SCP-1305
avaliação: +2+x
1305.jpg

SCP-1305 durante a contenção inicial.

Item n°: SCP-1305

Classe de Objeto: Euclídeo

Procedimentos Especiais de Contenção: SCP-1305 deve ser contido em uma instalação de observação da vida selvagem, localizada no Sítio-77. Nesta instalação deve haver uma câmara de alimentação e uma câmara de repouso. Uma vez por semana, um porco ou outro animal de tamanho similar deve ser posto na câmara de contenção de SCP-1305, para alimentar SCP-1305. Logo após isso, SCP-1305 será obrigado a retornar para sua câmara de repouso, através da aplicação direta de luz intensa.

Após isso, 2 funcionários Classe-D deverão limpar o interior da câmara de alimentação, sendo observados pelos funcionários de segurança.

Descrição: SCP-1305 é um organismo mamífero com um corpo ovóide e possuí seis pernas multiarticuladas. O objeto possuí uma larga e flexível mandíbula, localizada na frente de seu corpo, contendo uma extensa língua e a isca de SCP-1305. O objeto pesa aproximadamente 150 quilogramas com uma altura de 2 metros, embora seja conhecido por ser capaz de se contorcer e comprimir seu corpo para caber em espaços 1/16 do seu tamanho.

Quando ativo, SCP-1305 irá tentar esconder-se em áreas escuras e fechadas, tais como armários ou closets. Quando o objeto está suficientemente escondido, poderá liberar uma "isca" no final de sua língua que comumente relembra um animal doméstico, tais como um gato doméstico.1 Essa isca normalmente irá demonstrar um comportamento esperado do organismo que está imitando e tentará levar sujeitos humanos para SCP-1305.

Em diversos casos, quando um sujeito aproxima-se da isca, a isca irá se reverter em uma língua preênsil, se envolvendo no corpo do sujeito. SCP-1305 logo tentará levar o sujeito para sua boca e então consumi-lo. O consumo geralmente dura entre 16 à 24 horas, tempo o qual SCP-1305 usará a isca para atrair mais sujeitos. Testes tem demonstrado que parece que não há limite no número de sujeitos que SCP-1305 é capaz de consumir ao mesmo tempo.

Quando SCP-1305 consome matéria orgânica a mais, o objeto criará iscas adicionais, às quais enviará ao local em que habita. Essas iscas serão facilmente audíveis, principalmente quando sujeitos humanos estiverem neste local. Além disto, tais iscas podem tomar a forma dos sujeitos que SCP-1305 consumiu, principalmente tomando a forma de sujeitos que as vítimas possuem familiaridade. Este processo continuará até não haver presas restantes na área em que habita, neste ponto SCP-1305 irá se separar de sua massa adicional e mover-se a uma nova área.

SCP-1305 foi descoberto em uma residência em 19/07/1953, após denúncias de que o proprietário desapareceu sob circunstâncias misteriosas terem chegado aos funcionários da Fundação em [REDIGIDO]. Em 11/08/1953 foi classificado como Euclídeo.

Adendo: Documentação recuperada com SCP-1305.

Tive um dia ruim hoje. Sr.Shaw estava sendo muito rude, me interrompendo durante minha apresentação. Eu trabalhei naquela coisa por meses e ele tem que abrir aquela maldita boca e estragar aquilo. Aquele idiota. Já o resto do dia foi normal. E eu acho que aquele gato voltou, por causa que o Jimmy disse que ouviu um som de arranhar na janela do seu quarto. Ele pareceu meio assustado, apesar disso eu botei ele na cama à uma hora.

Jimmy foi à casa de sua mãe, hoje, então eu tenho o lugar só para mim. A comida que eu preparei para o gato se foi, o que é um bom sinal. Vou por a próxima na porta daquele closet e deixar aquilo um pouco aberto. Vou ver se ele entra lá.

Eu vi o gato, hoje! Ele estava no parapeito da janela, depois que entrei quando Jimmy disse que ouviu um som de arranhar.

A polícia disse que eles não tem encontrado nada sobre o sequestro. Deus… Eu me sinto mal do estômago. Jimmy se foi. Alguém levou meu filho. Por favor, deus, deixe ele bem.

Eu tô sozinho hoje. Jimmy se foi e a porra da mãe dele deixou a cidade. Eu tenho certeza que ela tem alguma coisa haver com isso. Eu não me importo com o que Bannister diz, ele tá lá fora em algum lugar. E eu escutei o gato arranhando hoje, de novo.

Jimmy gostava muito.

Eu vi ele hoje, ele está vivo ELE ESTAVA LÁ do outro lado da minha janela, olhando e acenando.

Salvo indicação em contrário, o conteúdo desta página é licenciado sob Creative Commons Attribution-ShareAlike 3.0 License