SCP-1111
avaliação: +2+x

Item nº: SCP-1111

Classe do Objeto: Euclídeo

Procedimentos Especiais de Contenção: Uma zona restrita foi estabelecida em um raio de 2 km em torno de SCP-1111-2; uma declaração pública foi estabelecida, declarando-a uma estação de monitoramento meteorológico. Câmeras estão suspensas a partir de balões meteorológicos, monitorando constantemente a contenção. As pessoas não podem se aproximar do raio dentro de um quilômetro de SCP-1111-2, sem a permissão explícita por escrito de um pesquisador de Nível 4 ou superior. Caso SCP-1111-1 afaste-se de SCP-1111-2, todo o pessoal deve evacuar a zona restrita até SCP-1111-1 retornar para a sua posição abaixo de SCP-1111-2.

Descrição: SCP-1111-1 é uma entidade com uma aparência semelhante à de Canis familiaris, vulgarmente conhecido como o cão doméstico. O tamanho de SCP-1111-1 varia de acordo com a sua distância de SCP-1111-2; diretamente abaixo dele, SCP-1111-1 mede cerca de 150 cm do solo aos ombros. A raça exata de SCP-1111-1 ainda não foi definida. Parece ser uma mistura, com traços de Labrador e um Pastor Alemão, claramente visível. SCP-1111-1 possui uma pelagem branca e olhos vermelhos, ambos brilham sob luminosidades diretamente proporcional à sua proximidade com SCP-1111-2. À distâncias superiores a 500 m de SCP-1111-2, SCP 1111-1 gradualmente torna-se translúcida. Além disso, a velocidade, força, e agilidade de SCP-1111-1 parece ser inversamente proporcional a sua distância de SCP-1111-2.

1111.jpg

Imagem de SCP-1111-2 recuperado de uma câmera montada no capacete de [REMOVIDO] (falecido)

Uma coleira vermelha desbotada é afixada em torno do pescoço de SCP-1111-1. A coleira diz:

Leal

Se deixado sozinho, SCP-1111-1 se deita abaixo de SCP-1111-2. Ele não parece dormir, ou, se o dorme, é capaz de dormir com os olhos completamente abertos. Não come, bebe ou respira.

Se SCP-1111-1 se tornar ciente de qualquer pessoa ou objeto que se aproxime de SCP-1111-2, ele rapidamente se tornará hostil e tentará destruir o intruso. SCP-1111-1 aumentou significativamente as capacidades físicas acima de um canino padrão; registros de vídeo o mostram correndo a velocidades superiores de 60 km/h, saltando a 6 m no ar e mordendo um revestimento de titânio de 15 mm. SCP-1111-1 parece ser incorpóreo e, como tal, as tentativas de neutralizá-lo e examinar SCP-1111-2 mais de perto foram encontradas com falha. Veja o Registro de Incidente 1111-B para mais detalhes.

SCP-1111-2 tem a aparência de um homem pendurado por uma corda em uma árvore. O individuo usa um terno desbotado e sapatos, ambos indicam ser um funcionário de uma fábrica. SCP-1111-2 constantemente dá solavancos e tem contrações musculares de uma forma consistente com os de um homem ao ser enforcado; sua tentativa de respiração ofegante, ocasionalmente, também pode ser ouvida. A violência e energia desses solavancos é diretamente proporcional a proximidade de SCP-1111-1 a SCP-1111-2; conforme a distância entre os dois aumenta, os solavancos e os espasmos diminuem em violência e frequência.

Salvo indicação em contrário, o conteúdo desta página é licenciado sob Creative Commons Attribution-ShareAlike 3.0 License