SCP-111-PT
avaliação: +15+x

Item nº: SCP-111-PT

Nível de Ameaça: Amarelo.1

Classe de Objeto: Euclídeo (Pedido de Dr. Garibaldi de reclassificação para Seguro negado.)

Esquemas

Esquema Atual da Unidade de Contenção de SCP-111-PT.

Procedimentos Especiais de Contenção: SCP-111-PT deverá ser mantido numa sala de 15 por 15 por 15 metros, um guarda armado deverá guardar a entrada de SCP-111-PT a todos os momentos. Não deverá haver mais que um (1) funcionário dentro da área de contenção de SCP -111-PT exceto caso ordenado pelo cientista responsável por SCP -111-PT, sendo o responsável atualmente designado Dr. Garibaldi.

SCP-111-PT deve permanecer numa sala hexagonal de formato geométrico análogo ao apresentando nos símbolos representados de uma estrela de Davi, cada linha do símbolo deverá ser análogo a uma parede e todas as paredes internas que coincidem com os seis (6) triângulos e o hexágono central deverão ser feitas de vidro, a modo que deixe visível a maior parte da área das paredes como descrito na figura anexa ao documento.

O objeto deve estar sempre a sete (7) metros as paredes internas da sala de contenção, que deverão ser revestidas com ,no minimo, as páginas dos seguintes livros: Origem Das Espécies, Bíblia, Torá, Alcorão, A Grande Missão Celeste de Ashtar Sheran à Humanidade da Terra, Universo Numa Casca de Noz, Mundo Assombrado por Demônios e Armas, Germes e Aço; todas as páginas devem ser postas de modo que com que seu conteúdo esteja voltado para dentro da sala de contenção , e inspecionadas para caso anotações apareçam, caso apareça, as páginas anômalas deverão ser incineradas e substituídas.

A limpeza do objeto é recomendada uma (1) vez por semana por funcionários classe D, nenhuma violação da estrutura de SCP-111-PT deve ser tolerada, devido ao risco de criação de uma nova instância de SCP-111-PT-A ou SCP-111-PT-B , o local de contenção de SCP-111-PT é o Sítio-11-PT.Devido ao incidente causado por SCP-111-PT-Aα, foi requisitado pelo Dr. Edivaldo que o objeto fosse movido para o Sítio-60-PT.

O setor onde o objeto residir deverá ser reforçado com no mínimo 25 guardas, o setor médico, onde as instâncias de SCP-111-PT-A ou SCP-111-PT-B estiverem contidas, deve ser guarnecido por não menos que 15 guardas adicionais devido ao risco de alguma instância de SCP-111-PT-β vir a se manifestar, todos os funcionários que trabalharão com SCP-111-PT deverão ter o máximo de laços sociais possíveis.

Todas as instâncias de SCP-111-PT-A e SCP-111-PT-B devem ser contidas nas unidades desenvolvidas propriamente para tais instâncias, comunicações entre estes sujeitos não são permitidas, pedidos como canetas, papeis, e livros poderão ser atendidos caso aprovados.

Em relação a SCPs-111-PT-A e SCPs-111-PT-B: devido a taxas de tentativas de suicídio consideráveis, instâncias que forem observadas tentando se suicidar, deverão ser imobilizadas, se as tentativas prosseguir, a remoção dos membros dos sujeitos expostos está autorizada.

Devido as informações dadas pelos membros da Força-Tarefa Móvel-PT-Ψ2-10 "Olhos de Prata", nenhuma instância de SCP-111-PT-A ou SCP-111-PT-B deve ser terminada ou permitida cometer suicídio devido ao risco de ocorrência do evento SCP-111-PT-AΩ.

Por ordens de Dr. Edvaldo, todos os testes com SCP-111-PT envolvendo cobaias biológicas vivas ou mortas deverão ser suspensos indeterminadamente.

Todas as instâncias de SCP-111-PT-A ou SCP-111-PT-B deverão ser mantidas em coma induzido independente da perda de pessoal resultante3, caso uma SCP-111-PT-Aα se manifeste, as instruções para o chefe da segurança são para evacuar todas as instâncias de SCP-111-PT-A e SCP-111-PT-B do sítio atual e atrasar SCP-111-PT-Aα até que SCP-111-PT-Aω se manifeste.

