SCP-018-PT
avaliação: +9+x

Item nº: SCP-018-PT

Classe do Objeto: Euclideo

Procedimentos Especiais de Contenção: SCP-018-PT é mantido em uma câmara de contenção padrão para humanoides no Sítio-20-PT. Câmeras de segurança ou qualquer tipo de aparelho fotográfico não devem ser instalados na câmara ou ser portados por funcionários próximos, exceto durante experimentos. Devido à sua deficiência, toda comunicação ocorrendo nos testes deverá ser feita por escrito até que o objeto seja versado em LIBRAS.

Testes com SCP-018-PT deverão ser feitos com intervalo de pelo menos 1 semana, para que o objeto se mantenha cooperativo.

Descrição: SCP-018-PT é um homem caucasiano com aproximadamente 25 anos de idade, com 1,75 metros de altura e 90 quilos. SCP-018-PT possui surdez e afonia, porém se mostra capaz de entender claramente escrita (em português, inglês e ████████) e de aprender LIBRAS. Quando SCP-018-PT tem seu corpo fotografado ou filmado (em filme ou digital) por qualquer tipo de câmera ou gravadora de forma que seu corpo ocupe >= 15% do enquadramento, ele é transferido para dentro do registro1 por tempo indefinido ou até se transferir para o exterior contra a própria vontade. Durante o processo, SCP-018-PT é transferido para uma réplica perfeita do cenário (incluindo qualquer objeto, alimento ou ser vivo) que foi capturado dentro das margens do registro. Ao fazê-lo, SCP-018-PT pode ser observado por espectadores, porém comunicação não aparenta ser possível.

Enquanto se mantém em registros fotográficos estáticos, SCP-018-PT mantém seu metabolismo em estado inerte (não precisando se alimentar ou dormir) e pode interagir com qualquer objeto presente no cenário, porém estes, quando deslocados, se comportam como se presentes em vácuo absoluto. Quando em registros filmados, objetos e pessoas se comportam da maneira que foram filmados, repetindo e reiniciando a ‘rotina’ gravada após ela encerrar; SCP-018-PT possui livre arbítrio independente do que foi gravado originalmente. Pessoas gravadas não sofrem os efeitos de SCP-018-PT e suas 'réplicas' registradas não interagem com a entidade fora da 'programação'. Qualquer modificação feita por SCP-018-PT no registro onde está mantido será revertida após 15-20 minutos (em fotografias) ou a partir de uma reinicialização (em filmagens).

Quando SCP-018-PT se transfere para fora do registro, a entidade aparece em qualquer local não obstruído próximo da mídia que deixou, desaparecendo completamente do registro. Registros (exceto por degradação) entram em um processo de autorreparação quase-instantâneo ao sofrer qualquer tipo de dano. Degradação natural nunca deteriora mais que 50% da mídia.

SCP-018-PT foi encontrado por funcionários da Fundação em 12/05/2017, em um depósito de itens anômalos seguros. O indivíduo afirma chegar ao local após deslocar-se para fora de uma fotografia anômala armazenada desde 03/05/2011 (agora descartada). Após entrevistas e pesquisas referenciais, é suposto que SCP-018-PT tenha permanecido na fotografia desde 19█8.

Comunicações com SCP-018-PT revelaram que a entidade já foi capaz de se comunicar vocalmente antes de sua retenção no registro, porém afirma ter perdido ou esquecido suas habilidades vocais; é suspeito que tal efeito seja psicológico. É de se notar que a entidade também aparenta sofrer grande desconforto ao utilizar suas habilidades; isto também é suposto como resultado de traumas psicológicos e não ser um efeito colateral de suas habilidades anômalas.

Salvo indicação em contrário, o conteúdo desta página é licenciado sob Creative Commons Attribution-ShareAlike 3.0 License