SCP-1576-JP
avaliação: 0+x
blank.png

Item n°: SCP-1576-JP

Classe de Objeto: Euclídeo

Procedimentos Especiais de Contenção: As mídias contendo SCP-1576-JP e SCP-1576-JP-A devem ser armazenadas em uma unidade de armazenamento de anomalias não autônoma no Sítio-3304. A visualização de SCP-1576-JP requer permissão do Pesquisador Chefe e do Diretor do Sítio. O pessoal que pode ser exposto a SCP-1576-JP-A através de experimentos ou outras circunstâncias deve tomar contramedidas meméticas.

No caso de um incidente relacionado com SCP-1576-JP fora do controle da Fundação ser confirmado, a supressão de informações deve ser realizada por funcionários que tenha tomado contramedidas meméticas, seguidas de descontaminação por meio de amnésicos ou outros procedimentos necessários.

Descrição: SCP-1576-JP é uma proposição matemática que possui propriedades anômalas. SCP-1576-JP é frequentemente proclamado como uma "prova da existência de Deus" pelos indivíduos afetados. No entanto, é impossível provar ou refutar logicamente SCP-1576-JP, devido às inconsistências lógicas e erros matemáticos inerentes à própria proposição.

As propriedades anômalas de SCP-1576-JP se manifestam quando é percebida por uma pessoa que possui alguma ideologia dogmática religiosa ou equivalente e tem habilidade matemática equivalente ao estágio de conclusão do ensino superior (doravante referido como "o sujeito"). O sujeito tenta provar SCP-1576-JP por um processo lógico desconhecido, apesar do fato de que o conteúdo de SCP-1576-JP contém os erros acima mencionados. Uma vez que o sujeito está confiante de que eles provaram com sucesso SCP-1576-JP, eles se tornam fortemente convencidos de que a proposição é verdadeira. Esse efeito mental parece ser formado de forma compatível com as crenças religiosas do sujeito1. O processo de prova de SCP-1576-JP realizado pelo sujeito é designado SCP-1576-JP-A.

SCP-1576-JP-A possui propriedades meméticas anômalas, fazendo com que uma pessoa que entende a maior parte ou toda ela experimente os mesmos efeitos mentais que o sujeito. Como as medidas contrameméticas inevitavelmente impedem a compreensão de SCP-1576-JP-A, é impossível compreender SCP-1576-JP-A em sua totalidade sem estar sujeito à contaminação memética. Esse efeito mental pode ser eliminado apagando memórias relevantes usando amnésicos.

POI-1347.jpg

PdI-1347. Foto fornecida pela Iniciativa do Horizonte durante o Incidente [DADOS EXPURGADOS].

SCP-1576-JP foi descoberto em uma casa presumivelmente o esconderijo do falecido PdI-1347 ("Daniel Mascar")2, um conhecido engenheiro taumaturgo, localizado em Bourges, Cher, República Francesa. SCP-1576-JP foi descrito em um artigo inacabado; enquanto este artigo continha várias proposições matemáticas e filosóficas relevantes para sua pesquisa, juntamente com rimas bíblicas, nenhuma anomalia digna de contenção foi identificada, exceto por SCP-1576-JP. A seguir, um trecho das seções relevantes.
 
Nota: SCP-1576-JP e SCP-1576-JP-A foram omitidos no interesse da segurança e da prevenção de contaminação memética.
 
 

(REDIGIDO POR BREVIDADE)

Eu sabia, na radiante ascensão de Akiva, que eram as palavras do próprio Senhor. E aprendi que o segredo de Sua existência está escondido nas próprias leis do mundo, que são Suas grandes criações, mesmo que Ele não se revele ao mundo. Ou seja, no próprio número.

Todos sabemos que o maior número é Sete, pois o mundo é composto por Sete. Também conhecemos a grandeza de Três, pois é o número mais estável. E essas somas, Dez, representam a harmonia de todas as coisas, como disse São Pitágoras, o Pioneiro.

Com base nesses três números e nos segredos do Senhor que aprendi até agora, derivei a seguinte proposição sagrada e sua prova.

É isso,

[REDIGIDO]

Assim é verdade, o Senhor existe.
Finalmente, todas as pessoas louvarão o nome do Senhor.
Assim seja. 

Uma investigação da Fundação não detectou nenhuma variação significativa na radiação Akiva durante eventos relacionados a SCP-1576-JP, sugerindo a ausência de intervenção divina em SCP-1576-JP.

