Operação: Caçada Infernal
avaliação: +10+x
blank.png

Transcrição de registro de vídeo da busca e resgate

Data: 11/04/2019, 0130 horas

Sujeito: Localização de importância da Coetus Pecus

Equipe de Invasão: Time Foxtrot 0, 1º Destacamento de Resgate e Retirada

Líderes do Time: Central de Comando, Foxtrot 0-1

Membros do Time: Foxtrot 0-2, Foxtrot 0-3, Foxtrot 0-4, Foxtrot 0-5


[INICIAR REGISTRO]

Os operadores se locomovem através de uma viatura, 0-1 está dirigindo e 0-2 está no banco do passageiro, enquanto o resto da equipe está no banco de trás preparando seus equipamentos.

Se aproximando de uma trilha, um breve reconhecimento da vila é feito. O céu está completamente limpo e as casas estão com as luzes apagadas, mas a movimentação de carros, motos e caminhonetes nas ruas podem comprometer a operação antes mesmo que os operativos cheguem até a residência.

0-1: Beleza, testando microfone, estão na escuta? Câmbio.

0-2: Na escuta, 0-1, câmbio.

0-3: Em alto e bom som, câmbio.

0-4: A escuta está boa, 0-1, câmbio.

0-5: Tudo certo com os microfones, câmbio.

0-1: Central, aqui é Foxtrot 0-1, chegamos ao posto de controle Kilo-1, câmbio

Central: Copiado. Acompanhem suas telas de pulso, as linhas de ação estão sendo apresentadas. O nosso objetivo é extrair um alvo de importância, que pode ser localizado na direção nordeste, em Kilo-4. Vocês devem realizar a extração do sujeito em uma casa de 3 andares, podendo ser localizada através de seus mapas. Uma fotografia do objeto está sendo disponibilizada em suas telas. E lembrem-se… Sem espaço para erros. Câmbio e desligo.

Os soldados olham para suas telas. A foto mostra um homem magro com cabelo preto curto, bigode e olhos castanhos. Uma tatuagem em seu antebraço esquerdo é notável. Uma próxima imagem é fornecida, mostrando a cédula de identidade do alvo, revelando seu nome e confirmando sua aparência física.

0-1: Positivo.

0-4: Então nosso amigo se chama Miguel?

0-3: Sabe ler não?

0-4: Cala a boca.

0-2: Esse cara deve ter feito muita merda…

0-3: E fez mesmo. Diferente dos outros amiguinhos, ele acabou vazando mais informação do que devia. E, bem, você sabe que quem conta muito, vive pouco.

0-5: Você acabou de inventar isso?

0-3: Ei, foi legal.

0-4: 0-2, não escuta esse cara, ele só gosta de encher o saco dos outros.

0-3: Ainda estou certo.

0-1: Eu acho é que vocês falam muito e agem pouco. Vamos nos preparar logo, pois a noite vai ser longa.

0-2: É, vamos agilizar isso, não quero ficar muito tempo aqui dentro…

0-3: Esquenta não, 0-2, bem-vindo ao time.

0-1: Tá certo. 0-4, você pega a escada retrátil e o 0-3 vai pegar o cortador de vergalhão, aí nós estaremos prontos para ir.

Cada um desce da caminhonete, pegando as ferramentas e as organizando. Taser e bombas de efeito moral são colocados em seus cintos, o que parece chamar a atenção de 0-2.

0-2: Essas daí são para os civis, certo?

0-3: Sim, mas são apenas armas intermediárias, para nos auxiliar com esses casos aonde tem gente inocente. No caso dos vagabundos, se eles ameaçarem você, mete chumbo.

0-2: … Entendi.

0-1: Certo, parem com essa conversa e vamos indo, sigam as orientações dos seus mapas e andem perto das paredes, mas não tão próximos, se não seremos um alvo mais fácil de emboscar.

0-3: Vou deixar marcado no mapa aonde a nossa viatura está, pra depois não dar merda, sabe.

0-4: Qual é, não consegue se lembrar de cabeça?

0-3: Não precisa se preocupar, se tem o dispositivo, é pra usar, né?

0-4: Eu não depositaria toda minha confiança num tablet.

0-3: Tanto faz.

Os operadores chegam em uma rua estreita, entre duas lojas. Não há uma fonte de luz e a rua sobe em um morro com várias casas em volta.

0-1: Central, aqui é Foxtrot 0-1, chegamos em Kilo-2, câmbio.

Central: Copiado, estejam avisados que há alguns sujeitos a 300 metros de distância da sua atual posição. Prossigam com cautela, câmbio e desligo.

Camuflados na escuridão, os operadores chegam perto do morro olhando para todas as direções. De repente, 0-1 pede para todos pararem e aponta o laser infravermelho de seu fuzil em uma casa no lado direito da calçada.

0-4: O que houve?

0-1: São os sujeitos que a Central nos avisou sobre, às duas horas.

0-3: Caralho, o que eles estão fazendo?

Todos olham mais atentamente para a casa e observam 4 homens conversando com um senhor que está dentro de sua casa, com um deles apontando seu dedo para o rosto do morador. Quanto mais o tempo passa, mais o homem parece se irritar, enquanto o senhor se assusta e chora, implorando para os sujeitos por algo. Subitamente, o homem empurra o senhor para dentro de sua casa e o resto entra junto, fechando a porta.

Os operadores encaram a casa por algum tempo e olham entre si. 0-3 coloca a mão em seu capacete e espira.

0-3: Puta que pariu.

0-2: Senhor, a gente precisa ajudar ele.

0-1: … Não.

0-2: Mas-

0-5: Escuta ele, 0-2.

0-2: … Merda.

Central: Foxtrot 0, esteja avisado que há alguns veículos rodando nas ruas que estão próximas de sua localização, se presenciarem ou ouvirem algo, se escondam e informem, câmbio.

0-1: Afirmativo, câmbio e desligo.

0-2: Você não vai falar dos homens invadindo a casa daquela pessoa?

0-1: Não há nada que possamos fazer, infelizmente não faz parte da nossa missão. Talvez algum dia a polícia investigue tudo isso e prenda esses malditos. Mas por agora? Nada.

0-3: Qual é 0-2, faz uma ligação anônima pro 190, chama eles até aqui.

0-2: Não fode.

0-2 arruma sua bandoleira e entra em formação novamente. Os operadores continuam até todos conseguirem subir o morro. O caminho a seguir é feito com extrema cautela, evitando a detecção a todo custo. O som dos motores dos veículos podem ser escutados atravessando as ruas.

0-1 levanta sua mão e cerra seus punhos, sinalizando que todos devem manter sua atual posição.

0-4: O que foi?

0-1: Alguém está vindo.

Luzes fortes aparecem na esquina, enquanto os soldados se escondem atrás de caçambas de lixo. Um comboio avança através da rua, com vários indivíduos apontando lanternas para a rua e para as casas. É notável a quantidade de armas brancas e garrafas de bebidas alcoólicas jogadas na caçamba da caminhonete.

