SCP-1120
avaliação: +1+x
1120-1.jpg

SCP-1120 em seu estado dormente

1120-2.jpg

SCP-1120 em busca

Item nº: SCP-1120

Classe do Objeto: Euclídeo

Procedimentos Especiais de Contenção: Cada instância de SCP-1120 deve estar contida em uma cela de contenção no bloco de celas B500-B600 da Área de Contenção-56. Os tijolos que compõem as paredes, teto e chão das celas devem ser construídos a partir de uma mistura de três partes de osso humano moído a duas partes de cimento industrial. Um guarda armado deve ser colocado em cada grupo de cinco celas no bloco. No caso de SCP-1120 se tornar ativo e violar a contenção, o pessoal é aconselhado a implementar o Procedimento SCP-1120-Epsilon. Sob nenhuma circunstância um ser humano vivo tem a permissão de tocar em uma instância de SCP-1120.

No momento desta escrita, todas as cem (100) instâncias conhecidas de SCP-1120 estão sob custódia da Fundação. No entanto, na eventualidade de uma exposição do museu com uma ou mais instâncias de SCP-1120 ser descoberta, todas as instâncias de SCP-1120 serão imediatamente adquiridas e substituídas por réplicas de gesso. Se isso não for possível, um ou mais membros da equipe FTM-Delta-6 têm a tarefa de se integrar à equipe do museu, manter a vigilância e impedir a criação de instâncias de SCP-1120-1 por qualquer meio necessário. Todas as novas instâncias de SCP-1120-1 devem ser tratadas como instâncias de SCP-1120 e contidas de acordo.

Descrição: SCP-1120 é a designação coletiva dada a um número de esqueletos humanos encapsulados no que parece ser uma rocha ígnea piroclástica. Embora o osso exposto possa ser quebrado e destruído por meios convencionais, a camada de rocha epidérmica envolvendo SCP-1120 demonstrou ser incrivelmente resistente a danos. Acredita-se que esta é uma propriedade anômala de SCP-1120 em vez da própria rocha, já que as amostras de rochas parecem perder suas propriedades anômalas quando removidas de SCP-1120. Testes laboratoriais em fragmentos de pedra epidérmica removidos de SCP-1120 identificaram uma subestrutura da matriz consistente com a de ignimbritos não anômalos, embora se desconheça ou não exatamente a petrologia interna de SCP-1120.

As instâncias de SCP-1120 variam de maneira consistente com a estatura humana. A maioria das características de uma instancia parece estar representada; várias instâncias de SCP-1120 tem um tamanho comparável a de uma criança humana.

As instâncias de SCP-1120 são animadas, embora ainda não tenham sido determinadas. No momento atual, todas as instâncias de SCP-1120 estão em estado inativo. Não se sabe o que fará com que eles se tornem ativos, já que isso ocorreu apenas ██ vezes desde a entrada na custódia da Fundação.

Ao entrar em um estado ativo, uma instância de SCP-1120 irá patrulhar a área circundante e tentar procurar um indivíduo humano vivo. Se SCP-1120 localizar um indivíduo humano adequado, SCP-1120 irá imediatamente se tornar animado e tentar perseguir o indivíduo. Instancias de SCP-1120 exibem força inumana, e foram observados quebrando as paredes feitas com blocos de concreto e destruindo partes consideráveis de infraestrutura urbana enquanto perseguem seus alvos. No entanto, a busca não é singular: ao identificar outro indivíduo mais próximo, SCP-1120 ajustará seu curso para buscar o alvo mais próximo. Equipes coordenadas podem facilmente explorar esse fato para 'agrupar' instâncias de SCP-1120 em instalações de contenção apropriadamente designadas (um processo referido na documentação como Procedimento 1120-Epsilon).

Se qualquer parte da pele de um indivíduo entrar em contato com SCP-1120, SCP-1120 interromperá imediatamente a perseguição. Após contato, o indivíduo, daqui em diante referido como SCP-1120-1, entrará em um estado de paralisia, permanecendo congelado na posição em que foi tocado pela última vez por SCP-1120. A instância de SCP-1120 que iniciou o contato assumirá uma posição supina e retornará a um estado inativo. Ao longo dos próximos três minutos, toda a pele, músculo e tecido do órgão pertencente à SCP-1120-1 irá transmutar-se em rocha ígnea, começando pelas solas dos pés e terminando com a cabeça. Presume-se que o processo seja extremamente doloroso. Varreduras de indivíduos em transformação indicaram danos imensos ao nervo e sangramento interno antes da conclusão do processo. No entanto, toda a matéria óssea, incluindo a medula, não é afetada pela transmutação. Esta característica se estende ao osso que foi removido do corpo de: SCP-1120 é incapaz de causar danos ao osso humano de qualquer maneira ou capacidade. A fonte dessa limitação permanece desconhecida.

Descoberta: Vinte (20) instâncias de SCP-1120 foram descobertas no Museu de história natural de ██████ em 12 de Outubro de 197█. Os ouvintes da Fundação responderam a uma chamada em um arquivo de polícia local, relatando 'homens de pedra' aterrorizando os frequentadores de museus. O pessoal da Fundação, incorporando os reforços policiais, chegou ao local e, depois de várias horas, acabou conseguindo encurralar e subjugar todas as instâncias de SCP-1120. Vários quarteirões da cidade foram destruídos no processo e ██ casualidades foram registradas. A administração com amnésicos de Classe-B foi realizada via trilha química e um falso relatório sobre um terremoto foi divulgado para a mídia local.

Onze (11) instancias de SCP-1120 foram descobertas por uma equipe de escavação arqueológica em [REMOVIDO] em 6 de Março de 198█. Embora os espécimes permanecessem adormecidos durante toda a escavação, as ações descuidadas da equipe de escavação resultaram na criação de mais ██ instâncias de SCP-1120. Os relatórios chegaram rapidamente a civis próximos e, por sua vez, a agentes da Fundação. SCP-1120 foi contido sem incidentes.

As instâncias restantes foram descobertas em [DADOS EXPURGADOS]. É altamente provável que estes não sejam as únicas instancias de SCP-1120 que permanecem ocultas dessa maneira. Os operários são aconselhados a estar vigilantes e a ter muita cautela.

Adendo 1120-A:

O seguinte é uma escritura que foi descoberta na parede do ██████ em Pompeia. Acredita-se que foi deixado por um agente de um grupo primitivo que funciona como um precursor da Fundação atual, embora a evidência arqueológica para isso permaneça escassa.

Existem muitos deles. Não podemos fugir deles. Eles devem ser contidos antes que a praga da pedra se espalhe ainda mais. Já chegou a Herculano. Não há tempo. Se alguém estiver lendo isso, saia enquanto puder. Eu vou agora, provocar a ira do Vesúvio, na esperança de que uma nuvem de cinzas os enterre para sempre. Que os deuses me vigiem.

Salvo indicação em contrário, o conteúdo desta página é licenciado sob Creative Commons Attribution-ShareAlike 3.0 License