SCP-049
avaliação: +21+x
049-1.jpg

SCP-049.

Item nº: SCP-049

Classe do Objeto: Euclídeo

Procedimentos Especiais de Contenção: SCP-049 é contido em uma Cela de Contenção de Segurança Padrão no Setor de Pesquisa-02 na Área-19. SCP-049 deve ser sedado antes de qualquer tentativa de transporte. Durante o transporte, SCP-049 deve ser equipado com um Traje de Restrição de Classe III (incluindo um colar de travamento e restrições de extensão) e monitorado por não menos que dois guardas armados.

Enquanto SCP-049 é geralmente cooperativo com a maioria dos funcionários da Fundação, surtos ou mudanças súbitas de comportamento devem ser enfrentados com força elevada. Sob nenhuma circunstância qualquer funcionário deve entrar em contato direto com SCP-049 durante esses periodo. No caso de SCP-049 se-tornar agressivo, a aplicação de lavanda (L. multifida) que mostrou produzir um efeito calmante sobre a entidade. Quando acalmado, SCP-049 geralmente se tornará complacente e retornará à contenção sem nenhuma resistência.

A fim de facilitar a contenção contínua de SCP-049, a entidade deve receber o cadáver de um animal que recentemente foi morto (tipicamente um animal bovino ou qualquer outro animal grande) uma vez a cada duas semanas para estudo. Cadáveres que se tornam instâncias de SCP-049-2 devem ser removidos da cela de contenção de SCP-049 e incinerados. SCP-049 não tem mais permissão para se interagir com seres humanos, e solicitações de se interagir com seres humanos devem ser negadas.

Atualização Temporária nos Procedimentos de Contenção: (Veja Adendo 049.3) Desde a Ordem do Comitê de Contenção 049.S19.17.1, SCP-049 não tem mais permissão para interagir diretamente com nenhum membro da equipe da Fundação, nem deve receber quaisquer cadáveres adicionais para serem usados em suas cirurgias. Esta ordem deve persistir indefinidamente, até que um consenso sobre a contenção contínua de SCP-049 possa ser alcançado.

Descrição: SCP-049 é uma entidade humanoide, com cerca de 1,9 metros de altura, que tem a aparência de um médico da peste medieval. Enquanto SCP-049 parece estar usando as roupas e a máscara de cerâmica indicativa dessa profissão, as roupas parecem ter crescido do corpo de SCP-049 ao longo do tempo1, e agora são quase indistinguíveis de qualquer forma que esteja abaixo deles. Os raios X indicam que, apesar disso, SCP-049 possui uma estrutura esquelética humanoide sob sua camada externa.

SCP-049 é capaz de falar em várias línguas, embora prefira inglês ou o francês medieval2. Embora SCP-049 seja geralmente cordial e cooperativo com a equipe da Fundação, ele pode se tornar especialmente irritado ou às vezes agressivo se sentir que está na presença do que chama de "Pestilência". Embora a natureza exata desta Pestilência seja atualmente desconhecida pelos pesquisadores da Fundação, parece ser uma questão de grande preocupação para SCP-049.

SCP-049 se tornará hostil com os indivíduos que ele vê como afetados pela Pestilência, muitas vezes tendo que ser contidos caso o encontrem. Se não for verificado, SCP-049 geralmente tentará matar qualquer indivíduo; SCP-049 é capaz de cessar todas as funções biológicas de um organismo através do contato direto com a pele. Como isso ocorre é atualmente desconhecido, e as autópsias das vítimas de SCP-049 têm sido invariavelmente inconclusivas. SCP-049 expressou frustração ou remorso após essas mortes, indicando que eles fizeram pouco para matar "A Pestilência", embora normalmente procurem realizar uma cirurgia no cadáver usando os implementos contidos dentro de uma bolsa médica que ele carrega. em sua pessoa em todos os momentos3. Embora essas cirurgias nem sempre sejam "bem-sucedidas", isso geralmente resulta na criação das instâncias de SCP-049-2.