0-1: Esperem…

A caminhonete passa pelas caçambas, mas seu motor é desligado de repente. Contornando a caçamba, os operativos apontam suas armas em direção ao grupo, que apontam suas lanternas para uma velha casa. Um dos homens desce da caçamba e se aproxima de uma das janelas da casa, olhando pelo vidro com sua lanterna. Após um tempo, o homem volta para o veículo e bate na carroceria. Os operadores, após confirmarem que a caminhonete foi embora, avançam.

0-5: Temos que tomar cuidado com a nossa viatura, eles podem acabar achando ela.

0-4: Se preocupa não, ela está no meio do mato.

0-5: Essa gente está fazendo algo além de manter alguém importante escondido.

0-1: Ei, prestem atenção aqui. Avancem para a casa com o número 139, lá o terreno é maior, talvez possamos ter uma visão melhor da vila.

Então 0-1 segura sua posição, enquanto os outros operadores avançam. 0-5 chega por trás de 0-1 e toca em seu ombro esquerdo, para que ambos avancem até o portão.

0-1: Central, aqui é Foxtrot 0-1, chegamos ao posto de controle Kilo-3. Tenho visual do alvo, câmbio.

Central: Afirmativo 0-1, prossiga com a missão, câmbio.

0-1: Afirmativo Central, câmbio e desligo

Os operadores se encontram próximos ao alvo, após 7 minutos.

0-1: Central, estamos perto do alvo, câmbio.

Central: Copiado, estejam avisados que a probabilidade de sujeitos não-combatentes na residência é alta… Tomem cuidado com o gatilho e lembrem-se: prossigam com cautela. Câmbio e desligo.

0-1: Certo, rapazes, vocês ouviram. Nada de dedinho nervoso, se não fica feio pro nosso lado.

0-4: É só pra foder com a nossa missão.

0-1: Será um desafio, sim, mas isso não nos impedirá de concluirmos a missão. Bola pra frente, anda.

0-4: Afirmativo.

Eles atravessam um corredor até a entrada. O muro de tijolos os impede de ver toda a área, mas 0-1 checa sua tela de pulso por alguns instantes e confirma a localização.

0-1: Chegamos.

0-2: Ainda bem, só vamos terminar isso logo.

0-3: Faz a chamada.

0-1: Central, chegamos ao alvo. Foxtrot 0 irá realizar a entrada, câmbio.

Central: Afirmativo, soldados. Estejam avisados que nosso VANT detectou alguns drones sobrevoando a vila. Eles sabem que estão sendo investigados, mas não sabem aonde vocês estão. Usem isso como vantagem. Câmbio e desligo.

Eles chegam ao portão que leva à frente da casa. O mesmo está trancado com correntes.

0-3: Pra quem ainda estava se perguntando.

0-1: Ainda estamos bem, 0-3. Aproveita e pega o-

Antes que pudesse continuar, o som de uma porta se abrindo do outro lado do muro quebra a linha de raciocínio dos soldados. Um som de estática é escutado.

Desconhecido: É, sim, as coisas estão calmas aqui, por enquanto… Não, de boa, ele está terminando de arrumar as coisas, daqui a pouco vamos embora… Sim… Certo, câmbio.

Central: Três indivíduos armados foram detectados saindo da residência, vocês têm permissão para abrir fogo, câmbio e desligo.

0-1: Copiado.

0-1 abaixa um pouco a cabeça enquanto aperta sua arma com mais força. Feixes de luz podem ser vistas por cima do muro e é possível escutar os homens conversando sobre coisas aleatórias.

0-2: Hora de usar a arma não-letal? Parece que eles têm informação útil.

0-1: Vai chamar a atenção. Ou vai ser alguém gritando de dor ou as granadas farão um barulho extremamente alto.

0-4: De qualquer maneira, ele não é o objetivo, mas sim um obstáculo. Quem deve nos dar informações úteis é o nosso alvo.

0-1: Não tem jeito. Me cubram.

0-4: Positivo.

0-1 espia o jardim através do portão de grades, enquanto o resto da equipe o segue.

0-1: Eles estão longe e pararam de usar as lanternas. Junta um aqui do meu lado.

0-5: Estou aqui, senhor.

0-1: Consegue acertar dois?

0-5: …Sim senhor.

0-1: No três você atira.

0-5: Tá.

0-1: Certo. Três… Dois… Um.

0-1 termina de contar e atira em um dos homens, ao mesmo tempo que 0-5 atira no segundo. O terceiro, que estava fumando, se assusta e deixa cair sua cartela de cigarros. Antes que pudesse reagir, é acertado com um tiro na cabeça.

0-3: Limpo?

0-1: Sim, anda logo.

0-3 pega um cortador de vergalhão, enquanto 0-1 fica do lado do portão. Com o cadeado aberto, 0-5 abre o portão para que o resto da equipe avance.

0-1: Vamos nessa.

O silêncio da situação faz com que os operadores fiquem mais tensos, perdendo a estabilidade da arma ao tremer as mãos e respirando com maior frequência. Enquanto 3 dos operadores arrastam os corpos pro meio do jardim, os outros dois cobrem as entradas da casa.

Comunicador do rádio: Lira, você está aí? Eu queria te falar um negócio.

Todos ficam em silêncio por alguns segundos.

0-3: Responde aí.

0-2: E-eu não, não sei nem como imitar a voz do cara.

Comunicador do rádio: Lira?

0-1: Porra…

0-1 retira um microfone PTT conectado ao rádio do segurança. 0-1 abaixa sua balaclava e se prepara para responder.

0-1: Tá tudo limpo. Eu só saí para fumar um pouco aqui fora, daqui a pouco eu entro.

O resto do grupo pega as armas que os seguranças portavam e as escondem em um outro lado do jardim.

Comunicador do rádio: … Certo. Tá fumando o favorito né? Era Marlboro? Eu não conheço muito bem essas marcas, pra mim cigarro é cigarro.

0-1 olha pro resto da equipe.

0-1: Isso, o de sempre.

Comunicador do rádio: Entendi… Eu preciso ir. Câmbio e desligo.

0-1 solta o PTT e coloca sua balaclava por cima do nariz novamente.

0-1: Tá certo. 0-4 vem comigo, 0-2, 3 e 5 vão pelo térreo, enquanto eu e o 0-4 vamos entrar pela janela do primeiro andar.

0-2: Eu não acredito que isso funcionou.

0-3: Ou ele foi muito burro, ou nós estamos ferrados.

0-1: De qualquer maneira, se preparem para o pior.

0-5: Sim.

0-4 abre o zíper de sua mochila e retira a escada, colocando-a até a janela de trás do primeiro andar. Enquanto sobe a escada, 0-1 cobre sua retaguarda.

0-5: 0-1, aqui é 0-5, o térreo está limpo. Vamos avançar, câmbio.

0-1: Afirmativo, 0-5, câmbio e desligo.

0-4: Senhor, a janela está trancada.

0-1: O quê? Merda.

