SCP-047
Avaliação: 0+x
047a.jpg
SCP-047 in loco antes de ser recuperado pelo Laboratório Seguro da Área-██, após brecha na contenção

Item nº: SCP-047

Classe do Objeto: Keter

Procedimentos Especiais de Contenção: SCP-047 deve ser constantemente contido em uma caixa de armazenamento hermeticamente selada de 0,5 m x 0,5 m x 1,0 m. Esta caixa deve permanecer trancada no armazenamento 047a, dentro do laboratório P3-seguro de riscos biológicos 047b. Todas os acessos e atividades dentro de 047b, serão registrados por sonda biométrica, câmera de circuito interno e [REMOVIDO].

A entrada para o laboratório 047b requer autorização do diretor do projeto, além de pelo menos uma permissão de nível O5. SCP-047 deve ser tratado como um Risco Biológico Contagioso de Prioridade 4 em todos os seus protocolos, incluindo quarentena obrigatória aos expostos. O Aposento q047 está disponível, ao lado do laboratório 047b, para este fim.

Em caso de contaminação externa por SCP-047-1, o Protocolo de Confinamento 047-01 "Yersinia" deve ser praticado.

Descrição: SCP-047 é um cilindro de gás altamente enferrujado e rompido feito de uma liga de ferro e [REMOVIDO]. Quando exposto ao ar, o material em seu interior evapora lentamente, produzindo um gás mutagênico sem precedentes. Este gás não produz efeitos sobre organismos eucariontes (como humanos), mas altera profundamente procariontes, apresentando preferência pela microbiota humana - os microrganismos naturalmente presentes na pele e no corpo humano. Em raros casos, estas mudações produzem um "super micróbio" (coletivamente denominado SCP-047-1), um comensal natural com capacidade de sobrevivência elevada e patogenicidade oportunista. O padrão das mudanças provocadas por SCP-047 sugere que há, em algum nível, pré-seleção dos organismos afetados.

Embora as características específicas de SCP-047-1 dependam da bactéria utilizada como base, diversas características são comuns a todas as mutações de SCP-047-1:

  • Capacidade de sobrevivência elevada no ambiente natural da bactéria e similares;
  • Resistência a antibióticos de qualquer espectro;
  • Velocidade de reprodução e consumo de materiais disponíveis elevados;
  • Desenvolvimento da capacidade de esporulação em bactérias gram-positivas;
  • Aumento da capacidade de captação, retenção e compartilhamento de plasmídeos, especialmente em bactérias gram-negativas;
  • Aumento da transmissibilidade, devido às características acima.

Amostras de SCP-047-1 são normalmente debilitantes e virulentas. Contudo, deve ser notado que, comparado a outros SCPs de classe Keter, SCP-047-1 possui uma taxa de mortalidade baixa, devida à natureza "mundana" de suas ações biológicas.

Diversas cepas de bactérias foram selecionadas e alteradas por SCP-047. A mutação em culturas bacterianas é possível, mas o processo parece ser muito mais eficaz em bactérias vivendo em hospedeiros humanos. De forma geral, a mutação de comensais naturais com o propósito de pesquisa é permitida e encorajada. Após a brecha de contenção de 30/01/2010 (ver Relatório de Incidente Yersinia-047-01 (2010)), foi banida a mutação de espécies naturalmente patogênicas e ordenada a destruição de todas as amostras existentes.

Três espécies de bactérias SCP-047-1, em particular, merecem menção especial, devido a seu envolvimento na brecha de ██/██/201█:

047b.jpg
D-15978 infectado com P-047-A, 2 dias após a exposição inicial

Propionibacterium 047-A, uma cepa de P. acnes modificada por SCP-047.

Streptococcus 047-C, uma cepa de S. mitis modificada por SCP-047.

Clostridium 047-A, uma cepa de C. difficile modificada por SCP-047.

Registro de Obtenção 047: SCP-047 foi obtido no Laboratório Seguro da Área-██ por uma Equipe de Contenção de Riscos Biológicos da Fundação, após uma situação de exposição integral ocorrida em ██/██/199█. Os registros de experimentos indicam que a equipe de pesquisa estava tentando conter [DADOS EXPURGADOS] em cilindro pressurizado SCP de classe-██, que levou a [REMOVIDO] combinado a [REMOVIDO]. A análise bio-molecular completa está disponível em [REMOVIDO]. A liberação de gás após o comprometimento estrutural de SCP-047 foi suficiente para provocar um "florescimento" microbiótico de diversas espécies de SCP-047-1, vitimando todos os funcionários do laboratório dentro de █ horas. Os funcionários da Área-██ expostos seguiram os procedimentos padrão de quarentena/contenção da Fundação e a infecção foi contida com sucesso.


Artigo Original//Traduzido por membros do site: http://scp-pt.wikidot.com

Unless otherwise stated, the content of this page is licensed under Creative Commons Attribution-ShareAlike 3.0 License