Descrição: SCP-111-PT é à primeira vista, um aparelho de rádio artesanal datado de 1921. Localizado na parte frontal do aparelho encontram-se dois (2) rotores dentelados, atrás dos rotores há alguns mecanismos ainda não totalmente compreendidos e duas (2) lâmpadas incandescentes de aproximadamente dois mil e seiscentos (2600) lúmens cada, todos estes elementos suportados em uma superfície de madeira polida, de origem não determinada; debaixo da placa há uma saliência onde um processador foi encontrado, testes revelam que a placa também data de 1921, porém, a placa possui uma arquitetura moderna; teorias indicam que o objeto possui uma performance equivalente à software atual embora esteja com desgaste visível.

SCP-111-PT.jpg

SCP-111-PT em seu estado inativo.

Quando um (1) individuo chega nas proximidades de sete (7) metros, SCP-111-PT inicia suas atividades anômalas, com uma das lâmpadas se acedendo em potências variadas, os rotores irão iniciar rotação autonomamente em velocidades dentre 0.1 RPM4 e 170 RPM, quando pararem a rotação , um par de números irá ser destacado, o significado da ação resultante é atualmente desconhecido, a rotação finalizará completamente quando um segundo sujeito entrar na zona de efeito de SCP-111-PT, a segunda luz acenderá e a anomalia se manifestará por completo.

O primeiro sujeito que entrar na zona de influência do objeto, será transformado em um "transmissor" denominado SCP-111-PT-B e o segundo em um "receptor" denominado como SCP-111-PT-A.

O receptor ganhará conhecimentos vindo do transmissor em uma velocidade considerável, devido ao imenso trauma mental causado por esse evento, os receptores tendem a beirar a condição médica de insanidade mental, com a perda das faculdades psicofísicas durante a experiência, quando o processo é concluído, apenas 21% das instâncias de SCP-111-PT-A não resultando nos estados clínicos semelhantes: a demência, sociopatia, TOC, mal de Alzheimer, esquizofrenia e/ou comportamento antissocial, o receptor também demonstra poder absorver conhecimento de outras fontes que estejam no raio da ação de SCP-111-PT porém, o processo é consideravelmente mais lento do que com um transmissor. O mesmo é valido para o transmissor, que poderá gravar informações em papeis, paredes, e até em CDs DVDs e HDs.

Os efeitos da exposição ao objeto variam entre 7 horas e uma semana, nesse período de tempo, cerca de 23% das instâncias de SCPs-111-PT-A e B tentaram se suicidar, porém, as tentativas de suicídio escalam após esse período.

É estritamente proibido a entrada de três (3) ou mais indivíduos no perímetro de exclusão de sete (7) metros de SCP-111-PT.

Eletroeletrônicos, em especial computadores pessoais são afetados por SCP-111-PT, e a transferência de dados entre os computadores, mesmo que não aja nenhuma forma de conexão entre eles, é significativa, chegando a uma velocidade de 17 Terabytes por segundo, porém em quaisquer tentativas de copiar informações para qualquer um dos dispositivos não-conectados com o hardware afetado resulta em ambos computadores tornando-se inutilizáveis, atualmente existe apenas um (1) exemplar funcional de computador que foi exposto ao objeto , denominado como SCP-111-PT-A17, após o incidente SCP-111-PT-β01, SCP-111-PT-A17 foi perdido.

Adendo: Dr. Garibaldi desapareceu no incidente SCP-111-PT-Aα e para todas as finalidades, é considerado morto, Dr Edvaldo será o novo responsável pelas pesquisas direcionadas a SCP-111-PT.

Adendo: Os registros de testes e entrevistas estão sendo revisados pela FTM-PT-Ψ-10 "Olhos de Prata".

Salvo indicação em contrário, o conteúdo desta página é licenciado sob Creative Commons Attribution-ShareAlike 3.0 License