Uma silhueta negra aparece em frente a janela, ela cobre quase toda a iluminação que vem de dentro, ficando parada por alguns instantes. Enquanto 0-4 devagarosamente puxa sua pistola, a silhueta começa a mexer na janela. Depois de um tempo, um leve ruido metálico pode ser escutado e a velha janela de madeira é puxada para trás, na mesma hora em que 0-4 estica seu braço e aponta sua pistola.

0-4: Mas…

0-3: Pode passar, se quiser.

0-4: Eu quase atirei na sua cara.

0-1: Anda logo, 0-4.

0-4: Tá bom, tá bom.

0-1 e 0-4 entram na cozinha do primeiro andar. O lugar tem papéis de parede brancos rasgados, com o interior da parede repleto de cimento sujo e alguns fios desencapados. No centro, uma mesa empoeirada com uma vasilha vazia, alguns remédios e uma mochila. Antes que pudessem checar a mochila, algo é notado.

0-2: Estou ouvindo alguém conversar.

0-4: É, eu também.

0-1: Então parem de falar.

Os operadores escutam as vozes abafadas que surgem em algum cômodo não muito distante. Andando até a unica porta do local, que dá de frente para a mesa suja, 0-1 coloca sua mão na maçaneta e a gira, revelando não estar trancada.

Sua atenção se direciona para o resto da equipe, que percebe a situação. 0-1 abre a porta lentamente, com todos apontando suas armas na mesma direção, para descobrir que há um corredor escuro, com uma escadaria em sua frente, uma porta à esquerda e um cômodo na direita. Ao pisarem no velho chão de madeira, um ranger agudo atravessa o corredor. As vozes, que antes aparentavam estar vindo da porta da esquerda, cessam, e a casa fica em silêncio total. 0-3 aponta para o chão e coloca seu dedo indicador na frente da boca. 0-1 balança sua cabeça e aponta para a porta na esquerda.

0-1: 0-2 e 3, na porta, rápido.

Os dois se posicionam. Apenas um feixe de luz é notado atravessando por baixo da porta, além de passos leves do outro lado.

Cultista: … Renan, pega isso daqui e vai checar, os vigias não deram nenhum sinal. Toma cuidado.

0-2: Merda. 0-3, se afasta da porta.

0-3: Afirmativo.

0-2 prepara seu fuzil, enquanto 0-3 o aponta em direção a porta. Quando aberta, um homem com uma pistola na mão sai. Ao se virar, ele se depara com 0-2 apontando o fuzil em seu rosto.

Cultista: Mas que po-

0-2 imediatamente atira no homem a queima-roupa. O corpo cai no chão e, ao bater na velha madeira, um forte som ecoa pela residência toda. Rapidamente, enquanto 0-2 fica estático em sua posição, 0-3 entra atirando na cabeça de um outro homen que estava ao lado oposto da mesa.

Antes que pudesse dar o segundo tiro, uma mulher corre até 0-3 com uma faca, o empurrando direto para a parede. A mulher usa sua mão esquerda para tentar abaixar o fuzil de 0-3, enquanto tenta o esfaquear.

0-3: Desgraçada!

0-3 deixa seu fuzil pendurado pela bandoleira e retira seu canivete, enfiando na barriga da mulher e empurrando ela com seus pés, enquanto 0-2 entra e efetua disparos em seu braço e pescoço.

A mulher se esforça em ficar de pé ao se apoiar em uma cadeira, mas acaba perdendo o equilibro e cai no chão. 0-3 se levanta e, antes de acabar com o serviço, a encara por alguns segundos. 0-2 apoia suas mãos no joelho e suspira.

0-2: Me perdoe pela demora, eu fiquei nervoso.

0-3: Só não faça isso na próxima vez.

0-2: Tá… Você está bem?

0-3: Não né, porra. Ela acabou fazendo alguns cortes na minha mão esquerda.

0-2: Ah, me desculpe.

0-3: Não esquenta.

0-3 retira o canivete da barriga da mulher e limpa a lâmina em seu uniforme.

0-3: Que merda…

0-2: Eles sabem que estamos aqui.

0-3: Como é?

0-2: Todo esse incidente fez-

A voz de 0-1 pelo rádio assusta os dois.

0-1: 0-3, informe.

0-3: Três Zulu derrubados, senhor. A sala está limpa.

0-1: Afirmativo, reagrupem-se, câmbio e desligo.

0-2: Continuando o que eu estava dizendo, tudo isso fez muito barulho.

0-3: Sim, fez mesmo… É 0-2, estamos combatendo em ambiente confinado. Só não faça merda, seja rápido, eficiente e se lembre dos treinamentos.

0-2: Tudo bem.

0-2 olha para todo o conteúdo que estava em cima da mesa.

0-2: Tá vendo isso?

Diz 0-2, enquanto dá algumas cotoveladas no braço de 0-3.

0-3: Tô sim, porra.

0-2: Cara… Olha só, tem fotografias, alguns… Contratos? Quem é essa Instituição Cervidae?

0-3: Papelada e mais papelada, provavelmente essa instituição tem envolvimento com os cultistas. De qualquer maneira, essas coisas burocráticas não são o meu forte, esse trabalho é para os caras da Inteligência. Só vamos voltar.

0-2: Entendido.

0-2 e 0-3 saem da sala, retornando ao corredor.

0-1: Tudo certo? Algum ferimento?

0-3: Só alguns cortes na mão que ganhei daquela maluca do caralho, mas a luva me protegeu da maioria dos golpes, então estou bem.

0-1: Entendi. 0-4, está vendo a caixa de comando ali?

0-4: Sim, senhor.

0-1: Desative todos os disjuntores, vamos fazer isso na escuridão.

0-5: Do jeito que eu gosto.

0-4 desliga a energia da casa e todos os operadores vestem seus óculos de visão noturna.

0-1: Central, estamos nos movendo para o segundo andar, câmbio.

Central: Afirmativo, 0-1. Câmbio e desligo.

Na medida que os operadores andam, cada passo faz o chão de madeira ranger. Os sons pesados no segundo andar indicam que não será nada fácil. Já posicionados no segundo andar, 0-1 e 0-2 abrem a porta de um quarto, enquanto o resto da equipe avança. Entrando no quarto, há um cômodo na esquerda, enquanto em frente tem uma cama.

0-1: 0-2, cubra esta porta, eu vou avançar.

0-2: Tá certo.

Antes de virar para ter a visualização da cama, um homem dá vários tiros na direção de 0-1, que se assusta e se impulsiona pra trás. Um dos tiros atinge a parede de madeira, que lança estilhaços na lente dos óculos de 0-1 e o atordoam por alguns segundos.

0-1: Merda! 0-2, me cobre!

0-2: Sim senhor!

0-1 recua, retirando o óculos de visão noturna do suporte em seu capacete e passando o dedo na lente.

0-2 aproveita enquanto o homem recarrega sua arma e disfere vários disparos, depois chutando a arma até 0-1. O sujeito começa a chorar de dor, enquanto aperta a roupa nas áreas aonde foi baleado, esfregando e tentando estancar o sangue, enquanto suas mãos tremem e sua respiração alentece.

