SCP-006-PT
avaliação: +6+x

Item nº: SCP-006-PT

Classe do Objeto: Seguro

Procedimentos Especiais de Contenção: SCP-006-PT deve ser contido em uma sala com 3 m para cada dimensão. A sala deve ter uma porta metálica comum com trinco, cuja chave deverá ser guardada pelo diretor do Sítio 77-PT ou armazenada pelo mesmo em um dos corredores de armários do setor ██ de objetos Seguros.

Descrição: SCP-006 consiste de uma cama box de casal comum. A cama possui altura de 0,40 m e é composta por box, com sete (7) pés feitos de plástico e material refletivo, colchão de casal da marca ██████, um babador branco que esconde a porção inferior da estrutura, lençol branco de algodão da marca ████, dois travesseiros de plumas de ganso da marca ███████ e um cobertor azul de material anti-alérgico da marca ██████ e produzido em 197█.

Ao se deitar na cama, em questão de segundos (testes estabelecem a média aproximada de 3 a ███ segundos) o ocupante cairá no sono, entrando mais rapidamente do que a média em estado REM. A partir de então o ocupante passa a ter uma variedade de sonhos. Estudos realizados para analisar impulsos elétricos e buscar temas similares entre sonhos experimentados pelos empregados Classe D que dormiram no colchão revelaram que a maior parte dos sonhos resultantes de uma noite passada na cama não têm relação entre si, embora tenha sido extremamente recorrente o tema ███████ e também a tentativa de ████████ entre mulheres de 15 a 33 anos que fizeram parte dos experimentos.

Ao passar de cinco (5) a sete (7) horas do início da atividade de sono, quatro (4) coisas podem acontecer com o ocupante:

a) O ocupante sente uma distinta sensação de estar sendo puxado pelo pé, e acorda. Se não for retirado manualmente da cama antes que caia novamente no sono (o que acontece na mesma média de tempo primeiramente observada), o ocupante entrará novamente em estado de sono profundo e uma das possibilidades abaixo se concretizará, mesmo se for retirado da cama posteriormente;

b) O ocupante passa a sonhar que está caindo de uma grande altura ou efetivamente pulando de um prédio, o que causará no mesmo uma sensação de queda física tão forte e realista que o indivíduo acordará rapidamente, e visivelmente assustado. Nestes casos, o ocupante possui a capacidade de se levantar e sair da cama. Na maior parte dos testes, os ocupantes acordaram completamente descansados e satisfeitos, reportando muito conforto e sonhos agradáveis. Menos de 7% dos Classe D que tiveram essa experiência se lembram de um sonho em que estavam caindo, apesar das leituras eletrônicas reportarem inconfundivelmente que o tema fez parte dos sonhos que os fizeram acordar, e mesmo que registros visuais mostrem os indivíduos acordando em estado de pânico;

c) O ocupante passa a sonhar que está caindo de uma grande altura ou efetivamente pulando de um prédio. Caso seja estimulado com choques ou outras alternativas que o fariam acordar, o examinado acordará em estado catatônico, incapaz de formular palavras ou responder a entrevistas. Dos ███ empregados Classe D deixados neste estado, 57 vieram a óbito em 3 dias, 20 em 5 dias, 38 em 6 dias e ███ em 9 dias. Somente █ empregados voltaram a conseguir interagir, em que █ cometeram suicídio logo após formarem suas primeiras vocalizações compreensíveis. Um (1) empregado Classe-D permanece sob estudos, conforme entrevista 006REG-278LP49;

d) O ocupante passa a sonhar que está caindo de uma grande altura ou efetivamente pulando de um prédio. Caso seja uma grande altura, o examinado seguirá sonhando que está caindo eternamente, sem sinais de que o sonho está acabando ou de que irá acordar. O ocupante irá sonhar com esta queda até que os níveis de estresse e pânico causem uma parada cardiorrespiratória, ou até que o corpo definhe a ponto de não conseguir manter as funções vitais ativas. Atualmente a Fundação conta com um (1) Classe-D designado D-98491 em coma assistido, sonhando com uma queda desde 02/05/200█. Ocupantes que sonham que estão pulando de um prédio nesta variável de SCP-006-PT irão "acordar" dentro do prazo de sono estipulado sob efeito de sonambulismo, e tentarão de todas as formas pular de locais altos. Tentativas de acordar ex-ocupantes sonâmbulos ou impedi-los de tentarem pular de locais altos foram infrutíferas. Ex-ocupantes fisicamente impedidos de pular de locais altos cessaram movimentação e aguardaram por uma passagem para pularem de um local alto, definhando no caso de falta de alternativa.

Descoberta: SCP-006-PT foi encontrado em um apartamento vazio de uma casa de Bom Jesus, ██, e pertencia a Isabela ████████, que cometeu suicídio ao pular da cachoeira ███ ██ █████ em 05 de novembro de 200█. O objeto foi comprado pela mãe da menina em uma loja de colchões da cidade vizinha ███ ██████. O cobertor pertencia à avó e, segundo a família, nunca apresentou comportamento anômalo. Foram administrados amnésticos Classe B aos familiares entrevistados antes que fossem liberados. Em tentativas de retirar os itens separáveis de SCP-006-PT, em caso de relocação, em cerca de nove (9) horas os mesmos reapareceram como antes de serem retirados, e em caso de destruição, o tempo foi de dezessete (17) horas. A anomalia continua existindo independente de todos os itens separáveis estarem disponíveis ou não.

Nota: novos testes com empregados Classe-D estão indefinidamente suspensos. Já gastamos gente demais com algo que me parece perfeitamente descrito, e não pretendo comandar este lugar com o mesmo nível de sadismo desenfreado do ex-diretor █████████. Não é possível emular ou extrair esta anomalia. - ████ ██████, diretor do Sítio-77-PT.

Salvo indicação em contrário, o conteúdo desta página é licenciado sob Creative Commons Attribution-ShareAlike 3.0 License