Partição de Vidro
avaliação: 0+x

Ato I - Cena VI

Interior de uma prisão. Uma cela de contenção temporária está nos bastidores à esquerda e consiste em uma cama branca e barras ao redor de sua pequena área. No centro do palco, uma partição de vidro está em cima de uma mesa, com uma cadeira de cada lado. Jazz está sentada na cama, sozinha. Ela está vestindo uma roupa que se parece ironicamente com a de um Classe-D. Ela muda entre a posição sentada e deitada na cama, sem conseguir ficar confortável. Ela parece infeliz.

Após um curto período de tempo, uma policial caminha da direita do palco e atravessa atrás da partição, em direção à cela de Jazz.

POLICIAL
Visitante para Jazz Korbachev.

JAZZ
(surpresa)
Oh… sério? Quem é?

POLICIAL
Um Dana Parry.

JAZZ
(desapontada, e então surpresa)
Oh… Oh?

POLICIAL
Só me siga.


A policial destranca a porta da cela de Jazz e a abre. Ela algema Jazz e a acompanha dos bastidores até a cadeira da partição. Depois de um momento, Dana entra e se senta na cadeira em frente a Jazz.

DANA
Ei, eu vim assim que tive permissão. O que está acontecendo? Como você está?

JAZZ
Já estive melhor. Honestamente, é bom sair de casa.

DANA
(risada leve)
Você parece estar levando isso um pouco melhor do que eu esperava.

JAZZ
Sim… Eu não sei. Estive profundamente deprimida nos últimos dias, mas a noite passada foi realmente… pacífica? De certa forma, pelo menos. Eu acho que só precisava de algum tempo para pensar em tudo.

DANA
E?

JAZZ
E eu aceitei isso. Eu… estou feliz por estar aqui. Isso dá às pessoas alguém para culpar, alguém para odiar. Eles não merecem pelo menos isso?

DANA
Jazz.. tem algo que eu realmente preciso te falar. E… pode complicar ainda mais esse assunto… só um pouco.

JAZZ
Estou ouvindo.

DANA
Bem… eu estive pesquisando e parece que… caramba, como posso dizer isso… parece que talvez… o projeto tenha sido… sabotado.

JAZZ

DANA
Eu… sei que parece muito, mas-

JAZZ
Eu sei o que você está fazendo, Dana.

DANA
Não, você não sabe, só escute-

JAZZ
Isso não vai me fazer me sentir melhor. Ok?

DANA
Isso não é… Não estou tentando fazer você se sentir melhor! Estou falando sério, eu tenho provas!

JAZZ
E que provas seriam essas?

DANA
Eu conversei com o Crystal-INE e ele me deu documentos mostrando que a liderança do projeto apenas organizou uma equipe de cinco pessoas, embora na verdade fossem seis.

JAZZ
Então alguém foi adicionado após o início do projeto, o que isso prova?

DANA
Mas eu pesquisei um pouco mais e encontrei discrepâncias nas leituras e nos relatórios datando um ano e meio. Não tem como isso ter sido acidental, são números claramente falsificados. Alguém estava mexendo com o maquinário desde o início. Alguém da própria equipe estava sendo desonesto.

JAZZ
Você parece louco.

DANA
Isso é loucura! É uma loucura e não é culpa sua!

JAZZ
(começando a chorar)
Apenas… ugh, por que isso tem que ser tão complicado? Teria sido muito mais fácil se você nunca tivesse me contado nada disso!

DANA
Eu sei, mas precisamos encontrar a verdade. Se não for por você, então para impedi-los de fazer isso de novo. Ok?

JAZZ

DANA
Eu vou te tirar daqui, Jazz, e então vamos descobrir quem está por trás de tudo isso. Ok?

JAZZ

DANA
Ei. Ei. Eu tenho nada a ganhar mentindo pra você. Por favor acredite em mim.

JAZZ
…ok.

DANA
Ok. Bom. Perfeito. Enquanto isso, vou falar com o Michael sobre organizar uma… equipe jurídica pra você. Se você, cê sabe, me compre-

JAZZ
Sim, entendi. Só… tanto faz.

DANA
Desculpe, eu ficaria mais tempo, mas meu marido está esperando e-

JAZZ
Eu vou ficar bem, Dana. Obrigada.

DANA
Te vejo em breve.


Dana se levanta e vai embora. Jazz suspira, sorrindo ligeiramente. A policial vai até ela e a acompanha de volta à cela. Enquanto ela fecha a porta, Jazz olha para ela através das grades.

JAZZ
Ei… não teve nenhuma ligação pra mim ainda… teve?

POLICIAL
Eu te diria se houvesse.

JAZZ
(sacudindo a cabeça)
Foi o que pensei.

POLICIAL
Você está esperando uma ligação?

JAZZ
Eu… não… Acho que não.

POLICIAL
Certo.


A policial sai do palco pelo mesmo caminho que ela entrou. Jazz suspira pesadamente e se abaixa pra cama, olhando para o teto por alguns segundos antes do apagão.

Fim Do Ato I

« Ato I - Cena V | Demasqed | Ato II - Cena I »

Salvo indicação em contrário, o conteúdo desta página é licenciado sob Creative Commons Attribution-ShareAlike 3.0 License