SCP-1689
avaliação: +2+x

Item nº: SCP-1689

Classe do Objeto: Seguro

Procedimentos Especiais de Contenção: SCP-1689 está atualmente sob acesso restrito em um armazém de artefatos de médio porte na Área ██, no Compartimento ██. SCP-1689 deve ser armazenado sempre amarrado com sua boca virada para cima. O acesso é limitado aos funcionários de Nível 3, com exceção da equipe da cozinha local.

O acesso exploratório a SCP-1689-A requer a aprovação de um Funcionário de Nível 4. Todas as expedições devem ser documentadas com um manifesto completo do equipamento e da equipe para entrar. O Composto Enzimático 13 foi desenvolvido para auxiliar na exploração de SCP-1689-A.

Propostas para estabelecer um sítio móvel em SCP-1689-A estão atualmente em revisão.

Descrição: SCP-1689 é um saco de serrapilheira com batatas. Em seu estado estável, SCP-1689 pesa 40-50 kg e contém aproximadamente duzentas (200) batatas agrícolas comuns (tubérculos de Solanum tuberosum). SCP-1689 é feito de juta marrom trançada de maneira rústica.

O interior de SCP-1689 é muito maior do que seu exterior e é denominado SCP-1689-A. SCP-1689-A é um grande espaço extradimensional de volume indeterminado (medindo pelo menos 10.000m3, mas acredita-se ser muito maior) completamente preenchido com batatas. A exploração de SCP-1689-A está amplamente incompleta, devido ao alto grau de obstrução; para obter mais informações, consulte o Adendo-2, Registro de Exploração 1689-I.

Quando porções de SCP-1689-A estão vazias, as batatas próximas experienciaram uma forma anormal de crescimento caracterizada por protuberâncias semelhantes a tumor emergindo e eventualmente se dividindo em batatas independentes de tamanho completo. A taxa de crescimento é quase exponencial, com um período de duplicação de aproximadamente duas horas. Este efeito também se aplica a batatas normais introduzidas em SCP-1689, bem como tubérculos ou raízes comestíveis semelhantes, como inhame e batata-doce (embora nenhum tenha sido encontrado a ocorrer dentro de SCP-1689 naturalmente).

Adendo 1689-1: SCP-1689 foi recuperado de Krysovo, uma pequena vila de aproximadamente duzentas (200) pessoas no norte da Sibéria. Um oficial russo relatou em 2 de junho de 201█ que Krysovo não fazia contato com o exterior há quatro décadas e não possuía terrenos cultiváveis ao redor. Os relatórios foram confiscados e investigados pela Fundação, momento em que foi descoberto que a vila estava usando SCP-1689 como sua única fonte de alimentação por mais de um século. Como resultado, os moradores estavam sofrendo de deficiências extremas de cálcio e ferro. Ninguém na vila foi capaz de se lembrar de como eles obtiveram SCP-1689, apenas que ele estava lá "desde antes dos Vermelhos" e que era "um presente por trabalhar duro". SCP-1689 foi posteriormente transportado para a Área ██, sua localização atual.

Adendo 1689-2: Atualmente, apenas uma expedição totalmente equipada ocorreu em SCP-1689-A. Funcionários autorizados podem ver o Registro da Missão do Capitão Cameron Wells: Registro de Exploração 1689-I.

Salvo indicação em contrário, o conteúdo desta página é licenciado sob Creative Commons Attribution-ShareAlike 3.0 License