SCP-070-PT
avaliação: +6+x
blank.png

Item nº: SCP-070-PT

Classe do Objeto: Seguro

Nível de ameaça: Verde

Procedimentos Especiais de Contenção: SCP-070-PT deve ser armazenado em uma sala de contenção medindo 5mx5mx5m e forrada internamente por espuma acústica1. Pessoas que tenham entrado em contato com SCP-070-PT, -A e -B, em grau 1 e 22 de deficiência, devem ser encaminhadas ao psiquiatra e psicólogo da Fundação, visando o melhor atendimento terapêutico conjunto, avaliação do estado mental e tratamentos. Indivíduos grau 33 devem ser avaliados por psiquiatras e, casualmente, terminados. Testes envolvendo SCP-070-PT estão suspensos por tempo indeterminado.

Descrição: SCP-070-PT é uma guitarra clássica4, acústica, branca; composta por cordas de náilon douradas e uma inscrição, de mesma cor, localizada posterior e medial a sua caixa de ressonância, onde se pode ler uvuyo; palavra de origem sul-africana, do idioma xhosa, que significa "alegria".

Os efeitos anômalos de SCP-070-PT manifestam-se quando qualquer indivíduo que saiba manusear o instrumento (mesmo com conhecimentos básicos) aproxima-se a um raio de 5 metros do objeto. O sujeito experimentará sensações como, sudorese excessiva, aumento do da frequência e força de contração do músculo cardíaco, aumento da pressão arterial, palidez, ligeiro aumento na temperatura corporal, dilatação pupilar, aumento na frequência de incursões respiratórias, forte afeto por SCP-070-PT e grande vontade de tanger suas cordas. Quando o sujeito começar a tocar SCP-070-PT iniciar-se-á um declínio de consciência no indivíduo, mas as habilidades motoras permanecerão assim como uma extensão de suas habilidades musicais de canto e grande aumento da motricidade fina5 dos quirodáctilos6. Nesse momento o indivíduo deverá ser designado SCP-070-PT-A e os indivíduos afetados pela canção de SCP-070-PT e -A serão designados SCP-070-PT-B.

SCP-070-PT-A começará a tocar e cantar a composição "Não Deixe O Samba Morrer," conforme toca SCP-070-PT-B se aproximará e cantará a música em uníssono, formando uma espécie de círculo ao redor de SCP-070-PT e SCP-070-PT-A. O diâmetro do círculo e o raio de influência aumentarão conforme o número de pessoas que compõe o círculo cresce. SCP-070-PT-A e -B continuarão tocando e cantando até a exaustão e óbito, nesse momento os efeitos anômalos de SCP-070-PT encerram-se.

Outro fator para encerramento dos efeitos anômalos é algum sujeito tentar retirar SCP-070-PT dos braços de SCP-070-PT-A. Nesse momento SCP-070-PT-A e -B espancarão o indivíduo até a o fim de suas funções biológicas, logo após a consciência dos indivíduos afetados retornará; todavia não se lembrarão do ocorrido, demonstrando grande perplexidade quanto ao óbito e trazendo malefícios a sua saúde mental7.

Descoberta: SCP-070-PT foi inicialmente encontrado no estado do Rio de Janeiro no município de Campo dos Goytacazes em seu 15º distrito, onde um grande contingente foi encontrado morto por desnutrição do dia 14/05/199█ a 16/06/199█. Uma equipe formada por 5 doutores da Fundação foi enviada disfarçada para o local e encontraram um corpo desidratado, com feições masculinas, agarrado a SCP-070-PT sentado em uma cadeira na varanda de uma casa de alvenaria, vários corpos encontravam-se em situação semelhante ao redor do homem falecido. Logo quando Doutor F█████ retirou SCP-070-PT dos braços do cadáver o mesmo sussurrou uvuyo ao ouvido do Dr F█████. Durante o transporte de SCP-070-PT, o Doutor F█████ demonstrou-se bastante apreensivo e agressivo com a presença de SCP-070-PT, ele foi detido e contido com tranquilizantes. Foi confirmado que Dr F█████ possuía conhecimentos a respeito do manuseio do objeto. Atualmente esse homem encontra-se em observação no hospital da filial lusófona na ala psiquiátrica.

Adendo Um: Pessoas com saúde auricular, podálica ou mental debilitadas, mesmo aquelas cuja remissão foi confirmada, não são afetadas pelos efeitos de SCP-070-PT; tais indivíduos são os únicos capazes de retirar o instrumento dos braços de SCP-070-PT-A, sendo terminados como descrito9.

Adendo Dois: Foi observado que a interrupção dos efeitos anômalos gera debilidades psicossociais nos indivíduos afetados por SCP-070-PT. São classificados em três graus de deficiência, sendo separados quanto ao tempo de exposição com o instrumento, seguem os dados:

A administração de amnésicos não surtiu efeito em nenhum dos três graus.

Adendo Três: SCP-070-PT demonstrou a capacidade de emitir sons quando exposto a longos períodos sem contato com pessoas. A câmara de SCP-070-PT deve ser revestida com espuma acústica para não vazamento desses ruídos.

Salvo indicação em contrário, o conteúdo desta página é licenciado sob Creative Commons Attribution-ShareAlike 3.0 License