SCP-160
avaliação: +1+x
scp160.jpg

SCP-160 durante contenção inicial

Item nº: SCP-160

Classe do Objeto: Euclídeo

Procedimentos Especiais de Contenção: SCP-160 é mantido em uma câmara de bio-contenção segura no Sítio ██. SCP-160 deve ser alimentado com presas vivas na forma de um coelho ou outro animal de massa similar uma vez por semana, com a alimentação devendo ser realizada apenas através do sistema de entrega automatizada.

Experimentação com SCP-160 deve apenas ser realizada com permissão anterior de pelo menos dois (2) funcionários de Nível 3, e qualquer funcionário adentrando a câmara deve usar um traje blindado em todos os momentos.

Descrição: SCP-160 aparenta ser um veículo aéreo não tripulado (VANT) de quatro hélices com um diâmetro de aproximadamente 1.1 m no seu ponto mais largo, similar ao modelo [REDIGIDO] manufaturado pela Corporação [REDIGIDO]. É desprovido de quaisquer marcas de identificação ou rótulos de manufaturação, apesar de inspeção visual de SCP-160 ter revelado sinais de arranhões e outros danos superficiais indicando que rótulos de identificação anteriores podem ter sido removidos.

SCP-160 opera continuamente e de forma completamente autônoma de qualquer fonte de controle identificada, e exibe comportamento similar àqueles presentes em aves de rapina. Irá ativamente caçar presas tais como roedores e outros animais de pequeno porte e, ao localizar sua presa, mergulhar em alta velocidade e empalar sua presa com o que aparente ser uma probóscide metálica. Análise de suas presas demonstra que SCP-160 então injeta uma substância altamente cáustica que liquefaz seus órgãos internos, e extrai a substância pastosa resultante. SCP-160 irá geralmente evitar humanos e animais de maior porte, mas já foi registado utilizando sua probóscide em autodefesa. Ferimentos inflingidos por SCP-160 são extremamente dolorosos, e podem causar morte por liquefação de órgãos vitais ou hemorragia interna.

Pesquisas adicionais sobre SCP-160 estão em andamento, mas provaram ser difíceis devido à operação contínua de SCP-160. Dardos tranquilizantes se provaram ineficientes pois SCP-160 aparenta ser composto inteiramente por componentes não biológicos, e pedidos para causar um pulso eletromagnético de baixa intensidade para desativá-lo foram rejeitados devido aos possíveis danos imprevistos.

SCP-160 foi descoberto por agentes da Fundação em █/██200█ seguindo múltiplos relatos do desaparecimento de animais de estimação da cidade de [REDIGIDO] e subseqüentemente sendo encontrados mortos sob circunstâncias incomuns. SCP-160 foi rapidamente identificado e atraído para um veículo de transporte por uma equipe de contenção e subseqüentemente levado para o Sítio ██. Uma busca pela área resultou na descoberta de ██ pequenos animais dessecados incluindo gatos domésticos, coelhos, roedores selvagens e cães em miniatura.

Salvo indicação em contrário, o conteúdo desta página é licenciado sob Creative Commons Attribution-ShareAlike 3.0 License