0-2: É…

0-2 retira suas luvas e esfrega seus olhos por alguns segundos. Após passar um tempo, 0-1 coloca seu óculos de visão noturna e anda até 0-2, ainda desorientado, enquanto olha para o corpo que acabara de neutralizar.

0-1: Tá tudo bem, tá tudo bem. Quatro Zulu derrubados, o quarto está seguro. 0-3, como está sua situação? Nós fomos atacados, câmbio.

0-2 coloca suas luvas de volta, enquanto 0-1 pega um tubo de neon azul que está em seu colete, quebrando e o jogando no chão, sinalizando que a sala foi limpa.

0-3: Vamos entrar no quarto, câmbio.

0-1 retorna ao corredor para cobrir 0-3, enquanto 0-4, 0-5 e 0-2 entram em um outro quarto.

0-4: 0-5, checa o banheiro.

0-5: Positivo.

0-4: 0-2, comigo.

0-5 aponta seu fuzil para a porta e se aproxima. Mesmo que tente se controlar, suas mãos estremecem e cada vez mais sua respiração ofega. Ao se aproximar mais, 0-5 estica sua mão e esbarra na maçaneta, que é devagarosamente girada. A maçaneta termina de girar e 0-5, ao perceber que a porta está destrancada, empurra a porta lentamente.

De repente, 0-5 rapidamente tira sua mão de perto da porta e se afasta, ao escutar uma explosão ensurdecedora e ver que a área da maçaneta foi completamente destruída. A maçaneta cai no chão e os estilhaços da madeira se espalham pelo quarto, enquanto 0-5 se controla e aponta seu fuzil para a porta. No momento que o som da escopeta sendo engatilhada dentro do banheiro surge, 0-5 chuta a porta e consegue apontar sua arma primeiro, mas quando coloca o dedo no gatilho, o homem joga sua escopeta no chão e levanta as mãos.

Homem: Não atira em mim, eu posso dar informações pra vocês, tudo o que quiserem.

0-5 aponta seu fuzil na direção do homem por uns momentos até decidir o que faria. Ele puxa sua pistola com a mão direita e, com a mão esquerda, segura algumas algemas descartáveis.

0-5: No chão, agora.

Homem: Certo, eu vou me deitar, só não atira…

O homem lentamente se ajoelha no chão, olhando para 0-5 e, em seguida, olhando para o chão. Antes que deitasse, o mesmo para e começa a olhar novamente para 0-5, com as mãos ainda para cima.

0-5: Eu não mandei você ficar ajoelhado, porra. Quero ver sua cara no chão, anda.

Homem: Não se preocupa, soldado. Eu apenas vou…

0-5 aponta sua pistola em direção ao homem, que se levanta rapidamente e avança até o soldado. Não reagindo no tempo certo, o homem consegue segurar a arma de 0-5 com a mão esquerda e começa a espancar o operador, que logo abaixa sua cabeça e faz o homem acertar seu capacete.

O homem recua, com a sua mão machucada. 0-5 aproveita e, ao agarrar a cabeça do sujeito com suas mãos, a joga no espelho da pia. O operador pega a sua pistola do chão e, enquanto o indivíduo tenta recuperar sua força, aponta o cano em sua cabeça e puxa o gatilho.

0-5 coloca sua pistola de volta no coldre e se apoia na pia por alguns segundos, olhando para o espelho rachado.

0-5: Porra… Cinco Zulu já foram, câmbio.

0-4: Beleza, segundo andar limpo, câmbio.

0-1: Positivo, 0-4. Vamos avançar para o terceiro andar, câmbio e desligo.

0-4 repete o mesmo processo de jogar o tubo de neon no chão.

0-1: Em formação.

Os operadores se posicionam para a escada do terceiro andar.

0-2: Quando eu acho que estou me acostumando, surge uma coisa nova para me deixar louco.

0-3: Não esquenta, você vai se deparar com mais casos assim.

0-2: Isso foi muito inspirador, 0-3. Obrigado.

0-3: De nada.

0-2 mostra o dedo do meio para 0-3.

0-1: Central, estamos indo para o terceiro andar, câmbio.

Central: Copiado. Usem meios não-letais para a abordagem, câmbio.

0-1: Afirmativo, câmbio e desligo.

Os soldados sobem a escada.

0-3: Vocês acham que o cara vai estar sozinho dentro da sala?

0-5: Acho que não, provavelmente vai estar esperando quem quer que esteja invadindo esse lugar com garras e dentes.

0-3: É só entrar com uma granada de luz cara, sem segredos.

0-1: A Central ordenou uma entrada não-letal, iremos usar a granada de luz e, se necessário, o taser. Em ultimo caso, usaremos a força.

Os operadores andam calmamente, evitando qualquer barulho.

Os soldados se agacham ao lado da porta e esperam por algum tempo, mas não conseguem escutar nada. Há um feixe de luz vindo no vão de baixo da porta.

0-1: Deixa eu verificar uma coisa.

0-1 retira um videoscópio de sua mochila e o liga. A imagem da câmera é transmitida na tela de pulso dos outros operadores. Os soldados conseguem ver um quarto bagunçado, com documentos, celulares, mochilas e dinheiro no chão. A fonte de luz vem de uma lanterna apontada para o teto do cômodo e três homens são vistos dentro desta sala, apontando armas na direção da porta.

0-3: Os filhos da puta acham mesmo que vão conseguir se proteger atrás dessas mesas de madeira, que piada.

0-2: Eles sabem que estamos aqui. Senhor, se for para entrar, a hora é agora.

0-1: É, eu sei. Veja se está trancada.

0-2 checa a tranca da porta.

0-2: Sim, senhor.

0-1: É, vamos ter que arrombar. Se preparem.

0-1 pendura sua arma pelo coldre e pega uma marreta para arrombar a porta. 0-3 pega uma granada de luz do cinto de 0-2 e se posiciona ao lado esquerdo da porta.

0-1: Preparando para a entrada. Três, dois, um… Agora!

0-1 dá uma marretada na tranca da porta, a abrindo completamente, enquanto 0-3 joga a granada de luz na sala, causando um som ensurdecedor na residência toda. 0-2, 0-5 e 0-3 entram na sala, enquanto 0-4 e 0-1 entram logo em seguida.

0-5: Bota a mão na cabeça, anda!

0-2: Anda logo, filho da puta, mão na cabeça!

0-3: Pro chão, desgraçado!

Miguel: Por favor, não atirem!

O homem bate suas costas na mesa atrás dele, assustado e sem entender nada, largando sua arma no chão. Um homem que estava no lado direito da sala se assusta com o clarão e atira para o teto. 0-1 entra na sala junto com 0-4 e atira com o taser na pessoa, que cai no chão com as duas mãos perto do peito, enquanto convulsiona e perde a força.

0-3: Agora eu te peguei, pedaço de merda!

