SCP-056
Avaliação: +1+x

Item nº: SCP-056

Classe do Objeto: Euclídeo

Procedimentos Especiais de Contenção: SCP-056 deve ser mantido em um aposento à sua escolha, com o mobiliário que desejar. Funcionários de Nível 1 e acima podem interagir com SCP-056 quando quiserem, por um período inferior a duas horas. O objeto deve ser vigiado por pelo menos três (3) funcionários de segurança em todos os momentos, com substituições a cada quatro horas. Cada guarda deve permanecer armado com pistolas tranquilizantes não-letais, carregadas com pelo menos mil e quinhentos (1500) microlitros de tranquilizante a base de ciclopirrônios. Qualquer irregularidade observada nos funcionários provocada por excesso de exposição a SCP-056 resultará em avaliação psicológica do afetado e sua transferência para a área [DADOS EXPURGADOS].

O objeto poderá ter acesso a qualquer objeto que deseje, exceto armas, dispositivos de comunicação, conexão com a internet e outros objetos SCP. Tem autorização para perambular pelo Setor de Pesquisa ██ a vontade, sem poder acessar os pisos onde se localizam as saídas do prédio. Em caso de emergência, ou se SCP-056 se tornar violento, deve ser subjugado e contido em sua câmara se possível. Os funcionários não devem tentar ferir SCP-056 em hipótese alguma; ver Adendo 2-b.

Descrição: SCP-056 é um ser humano de tamanho, gênero e aparência variáveis, modificando-se de acordo com o ambiente a seu redor e, em especial com a presença de seres vivos e sencientes. Sua forma mais comum é a de um homem de boa aparência em seus vinte e poucos anos, vestido de forma similar à dos funcionários responsáveis por vigiá-lo, mas de maior qualidade e valor estético. Entretanto, também foram registradas as seguintes formas:

  • Um Labrador Retriever de grande porte e bem tratado (quando exposto ao cachorro do Dr. █████ ████).
  • Uma mulher de aparência similar à da famosa atriz Scarlett Johannsen, ao passar por um grupo de funcionárias jovens.
  • Uma doutora vestindo jaleco branco, ao falar com um grupo de pesquisadores. Ao ser submetido a um teste de QI, o objeto obteve um resultado de quase trinta (30) pontos acima do pesquisador com maior resultado.
  • Um fisiculturista do sexo masculino, capaz de levantar quase duzentos e cinquenta (250) quilogramas duas vezes em uma máquina de supino na academia do Setor. Este peso era cerca de trinta (30) quilogramas acima do máximo obtido pela equipe de segurança da área.
  • Um sofá de imenso valor estético (quando deixado sozinho em sua câmara).

Essas mudanças geralmente ocorrem quando as pessoas por perto tiram seu foco do objeto, o que ocorre imediatamente após a exposição de uma nova pessoa ou objeto. "(Ver Adendo 3)". Filmar estas mudanças não produz resultados, uma vez que qualquer gravação ou transmissão sofre a mesma confusão temporária. As vestimentas também se alteram neste período, embora até agora 056 não foi capaz de manifestar nenhum tipo de ferramenta ou arma.

É teoricamente impossível visualizar o estado original ou "natural" de SCP-056. Quando deixado em uma cela vazia de concreto sob observação de câmera de circuito interno, o objeto adotou a forma de uma câmera de melhor qualidade, e pareceu estar monitorando a câmera que o assistia. Outras tentativas de descobrir sua forma natural descobriram que quando deixado sozinho, o objeto não emite sinais vitais, incluindo temperatura corporal, batimento cardíaco ou sequer peso. Os pesquisadores supõem que o objeto não possa existir sem algum tipo de percepção.

Funcionários em contato com o objeto relatam frequentemente sentirem-se "enciumados" ou "insatisfeitos", embora continuem dando grandes quantidades de atenção positiva e negativa a SCP-056, previsíveis a partir de suas personalidades. Funcionários de segurança afirmam com frequência sentirem vontade de seguir os comandos do objeto, mesmo caso não gostem de sua forma atual. Por outro lado, pesquisadores em contato prolongado com o objeto com frequência tentam discutir ou abusar dele verbalmente, o que geralmente resulta em seu repúdio aos indivíduos, que deixam o local envergonhados.

