SCP-112-PT
avaliação: +8+x
blank.png

2/112-PT Nível 2/112-PT

Restrito

classified-lv2.png

Item nº: SCP-112-PT

Classe do Objeto: Euclídeo

Nível de Ameaça: Branco

Procedimentos Especiais de Contenção: SCP-112-PT está atualmente contido no Sítio PT17. SCP-112-PT deve ser mantido em uma unidade de contenção biológica padrão. Foram colocadas demarcações na sala para indicar a área de manifestação de SCP-112-PT-1. Funcionários são instruídos a não adentrar a área de efeito de SCP-112-PT. Devido a natureza de SCP-112-PT e SCP-112-PT-1, a sala foi construída de modo circular, com um raio de 6 metros.

A área destinada para SCP-112-PT-1 foi mobiliada conforme instruído para anomalias sencientes de baixo risco. SCP-112-PT-1 pode ter acesso a uma bíblia e livros de um catálogo que foi fornecido à entidade, para fins de entretenimento; e como recompensa por sua cooperação. O acesso ao item é atualmente responsabilidade de Dr. Cezar. Qualquer teste deve ser autorizado e supervisionado pelo mesmo.

Descrição: SCP-112-PT designa um esqueleto humano pertencente a um indivíduo não identificado, o objeto se encontra trajado com vestes deterioradas características de um bispo cristão do século IV. A anomalia não demonstra sinais de deterioração após ter sido obtida pela Fundação. As implicações desse fato são desconhecidas.

As qualidades anômalas primárias do item se manifestam para qualquer sujeito que interage fisicamente com SCP-112-PT. Condicionado o evento, SCP-112-PT irá desencadear uma reconstrução da realidade de escala variável, que resulta em uma mudança drástica na vida do indivíduo.

Estas alterações, geralmente não afetam o sujeito diretamente; o efeito é condicionado por um problemática pratica , que manifesta-se como desígnio passivo da solução para o afetado. Existe uma variação na resolução dos problemas, que podem ser parcialmente resolvidos ou completamente, dependendo do que se trata. Os efeitos da modificação de realidade foram observados demorando de 2 dias até 4 meses para ocorrer.

Periodicamente, uma entidade taumatúrgica se manifesta a até 4 metros de SCP-112-PT, designada como SCP-112-PT-1. Não existe atualmente meio conhecido de impedir a manifestação de SCP-112-PT; e os critérios para a aparição de suas instâncias são desconhecidos. Analises demostram que SCP-112-PT é, integralmente, composto de Energia Vital-Élan (EVE), em estado físico.

SCP-112-PT-1 possui a aparência de um ser humano de aproximadamente 70 anos de idade. A entidade se encontra vestida com vestes semelhantes as trajadas por SCP-112-PT, porém sem danos. O item carrega consigo um cetro feito do mesmo material que seu corpo.

Após um período de 2 horas, SCP-112-PT-1 se aproxima de SCP-112-PT e desaparece. A entidade pode realizar este procedimento a qualquer momento, o espécime aparenta ser forçado a realizar o procedimento após exatas 2 horas de sua manifestação. Após este processo SCP-112-PT-1 não se manifesta por um período que pode variar de 2 até 9 horas.

Descoberta: A Fundação obteve conhecimento da existência de SCP-112-PT em 25/12/2017, quando foi encontrada uma cripta oculta por arqueólogos brasileiros durante uma expedição arqueológica financiada pela Universidade Federal de São Paulo em Patara, na Turquia. O time encontrou uma estrutura, acidentalmente, nas ruinas da cidade; SCP-112-PT foi descoberto em um sarcófago de pedra.

O time transportou SCP-112-PT para o Brasil onde foi colocado no museu [DADOS EXPURGADOS], entretanto, suas propriedades anômalas começaram a se manifestar e foram rapidamente percebidas pelos membros da equipe. SCP-112-PT-1 se manifestou, eventualmente, e conversou com os membros da equipe. Ao chegarem a seu destino, relataram a situação a seus superiores.

SCP-112-PT ficou em uma região isolada do museu por ordem da curadoria. Eventualmente, a estrutura sofreu com um incêndio que destruiu grande parte de seu acervo e tornou reformas necessárias na estrutura. Devido às circunstancias, SCP-112-PT não foi removido pela equipe do museu. Um time de bombeiros encontrou as instâncias da anomalia.

Existia um agente infiltrado da Fundação na prefeitura da cidade [DADOS EXPURGADOS] que teve a situação relatada por bombeiros que participaram da ação. Um time de contenção foi enviado e capturou SCP-112-PT. Interrogatórios foram conduzidos e todos os envolvidos foram dosados com um amnéstico classe C e protocolos de desinformação estão sendo aplicados. SCP-112-PT foi movido inicialmente para o Sítio PT5 e eventualmente transferido para o Sítio PT17.

Registros de Entrevista: O seguinte é um conjunto de entrevistas realizadas pelo Dr. Cezar com SCP-112-PT-1.


Salvo indicação em contrário, o conteúdo desta página é licenciado sob Creative Commons Attribution-ShareAlike 3.0 License