SCP-1007
avaliação: +2+x

Item n°: SCP-1007

Classe do Objeto: Seguro

Procedimentos Especiais de Contenção: Quando inativo, SCP-1007 deve ser mantido em um caixão comum juntamente de SCP-1007-1. O objeto só deve ser ativado durante exames de rotina. Como nas regulações atuais em “Misters”, SCP-1007 deve ser contido no Corredor 8 do Sítio 13.

Descrição: SCP-1007 aparenta ser um homem de etnia indeterminada, tal que representa todo o ciclo de uma vida humana no intervalo de 75 minutos. O objeto envelhece cerca de um ano por minuto. Uma vez que os 75 minutos se passaram, o objeto encerrará as suas atividades metabólicas sem nenhum motivo aparente. O mesmo diz sentir dor insuportável nos primeiros 16 minutos, pois seus músculos e ossos estão mudando de forma muito rapidamente. Esse processo viola a Primeira Lei da Termodinâmica, tal que o objeto não aparenta necessitar da energia utilizada no crescimento celular de nenhum meio conhecido.

SCP-1007-1 é uma chave que se encaixa em uma pequena fechadura inserida nas costas de SCP-1007, bem no meio de suas escápulas. Exames de raio-X demonstram que o buraco da fechadura é vazio por dentro e não possui nenhum mecanismo interno. Quando SCP-1007-1 é girado, a idade física do subordinado é revertida por um ano a cada volta completa, até que SCP-1007 volte a ser apenas um recém-nascido. Não se sabe para onde a massa corporal do objeto vai parar, já que ela aparentemente desaparece. Se SCP-1007-1 for utilizado após o termino do ciclo de 75 minutos de SCP-1007, tal aparenta “reativar-se”. Se o objeto estiver “morto” a tempo suficiente para apodrecer, qualquer e todo apodrecimento (independentemente de sua quantidade), irá ser revertido.

SCP-1007 foi obtido pelo grupo de Força Tarefa Tau-6 juntamente de SCP-████, SCP-████, e SCP-████ durante uma incursão a mansão californiana de [REDIGIDO], um cliente conhecido de Marshall, Carter e Dark Ltd. [REDIGIDO] admitiu que ele obteve SCP-1007 de um leilão patrocinado pela MCD, e clama que em tal leilão haviam pelo menos mais quatro “Misters” a venda, apesar de não se recordar de quais foram vendidos ou não.

Adendo-1: As palavras “Sra. Vida e Sra. Morte, de Little Misters ® por Dr. Wondertainment” Estão tatuadas na panturrilha esquerda de SCP-1007. Tal designação aparece como “11” no documento SCP-909-a.

Adendo-2: O fato de que tal designação aparenta a se referir a um casal ainda estás sendo analisado, e que SCP-1007 ainda possui uma segunda parte ainda não recuperada. SCP-1007 disse que não está ciente sobre tal possível segunda parte, e acredita que a designação se refere do fato de que ele alterna entre a vida e a morte. No entanto, tomada em consideração que é incerto se existem outros “Misters” desconhecidos da fundação, a possibilidade de existência de uma segunda parte ainda existe, e esforços estão sendo feitos para determinar seu paradeiro.

Salvo indicação em contrário, o conteúdo desta página é licenciado sob Creative Commons Attribution-ShareAlike 3.0 License