SCP-022-PT
avaliação: -3+x
SCP-022.PG

Entrada para o interior do SCP-022-PT localizada no andar térreo do edifício.

Item nº: SCP-022-PT

Classe do Objeto: Seguro Euclídeo

Procedimentos Especiais de Contenção: A contenção do SCP-022-PT é bem fácil, já que esse SCP é um lugar que não sofre mudanças de localização, apenas precisa se mantido trancado por uma porta de aço disfarçada de madeira com 3,6 centímetros de espessura, 2,12 metros de altura e 1,29 metros de largura. Antes a porta tinha apenas uma (1) fechadura, mas mais tarde duas (2) novas fechaduras foram instaladas para melhorar a segurança e impedir que qualquer pessoa tenha acesso ao local. No final da escada, existe uma porta grossa de ferro que leva para o estacionamento do subsolo-1 do edifício, atualmente esta porta está trancada por ordem de segurança de alguns agentes da Fundação. A porta da entrada ao SCP-022-PT está sempre sendo monitorada por uma câmera de segurança da Fundação, caso alguma pessoa tente abri-la.

Testes com o SCP-022-PT só poderão ser autorizados por funcionários Nível 3 ou superior. Sujeitos afetados pelo SCP devem ser encaminhados para um tratamento psicológico para avaliar se sua sanidade mental não está afetada.

Descrição: SCP-022-PT é uma escada reta com vinte e oito (28) degraus que faz conexão de um corredor do andar térreo com o estacionamento do primeiro subsolo do edifício ███████ (nº: ████) localizado na capital de São Paulo. Sua entrada possuía uma porta de madeira, que depois foi substituída por uma porta de aço (que parece ser feita de madeira). Essa escada também não possui nenhum tipo de iluminação ou lampadas com sensor de movimentos. A pessoa que ficar por mais de 50 segundos no interior do SCP-022-PT pode ter delírio e presenciar a aparição do SCP-022-PT-1.

Descoberta: SCP-022-PT foi descoberto quando várias faxineiras pediram demissão do edifício ███████, pessoas que passavam pelo interior do SCP-022-PT sentiam náusea, uma grande dor de cabeça ou alucinações. Documentos como [EX-022-PT-A] e [EX-022-PT-E] são relatos de pessoas que cometeram suicídio duas (2) semanas após passarem pelo interior do SCP-022-PT. Esses eventos chamaram a atenção da Fundação, alguns funcionários e agentes de Nível 4 foram investigar. Com alguns testes feitos, agentes catalogaram dois (2) seres denominados como: SCP-022-PT-1 e SCP-022-PT-2

Adendo das criaturas catalogadas nos testes feitos pela Fundação:

scp_22_2

Tentativa fracassada de um funcionário Nível 4 ao tentar tirar uma foto do SCP-022-PT-2 usando uma câmera de celular.

  • SCP-022-PT-1: Uma criatura humanoide de aparência fantasmagórica com coloração transparente, flutua em uma velocidade lenta em direção ao sujeito para tentar alcança-lo. Ao ser tocado pela criatura o sujeito entra em um estado temporário de alucinação.
  • SCP-022-PT-2: Uma mão fantasmagórica de aproximadamente vinte (20) centímetros de comprimento. Ela pode aparecer enquanto o sujeito estiver descendo a escada. Essa criatura ao passar pelo sujeito pode causar um sintoma de delírio ou uma sensação de fraqueza.

Observação: Essas criaturas nunca saem para o exterior do SCP-022-PT e apenas perseguem o sujeito enquanto estiver na parte interior, os motivos pelos quais as criaturas não saem para a parte exterior do SCP ainda é desconhecido. Há uma terceira criatura catalogada que não foi muito bem estudada nos testes da Fundação e é denominada como: SCP-022-PT-3.

  • SCP-022-PT-3: Aparenta ser um globo ocular (semelhante a um olho humano iluminado no meio da escuridão) com uma pupila de coloração preta, estima-se que essa criatura possa ter entre 15 a 21 centímetros de diâmetro, o resto de sua aparência fisiológica é desconhecida até o momento. Costuma aparecer na parte que estiver menos iluminada da escada, essa criatura desaparece após fazer um contato visual por um (1) segundo.
Salvo indicação em contrário, o conteúdo desta página é licenciado sob Creative Commons Attribution-ShareAlike 3.0 License