SCP-122
avaliação: +1+x
122.jpg

Instância de SCP-122-1.

Item nº: SCP-122

Classe do Objeto: Keter

Procedimentos Especiais de Contenção: SCP-122 deve ser armazenado em uma câmara de contenção padrão, contendo uma única tomada. Nenhum dormitório de funcionários deve ser construído a menos de 500 m da área de contenção. Em nenhum momento SCP-122 deve entrar em seu estado não-energizado. Diversos sistemas elétricos redundantes devem ser mantidos e regularmente inspecionados. Em caso de manifestação de SCP-122-1, 35 funcionários da área encarregados com a contenção do objeto devem ser posicionados no exterior da câmara de contenção. Se o objeto se tornar hostil, Procedimento-99-Renmar deve ser executado. Devido a efeitos colaterais potencialmente desastrosos em um evento de contaminação cruzada, em nenhum momento instâncias SCP-122 e instâncias de SCP-3060 devem ser mantidas na mesma instalação.

Para executar o Procedimento-99-Renmar, todos os indivíduos devem se situar em posições específicas dentro e ao redor da câmara, para evitar uma brecha na contenção. Dois indivíduos devem operar um gerador portátil, utilizado para fornecer energia ao equipamento utilizado no Procedimento. Três indivíduos devem ser equipados com irritantes químicos criados como subprodutos de SCP-1837, uma vez que estas substâncias são capazes de produzir um efeito inibidor em instâncias SCP-122-1.

Após todas as instâncias SCP-122-1 terem sido reduzidas ao ponto em que seja seguro entrar na câmara, cinco indivíduos devem adentrar o local e utilizar uma extensão elétrica ligada ao gerador para retornar SCP-122 ao seu estado energizado. Estes funcionários devem ser considerados perdidos após entrar na câmara de contenção de SCP-122, devido aos efeitos do objeto.

Os demais funcionários são redundantes, servindo para substituir qualquer indivíduo incapacitado durante o procedimento.

Descrição: SCP-122 é uma iluminação para quarto de crianças no formato de uma estrela cadente estilizada. Quando em seu estado energizado, SCP-122 emite entre 14-20 lux. Não há qualquer marca de fabricação no objeto ou em qualquer um de seus componentes.

Quando em seu estado desenergizado, SCP-122 afeta todos os indivíduos em um raio de 500 m de sua localização. Quando estes indivíduos entrarem em sono REM, eles entrarão em um estado de coma, no qual permanecerão até que o objeto seja re-energizado. Durante o coma, vultos humanoides aparentemente compostos de uma massa negra e levemente translúcida surgem de quaisquer sombras ao redor do indivíduo. Estes vultos são doravante denominados instâncias de SCP-122-1.

Instâncias de SCP-122-1 demonstram possuir sapiência e senciência, com habilidades físicas aproximadamente equivalentes às dos indivíduos afetados pelo objeto. As criaturas tentam encontrar o máximo de humanos possível e expô-los aos efeitos de SCP-122. Conforme mais pessoas são afetadas por SCP-122, o raio de seu efeito se amplia, com um máximo obtido em testes de mais de 2,7 km. As instâncias de SCP-122-1 também tentam adquirir todos os soníferos presentes na área afetada, utilizando-os nos indivíduos próximos. Estes objetos incluem:

  • Medicamentos contra insônia.
  • Remédios tradicionais utilizados para tratar insônia.
  • Travesseiros, cobertores, colchões e camas.
  • Formas de mídia como cantigas de ninar.

Em seu estado energizado, SCP-122 afeta os padrões de sono de todos os indivíduos em seu raio. Caso um indivíduo desperte de um sono REM na área de efeito de SCP-122, eles iram apresentar sintomas de insônia e se queixarem de sonhos incomuns.1 Foi verificado que estes sonhos causam distúrbios psicológicos menores e todos os funcionários afetados devem receber avaliação psicológica semanal. Ver Incidente 122-1.

SCP-122 foi descoberto no Hospital de Infantil de Linnell, em ██/██/███, após diversos relatos sobre manifestações de SCP-122-1 terem sido interceptados por agentes da Fundação SCP. Quando o local foi investigado, descobriu-se que todos os indivíduos no prédio haviam sido afetados por SCP-122. Documentos adquiridos indicam que um paciente trouxe SCP-122 ao ser internado. Entretanto, não existem registros sobre a identidade deste paciente. Agentes capturaram SCP-122 utilizando um gerador portátil e o objeto foi levado para o Sítio-19.

Adendo 122-B: SCP-122 foi reclassificado como Keter após o Incidente 122-1. Objeto transferido para a Área de Contenção de Relicário Armada-02.

Incidente 122-1: Em ██/██/███, 11 instâncias de SCP-122-1 escaparam contenção, causando a morte de mais de █ funcionários do local e ██ outras mortes. Após operações de re-contenção, procedimentos de contenção de SCP-122 foram colocados sob revisão. Durante esta revisão, foi descoberto através de gravações que diversos funcionários haviam adulterado a tranca da câmara de contenção. Ao serem questionados, estes indivíduos alegaram que haviam tomado estas ações sob coerção, dizendo que um "canário" não permitiria que dormissem até que SCP-122 fosse solto. Os indivíduos afetados receberam amnésticos de Classe A e procedimentos de contenção foram atualizados. Solicitada reclassificação para Keter.

Salvo indicação em contrário, o conteúdo desta página é licenciado sob Creative Commons Attribution-ShareAlike 3.0 License