Desconhecido: Não nos matem, eu imploro!

O sujeito joga sua arma no chão e levanta as mãos, enquanto encosta na parede e lentamente se senta assustado.

0-1: Confirma que é ele?

0-4 deixa de apontar sua arma para o indivíduo e faz uma checagem em sua tela.

0-4: As descrições batem, faz a chamada.

0-1: Central, encontramos o objeto, câmbio.

Central: Prossigam com a extração, câmbio e desligo.

0-1: 0-3, dá um trato no da esquerda ali.

0-3: Pode deixar.

0-3 prende o suspeito com algemas descartáveis.

0-3: Não precisa ficar com medo, é só não fazer merda.

0-1: Fortaleza dominada, reportar situação. Se vira de costas logo.

0-1 fala para o alvo, o prendendo em seguida

0-2: Primeiro cômodo, nenhum ferido ou morto.

0-3: Segundo cômodo, três mortos.

0-2: Terceiro cômodo, um morto.

0-4: Quarto cômodo, um morto.

0-1: Quinto cômodo, um ferido. Substância suspeita encontrada, 1 minuto para sairmos. Preparar para organizar!

0-4: Parabéns, rapazes. Agora é só irmos embora.

Miguel: Vocês precisam me escutar!

0-1: Quê?

Miguel: Eles vão vir atrás da gente, mas eu conheço um local mais rápido aonde podemos escapar.

0-3: Ah, cala a sua boca.

Miguel: É sério! Eu estou querendo ajudar vocês.

0-1: E o que te motiva?

Miguel: Esses caras… Eles estão querendo me matar. Eu acabei vazando alguns podres e agora eles estão tentando limpar a cagada e me tirar da cena… Não parece que ajudou muito, visto que até a polícia está sabendo.

0-2 se aproxima perto de 0-4 e cochicha.

0-2: A polícia? Achei que só nós soubéssemos do culto.

0-4: Ele só deve achar que somos políciais. O que é bom, por sinal, então entra no jogo.

0-1: Sim, nós ficamos sabendo. Mas não temos tempo para isso, você vai poder falar o que precisa para o delegado. Até lá, colabore conosco.

Miguel: Certo, eu prometo ajudar vocês, só não me deixem nas mãos desses loucos.

0-1: Não, sem ajuda, apenas fique quieto e cumpra o que mandarmos, já será o suficiente.

Miguel: Tá bom.

Todos recarregam suas armas e checam seus óculos de visão noturna. Um som estranho pode ser ouvido do lado de fora.

De repente, um clarão atravessa os óculos de visão noturna dos operadores.

0-1: Caralho! Que porra é essa?

Os operadores rapidamente retiram seus óculos e começam a esfregar os olhos.

0-3: Não sei, porra, estou cego!

0-5: Porcaria, isso é barulho de drone!

0-2: Eles acharam a gente, a Central avisou.

0-3: Porra, eu fui esfregar meu olho e esqueci que a minha mão tá com o sangue daquela mulher, que merda.

0-2: Puta que pariu 0-3, você ficar passando sangue no olho justo quando estamos numa emboscada só dificulta as coisas.

0-1: Fecha a cortina da janela, vamos sair daqui rápido!

0-4: Caralho, que merda, justo quando estamos usando a visão noturna.

0-5 fecha as cortinas da janela. O som fica mais alto e uma luz pode ser vista no pano da cortina.

0-1: Vamos lá. Reorganizar imediatamente.

0-3: Calma, eu consigo ainda enxergar.

Os operadores entram em formação.

0-1: Preparar para a retirada… retirar agora!

Os soldados ficam a frente da porta do quarto. 0-4 está levando o sujeito consigo.

0-1: Saindo.

Os soldados começam a se retirar do quarto e voltam para o corredor do terceiro andar.

0-5: Último.

Os operadores começam a descer as escadas, passando pelos corredores escuros e frios. O som do drone ainda pode ser ouvido do lado de fora da casa e sua luz é vista através das janelas.

0-2: 0-3, aqui, deixa eu te ajudar.

0-3: Tá.

0-2 puxa a mangueira da sua mochila de hidratação, enquanto 0-3 retira sua balaclava e passa a mão molhada em seu rosto.

0-1: Tudo bem, 0-3?

0-3: Ah, bem melhor agora.

0-4: Bora porra, levanta.

Miguel: Espera cara, porra.

Todos saem pela parte de trás da casa.

0-1: Central, a equipe tática Foxtrot 0 está saindo pela direita com o objetivo, câmbio.

Central: Positivo, 0-1, extraiam o alvo para o caminhão e saiam daí imediatamente, câmbio e desligo.

0-1: Copiado.

A equipe se depara com uma rua longa iluminada por alguns postes fracos. No mapa, é marcado um trajeto que contornará o lugar de onde vieram. Os soldados olham para todos os lados, cobrindo a retaguarda um do outro.

0-1: Quero todo mundo atento, mantenham o olho em todos os cantos.

0-3: Deixa a parte de trás comigo, o objetivo fica no meio.

0-3 espera os outros passarem e começa a cuidar da retaguarda. Após algum tempo caminhando, antes de virarem uma esquina, uma luz laranja forte é refletido na janela de uma das casas. Entretanto, nenhum som de motor é escutado ou pessoas conversando, nada além de estalos. -

0-3: Vamos ficar expostos passando por essa ponte, vamos tomar outro caminho, talvez passar pelo rio.

0-1: Não, vamos percorrer por aqui mesmo, apesar de eu não saber a profundidade desse rio, ele corre numa velocidade bastante rápida. E, além de estar escuro, temos esses equipamentos pesados e temos que levar esse saco de bosta pra interrogação.

0-3: Positivo então.

A cada passo na ponte, os operadores respiram com mais frequência e gaguejam, esfregando as mãos em seus uniformes e pressionando os seus fuzis com mais força.

0-2: Senhor, eu tenho que admitir, estou com muito medo.

0-1: Medo do que, soldado?

0-2: Eu prometi que caso voltasse, eu pediria a minha namorada em noivado.

0-3: Putz, cara…

0-1: 0-2, ninguém quer saber. Foco na missão, depois falamos disso, ok?

0-2: … tudo bem.

De repente, um rastro de fogo aparece nos céus, se aproximando cada vez mais na direção dos operadores.

0-1: Que porra é essa?

0-3: Tá se aproximando!

0-1: Sai do meio, porra!

A luz laranja revela ser um coquetel molotov, caindo no chão e começando a tomar conta da madeira.

0-2: Caralho!

0-3: Volta porra, volta!

0-5: Peraí, tô voltando!

0-1 percebe que as chamas começam a tomar conta da ponte e deve pensar rapidamente para poder escapar dali.

0-1: Ah, foda-se! 0-2, me dá o V.I.P.

0-2: Senhor?!

0-1: Agora porra!

0-2 empurra o V.I.P e 0-1 agarra seu braço.

0-1: Não se preocupa.

V.I.P: Oi?

