SCP-022
Avaliação: 0+x
scp-022.png
Imagem de SCP-022 obtida por câmera de segurança

Item nº: SCP-022

Classe do Objeto: Euclídeo

Procedimentos Especiais de Contenção: Uma porta de cofre foi instalada para selar SCP-022 após o Incidente 022-827. A porta deve permanecer trancada em todos os momentos, exceto em caso de ocorrência de SCP-022-1. A porta original de SCP-022 foi destruída durante o Incidente 022-827 e tentativas de substitui-la foram, até agora, infrutíferas. Câmeras de segurança foram instaladas para monitorar casos de SCP-022-1.

Em caso de surgimento de SCP-022-1, sistemas automatizados tentarão incinerá-lo assim que deixar SCP-022. Neste ponto, a porta pode ser destrancada para permitir o acesso de equipes de limpeza. Caso os sistemas não consigam destruir a ocorrência de SCP-022-1, equipes responsáveis são autorizadas a entrar e neutralizá-la. Nenhum ser humano vivo pode entrar em SCP-022 sob nenhuma circunstância, exceto sob ordens de funcionários de Classe-4 e com o objetivo de experimentação. Funcionários de Classe-4 também podem ordenar a captura e retenção de ocorrências de SCP-022-1, embora estas não possam ser removidas das instalações de contenção de SCP-022.

Descrição: SCP-022 é um necrotério no subsolo do Hospital [REMOVIDO] na Grã-Bretanha. Até 198█, nenhuma ocorrência anômala foi relatada no necrotério. Os primeiros relatos de atividades estranhas foram recebidos em novembro de 198█. A área foi rapidamente colocada sob quarentena pela Fundação, com uma história oficial divulgada de que o prédio estava condenado. O motivo para a manifestação repentina das propriedades incomuns do objeto continua sob investigação.

Periodicamente, uma gaveta aleatória do necrotério se abre, revelando um cadáver coberto por um lençol. Após aproximadamente seis minutos da abertura, o cadáver entrará em animação e tentará deixar o necrotério. Neste ponto, o cadáver é designado SCP-022-1. Em alguns casos, os corpos emergem em estado excessivamente danificados ou decompostos para conseguirem sair do local, ou sequer levantarem das gavetas de onde emergem. Nestes casos, SCP-022-1 tipicamente se debatem e contorcem na gaveta até expirarem. Caso uma ocorrência de SCP-022-1 expire na gaveta, está se fechará em seguida. Relatos indicam que é possível sentir o cheiro de de tecidos queimados imediatamente após este tipo de evento.

A fonte de energia que sustenta SCP-022 é atualmente desconhecida. As ocorrências não respiram, comem ou dormem, e seus corpos não produzem calor. Análises de SCP-022-1 após expiração não encontraram nenhum órgão ou substância anômala; os cadáveres parecem ser completamente humanos.

As ocorrências possuem também força física que excede a de humanos normais. Embora testes diretos sejam problemáticos, pesquisadores estimam a força de sustentação em aproximadamente 500 N a mais do que seria um esperado de um humano normal em condições similares. Análises estão sendo feitas para determinar se este efeito possui relação com a fonte de energia desconhecida de SCP-022, ou se se trata de um fenômeno isolado.

Quando partes do corpo são decepadas de SCP-022-1, a porção com maior massa retém os efeitos; todas as outras partes tornam-se inertes. A destruição da cabeça ou do cérebro não é suficiente para neutralizar SCP-022-1; nestes casos, o torso e os membros continuam em animação. A destruição integral dos tecidos parece ser o único método de rescindir as ocorrências com sucesso. Se deixadas sozinhas, as ocorrências de SCP-022-1 simplesmente expiram; ocorre a cessação de todos os movimentos e tornam-se cadáveres normais. O tempo para que isto ocorra depende do estado de conservação do corpo e pode demorar entre dois dias e três semanas.

Investigações revelaram que as descrições dos corpos agindo como SCP-022-1 correspondem a cadáveres roubados de necrotérios em todo o país. O mecanismo de transferência está sendo investigado.

Adicionar novos materiais a SCP-022 parece ser, até agora, impossível. Qualquer objeto que entre SCP-022 desaparece sem deixar vestígios poucos momentos após cruzar a porta. Isto inclui objetos inanimados e espécimes biológicos. Ver Adendos 022-001 e 022-002.

Enquanto um espécime de SCP-022-1 possuir boca, língua e traqueia funcionais, os indivíduos são capazes de se comunicar com os pesquisadores. Ver Registro de Entrevistas 022-751 para mais detalhes.

Adendo 022-001: Foi solicitada autorização para a abertura de nova entrada para SCP-022, removendo parte da parede sul. A solicitação está em análise.

Adendo 022-002: Um amontoado de materiais foi descoberto no piso da sala imediatamente acima de SCP-022. A pilha continha todos os materiais enviados ao interior de SCP-022, exceto os humanos. Todos os objetos pareciam quebrados e gastos. Os componentes metálicos encontravam-se cobertos por grandes quantidades de ferrugem, e partes biológicas encontravam-se em diversos estágios de decomposição. Testes revelaram que o tempo entre a inserção de um objeto em SCP-022 e sua aparição no andar de cima é de precisamente 183 segundos. Humanos que entram, no entanto, não aparecem acima, podendo ser reanimados como ocorrências de SCP-022-1.


Artigo Original//Traduzido por membros do site: http://scp-pt.wikidot.com

Unless otherwise stated, the content of this page is licensed under Creative Commons Attribution-ShareAlike 3.0 License