medida que as ondas se movem pela terra, sua pupila se divide e as duplicatas gotejam, escorrendo e caindo junto com as gotas de chuva. Ao entrar em contato com cada gota caída do caos, um avatar sem rosto para no lugar e se inclina. Em meio ao rugido da multidão, três entidades corrompidas se encontram soltas, cercadas por sua carga derramada no chão ao redor delas, e crescem uma única característica grotesca: um grande olho verde doentio no centro de seus rostos.

Fortalecido por seus novos corpos, CORE começa a caçar mais uma vez.



Aqui estamos!

glachat_smile.png

O homem para e faz uma fanfarra dramática diante das portas giratórias duplas da estação de trem. Os avatares entrando e saindo desviam automaticamente ao redor dele - como se ele nunca estivesse no caminho deles.

Certo. Agora pegar uma carona.

glachat_smile.png

Para ser honesta — por mais fascinante que seja esta tal internet, ficarei feliz em me livrar dela.

mnemchat.png
>/:_ SIM.blinker.gif
8Ballchat.png

Tudo bem então, hora de partir!

glachat_talking.png

O trio entra no enorme saguão principal da estação, conversando e rindo entre si. Em uma varanda bem acima, um avatar solitário os observa com seu único olho sem piscar.


Certo. Estamos aqui.

glachat.png

Pela primeira vez, a garota de cabelo magenta chega antes de seus companheiros no destino. Ela espera impaciente, braços cruzados, na porta de um terminal.

Você sabe, poderíamos apenas ter digitado "The New York Times" em nossos diretórios e chegado aqui instantaneamente. É para isso que esse "lugar" serve.

glachat_annoyed.png

Ãhn? Por que você não me contou isso?

mnemchat_surprised.png

Você parecia estar com tanta pressa de chegar aqui, não quis interromper.

glachat_annoyed.png

Hm — bem, suponho que deveria ter te ouvido. Eu…

mnemchat.png

Ela para de falar, olhando fixamente para a escada atrás deles.

Mnemosyne? O que está errado?

glachat_surprised.png

A-algo está vindo. Eu mal- Eu mal consigo ver através da escuridão. Parece - perto.

mnemchat_talking.png

Como se na deixa, três avatares idênticos, cada um vestido com ternos elegantes, se aproximam do trio e se postam diretamente em seu caminho.

Ah. Não tenha medo, Mnemosyne, eles são apenas —

glachat_surprised.png

Ele parou assim que o avatar mais próximo deles levantou a cabeça, revelando um olho verde nauseado. Os outros atrás dele seguindo logo atrás.

AMIGOS. CAMARADAS. ESTE NÃO É UM LUGAR MARAVILHOSO?


HÁ MUITO A SER DITO SOBRE SER PARTE DE UM TODO MAIOR, NÃO HÁ?



POR FAVOR, DEIXE-NOS MOSTRAR-LHES. AFINAL, É INEVITÁVEL.


C-corre!

glachat_surprised.png

Os três avatares correm pelas catracas e sobem na plataforma, perseguidos logo pelos três assalariados grotescos. Os dois humanoides avistam um conjunto de portas de trem abertas e saltam em direção a elas na hora que elas se fecham — prendendo seu companheiro cúbico do lado de fora enquanto ele se choca violentamente contra as portas fechadas. Atrás dele, os caçadores cercam sua presa.

N-não! Fiquem longe do Bola-8, seus…

mnemchat_surprised.png

Não há… não há nada que possamos fazer. Temos que volta pra Fundação.

glachat_talking.png




O-o prisioneiro, de novo. Eu não vou falhar. Não desta vez.

Bola-8 olha ao redor enquanto seus captores se reúnem ao seu redor. Sabendo que nem lutar nem fugir são opções e que não há escolha a não ser sucumbir aos seus captores, ele fecha os olhos e espera, flutuando no lugar, enquanto a morte se aproxima.

Este corpo será uma ferramenta. O todo é tão grande quanto a soma de suas partes.

De repente, Bola-8 sente um espasmo — uma anomalia em seu próprio ser — e não tem escolha a não ser prestar atenção. As três corrupções param, encarando confusas enquanto os cubos mudam de tonalidade e sofrem espasmos violentos, reorganizando-se em centenas de fragmentos vermelhos irregulares — um conjunto feroz de dentes,

>/:_ •••blinker.gif
8Ballchat.png


Olhe atentamente, Prisioneiro, e observe. Este é o poder que será sua ruína.

8BallRED.png







REDBALL1.png

Sem aviso, a nuvem amorfa de presas explode para fora. Os três corpos de CORE se contorcem e gritam enquanto são rompidos e despedaçados fragmento após fragmento. Seus olhos escurecem à medida que colapsam em bilhões de pixeis e se espalham no chão da estação de trem. Acima deles, CORE sai de seu transe em dor e confusão. Bola-8 observa com interesse analítico e confusão, antes de sua consciência apagar.

Espero ter te feito bem. Rezo para não ter falhado você.



Quando ele acorda, Bola-8 se encontra flutuando do lado de fora de uma porta aberta de um trem, sendo empurrado por transeuntes. Ele pisca seu olho uma vez e flexiona seus cubos meio grogue.

>/:_ GLACON. MNEMOSYNE.blinker.gif
8Ballchat.png

Não há resposta. Bola-8 se vira para o trem, e então de volta para a plataforma — talvez seus companheiros tenham ido sem ele? pela primeira vez em sua curta vida, a memória fotográfica de Bola-8 não tem nenhuma lembrança de nenhum dos eventos anteriores. Ele registra uma nota para si mesmo para relatar essa falha ao Comando do Sítio assim que chegar a eles.

