Proposta de Dr. Mackenzie
rating: +1+x

Item nº: SCP-001

Classe do Objeto: Euclídeo

Procedimentos Especiais de Contenção: Todos os elementos de SCP-001 devem ser contidos em armários separados e de ambiente controlado no Sítio Zero. A localização do Sítio Zero é classificada como Nível 5, e só é conhecida por membros do Comando O5.

O acesso a SCP-001, suas transcrições e dados é restrito aos funcionários de nível O5 exceto durante o Protocolo Zero. O Protocolo Zero deve apenas ser ativado por um ato unânime e direto de todo o Comando O5, e os procedimentos do Protocolo Zero devem ser disseminados apenas àqueles permitidos especificamente pelo Comando O5.

Descrição: SCP-001 é um conjunto de dois (2) objetos e trinta e três (33) documentos pertencentes a [DADOS EXPURGADOS], também conhecido como “O Administrador”.

SCP-001-01 e SCP-001-02 são, respectivamente, [DADOS EXPURGADOS]

SCP-001-03 a SCP-001-35 são um conjunto misturado de documentos manuscritos e impressos. Eles são normais em toda maneira, exceto pelo fato de que eles não apresentam sinais de idade ou de perda de cor, e a medição de idade do papel no qual eles estão compostos apresentaram resultados inconsistentes. O conteúdo desse documento, como detalhado abaixo, consiste de [DADOS EXPURGADOS]

[DADOS EXPURGADOS]

[DADOS EXPURGADOS]

[DADOS EXPURGADOS] como esses objetos formaram o ímpeto para a criação da Fundação SCP, e todos as suas atividades e processos constituintes. Portanto, essa informação deve apenas ser disseminada pela ordem direta do Comando O5 através do Protocolo Zero.Zero.


CLASSIFICADO COMO NÍVEL 5 PELA ORDEM DO COMANDO O5
O acesso não autorizado desses documentos é punível por exterminação imediata.

Adendo 001-01: Análise de SCP-001-01 e SCP-001-2

SCP-001-01 é um dispositivo liso composto de uma substância metálica cinza não identificada, com aproximadamente 22 cm de largura, 30 cm de altura, e 1,5 cm de grossura. Ele é incomumente pesado, pesando aproximadamente 8,2 kg. Ele está equipado com uma pequena tela digital, e tem uma única abertura que parece ser um tipo de alavanca de ativação chaveada. Tentativas de desmontar o dispositivo ou analisar a sua tecnologia falharam até agora, já que não parece haver costuras ou fixadores visíveis no dispositivo. Tentativas de gerar uma imagem do interior de SCP-001-01 utilizando ressonância de raio-X ou magnética tiveram resultados inconsistentes, sugerindo que o dispositivo é ou denso demais para gerar uma imagem apropriada ou tem uma topografia interna inconsistente.

SCP-001-01 parece ser apenas capaz de mostrar dois indicadores. Um parece ser uma barra de estado ou progresso com um número acompanhante, atualmente a aproximadamente 23%. O outro indicador é um único contador digital apresentando o número ██,███.

SCP-001-02 é uma pequena chave composta da mesma substância metálica não identificada que o invólucro de SCP-001-01. Assume-se atualmente que essas é a chave de ativação de SCP-001-01.

Adendo 001-02: Transcrição dos Documentos de SCP-001

SCP-001-03 é um diário pessoal pertencente ao Administrador. SCP-001-04 a SCP-001-35 estavam inseridos entre várias páginas de SCP-001-03 no momento da descoberta.

Extrato de SCP-001-03, página 1:

Eu sempre odiei a ideia de escrever um diário. Documentação é uma coisa, mas eu acho que eu nunca vi a razão em escrever os meus pensamentos pessoais. O cientista que tenho dentro de mim me diz que algum dia, alguém quererá saber como tudo isso começou.

Extrato de SCP-001-03, página 3:

Eles dizem que a primeira vez é sempre a mais difícil. Eu consegui assegurar financiamento de funcionários do governo federal, e estabeleci uma organização que me permitirá continuar a pesquisa. O presidente [REDIGIDO] insiste que eu devo entregar o Dispositivo para ele ser guardado, mas eu deixei claro que não posso deixá-lo for a de minha posse.

Extrato de SCP-001-03, página 7:

O progresso, infelizmente, tem sido devagar nas últimas décadas. Eu tenho certeza de que não podemos reproduzir a tecnologia até que nós tenhamos encontrado uma solução, já que tenho certeza que a menos que matemos ambos os coelhos com uma cajadada só, nós simplesmente aceleraremos o processo.