As instâncias de SCP-049-2 são corpos reanimados que foram operados por SCP-049. Essas instâncias parecem não reter nenhuma de suas memórias anteriores ou funções mentais, tendo apenas habilidades motoras básicas e mecanismos de resposta. Embora essas instancias sejam geralmente inativas, se movimentando muito pouco e de uma maneira geralmente ambulatorial, eles podem se tornar extremamente agressivos se provocados, ou se direcionados por SCP-049. As instâncias de SCP-049-2 expressam funções biológicas ativas, embora estas sejam muito diferentes da fisiologia humana atualmente entendida. Apesar dessas alterações, SCP-049 frequentemente observa as instancias de SCP-049-2 como "curados".

Adendo 049.1: Descoberta

SCP-049 foi descoberto durante a investigação de uma série de desaparecimentos desconhecidos na cidade de Montauban, no sul da França. Durante um ataque em uma casa local, os investigadores encontraram várias instâncias de SCP-049-2, bem como o próprio SCP-049. Enquanto o pessoal se encontrava com as instâncias hostis de SCP-049-2, observou-se que SCP-049 assistia todo o incidente e escrevia tudo em seu bloco de notas. Depois que todas as instâncias de SCP-049-2 foram terminadas, SCP-049 prontamente entrou na custódia da Fundação.

A entrevista a seguir foi conduzida pelo Dr. Raymond Hamm durante a investigação inicial.

Entrevistador: Dr. Raymond Hamm, Área-85

Entrevistado: SCP-049


[INICIO DO REGISTRO]

SCP-049: (Em francês) Então, por onde podemos começar? Uma introdução?

Dr. Hamm: (Falando para os pesquisadores) Isso é francês? Nós precisamos de um tradutor-

SCP-049: (Em inglês) O inglês do Rei! Não há necessidade de tradução, senhor, eu posso falar bem o suficiente.

Dr. Hamm: Certo. Meu nome é Dr. Raymond Hamm e eu-

SCP-049: Ah! Um doutor! Um indivíduo com a mesma opinião, sem dúvida. Qual é a sua especialidade, senhor?

Dr. Hamm: Criptobiologia, por que…-

SCP-049: (Risos) Um médico como eu. Maravilhas abundam! E aqui eu me preocupei por ter sido sequestrado por esses bandidos de rua! (Olha pela sala) Este lugar então. Este é seu laboratório? Eu me perguntava, tão limpa como é, e com tão pouco vestígio da Pestilência aqui.

Dr. Hamm: A Pestilência? O que quer dizer?

SCP-049: O Flagelo! A Grande Morte. Vem agora, você sabe, o, uh… (bate na mesa furiosamente) …o que é isso que eles chamam, o… o… ah, não importa. A Pestilência, sim. Abunda fora dessas paredes, você sabe. Tantos sucumbiram, e muitos mais continuarão até que uma cura perfeita possa ser desenvolvida. (Se inclina para trás em sua cadeira) Felizmente estou muito perto. É meu dever na vida livrar o mundo disso, entende? A Cura para Acabar com Todas as Curas!

Dr. Hamm: Quando você diz "A Grande Morte", você está falando sobre a peste bubônica?

SCP-049: (Pausa) Eu não sei o que é isso.

Dr. Hamm: Entendo. Certo, bem, as entidades que nossos agentes encontraram naquela casa, estavam todos mortos quando você as encontrou, sim? E você os reanimou?

SCP-049: Hrmm, em uma maneira de falar. Você vê as coisas de uma forma muito simples, doutor! Expande seus horizontes. Vida e morte, doença e saúde, são termos amadores para doutores amadores. Há apenas uma doença que existe no mundo dos homens, e essa é a Pestilência. E nada mais! Não se enganem, eles estavam muito doentes, todos eles.

Dr. Hamm: Você acha que curou essas pessoas?

SCP-049: De fato. A minha cura é a mais efetiva.

Dr. Hamm: As coisas que recuperamos não eram humanas.

SCP-049: (Pausa e olha para o Dr. Hamm) Sim, bem, isso não é a cura perfeita. Mas isso virá com o tempo. E mais experimentações! Passei toda a vida desenvolvendo meus métodos, Dr. Hamm, e passarei a vida toda mais, se necessário. Agora, perdemos muito tempo. Há trabalho a fazer! Eu vou precisar de um laboratório, onde poderia continuar com a minha pesquisa desimpedida. E assistentes, é claro, embora eu possa providenciar por conta própria, a tempo. (Risos)

Dr. Hamm: Eu não acho que a nossa organização esteja disposta a-

SCP-049: Absurdo. Somos todos homens da ciência. Se vista de forma decente e me mostre do que é capaz, doutor. (Gestos com um bastão pontiagudo) Nosso trabalho começa agora!