Adendo: Em 4 de março de 2010, uma violação de contenção de SCP-1576-JP foi confirmada em Montrisson, Allier, República Francesa. Esta violação foi atribuída ao envolvimento da Sociedade Ateísta em Favor da Invalidação da Religião e seus Absurdos3, também conhecido como "SAFIRA", que está ativo na área. Devido à natureza deste meme, que requer uma compreensão do extenso conteúdo de SCP-1576-JP-A como um pré-requisito para a exposição, a violação foi pequena em escala e acredita-se que tenha sido interrompida pela própria SAFIRA. Durante este evento, um número não especificado de membros da SAFIRA e dois civis foram mortos como resultado do tratamento de descontaminação pela SAFIRA.

Dada a sua ideologia4, é improvável que a SAFIRA procure ativamente explorar SCP-1576-JP no futuro. No entanto, como é inegável que a SAFIRA ainda pode estar na posse de SCP-1576-JP e que SCP-1576-JP pode ter sido vazado para outros indivíduos e organizações, o monitoramento de eventos relacionados fora da Fundação deve ser mantido.

O seguinte documento foi obtido com sucesso pela Agência de Inteligência da Fundação em conexão com este incidente.

saphir-logo.png

Relatório de Conclusão da Prova da Ausência de Deus


pelo ZIRCONITA Emmanuel Ferrier



Desde a nossa criação, temos repetidamente afirmado que a fé cega e o serviço de deuses, espíritos e outros seres sobrenaturais invisíveis é uma ameaça à Razão e à independência de toda a humanidade. Entre estas, as religiões paranormais, como representadas pelos Mekhanitas, os Quintistas ou os Ortothana, devem ser consideradas como uma ameaça distintamente separada de outras superstições triviais.
 
Isso não é apenas porque eles têm acesso a meios extraordinários de enganar as mentes das pessoas, mas também porque seu conhecimento do sobrenatural só reforçou sua cegueira religiosa. Em essência, eles estão confiantes de que seus artefatos misteriosos e capacidades aparentemente mágicas são prova da existência de seus deuses.

Quebrar essa obsessão requer evidências científicas sólidas; a refutação.

Fomos informados de que um teólogo (embora eu esteja bastante relutante em considerar aqueles dedicados ao estudo da não existência como estudiosos), uma vez associado à Iniciativa do Horizonte, tentou provar uma proposição para a existência de Deus. A proposição em questão é a seguinte.
 
[SEÇÃO DE SCP-1576-JP REDIGIDA]
  
Minha equipe e eu temos estudado essa proposição há muitos anos, obviamente, para encontrar uma refutação a ela (ou seja, para provar a ausência de Deus). E, finalmente, conseguimos demonstrar a refutação dessa proposição.

Nossas conquistas estão descritas abaixo.
 
[SEÇÃO DE SCP-1576-JP-A REDIGIDA]
 
Portanto, Deus não existe. (C.Q.D.)
 
Isto indica que o Senhor das religiões abraâmicas, que a Iniciativa se dedica, não é mais do que uma imaginação banal. Não só isso, mas também sugere a inexistência de todos os outros deuses. Este é, sem dúvida, um glorioso triunfo da nossa Ciência e Razão.
 
E para aqueles que ainda não abandonaram sua paixão equivocada pelas religiões, anunciaremos isso claramente.
 
Mekhane é um monte enferrujado de lixo. 5 é apenas um número. Rakmou-leusan é nada mais que um parasita anêmico e moribundo.

É hora de aceitar a verdade.

Vamos demolir a sua falsa fé.
 
Tema Nossa Luz!

Na duvida, duvide.


Nota: O incidente acima implica que SCP-1576-JP considerava a ideologia ateísta da SAFIRA como um tipo de doutrina. No entanto, nenhum ateu na Fundação jamais foi afetado por SCP-1576-JP, e presume-se que havia alguns indivíduos dentro da SAFIRA que identificaram com precisão a natureza anômala de SCP-1576-JP e tomaram medidas para resolvê-la. Com base nisso, foi levantada a hipótese de que, para ser submetido, deve-se não apenas ter uma ideologia não religiosa ou ateísta, mas também algum tipo de paixão religiosa e/ou sistematização suficiente para ser chamado de dogmático. Um experimento foi proposto para verificar essa hipótese.
Salvo indicação em contrário, o conteúdo desta página é licenciado sob Creative Commons Attribution-ShareAlike 3.0 License