0-1: Vamos pular no rio e subir pela lama!

V.I.P: Espera um pouco, não faça isso!

0-3: O quê?

0-4: Tá louco?

0-1: Não.

0-1 joga o V.I.P no rio e rapidamente pula junto com ele.

0-2: Puta que pariu, não acredito!

0-1 aparece junto com o V.I.P por cima da água, acenando a mão.

0-1: Podem vir, o rio é raso e a corrente não é forte o suficiente pra levar a gente!

0-2: Quê?

0-3: Que filho da puta maluco!

O resto dos operadores pulam no rio e sobem o morro de lama ao lado da ponte. O fogo do molotov ainda arde na madeira.

0-3: Caralho, isso foi loucura.

0-4: Foi a porra de um molotov, por quê caralhos isso?!

0-1: Porra, eles sabem que estamos aqui! Já era, perdemos o elemento surpresa!

0-3: Completa merda.

0-1: QG, sofremos um ataque de origem desconhecida, como prosseguimos? Câmbio.

QG: Vocês têm a permissão total de retaliar o ataque. Vocês devem estar à 400 metros do veículo para extrair o V.I.P. Câmbio.

0-1: Positivo e operante. Câmbio desligo.

0-2: Por que você fez isso?

0-1: É o quê?

0-2: Pular na água?

0-1: Tomei a decisão que achei necessária. Ou era queimar junto com a ponte, voltar pra rua e esperar a ponte toda queimar ou pular no rio e arriscar a sorte, não me julgue.

0-2: Bem, afirmativo né.

QG: Foxtrot 0, interceptamos uma comunicação por rádio, e o que tudo indica, os cultistas ainda estão atrás de vocês. Eles estão enviando um número grande de pessoas pra fazer uma busca pelo rio, saiam daí imediatamente e prossigam para o ponto de extração. Câmbio.

0-3: Comunicação entre os cultistas? Eles falaram algo a mais de importante, QG? Câmbio.

QG: Caso eles não consigam deter vocês, eles tentarão matar o V.I.P para que ele não deixe nenhuma informação deslizar. Câmbio.

0-5: Informação importante.

0-1: Afirmativo, QG, esses putos vão ter o que merecem. Câmbio e desligo.

0-3: Pensa num tipo de gente que estressa.

0-4: Conhecidos como cultistas, é?

0-2: Vocês só falam merda.

0-3: Ah, ok então. Você é o mais maduro daqui, então lidera a missão.

0-2: Vai se fuder.

0-5: Vigário, mano.

0-1: A gente tem que sumir daqui, rápido.

Os operadores andam em uma rua com lojas e casas abandonadas. Eles entram em uma loja de brinquedos, atrás de algumas caixas expostas às vitrines.

0-4: Senhor, vários sujeitos logo a frente.

0-1: O que eles estão carregando?

0-4: Sei lá, mas é algo meio peculiar.

0-5: São armas, senhor.

0-1: Só pode ser uma arma. Vamos esperar eles vazarem.

As três silhuetas param em direção aos operadores, e ambos os lados tentam identificar quem é quem.

0-1: Ainda não viram a gente.

0-2: Vamos apagar eles?

0-1: Não, não coloquem o dedo nos gatilhos.

Passa mais um tempo, até que as silhuetas parecem andar pra trás, como se tivessem levado algum susto e começam a se aproximar dos operadores.

0-2: Eles estão vindo aqui, o que a gente faz?

0-4: Eita porra.

0-1: Mete bala nesses caras.

Antes que pudessem fazer qualquer coisa, os operadores recebem uma chuva de tiros e recuam um pouco.

0-1: Bando de filho da puta!

0-3: Se esconde aí, porra!

Um dos tiros passam ao lado da orelha de 0-3, o som do projétil o assusta, mas logo ele atira de volta na direção das silhuetas.

0-5: Vão pro inferno, seus desgraçados!

Uma das pessoas leva um tiro e cai no chão, as outras duas correm rapidamente e desaparecem na escuridão.

0-2: Vamos atrás deles, vamos!

0-1: Já foram, não vale a pena.

Os operadores se aproximam do corpo caído no chão.

0-3: Qual é desse bosta aí?

0-3 checa o corpo, pega sua arma e empurra ela pra longe.

0-1: Essa é uma Uru, antiga pra caralho.

0-2: O que eles estariam fazendo com uma dessas?

0-1: Porra cara, vai me dizer que eles têm todo um armazém com armas dentro?

0-4: A não ser que eles tenham envolvimento com milícias ou até mesmo com o próprio governo.

0-5: Se forem os contêineres, isso indica que estamos perto de onde eles guardam as armas.

0-3: Não é problema nosso, a gente tem é que entregar o V.I.P.

0-5: Vigário, hehe.

0-1: Isso tá cada vez mais obscuro, vamos sumir daqui.

Homem incapacitado no chão: Esperem, esperem um pouco.

0-1: Hein?

Homem incapacitado no chão: N-Não me deixem morrer aqui.

O homem cospe sangue, enquanto coloca sua mão em cima da ferida.

0-1: Você vai morrer de qualquer maneira, mas eu posso deixar seus últimos momentos muito mais dolorosos se não falar o que eu quero.

Homem incapacitado no chão: Não, não foi isso que eu pedi!

0-1: Ah, porra.

0-1 pisa em cima da ferida do homem, causando uma imensa dor. O homem grita de dor e começa a chorar.

Homem incapacitado no chão: Tá bom, tá bom, eu-eu falo!

0-1: Beleza boca santa de sagu, eu quero saber o que você-

Antes que 0-1 pudesse perguntar algo, 0-5 de repente leva um tiro na cintura, o derrubando rapidamente.

0-4: 0-5!

0-3: Puta que pariu!

0-1: Achem cobertura!

0-1 empurra o corpo de 0-5 pra trás de um carro, enquanto os outros lhe dão cobertura.

0-5: Tá doendo pra cacete!

0-1: Não se preocupa, você vai ficar bem.

0-5: Caralho, eu não quero ser um peso morto! Me deixe ficar aqui!

0-1: Não porra! Você não é um peso morto, nós conseguimos carregar você até a área de extração! Só fica comigo!

0-5: Vai logo porra, a missão é mais importante e serão apenas 3 de nós contra esses cultistas filhos da puta, já que um de vocês vão ter que me carregar!

0-1: Mas-ma-

0-5: Só vai logo, por favor. Eu estou sangrando muito, não vou conseguir suportar por mais tempo, confia em mim.

0-1: Porra! Caralho! Mete chumbo nesse bando de merda!

Múltiplos sujeitos são detectados, armados com pistolas. 0-2 corre até chegar no carro aonde 0-1 está protegido.

0-2: Senhor, a gente deve avançar!

0-1: Eu sei porra, quer quebrar o nosso galho e dar um tiro na cabeça daqueles caras?!

0-2: Com todo o prazer!

0-3: Contato à uma hora, na janela da casa amarela!