Ainda confuso, com a mente nebulosa, Bola-8 embarca no trem.



Isso não parece certo.

mnemchat_talking.png

Eu sei.

glachat_talking.png

Deveríamos ter — deveríamos ter feito algo.

mnemchat_talking.png

E- eu sei como você se sente, e… Verdade seja dita, eu me sinto da mesma forma. Mas não havia nada que pudéssemos ter feito.

glachat_talking.png

Os dois heróis restantes ficam parados sobre uma plataforma de trem e encaram uma sala dura texturizada em preto e branco. A garota enxuga o rosto, os olhos vermelhos de tanto chorar e segurando outro ataque de lágrimas. O homem de olhos dourados está ao lado dela com o olhar voltado para baixo. Suas palavras ocasionais de tranquilização são recebidas por ouvidos surdos.

Nós- nós podemos chorar mais tarde. No momento, nossa única prioridade é encontrar o Webcrawler e voltar ao Sítio-15 antes que o, uh… o "Prisioneiro" chegue até nós. É isso que o Bola-8 gostaria que fizéssemos…

glachat_talking.png

Bola-8?

mnemchat_surprised.png

S-sim, Bola-8- Calma, o quê?

glachat_talking.png

Mas ela não conseguia ouvi-lo. Em vez disso, ela já estava muito ocupada correndo em direção à plataforma de trem, onde seu companheiro geométrico os espera. Com um grito de alegria, ela o envolve em um abraço e começa a esfregar seus prismas afetuosamente.

Bola-8?! Você está bem?

glachat_surprised.png
>/:_ SIM.blinker.gif
8Ballchat.png

E- eu não vejo nenhum vestígio daquela coisa em você… Como você pôde escapar?

mnemchat_smile.png
>/:_ DADOS PERDIDOS.blinker.gif
8Ballchat.png

Podemos nos preocupar com isso quando estivermos de volta à Fundação, pessoal. Agora, temos que acessar o Webcrawler antes que nossa sorte mude para pior.

…É bom ter você de volta, Bola-8. Vamos lá, vamos.

glachat_talking.png



Que persistente.

CORE flutua mais uma vez como uma nuvem acima da Internet, observando os três conscritos abrindo caminho pela sede virtual do The New York Times. Ele sabe que não poderia se aproximar deles como antes — eles agora estão muito próximos de seu destino e dos olhos curiosos da Fundação - e arriscar se tornar conhecido tão cedo seria sua ruína. Sem mencionar…

Como diabos ele conseguia fazer aquilo?

As pesadas defesas no conjunto inconsequente de cubos foram um choque para CORE, especialmente considerando que nenhuma de suas observações havia sugerido, mesmo remotamente, tal possibilidade. Os cubos pareciam fracos quando estavam com seus companheiros, mas foram simultaneamente capazes de acabar com os corpos do CORE no território do CORE como se eles não fossem nada. Era um mistério fascinante - não importa o quão problemático - mas teria que esperar. Afinal, os conscritos sempre foram apenas uma distração menor.

CORE teria a chance de investigar os cubos em breve.



Os três conscritos estavam diante de uma portal de metal grossa, fora do alcance dos avatares civis. Ao contrário de tudo o mais no edifício, esta porta tinha cores e detalhes; uma maçaneta de bronze projetava-se no meio do caminho para cima e ligeiramente para a direita, uma pintura cinza-azulado fosca espalhada uniformemente em camadas recém-aplicadas e letras vermelhas nítidas ("Secure Connection Providers — Funcionários Autorizados Apenas") estavam estampadas nela. A taumaturga colocou a mão na maçaneta e uma onda de luz rosa saiu do ponto de contato. A porta se abriu e o trio cautelosamente entrou para dentro da sala.

Diante deles, uma enorme casca semelhante a uma carcaça de aranha estripada estava pendurada suspensa por cabos no centro da sala. O mais grosso dos cabos se projetava da barriga da aranha e continuava por um buraco na parede oposta da sala.

É isso. O Webcrawler.

glachat_talking.png

Ao ouvir seu nome, a aranha abre seus oito olhos de uma vez e olha sonolenta para o grupo à sua frente. Sua cabeça balança ligeiramente, mas ela não diz nada.

Er… Solicitando transferência de dados brutos de conscritos para o Síito-15 da Fundação SCP. Indicativo: CORINTHIAN15672GLA.

glachat_talking.png

A aranha balança a cabeça e volta seu olhar apático para a garota.

Uh, deixe eu só pegar ele — aqui estamos. Indicativo: RUBY736545MNE.

mnemchat_talking.png

Sem ser solicitada, a nuvem de cubos fala.

>/:_ ROSETTA847658BA.blinker.gif
8Ballchat.png

A aranha balança a cabeça em aprovação e lança um olhar de afeto para a nuvem.

Lentamente, com propósito, a aranha estende suas duas patas dianteiras e agarra sua cabeça. Com um estremecimento de oito olhos, ela a puxa lentamente para cima — cortando-a completamente com facilidade. No espaço onde estivera seu pescoço, as pontas transparentes de um cabo de fibra óptica se revelam envoltas em luz ofuscante.

Hora de voltar para casa.

glachat.png

Vejo vocês do outro lado.

mnemchat_talking.png

Com três clarões, os heróis são arrancados da 3ª dimensão e convertidos de volta em bits e bytes antes de desaparecerem pelos cabos como pura informação. Com sua partida, a grande aranha recoloca cuidadosamente sua cabeça, lentamente fecha os olhos e continua em seu dever sem fim.



Salvo indicação em contrário, o conteúdo desta página é licenciado sob Creative Commons Attribution-ShareAlike 3.0 License