SCP-122-PT
avaliação: +26+x
blank.png

2/122-PT NÍVEL 2/122-PT

CONFIDENCIAL

classified-lv2.png

Item nº: SCP-122-PT

Classe do Objeto: Neutralizado

Nível de Ameaça: Amarelo

Procedimentos Especiais de Contenção: SCP-122-PT deve ser mantido em um cofre de contenção padrão anexado a um armário de contenção padrão no Sítio PT33, dentro de uma câmara de contenção exclusiva para SCP-122-PT, devido a periculosidade de SCP-122-PT-2 e aos frequentes testes efetuados com o objeto.

A câmara de contenção tem uma mesa metálica de 1.5 m x 0.3 m x 0.5 m disponível no centro da sala para que o cofre de contenção do objeto seja colocado durante testes. Funcionários que desejem fazer testes envolvendo SCP-122-PT devem obter autorização de nível 3/122-PT antes de fazê-lo, além de apresentar um relatório detalhado a respeito do motivo do teste e o que pretendem concluir a respeito do objeto. Testes em humanos com injeção direta de SCP-122-PT-2 em sua corrente sanguínea são terminantemente proibidos.

Frascos que contém amostras de SCP-122-PT-2 devem ser mantidos dentro do outro armário de contenção na câmara do objeto, que é refrigerado. Não mais do que 500mL de SCP-122-PT-2 devem ser armazenados ao mesmo tempo.

Testes com SCP-122-PT devem ser supervisionados por um funcionário com Autorização Nível 4 ou superior.

Atualização de Contenção 20/04/2018: O objeto foi reclassificado como NEUTRALIZADO. No dia 20/04/2018, durante um teste habitual de segurança devido ao incidente detalhado no Registro de Incidente 122-PT-Ψ, percebeu-se que SCP-122-PT perdeu suas propriedades anômalas. Não se sabe ao certo o motivo deste acontecimento, mas teoriza-se que tem relação com os eventos descritos no incidente mencionado. O objeto neutralizado e as amostras restantes de SCP-122-PT-2 foram movidos para uma câmara de contenção de objetos seguros comum. Projetos envolvendo a pesquisa de SCP-122-PT-2 só podem ser efetuados sob autorização do Diretor do Departamento Médico do Sítio PT33, visto que a quantidade disponível do fluído agora é limitada.

Adendo 122-PT-02: A captura e interrogatório de um agente infiltrado no Sítio PT33 sugere que SCP-122-PT é um alvo de alta prioridade para o GdI "O Relicário". Visto que o Sítio PT33 abriga objetos de alta periculosidade e uma brecha de contenção como a observada nesse caso poderia causar muitas perdas humanas, revisões a respeito do protocolo de contenção e mudanças a respeito da arquitetura do Sítio PT33 estão em andamento. Para mais informações a respeito do interrogatório, Funcionários com autorização Nível 3 ou superior podem referir-se ao Registro de Incidente 122-PT-Ψ.

Adendo 122-PT-03: A arquitetura do Sítio PT33 foi alterada para promover maior segurança aos objetos contidos nele. Mais informações a respeito de tais alterações podem ser acessadas por funcionários com acesso aos protocolos do Projeto Baluarte.


WBWxfO4.jpg

SCP-122-PT logo após sua recuperação em uma base secreta do GdI "O Relicário".


AVISO DO SERVIDOR DE ARQUIVOS:


A SEGUIR ESTÁ O ARQUIVO DE SCP-122-PT COMO O MESMO ERA DEFINIDO ANTES DE SER RECLASSIFICADO COMO NEUTRALIZADO. ALGUMAS INCONSISTÊNCIAS PODEM ESTAR PRESENTES.


Descrição: SCP-122-PT é a designação dada para um objeto anômalo composto de duas partes, a partir de agora denominadas SCP-122-PT-1 e SCP-122-PT-2.

SCP-122-PT-1 consiste de uma seringa de formato antigo feita de um metal leve, cuja composição é desconhecida pela Fundação. A seringa é capaz de comportar um volume de 8 mL e pesa 300 g. SCP-122-PT-1 também possui uma agulha hipodérmica classificada como tamanho 12 na escala BWG (Birmingham Wire Gauge). A agulha de SCP-122-PT-1 é capaz de penetrar qualquer superfície testada pela Fundação e não gera qualquer espécie de estímulo nervoso se utilizada para penetrar um ser vivo que seja capaz de gerar tais estímulos. A agulha também não deixa rastro algum de qualquer penetração, a nível subatômico.

SCP-122-PT-2 é o líquido de cor violeta com alta viscosidade que fica no interior do êmbolo de SCP-122-PT-1. SCP-122-PT-2 tem composição química similar a de sangue humano do tipo O-, com a adição de grandes quantidades de Sulfato de Antimônio (Sb2[SO4]3), [DADOS EXPURGADOS] e [DADOS EXPURGADOS]. SCP-122-PT-2 também é virtualmente infinito, já que o nível do líquido visível dentro de SCP-122-PT-1 jamais diminui.

Para mais informações a respeito de SCP-122-PT-2, funcionários de nível 02/122-PT podem referir-se ao Documento 122-PT-Φ e funcionários de nível 03/122-PT podem referir-se ao Registro de Incidente 122-PT-Ψ.

Adendo 122-PT-01: Descoberta: SCP-122-PT foi descoberto em uma base operações secretas do Grupo de Interesse "O Relicário" na cidade de Vitória, Espírito Santo, em 02/03/2018 após revisão de um diário encontrado durante investigações a respeito de SCP-088-PT, com informações relevantes a respeito de múltiplos objetos anômalos (Funcionários de Nível 5 ou superior podem referir-se a [DADOS EXPURGADOS]). Descobriu-se que SCP-122-PT estava em posse de membros do GdI supracitado, que estavam utilizando-o para eliminar alvos de alta prioridade de forma indetectável.

Durante a captura do objeto, registros encontrados na instalação secreta da organização revelaram que ██ pessoas foram eliminadas através do uso de SCP-122-PT, entre elas, █ membros da Fundação Lusófona, o político [REDIGIDO] e [DADOS EXPURGADOS]. Teoriza-se que O Relicário realizou tais ações de modo a aumentar sua influência em escala global.

Não se sabe se O Relicário criou SCP-122-PT ou apenas utilizou-se de suas propriedades anômalas para seus próprios fins.



Registro de Incidente 122-PT-Ψ: Necessário Autorização Nível 3/122-PT para acessá-lo.

Salvo indicação em contrário, o conteúdo desta página é licenciado sob Creative Commons Attribution-ShareAlike 3.0 License