Extrato de SCP-001-03, página 9:

Eu tive que matá-los. Eles estiveram reproduzindo a tecnologia o tempo todo, e a escondendo de mim. Eu me mudarei nas próximas 24 horas. Esse lugar está condenado nesse momento.

Extrato de SCP-001-03, página 15:

De novo. Eu não cometerei o mesmo erro novamente. O simples pensamento de mentir para as próprias pessoas que eu necessito para alcançar o meu objetivo é amargo, mas eu não posso mais deixar que eles saibam da verdade.

SCP-001-05 é uma página impressa do que o que parece ser uma impressora de jato de tinta, encontrada inserida entre as páginas 15 e 16 de SCP-001-03. Essa página foi preservada do mesmo método não identificado que o resto dos documentos de SCP-001.

Memorando do Escritório do Administrador

A humanidade tem existido no seu estado atual por centenas de milênios, mas, mesmo assim, apenas os últimos foram de alguma importância. O que fizemos por inúmeros anos antes da história registrada? Nos escondemos em cavernas, afastando a noite com pequenos fogos, com medo de coisas que não podíamos entender. Não era só que nós não entendíamos o porquê do sol levantar toda manhã, era o mistério de enormes peixes com cabeças de homens, e pedras que vinham à vida, e monstros que tornavam aqueles que os vissem enlouquecidos. Então os chamamos de ‘anjos’ e ‘demônios’, imploramos que nos poupassem de sua fúria, e rezamos pela salvação.

Com o passar do tempo, os seus números diminuíram e a humanidade floresceu. O mundo começou a fazer mais sentido. Mesmo assim, o inexplicado nunca se vai verdadeiramente, como se o universo requisitasse que existissem coisas que nunca poderemos entender verdadeiramente.

Nós não voltaremos à noite, escura e amedrontadora. Nós não seremos governados pelo desconhecido. Nós nos levantaremos.

Mesmo que o resto da humanidade permaneça desinformada, nós lutaremos contra a escuridão, a contendo e a escondendo dos olhos do mundo comum, para que ele continue vivendo na feliz ilusão de um mundo normal.

Extrato de SCP-001-03, página 22:

Seus rostos me assombram em meus sonhos. Centenas, milhares deles. Aqueles que cegamente foram levados às suas mortes. Por mim.

Extrato de SCP-001-03, página 28:

Cometi um erro. Disse a alguém a verdade, na noite antes que eu saí. Tive que usar os últimos dos meus suprimentos médicos originais. De certa maneira, eu desejei que ele tivesse mirado na cabeça.

Extrato de SCP-001-03, página 41:

Esse resolveu uma equação poderia estabelecer uma estrutura para o resto da solução. Eu os matei com as minhas próprias mãos. Será que eles poderiam imaginar que esse foi um ato de misericórdia?

Extrato de SCP-001-03, página 64:

Eu repentinamente me lembrei hoje do que eles me disseram antes de eu sair. Eles disseram que eu provavelmente não verei nada, que eu provavelmente dormiria e acordaria novamente. Eles mentira. Eu posso vê-los enquanto são consumidos pela loucura, enquanto as paredes da realidade racham e se estilhaçam, apenas para serem reconstruídas como se nada tivesse acontecido. Eu posso ver tudo.

Extrato final de SCP-001-03, página 68:

Está finalmente pronto. As equações estão completas, a matemática está bem, mas chegou tarde demais mais uma vez. Essa equipe não terá tempo de construir a Solução, e eu terei de abandonar a Fundação novamente. Mas, eu faço isso com o conhecimento de que mais ninguém terá de sofrer o mesmo destino.

SCP-001-34 é uma página, usada e velha, descoberta entre a capa frontal e primeira página de SCP-001-03.

A quem possa interessar:

Primeiramente, eu gostaria de dizer que eu sinto muito por tudo. Eu provavelmente condenei você e todos que você já tenha conhecido a morte e destruição pela minha simples presença em seu mundo. Se você está em possessão desse – e lendo esse – documento então estou provavelmente morto. Se esse é o caso e eu não me importei em destruir essa evidência, então isso quer dizer que eu também provavelmente falhei na minha missão. Isso significa que as minhas responsabilidades agora passaram a você e que você e o seu destino e o destino de seu mundo estão agora em suas mãos.