[FIM DO REGISTRO]

Nota do Entrevistador: Enquanto SCP-049 é capaz de se comunicar de uma forma muito humana, há uma estranha sensação de desconforto que se experimenta quando em sua presença. Não se engane, há algo muito estranho sobre esta entidade, de fato.

Além disso, confiscamos aquele bastão pontudo que SCP-049 continua segurando. Parte disso deveu-se aos protocolos de confisco para as posses de anomalias, e parte porque 049 realmente é uma ameaça que o rodeia como ele faz. Inicialmente, a entidade ficou descontente, mas depois de fazermos algumas concessões ao entrega-lo com "indivíduos de teste" (que são, reconhecidamente, mais para o benefício de nossa própria pesquisa), ele se empolgou com a ideia.

Adendo 049.2: Registro de Observação

Enquanto isso no confinamento da Área-19, SCP-049 passou uma quantidade considerável de tempo estudando e realizando cirurgias nos vários corpos de animais que foram entregues. SCP-049 rotineiramente vai passar vários dias realizando a cirurgia e, em seguida (independentemente de o cadáver se torna ou não uma instância de SCP-049-2) passar mais alguns dias documentando suas descobertas em um bloco de notas armazenado dentro de sua bolsa médica. SCP-049 frequentemente procura compartilhar suas descobertas com membros da equipe da Fundação.

O seguinte é um registro de várias ocasiões durante as quais SCP-049 foi observado operando em um cadáver de animal.

Registro Observacional 049.OL.1 SUMÁRIO

Individuo: SCP-049

Prefacio: Um individuo de teste (D-85123) foi introduzido na cela de contenção de SCP-049. A entidade expressou sincera gratidão a todos os membros da equipe de contenção e pesquisa.

Notas de Observação: SCP-049 começou com várias perguntas sobre a saúde de D-85123, quando começou a remover as ferramentas de sua bolsa médica. Logo após terminar suas preparações, SCP-049 rapidamente andou em direção a D-85123, matando o individuo com um toque na garganta. Posteriormente, SCP-049 fez uma série de alterações consideráveis na estrutura básica do cadáver do individuo, muitas vezes introduzindo fluidos de dentro de sua bolsa médica no individuo por meio de uma bomba acionada manualmente e tubulação de cobre.

A instância de SCP-049-2 resultante tornou-se animada, agitando-se e agarrando-se às paredes da câmara com vários membros manufaturados enquanto vocaliava pelo seu orifício oblongo agora presente em seu esterno. Durante esse período, SCP-049 foi observada anotando sobre a instancia em seu bloco de notas, e comentando com a equipe de pesquisa que prestava atenção sobre a eficácia de sua cura. O pessoal de segurança entrou na câmara para mover SCP-049 de volta à contenção e foi atacado pela instância. A equipe de segurança terminou a instância de SCP-049-2, e SCP-049 retornou à contenção sem nenhuma resistência, afirmando que estava satisfeito com os resultados.

Registro Observacional 049.OL.2 SUMÁRIO

Individuo: SCP-049

Prefacio: SCP-049 recebeu um cadáver de um bode recentemente falecido. SCP-049 expressou gratidão à disposição.

Notas de Observação: SCP-049 operou o cadáver do bode por vários dias, resultando eventualmente em uma instância de SCP-049-2. SCP-049 expressou prazer neste resultado, embora admitisse que "a doença ainda estava em seu estágio inicial. Minha prática veterinária é rudimentar, mas o paciente respondeu bem ao procedimento".

Registro Observacional 049.OL.3 SUMÁRIO

Individuo: SCP-049

Prefacio: SCP-049 recebeu o cadáver de um orangotango recentemente falecido. SCP-049 expressou gratidão notada na provisão, devido às semelhanças entre o orangotango e a fisiologia humana comum.