Os operadores atiram nos alvos múltiplas vezes. 0-3 toca no ombro de 0-4, enquanto corre em direção ao carro. Chegando lá, 0-3 usa sua mão para sinalizar que 0-4 pode vir, enquanto recebe cobertura.

0-4: Porra, finalmente.

0-2: 0-5 tá morto cara, morto!

0-1: Porra moleque, se liga! A gente tá levando tiro, vamos voltar pra realidade? O que você acha?!

0-2: Me desculpa, senhor!

Os soldados lutam contra essas pessoas que agem como bestas selvagens. 0-1 apenas atira, xinga, recarrega e grita, como um animal.

0-1: Bando de filho da puta!

O último alvo joga um molotov em direção ao carro.

0-1: Avancem!

0-1 dá um tiro na cabeça do homem que jogou o molotov no carro, enquanto os outros limpam a área.

0-1: Tudo limpo?

0-3: Afirmativo!

0-2: Limpo!

0-4: Tudo certo!

0-1: Beleza, vamos reabastecer.

Todos se agacham, com 0-1 e 0-3 recarregando suas armas, enquanto 0-2 e 0-4 os cobrem.

0-1: Pronto!

0-3: Já foi!

E então, os operadores trocam suas posições.

0-2: Pronto aqui!

0-4: Pronto também!

0-1: A gente precisa achar um abrigo, rápido!

0-3: Vamos pra casa do filho da puta que matou o 0-5, talvez a gente encontre algo lá.

0-1: Pode ser.

Eles correm até a parede da casa, ficando ao lado da porta.

0-1: 0-2, vai pro outro lado da porta.

0-2: Certo!

0-4: Tem gente lá dentro ainda?

0-3: Sim, eu vi. Estão armadas, mas não tenho certeza se são todas.

0-1: Querem arriscar?

Todos concordam, o medo de morrer ali fora era pior.

0-1: 0-3, puxa a granada de luz aí.

0-3: Pode deixar.

0-1: 0-2, pode derrubar essa porra.

0-2: Afirmativo.

0-2 chuta a tranca da porta, abrindo-a completamente, enquanto 0-3 joga a granada de luz dentro da casa.

0-1: Anda porra, anda!

0-2: Múltiplos contatos!

Os operadores entram na sala da casa, atirando em todos que viram.

0-1: Boa rapazes, agora vamos ficar aqui por um tempo.

0-2: Boa?

0-3: Que que foi?

0-2 aponta para uma mulher com um tiro nos olhos. Ela parece estar com a barriga inchada.

0-1: Ela está grávida?

0-3: Parece.

0-2: Misericórdia…

0-1: Misericórdia é o cacete, a gente tem que vazar daqui.

0-3: Sim.

0-1: Vocês estão bem?

0-4: Tudo certo comigo.

0-3: Comigo também.

0-2 encosta em uma parede, ofegando.

0-2: Meu deus, o 0-5 está morto! Morto!

0-1: Esquece, 0-2. Vamos logo!

0-2: Não, você não pode simplesmente agir como se nada tivesse acontecido!

0-1: 0-2, fique quieto imediatamente, não temos tempo pra essas briguinhas!

0-2: Ele morreu por sua causa!

0-1: 0-5 morreu pela missão, morreu com honra! Ele decidiu ficar aqui, para que nós pudéssemos extrair essa porra de objetivo, e você agora vem me falar que ele morreu por minha culpa? Vai tomar no seu cu. Agora, cala a boca e presta atenção na missão antes que eu quebre a tua cara, isso é uma ordem!

0-2: … Desgraçado! Nós todos vamos morrer aqui e tudo por sua culpa!

0-1 se senta no sofá e coloca suas mãos em frente a sua máscara, com dificuldade de decidir como prosseguir a missão. O capacete, cheio de equipamentos como baterias, lanterna, câmera, óculos de visão noturna e máscara balística, fazem com que 0-1 abaixe sua cabeça até o joelho.

0-3: Puta merda hein, o que foi acontecer…

0-1 retira seu capacete e a coloca em cima de uma mesa, mostrando a gravação de toda a equipe conversando dentro da sala.

0-4: Se acalmem vocês dois! Tem um monte de fanático lá fora querendo botar fogo na gente e vocês ficam brigando que nem meninas de 12 anos.

0-1: Cala a sua boca, apenas isso, me dê tempo para pensar.

0-1 coça suas pálpebras, seus olhos estão vidrados, olhando para todos os cantos, procurando por uma ameaça.

0-4: Ok então…

0-4 se senta em uma cadeira, retirando seu capacete e pegando uma garrafa de água para se refrescar.

0-1: Tá, reabasteçam suas armas, vamos sair daqui rapidamente, não estamos tão longe do caminhão.

0-3: Eu tenho 4 carregadores, somando com o que está na arma.

0-1: Tenho 2 e meio, acabei deixando um cair enquanto carregava na hora do tiroteio

0-4: 3 aqui.

0-2: 4.

Novamente, o mesmo barulho que escutaram na residência do V.I.P, com o mesmo feixe de luz branca.

0-1: O que é isso?

0-3: Não acredito, é o drone!

0-4: De novo essa merda?

0-3: Ah, vai se fuder porra!

0-3 começa a atirar em direção do drone, mas 0-1 abaixa sua arma.

0-1: Guarda sua munição pros alvos que atiram em você, ok?

0-3 olha para 0-1 e abaixa a sua cabeça.

0-3: Tá certo…

0-1: Vamos nos preparar. Recarreguem suas armas, limpem elas do sangue e da poeira, troquem as pilhas de seus equipamentos, peguem esse V.I.P filho da puta e vamos embora.

0-4: É, entendido.

0-1: QG, desculpe pela demora, mas 0-5 foi morto em combate com um tiro na cintura. Câmbio.

QG: Afirmativo, 0-1. Mandaremos uma unidade para recuperar o corpo assim que o possível. Agora, foquem na missão e evitem qualquer outra baixa da sua equipe. Câmbio e desligo.

Saindo pelo quintal da casa, eles começam a andar em uma rua que vira pra esquerda.

0-1: É melhor agilizarmos.

Os operadores começam a andar bem mais rápido.

0-1: Tomem cuidado, atenção em tudo.

Cada vez mais tomados pelo medo da morte, a equipe avança pelas ruas sozinha, por conta prória. De repente, um homem com um estilete na mão sai de trás de um carro e empurra 0-2 pra um muro, enquanto outro homem com uma faca de serra avança em direção à 0-1.

0-1: Contato às 11 horas!

0-1 dá um tiro na cabeça do homem, que logo cai com a metade de sua cabeça estourada, enquanto 0-3 dá um tiro na cabeça do outro homem que empurrou 0-2.

0-1: Cê tá bem?

0-2: Não, eu levei uma apunhalada na coxa.

0-1: Merda…

Havia um rasgão na calça de 0-2, enquanto o tecido se sujava com sangue.

0-1: Consegue correr?

0-2: Vou tentar.

0-1: Então vamos!