Eu não nasci em seu mundo. Eu sou um viajante de um plano paralelo de existência, uma realidade alternada que é separada do seu universo. O ano do qual eu origino é de pequena consequência; se eu aprendi algo de minhas viagens, é que a passagem do tempo de universo a universo não tem importância. O que é importante é que no meu plano de existência, a humanidade está altamente avançada. Nós subordinamos o poder de estrelas inteiras, moldamos planetas e luas como quiséssemos para as nossas necessidades, e até aprendemos a manipular o tecido da realidade em si. Nós conquistamos a morte através de avanços na medicina e tecnologia, e nos achamos mestres de nossos próprios destinos.

Nós descobrimos tarde demais que todas tais coisas têm um custo, e que a nossa ganância e arrogância não apenas resultaria na perda de tudo que amávamos, mas condenaria uma quantidade inestimável de outros também. Nossa intromissão na estrutura da existência abriu rachaduras e vértices no tecido da realidade, uma Corrupção do multiverso que nós falhamos a perceber antes porque não podíamos ver os pedaços da nossa realidade vazando para as outras. Quando os resultados começaram a se manifestar, já era tarde demais para impedir.

Antes dessa Corrupção nos consumir por completo, nós descobrimos uma última solução à prova de falhas. Nós juntaríamos toda o conhecimento que poderíamos salvar e sacrificaríamos o nosso mundo para enviar um único indivíduo para o próximo. Isso não repararia o estrago que já havia sido causado, mas poderia nos arranjar tempo para começar novamente, para encontrar uma maneira de impedir a Corrupção da realidade. Esse indivíduo fui eu.

Se você já não a encontrou, então a evidência para dar suporte às minhas alegações começará a sangrar ao seu mundo em breve. Como uma chuva de vidro, os restos estilhaçados de outros universos começarão a cair e escorregar ao seu. Coisas que negam o seu entendimento, laços fixos e estruturas sem significado ou rime, que não podem ser destruídas por qualquer meio que você possui. Coisas que levam homens à loucura e desafiam todas as suposições nas quais acredita.

O que eu carrego comigo é o legado final de incontáveis mundos. A tecnologia e equações descritas em essas páginas carregam com elas a esperança de impedir a Corrupção, uma esperança que veio com um grande preço. Elas são o último desejo e testamento de uma trilha sangrenta de universos que sacrificaram e foram sacrificados para aqueles que restam não sofram o mesmo destino. No momento em que isso está sendo escrito, elas estão próximas de serem completas, mas o tempo está sempre contra mim. Se não for mais capaz de eu ver essa missão completa, então depende de você terminar o que eu comecei.

Boa sorte,
[DADOS EXPURGADOS]
O Administrador

SCP-001-35 é uma única página manuscrita encontrada entre a última página e a capa de trás de SCP-001-03. A escrita em SCP-001-35 é inconsistente com a de outros documentos manuscritos em SCP-001.

[DADOS EXPURGADOS],

É isso, a última evidência de que a nossa civilização algum dia existiu. Ninguém tem certeza do que acontecerá quando você ativar o procedimento à prova de falhas. Alguns deles estão dizendo que a repercussão de seu uso iráinstantaneamente quebrar o que resta de nossa existência. Outros dizem que usar algo desse poder irá simplesmente acelerar a Corrupção em uma centena de vezes. De qualquer maneira, será rápido. Quando você acordar no seu destino, não sobrará mais nada de nossa casa.

Você já sabe que isso só vai carregar um único passageiro, e a segunda equipe deve ter o seu equipamento preparado quando você estiver pronto para ir. Eu apenas espero que com o tempo que lhe conseguimos, você pode encontrar uma maneira de impedir esse desastre. Se não, o dispositivo observará o nível de corrupção da realidade local assim como quantas vezes ele foi ativado. Um pouco sadístico de nossa parte, talvez?

No momento em que ler isso, eu já estarei morta. Me desculpe, você sempre foi o mais forte. Eu não tenho a força para encarar o fim com a minha cabeça levantada. Não sem você.

Eu te amo.

Adendo 001-03: SCP-001-36
Referências encontradas dentro dos documentos que abrangem SCP-001 sugerem a existência de um SCP-001-36, um dispositivo eletrônico ou documento grande que contém dados tecnológicos e matemáticos compreensíveis relacionados a SCP-001. O paradeiro atual de SCP-001-35 é desconhecido.

Unless otherwise stated, the content of this page is licensed under Creative Commons Attribution-ShareAlike 3.0 License