SCP-008-PT
avaliação: +29+x
blank.png

Item nº: SCP-008-PT

Classe de Objeto: Euclídeo

Nível de Ameaça: Laranja

Procedimento Especial de Contenção: SCP-008-PT deve ser mantido em uma sala de contenção humanoide mensurando 5 x 5 x 3 metros com capacidade de auto-esterilização. SCP-008-PT pode circular pelo Sítio PT20 na companhia de, no minimo, um (1) funcionário de Classe-C em horários de intervalo; quando funcionários interagirem com a entidade, devem referirem-lhe pela designação que o ente escolher, sua designação oficial deve ser utilizada apenas para fins burocráticos em documentos oficiais.

Entretenimento não-eletrônico e outras requisições estão à responsabilidade (atualmente) de Dra. Renata Oliveira. O objeto possui uma dieta compatível a de um ser humano convencional, 3 refeições ao dia, embora SCP-008-PT não necessite de nutrição, estas são mantidas como forma de entretenimento.

Testes com SCP-008-PT que envolvam traumas físicos ou retiradas de tecido devem ser feitas com as amostras atuais, quaisquer testes envolvendo SCP-008-PT devem ser aprovados pela Dra. Renata Oliveira e por SCP-008-PT.

Atualização: Devido aos eventos de quebra de contenção de SCP-███-PT e a fuga generalizada de dezenas de outras entidades, causando a destruição de sua cela de contenção, SCP-008-PT está atualmente em coma na ala médica, em uma sala mensurando 5 x 5 x 3 metros, climatizada a temperatura de 20 Cº. O maquinário e suprimentos necessários para cuidados relativos ao ser estão descritos nos documentos SCP-008-PT/M04 "Morfeu".

Descrição: SCP-008-PT é, a primeira vista, um ser humano masculino de 174 cm de altura, etnia parda, pesando aproximadamente 87 kg, com IMC de 29,4 e de porte físico compatível com 20 anos de idade. A entidade denomina-se "Gustavo Magalhães Silva", alegando possuir 19 anos e ser natural do estado de Minas Gerais, embora alegue a falta de memórias a respeito do local com precisão.

O objeto possui temperamento estável, embora quando foi contido tinha um principio de Transtorno Depressivo Persistente (TDP), o quadro piorou aos longos dos dias de contenção, culminando na tentativa de suicídio por enforcamento. Este evento foi a primeira instância qual foram comprovada as habilidades de SCP-008-PT. O tratamento psicológico com o foco em expressões artísticas resultou positivamente na recuperação de SCP-008-PT.

A entidade possui uma resistência extraordinária contra intoxicações, infecções, uma resistência acima da média contra efeitos cognifecciosos/infofecciosos, recuperação de traumas certamente letais como: Remoção de órgãos vitais, rompimento da coluna vertebral e a perda de 70% de sua biomassa. Em todos estes casos, SCP-008-PT regenerou-se completamente (sem sequelas ou consequências instanciais).

Testes e investigações determinaram a fonte desta anomalia; os sistemas corporais de SCP-008-PT foram determinados cientes e capazes de decidir em conjunto ações e planos para manter seu corpo funcionando num processo similar à Heurística.

Todos os sistemas biológicos possuem lealdade ao objetivo de manter SCP-008-PT vivo. Tentativas de subverter e influenciar órgãos ou sistemas a deserção e/ou trabalharem de forma contra-produtiva ao bem-estar de SCP-008-PT provaram-se infrutíferas, visto que os conjuntos de tecido colocam a coletividade acima de seus próprios interesse. Estes entes são capazes de comunicação por meios não determinados. Os órgãos são capazes de sobreviver por cerca de dez (10) meses fora do corpo de SCP-008-PT, nestas circunstâncias, são classificados como instâncias SCP-008-PT-1. Estas instâncias desenvolverão os meios necessários para entrar em contato com SCP-008-PT o mais rápido possível, na lista de mutações incluem:

  • Desenvolvimentos de sub-órgãos e capacidade locomotora como pernas ou deslocamento em sanfona e serpentina;
  • Dissolução e fragmentação, utilizado para passar por locais de dificuldade de acessos;
  • Infecção e sequestro de organismos para aumentar sua vida antes da eventual morte do órgão e a utilização do hospedeiro como meio de locomoção.

Ao reconectar SCP-008-PT, SCP-008-PT-1 iniciará o processo de fragmentação até que sua biomassa possa atravessar os poros da pele, realojando-se dentro de SCP-008-PT ou sendo reciclados caso o órgão tenha se regenerado completamente.

Experimento: Remoção do coração de SCP-008-PT, instância inserida à uma distância linear, sem obstáculos, de 200 metros em relação à SCP-008-PT.

Coração removido de SCP-008-PT e colocado a 200 metros de SCP-008-PT sem quaisquer obstáculo.

Resultado: O órgão desenvolveu flagelos com capacidade de sucção e foi capaz de se arrastar pelos 200 metros em superfícies sujas até se realojar dentro da cavidade torana, a insalubridade da superfície não aparenta ter afetado SCP-008-PT.


Experimento: Remoção dos olhos de SCP-008-PT, instâncias inseridas separadamente dentro de um conjunto de labirintos criando obstáculos dentre as instâncias e SCP-008-PT.

Resultado: Os órgãos não conseguiram navegar pelo labirinto com sucesso. Após encontrarem-se, uniram-se e utilizaram uma substância de natureza acídica para derreter os obstáculos interpondo o caminho até SCP-008-PT.


Experimento: Remoção dos intestinos de SCP-008-PT, instâncias inseridas separadamente dentro de um conjunto de labirintos criando obstáculos dentre as instâncias e SCP-008-PT.

Resultado: Após se fundirem, os intestinos assumiram um diâmetro de cerca de 0.5 cm e se ramificaram pelo labirinto e em 20 segundos haviam entrado em contato com SCP-008-PT.


Experimento: Remoção das pernas de SCP-008-PT, instâncias inseridas separadamente dentro de um conjunto de labirintos com obstáculos psicofísicos de graus elevados dentre as instâncias e SCP-008-PT.

Resultado: As instâncias fundiram-se e desenvolveram pseudópodes terminando em estruturas dácteis. O amálgama desenvolveu um par de olhos funcionais e navegou pelo labirinto resolvendo os obstáculos por meio de processos de tentativas e erros.


Experimento: Remoção cirúrgica da cabeça de SCP-008-PT, mantida viva por meio de equipamentos. O corpo de SCP-008-PT foi contido numa cela simulando o ambiente de uma câmara de contenção humanoide padrão, com vinte (20) funcionários Classe-D emulando agentes de contenção (armados com equipamento antipessoal de choque), ordenados a parar quaisquer avanços de SCP-008-PT.

Resultado: [DADOS EXPURGADOS].

As características da instância rescindiram após reconexão. Nenhum funcionário foi terminado durante a simulação.

As capacidades de instâncias SCP-008-PT-1 estão proporcionalmente relacionadas à quantidade total de massa em seus corpos.

— Dra. Renata Oliveira



Nome de Usuário:
Senha:

Salvo indicação em contrário, o conteúdo desta página é licenciado sob Creative Commons Attribution-ShareAlike 3.0 License