Notas de Observação: SCP-049 passou vários dias operando o orangotango, reanimando-o várias vezes. No entanto, SCP-049 pareceu estar descontente com os resultados experimentados, retornando à criatura três vezes após sua reanimação inicial para trabalho adicional. Depois que foi incapaz de reanimar o cadáver pela quinta vez, SCP-049 entregou o cadáver à equipe da Fundação para incineração, afirmando que "aprendi muito com isso, embora eu tenha medo de que o meu otimismo inicial tenha sido equivocado. através de tal… isso foi uma pedra que me fez tropeçar durante o meu caminho para a cura. Mais indivíduos como este fariam muito no avanço da minha pesquisa."

Registro Observacional 049.OL.7 COMPLETO

Individuo: SCP-049

Prefacio: SCP-049 recebeu o cadáver de um bovino recentemente falecido. SCP-049 expressou um leve aborrecimento com a provisão, embora aceitasse4.

Notas de Observação: SCP-049 passou vários dias operando o cadáver bovino, parando apenas para consumir uns biscoitos, carne de porco e queijo5. Começou embalsamando o cadáver, observou-se que SCP-049 estava produzindo uma série de seringas de sua bolsa médica, cada uma contendo um fluido viscoso diferente. A SCP-049 descreveu esses fluidos como "essências dos humores" e elaborou dizendo "a Pestilência pode provocar um desequilíbrio sistêmico. Nesse caso, antes que a verdadeira cura possa começar, é preciso encontrar os humores em equilíbrio ou o corpo poderá rejeitar a cura."6

Nos dias que se seguiram, SCP-049 passou uma quantidade considerável de tempo ajustando os órgãos do cadáver bovino com o uso de grandes instrumentos de metal. Depois de oito dias, SCP-049 produziu um para-raios, que Dr. Hamm trocou por um bastão elétrico acoplado a um cabo de extensão e atingiu o cadáver em vários locais. Essa ação aparentemente teve o efeito de reanimar o bovino, que mais se tornou ambulatorial, apesar da inversão da cabeça e da reorientação de seus membros.

Entrevista Pós-Operação

[INICIO DO REGISTRO]

Dr. Hamm: Nós vimos você trabalhar por várias semanas e, sinceramente, não tenho certeza se entendi o que você está fazendo. Você pode descrever seu processo em detalhes?

SCP-049: Oh, não, o processo é mais intensivo. Como eu disse ao seu assistente, as melhores instruções que você encontrará sobre meus métodos estão aqui em meu bloco de notas, já que mantive registros exaustivos do meu trabalho7 lá.

Dr. Hamm: Eu vejo. Minha preocupação, doutor, é que ainda não entendo o que você está procurando para curar, ou como a doença se manifesta, ou como transformar essas criaturas em quasi-estar, drones estúpidos que te ajuda nesse esforço.

SCP-049: Você não entende a Pestilência? Mesmo depois de todo esse tempo? Doutor, é um horror indescritível, que mostrou sua verdadeira face muitas vezes antes e será novamente. Eu me encontro abençoado com a sabedoria e os bons sentidos necessários para erradicá-lo e destruí-lo, mas muitos como você não podem. É um julgamento cruel, temo, estar à misericordia de uma doença que você não pode compreender completamente!

Dr. Hamm: Isso ainda não responde à minha pergunta. Como você cura algum tipo de cura?

SCP-049: (Levantando subitamente agitado) Isso é uma cura! Você pode rir de mim, se quiser, mas não ofusque o bom nome do progresso científico que desenvolveu essa grande misericórdia. O que você tão míope ver aqui é uma vida melhor do que qualquer criatura que poderia ter esperado, atingida como estava com Pestilencia. Esta criatura está agora totalmente limpa, incapaz de espalhar a Pestilencia e livre do terror que teria experimentado de outra forma.

Dr. Hamm: Não sei se isso realmente poderia ser uma criatura, doutor, não mesmo-

SCP-049: (Muito agitado) Não me interrompe, senhor! Você e seus colegas são como tantos outros, incapazes de olhar além de pequenos contratempos para ver a salvação acontecer diante de seus olhos. Você espera para as madeiras se deslocarem até que a casa desmorone em cima de você? Não. Você os encontra e os remove e os substitui por aqueles intocados pela podridão! E acima de tudo, você não simplesmente zomba da estrutura porque agora parece diferente para você. Aquilo não tem nada! Aquilo está livre de doenças.

