SCP-1773
avaliação: +2+x
scp-1773.jpg

SCP-1773 em seu recipiente.

Item n°: SCP-1773

Classe do Objeto: Seguro

Procedimentos Especiais de Contenção: SCP-1773 deve ser mantido em seu recipiente de
plástico original e em uma unidade de refrigeração enquanto não estiver sendo testado. Durante testes, deve-se ter cuidado para que SCP-1773 não seja consumido. Quem consumir SCP-1773 deve realizar uma lavagem estomacal dentro de 30 minutos. A cada duas semanas, dez gramas de poeira podem ser colocados no recipiente de SCP-1773, embora não seja necessário.

Descrição: SCP-1773 são espécies de Tardigrade, popularmente conhecidos como "ursos-d'água". SCP-1773 tem um ciclo de vida curto que dura apenas duas semanas e ocorre durante todo o ano.

Após o nascimento, centenas de indivíduos de SCP-1773 cometem canibalismo com seus irmãos até que sobrem apenas os mais fortes. As dúzias1 de indivíduos restantes amadurecem rapidamente até um tamanho macroscópico, atingindo cerca de 2 centímetros de comprimento. Indivíduos maduros formam grupos e rapidamente se movem a procura de parceiros. Não se sabe como eles reconhecem o sexo de outros indivíduos. Após o acasalamento, o macho morre e é devorado pela fêmea que dá à luz cerca de 200-300 novos indivíduos. O canibalismo constante limita o crescimento da população, resultando em um ganho médio de zero indivíduos por ciclo de acasalamento. Qualquer massa extra aparentemente vem do consumo de poeira e mofo.

Indivíduos de SCP-1773 têm cores vivas e exalam aromas atraentes de frutas. As cores incluem azul, rosa, verde, laranja e amarelo, com cada cor combinando com um odor de fruta diferente. Apesar disso, eles têm um gosto amargo e são levemente venenosos para a maioria das formas de vida superiores, incluindo humanos. Assume-se que isso seja um mecanismo de defesa, embora não se saiba por que SCP-1773 tenha seu efeito atraente.

Assim como outras espécies de Tardigrades, SCP-1773 são extremófilos, capazes de sobreviver à dessecação, temperaturas congelantes ou abrasadoras, grande quantidade de radiação, exposição ao vácuo ou altas pressões, e, excepcionalmente, aos processos de digestão. Se o seu consumidor não regurgita-o devido seu sabor amargo, SCP-1773 passa pelo trato gastrointestinal e é excretado vivo e não digerido, muitas vezes mordendo o revestimento do estômago do hospedeiro ao longo do percurso. SCP-1773 também aparenta ser o hospedeiro da bactéria responsável por úlceras estomacais. Quem consome SCP-1773 desenvolve diversas úlceras em um curto espaço de tempo, exigindo tratamento intensivo com antibióticos. Teste em seres humanos não são permitidos atualmente, entretanto, testes para determinar os limites de sobrevivência de SCP-1773 são permitidos à funcionários com Nível de acesso 3 ou superior.

SCP-1773 foram descobertos por funcionários do Centro de Controle e Prevenção de Doenças (CDC) que investigavam um surto altamente localizado de doenças estomacais. Os indivíduos foram encontrados em um recipiente de plástico rotulado "Gumi Beeps" em uma loja de doces dentro de um shopping center em █████████, ██, com o preço de US$ 2,25 por ¼ de libra(113g). Um pequeno slogan impresso na parte inferior do recipiente dizia: “Viva Rápido, Morra Jovem”. O fabricante foi reconhecido como "Tardi-Great, Inc!", mas nenhuma empresa existente foi encontrada com esse nome, e o recipiente estava sem quaisquer impressões digitais ou DNA que poderiam ter levado ao seu produtor.

Salvo indicação em contrário, o conteúdo desta página é licenciado sob Creative Commons Attribution-ShareAlike 3.0 License