Com 0-2 mancando, os operadores veem mais homens com garrafas e armas brancas em suas mãos. Percebendo que precisariam de um minuto pra descansar e fugir da situação, 0-1 leva seus operadores para uma casa abandonada, imunda e ardente.

0-1: Acho que podemos ficar aqui por um tempinho.

0-4 empurra o V.I.P numa poltrona, enquanto 0-2 se senta em uma cama.

0-3: 0-2, deixa eu ver sua perna aí.

0-2: Tá doendo muito, não sei como consegui vir aqui.

0-1: Ninguém mais fica pra trás, ninguém.

0-3 passa álcool na ferida de 0-2 e depois passa uma bandagem elástica em volta.

0-2: Espera aí porra, tá doendo!

0-3: Calma, calma, é pra já que você volta a correr.

Todos ficam em silêncio por um segundo.

0-1: Tô exausto pra caralho.

0-2: Também.

Vários sons de passos e conversa no lado de fora da casa, os cultistas planejavam invadir a casa numa investida pesada.

0-3: É isso, a gente vai morrer.

0-1: Um cacete que a gente vai morrer, aquele caminhão espera por nós.

Uma das portas é derrubada e três homens entram na casa.

0-2: Caralho, caralho!

0-1: Contato!

Os homens rapidamente são abatidos.

0-1: Vamos sumir daqui!

Eles escutam algo lá fora.

Desconhecido: Tá decidido, pode tacar fogo nessa porra!

0-1: Fude-

Vários molotovs quebram as janelas da casa, entrando dentro do cômodo.

0-4: A gente vai morrer!

0-1: Cada um para um canto, imediatamente!

O meio do cômodo estava completamente em chamas, com os operadores presos nos cantos.

0-1: Tô só com um carregador!

0-1 deixa seu fuzil pendurado no coldre e puxa sua pistola.

0-3: Bando de puto, todo mundo vai levar tiro, foda-se!

0-1 começa a andar pelo canto, para ir checar uma das janelas que não estavam quebradas.

0-1: Dá licença aí porra.

No momento que 0-1 coloca sua cabeça em frente à janela, um cultista joga um molotov em sua direção. Ele tenta impedir, atirando com sua pistola na mesma direção, antes de sair do lugar.

0-1: Sai daí porra, sai daí, tem mais molotov vindo!

No momento da colisão, o molotov quebra junto com a janela, jogando cacos de vidro ao redor da sala.

0-3: Isso aqui tá parecendo o inferno!

Tudo parece um caos. A casa pegando fogo, todos gritando de dor ou desespero, os cultistas gritando e fazendo ameaças, o cansaço, o senso de urgência, tudo isso faz com que os operadores experienciem um pouco do inferno na Terra.

0-4: Esses caras não estão felizes!

0-3: Não me diga!

0-2: Mais um molotov! Pro canto bora!

0-1: A gente tem que sumir daqui, rápido!

0-3: Mas como?

0-1: … Eu tive uma ideia! Apenas esperem, vamos ver se mais algum desses malucos com faca vem pra cima da gente.

Os operadores esperam os molotovs acabarem. Com a chuva de fogo cessada, os cultistas vão até a casa para ver se os soldados estão mortos. Eles entram pela porta dos fundos.

0-1: Agora!

Os homens levam vários tiros, sem a mínima chance de sequer reagir.

0-1: Agora é só eu pegar um desse molotovs na bolsa deles e jogar na direção desses babuínos!

0-3: Boa, tô gostando de ver!

0-1 pega uma das garrafas, um pedaço de pano e um isqueiro, logo montando um molotov.

0-1: Na hora que eu jogar, vocês correm, ok?

0-2: Vai ser meio complicado, senhor.

0-1: 0-3 te ajuda a ir pro carro, enquanto 0-4 leva o objetivo.

0-2: Aí ajuda bastante.

0-1: Alguém tem um carregador? É 5.56.

0-4: Aqui senhor.

0-1 coloca o carregador em seu fuzil, pronto para proteger seus soldados e concluir a missão.

0-1: Beleza. Então, três, dois, um…

0-1 coloca fogo no pano e arremessa o molotov na direção dos cultistas.

0-1: Agora!

Todos os operadores correm em direção ao caminhão, com 0-1 dando tiro de cobertura. Com o fogo, os cultistas se retardam ao avançar pra cima dos soldados.

0-1: Toma essa, seu merda!

Os cultistas começam a atirar em direção aos operadores, jogando molotovs e correndo com armas brancas. Um dos tiros acertam o braço de 0-3, que deixa 0-2 cair no chão.

0-3: Ai puta que pariu, bando de filho da puta!

0-3 dá sua arma para que 0-2 atire enquanto é puxado pelo outro braço não ferido.

0-3: Acaba com a raça desses caras!

0-1: Estamos chegando perto do caminhão, vamos!

0-4 chega no caminhão com o V.I.P, o colocando no banco do passageiro, enquanto 0-1 sobe na caçamba do caminhão. 0-3 e 0-2 ainda estão chegando no caminhão.

0-1: Vem!

0-1 desce da caçamba para dar cobertura para os dois. Em um piscar de olhos, um dos molotovs são jogados em direção dos operadores.

0-1: Corre porra!

0-3: Ai merda!

0-2: Puta merda!

Com 0-3 não podendo puxar 0-2, o molotov quebra nas coxas de 0-2, o fazendo pegar fogo.

0-2: Me ajuda!

0-3: Droga!

0-1: Merda, apaga esse fogo logo!

0-1 corre para tentar ajudar 0-2, mas as chamas já consumiam seu peito e se direcionavam à cabeça.

0-1: Porra, não!

0-3: 0-1, vamos, ele já era, não tem mais jeito!

0-1: Não era pra ele morrer, não era pra ninguém morrer!

0-3: Então vamos, antes que nós nos juntamos a ele!

0-1: … Puta que pariu!

Os dois correm em direção à caçamba do caminhão, enquanto 0-1 atira absurdamente irado em direção aos cultistas.

0-1: Bando de filho da puta, eu odeio vocês, todos vocês!

Eles chegam em cima da caçamba e 0-4 começa a dirigir. As sirenes da polícia e dos bombeiros podem ser escutadas de longe, enquanto 0-1 está sentado na caçamba, cansado, irritado e triste, encostando sua cabeça no chão.

0-1: E-ele era jovem pra caralho, Roberto…

0-3: Não se preocupa, a morte dele uma hora será vingada.

0-1: Eu nem tive tempo de pedir d-desculpas, desculpas pela briga que tivemos.

0-3: Não se preocupe, 0-1, ele está em um lugar bem melhor agora.

0-1 retira seu capacete e enxuga as lágrimas que escorrem em seu rosto.

0-1: QG, e-estamos com o objetivo recuperado, realizando a ex-extração agora.

QG: Afirmativo, 0-1. Bom trabalho, câmbio e desligo…

[FIM DE REGISTRO]

Salvo indicação em contrário, o conteúdo desta página é licenciado sob Creative Commons Attribution-ShareAlike 3.0 License