Dr. Hamm: Sinto muito. Eu não queria te agitar. Eu só estou tentando entender.

SCP-049: (Respiração profunda) Sim, bem, lembre-se das suas palavras no futuro, doutor. Eu sou um profissional, mas mesmo os profissionais podem sentir o orgulho de lidar com as críticas à sua obra-prima. Eu vou perdoar isso como um ato de boa fé entre colegas.

Dr. Hamm: Há mais alguma coisa que eu possa ajudá-lo?

SCP-049: (Pausa, desviando o olhar do Dr. Hamm) Não, isso será tudo. Outro individuo de teste, no horário habitual. Você sabe que a minha preferência é por indivíduos com mais anatomias humanas.

[FIM DO REGISTRO]

Nota do Pesquisador: SCP-049 parece querer genuinamente ajudar outros humanos, embora ainda não tenha sido capaz de fornecer um exemplo do que exatamente ele está tentando salvar a todos nós. Eu o observei durante várias semanas, e embora os resultados pareçam nunca mudar, SCP-049 continua a afirmar que está se aproximando de sua cura perfeita. Acho que a entidade pode estar mais consciente da realidade desses resultados do que gostaria que pensássemos.

Adendo 049.3: Incidente de 04/16/2017

Começando logo após a contenção inicial de SCP-049, o Dr. Hamm conduziu uma série de entrevistas com o individuo sobre suas propriedades anômalas, e com o passar do tempo começou a notar seu descontentamento com seus individuos de teste e as instâncias de SCP-049-2. Isso continuou por um período de vários meses, durante os quais SCP-049 nunca exibiu nenhum comportamento agressivo.

Em 16 de Abril de 2017, quando o Dr. Hamm estava entrando na câmara de testes de SCP-049 para conduzir outra entrevista, a entidade começou a ficar ansiosa e perguntou ao Dr. Hamm se estava se sentindo bem. Seguindo o protocolo, o Dr. Hamm lembrou à SCP-049 que a entrevista era necessária, após o que a entidade se tornou hostil e atacou o Dr. Hamm, matando-o. Devido a um lapso no protocolo de segurança, e porque o Dr. Hamm não ativou o sistema de emergência na câmara, o cadáver do Dr. Hamm só foi descoberto três horas depois, quando SCP-049 o converteu em uma instância de SCP. 049-2.

No rescaldo deste incidente, SCP-049 foi entrevistado pelo Dr. Theron Sherman.

Entrevistador: Dr. Theron Sherman, Área-42

Entrevistado: SCP-049


[INICIO DO REGISTRO]

Dr. Sherman: Eu preciso que você fale sobre aquilo que fez.

(Sem respostas)

Dr. Sherman: SCP-049, você está sendo instruído de explicar suas ações, e eu lembrarei que a falta de cooperação resultará em mais restrições durante a sua contenção.

SCP-049: (Pausa) Minhas ações não precisam ser explicadas.

Dr. Sherman: Você matou Raymond Hamm e então massacrou ele até que-

SCP-049: (Interrompendo, aparentemente bravo) Ele não está! Não! Não… tá morto. Ele foi… ele foi curado.

Dr. Sherman: Curado? Curado de que?

SCP-049: A Pestilência, senhor! Eu tinha pensado que você, pelo menos, iria perceber da sorte que é de eu ter detectado eles antes-

Dr. Sherman: (Interrompendo) Que Pestilência? Você continua falando sobre essa pestilência, mas você ainda não conseguiu identificar adequadamente essa "doença". O que você poderia ter visto nele hoje que você não tinha visto tantas vezes antes? Que valeria a vida dele?

SCP-049: Ele… (pausa) A Pestilência apresenta e progride em jeitos imprevisíveis, e tem uma maneira esquisita de rastejar nos despreparados, e… (começa a respirar profundamente) chame como quiser, doutor. Foi uma misericórdia que eu fiz para ele. Ele está curado.

