SCP-1591
avaliação: 0+x
1591-new.jpg

SCP-1591, sendo testado antes de sua reclassificação.

Item nº: SCP-1591

Classe de Objeto: Keter

Procedimentos Especiais de Contenção: SCP-1591 deve permanecer na Área-79, em um cofre de contenção a 100 metros abaixo do nível da superfície. SCP-1591 deve ser colocado no centro deste cofre, com 30 holofotes de alta intensidade dispostos em um padrão circular de 1m, acima, abaixo e ao redor dele. Uma vez por mês, os holofotes devem ser substituídos por membros da Classe D, devido aos danos causados pelos efeitos de SCP-1591. Um conjunto equivalente de holofotes será mantido em posição fora do cofre em caso dos procedimentos de contenção falharem ou serem executados incorretamente.

Uma equipe de P&D presente na Área-79 se dedicará completamente a desenvolver e implementar dispositivos luminosos de contenção avançados, assim como manter a infraestrutura elétrica necessária para continuar com a contenção de SCP-1591. Materiais provenientes de SCP-███ tem sido implementados como parte da pesquisa, sendo considerado o uso de outros objetos SCP.

As unidades de transmissão fotossensível devem ser configuradas acima, abaixo e ao redor do cofre para detectar uma brecha de contenção. Se alguma unidade de transmissão fotossensível deixar de funcionar, as equipes da superfície devem preparar 75 holofotes de alta intensidade, com uma potência de 600.000 lx a mais do que a intensidade de SCP-1591, para cessar a expansão do efeito de SCP-1591. No caso de uma brecha de contenção, o Conselho O5 deve ser alertado da possibilidade de um cenário de fim do mundo Classe-XK.

Descrição: SCP-1591 é uma escultura de vidro em forma de estrela, rodeada por 14 folhas de vitral. A escultura central pesa 1,2 quilogramas, com os painéis individuais pesando 12 kg cada um. Todos os componentes de SCP-1591 estão suspensos a aproximadamente 6 metros do solo através de um mecanismo até o momento desconhecido. Até o momento, os esforços para afetar a levitação do objeto e de seus painéis tem sido mal sucedidos.

SCP-1591 produz constantemente luz com um aumento gradual de seu brilho e intensidade1. Qualquer superfície iluminada por SCP-1591 parece se tornar inconsistentemente transparente, e se não for removida, qualquer matéria afetada desaparecerá do espaço observável. Matéria não-sólida que entra em contato com a luz produzida por SCP-1591 começa a diminuir rapidamente de temperatura até que adquira uma forma sólida. SCP-1591 é imune ao seu próprio efeito.

Os organismos manterão a consciência e a mobilidade enquanto são afetados por SCP-1591, embora perderão a capacidade de falar. Os organismos afetados normalmente reagem com pânico, tentando fugir da luz proveniente de SCP-1591 o mais rápido possível. Se um organismo afetado deixa de estar exposto a luz de SCP-1591, irá se desvanecer e desaparecerá rapidamente. A contínua destruição do equipamento de observação impediu uma investigação mais aprofundada deste efeito. O fato de SCP-1591 ser exposto a luzes com uma intensidade maior do que a sua própria fará com que a taxa em que seu brilho aumenta seja reduzida em 10.000lx para 50.000lx a cada 24 horas. A intensidade da luz produzida pelo SCP-1591 não diminui à distância.

SCP-1591 foi recuperado em 1940, ███ ████, Itália, lugar onde foi encontrado em posse de operativos conhecidos a Mão da Serpente. Durante a contenção inicial, o efeito de SCP-1591 era insignificante, tomando mais de 82 horas para destruir um bloco de madeira de 3 x 4 x 3 metros. Foi contido na Ala de Contenção Segura do Sítio-77, onde se descobriu que ao focar luz sobre SCP-1591 impedia seu efeito de se espalhar. Inicialmente, a intensidade da luz necessária para a contenção de SCP-1591 era relativamente baixa.

Em fevereiro de 1941, o Sítio-77 foi parcialmente danificado pelo bombardeio Aliado. Estas bombas causaram uma ruptura na contenção do SCP-1591, resultando na destruição da maioria das seções restantes do Sítio-77. Após restabelecer o controle da instalação, SCP-1591 foi considerado significativamente mais perigoso do que o estabelecido anteriormente, por isso foi reclassificado como Euclídeo. Uma segunda brecha de contenção resultou em um Sítio-77 severamente danificado, e na perda de ██ funcionários.

Adendo: 19/5/1941: Vários documentos relacionados ao SCP-1591 foram recuperados pela Força-Tarefa Móvel Sigma-3 ("Bibliógrafos") de um lugar habitado por membros da Mão da Serpente. Esses incluem fotografias, diagramas e documentos. Um exemplo foi incluído neste relatório.

Guerra com Elrich. Estávamos em paz há quase 568 anos, mas eles decidiram declarar guerra contra nós. Os Verderers tentaram garantir que seríamos defendidos, a salvo da ira do Rei. Mortos, todos mortos.

Vi crianças pequenas pendurados pelas costas, estalando ao meio enquanto eram arrancadas em direção às estrelas. As mulheres foram derrubadas nas ruas, lançadas e esfaqueadas até implorarem para morrer. Homens que revidaram ficaram cegos e mancos, e depois exibidos orgulhosamente nas vitrines das lojas.

Minha mãe foi raspada, cozida e comida por um bando de guerreiros saqueadores. Foi a aniquilação pura, muito além do que necessário para trazer vingança ao seu reino. Quando os céus viram isso, eles desviaram o olhar, enojados com a carnificina Elrichiana.

Os céus se jogaram na Terra. Eles não podiam mais suportar olhar, e logo eles estavam caindo a cada momento. Primeiro só em nossas terras, depois na deles, trazendo uma carnificina ainda pior do que tínhamos sofrido. Senti o cheiro dos incêndios nas Províncias do Norte.

Esta estrela é um presente para você, do céu. Nas mãos certas será uma ferramenta para derrubar a tolice. Mas não se esqueça de sua origem. Se o ódio e a carnificina atingirem sua luz novamente, ela derrubará a pureza, apagando-a de suas terras.

As estrelas estão lindas nesta noite.

Salvo indicação em contrário, o conteúdo desta página é licenciado sob Creative Commons Attribution-ShareAlike 3.0 License