SCP-056 é bastante capaz de fala e aparentemente pode se comunicar em qualquer linguagem, verbal ou não, demonstrando fluência em mais de 200 dialetos, incluindo aqueles inventados por criptógrafos e entusiastas linguísticos. O objeto frequentemente trata os funcionários ao seu redor com desdém, embora geralmente coopere com o que lhe é pedido, contanto que a solicitação seja feita de maneira submissiva. Expressa interesse em revistas, moda, veículos, ciências teóricas, esportes e uma infinidade de outros assuntos, geralmente expressando conhecimento e compreensões do tema superiores ao do interlocutor. Funcionários geralmente ficam bravos, desencantados ou enojados de SCP-056 após conversas de longa duração, embora procurem falar novamente com o objeto assim que possível. Quando questionado sobre outros SCPs, o objeto demonstra medo e ocasionalmente ódio, se recusando a falar sobre qualquer um deles, mesmo os objetos classificados como Seguros.

Informação Adicional: O objeto foi encontrado trabalhando para a empresa de design de moda [DADOS EXPURGADOS], após a ocorrência de um número anormal de homicídios, suicídios e colapsos mentais de outras modelos que trabalhavam juntamente a SCP-056. Quando funcionários Classe E tentaram detê-lo, seus maneirismos fizeram com que se transformasse em uma espécie de [DADOS EXPURGADOS], resultando na morte de dezessete (17) agentes e dez (10) civis. O incidente foi encoberto com a história de que um empregado psicopata da empresa trouxe uma arma de fogo para o trabalho e atacou seus colegas.

Adendo 1: Aqueles com autorização de Nível 4 ou superior devem ler o documento #956-0.

Documento #956-0: Registro de áudio do primeiro encontro com SCP-056

<Início da Gravação>

Agente ███████: Ei, ouça… seja lá o que você é. Você está preso por homicídio.

SCP-056: Não. Vá embora.

(Ruídos de cliques. O Agente saca sua arma)

Agente ███████: Você tem que vir com a gente neste momento.

SCP-056: Você não quer fazer isso, seu homenzinho estúpido.

(Expressões de surpresa, supõe-se que dos espectadores)

Agente ███████: Que porra? Parece com [DADOS EXPURGADOS]!

(Tiros e gritos)

<Fim da Gravação>

Adendo 2-a: Ver documento #956-1.

Documento #956-1: Testes comportamentais em SCP-056

Procedimentos dos testes:
[DADOS EXPURGADOS]

Adendo 2-b: Resultados:

  • Um (1) Classe D do sexo masculino, armado com uma faca. Objetivo: ferir o objeto. (Objeto tornou-se um homem magro e em boa condição física, com aproximadamente vinte anos de idade. O objeto desarmou e matou o Classe D.)
  • Uma (1) Classe D do sexo feminino, portando uma garrafa de um bom vinho. Objetivo: oferecer um presente ao objeto. (Objeto tornou-se uma bela mulher, aceitou o presente e, após provar o vinho, o cuspiu na cara da Classe D antes de mandá-la embora.)
  • Dois (2) Classe D, de sexos feminino e masculino, sem portar nada e sem objetivo nenhum. (Objeto tornou-se uma bela mulher vestindo um terno de boa qualidade. Examinou os dois e os mandou embora.)
  • Dez (10) Classe D do sexo masculino, sem portar nada e sem objetivo nenhum. (Objeto tornou-se uma bela mulher, vestindo um vestido vermelho decotado. Após cerca de dez minutos, os Classe D começaram a apresentar sinais de irritação e, cinco minutos depois, começaram a brigar. O objeto mandou-os embora após assistir por sete minutos.)
  • Uma (1) Funcionária de Nível 4, votada como sendo a mulher mais bonita da instalação. Sem portar nada e sem objetivo. (O objeto tornou-se uma mulher de aparência extremamente agradável, demonstrando um vasto léxico e compreensão sobre habilidades de administração. Conversou com a funcionária por quase noventa minutos, até que a funcionária ficou enfurecida e deixou a câmara.)

[DADOS EXPURGADOS]

Adendo 3: Nota do Doutor Kenneth:

Recentemente fui informado que 056 tem repetidamente solicitado acesso à internet. Quando o questionei sobre isso, o sujeito disse que "não somos capazes de fornecer a ele um grupo suficientemente grande de bajuladores", e que queria que "o mundo inteiro conhecesse sua face." Desnecessário dizer que seu pedido foi negado.


Artigo Original

Unless otherwise stated, the content of this page is licensed under Creative Commons Attribution-ShareAlike 3.0 License