Dr. Sherman: Ele é como um vegetal!

SCP-049: (Pausa) Eu… Eu não esperaria que você entendesse. Você e seu… seu comportamento provaram e outra vez não serem homens de ciência, mas homens de emoção. Você não pode apreciar os horrores que tenho visto, aqueles muitos milhões que sucumbiram à Pestilência e foram mudados, que-

Dr. Sherman: A sua cura custou a vida dele!

SCP-049: Não SENHOR Eu o salvei! Você permitiria que este mundo escorregasse de volta para- o desespero da doença e da morte, ignorando que eu criei um milagre e-

Dr. Sherman: (Se inclinando para falar com SCP-049) Que doença? Que pestilência? Ele era um homem saudável! Ele era um ótimo doutor!

SCP-049: -estou oferecendo-o gratuitamente aos aflitos! Tu não es vale a pena esse argumento, senhor. Você é míope e tolo. Dr. Hamm estava doente, e Eu… (respira mais rápido) Eu curei ele. Eu era o único que pôde fazer isso. Meu trabalho deve continuar, tem muita coisa para aprender, tem muita coisa para-

Dr. Sherman: Eu já tive o suficiente disso. Considere as suas licenças revogadas. Bem-vindo à sua contenção, oh-quatro-nove. (Fica longe do microfone) A entrevista está acabada.

SCP-049: -fazer, e outros podem ser salvos! Mesmo você, embora não mereça, pode ser salvo! Eu posso salvar todos eles! Eu posso acabar com essa praga de uma vez por todas. Eu posso fazer isso! Somente Eu! Eu… Eu… (respirando profundamente) Eu salvei… Eu salvei ele… Dr. Hamm, Eu… Eu curei ele… ele estava doente, Eu sei que ele estava, Eu sei que ele estava, e Eu… vocês todos estão doentes, mas Eu… Eu posso salvar vocês. Eu posso salvar todos vocês, por que Eu… Eu sou a cura.

[FIM DO REGISTRO]

Adendo 049.4: Entrevista do Relatório Pós-Incidente

A entrevista a seguir é um trecho do Relatório do Incidente 4/16/17 049. A entrevista foi conduzida pelo Dr. Elijah Itkin, e ocorreu três semanas após o início da investigação inicial.

Data: 5/7/17

Entrevistador: Dr. Elijah Itkin

Entrevistado: SCP-049

[INICIO DO REGISTRO]

Dr. Itkin: SCP-049, estamos conduzindo esta entrevista para terminar a nossa investigação de suas ações tomadas em 16 de Abril que resultaram na morte de um funcionário. Você tem algum comentário para fazer sobre isso?

SCP-049: Só que aguardo ansiosamente o dia em que você me permitirá retomar meu trabalho! Passei as últimas semanas compilando minhas anotações e construindo uma nova teoria sobre como a Pestilência conseguiu infectar alguém de uma maneira tão insidiosa que quase não consegui detectar

Dr. Itkin: Você já sentiu algum remorso por suas ações? Pela morte de Dr. Hamm?

SCP-049: (Balança a mão dele) Ah, sim. Bem, a morte de um doutor é sempre lamentável, mas em face da pestilência devemos ser rápido, doutor, e agir sem hesitação.

Dr. Itkin: Dr. Sherman anotou em seu relatório que você parecia triste durante sua entrevista inicial.

SCP-049: Triste- (Pausa) Possivelmente. Eu não pensei que… É lamentável que um doutor tenha sido infectado, mas o trabalho continua. Lamentável como… era, a morte do Dr. Hamm me deu informações importantes. Algumas cobaias humanas vivas são a única maneira de prosseguir, disso eu garanto. Minha cura é de pouca utilidade para carne morta, e eu recolhi tudo o que posso a partir do seu generoso suprimento de cadáveres. Meus desejos se voltam para os que ainda vivem e sofrem da doença.

Dr. Itkin: Tenho medo de que você fique desapontado.

SCP-049: (Risos) Oh doutor, eu não acho isso.

[FIM DO REGISTRO]

Salvo indicação em contrário, o conteúdo desta página é licenciado sob Creative Commons Attribution-ShareAlike 3.0 License