SCP-158
avaliação: +2+x

Item nº: SCP-158

Classe do Objeto: Euclídeo

Procedimentos Especiais de Contenção: SCP-158 está instalado no na Sala de Operação 07 na Área de Bio-Pesquisa-12. Não é permitida a entrada de nenhum funcionário, nem fornecimento de energia para a sala, a menos que tenham apresentado um formulário de requisição adequado, e este seja aprovada pelo Chefe de Pesquisa Prof. █████. Os funcionários que desejarem utilizar o dispositivo devem solicitar e ler todo o manual de instruções transcrito na íntegra. Durante a utilização do dispositivo, dois (2) guardas armados precisam permanecer em aguardo fora da sala durante todos os momentos. Em caso de um acidente, toda a energia deve ser cortada da sala imediatamente, e os guardas devem examinar a sala cuidadosamente para detectar quaisquer sinais de má conduta. Má conduta será punida de forma decidida pelo Chefe de Investigação, dependendo do caso.

Descrição: SCP-158 é um grande braço mecânico, semelhante ao que se pode encontrar em uma fábrica de automóveis, embora seja de formato incomum, semelhante a uma garra tridáctila pontiaguda. Seu posicionamento preferível deve ser instalado e suspenso de cabeça para baixo com sua base presa ao teto, em uma sala que foi construída para o acomodar. Uma série de cabos estão saindo de sua base e alguns estão ligados a um console móvel complexo, completo com UEV (Unidade de Exibição Visual) e teclado. Os outros cabos devem ser ligados a uma fonte de alimentação funcional se o dispositivo for operado com sucesso. Na parte inferior do console há um dispositivo de distribuição, com um encaixe para um recipiente de aproximadamente 7,6 cm (3'') de largura e 17,8 centímetros (7'') de altura.

O braço, cabos e console sofreram dano por fogo, apesar de puramente cosmético e não afetarem o desempenho do dispositivo.

Quando ativado, o dispositivo irá demorar 20 (vinte) minutos para inicializar e se tornar totalmente funcional.

Quando utilizado corretamente em um organismo vivo que exibe capacidades cognitivas, SCP-158 irá remover uma substância desconhecida e transferi-la por meio do dispositivo de distribuição sob o console. O recipiente ideal para essa substância é uma jarra de vidro ou copo que se encaixe aos encaixes. Após esta ação ser executada, o organismo que foi "utilizado", cessará todas as funções cerebrais superiores, apenas com a atividade do tronco cerebral contínua. A cobaia não vai responder a estímulos externos, e não apresenta qualquer movimento além das ações básicas de reflexo.

A substância retirada é gasosa, embora sua aparência geral e as propriedades diferem de indivíduo para indivíduo. A substância é uma fonte indefinida de energia cinética, elétrica, calórica e luminosa. Embora a taxa de saída, como dito, diferem de indivíduo para indivíduo, a média é relativamente baixa.

O dispositivo foi encontrado no final de 2007 em █████, ███████, dentro de um hospital queimado, que estava em desuso aparentemente por um grande período de tempo perceptível( estimativas aproximadas apontaram em mais de cinco anos). Junto com o dispositivo, havia um "manual do proprietário" bastante danificado, que continha instruções sobre como usá-lo. Estas instruções já foram transcritas e copiado várias vezes, com uma única cópia sempre presente na sala de contenção. Enquanto as instruções apontam claramente como manter e utilizar o dispositivo, os capítulos narrando quem o construiu e o que exatamente fazia foram muito danificados para serem lidos, o que requer um processo de tentativa e erro para encontrá-los (ver Registro de Experimento 158-AA).

Notas Adicionais: O dispositivo também é capaz de reverter a extração, colocando a mesma ou uma diferente substância de volta no indivíduo (ver Registro de Experimento 158-AG). Quando essa ação é executada, o indivíduo irá recuperar todas as funções cognitivas superiores do cérebro, mas os resultados totais diferem, dependendo se era ou não a substância original extraída do paciente que foi substituído.

Adendo-01: Dr. ██████████ sugere experimentação com funcionários classe-D e equipamentos eletrônicos, para tentar reproduzir SCP-168, SCP-1875, SCP-2306 ou fenômenos semelhantes. (Pendente)

Adendo-01A: Inspirado pelo Adendo anterior, Regulador █████ teve a ideia engenhosa de usar SCP-158 em um sujeito a testes, e então expor o cadáver a SCP-217 até que o vírus siga seu trajeto, e, finalmente, reinjetar o conteúdo de volta para o corpo modificado. ███████ e █████ estão extremamente animado com essa proposta, e marcaram um encontro com todos os doze ██████████ para discutir os benefícios a longo prazo de tal técnica.

Salvo indicação em contrário, o conteúdo desta página é licenciado sob Creative Commons Attribution-ShareAlike 3.0 License