SCP-178-PT
avaliação: +12+x
blank.png

Item nº: SCP-178-PT

Classe do Objeto: Seguro

Nível de Ameaça: Amarelo

Procedimentos Especiais de Contenção: SCP-178-PT e seus trechos devem ser contidos em um gabinete de 60 cm X 60 cm X 60 cm no Sítio PT5, já SCP-178-B e suas cópias devem ser contidos em um gabinete convencional no Sítio PT13.

Apenas pesquisadores taumaturgos de nível três ou superior devem ter acesso a SCP-178-PT, mediante a documentação aprovada relatando procedimentos e intenções de testes envolvendo o objeto.

Manifestações de SCP-178-PT devem ser contidas, pessoas participantes terminadas e indivíduos que viram tais instâncias serão administrados com amnésticos.

Em parceria com o GdI Os Tecnotaumaturgos foi criado um software capaz de localizar ambos objetos. Este programa de computador foi denominado protocolo quid-pro-quo-θ e funcionou de 05/05/2000 a 15/02/2005, três meses após o encontro do indivíduo que detinha as cópias de SCP-178-PT e -B.

Funcionários não autorizados praticando os artigos presentes em SCP-178-PT, sabendo ou não da existência desse, serão terminados.

Descrição: SCP-178-PT é um livro de aproximadamente doze mil quinhentas e cinquenta páginas com 30 centímetros de espessura, 55 centímetros de comprimento e 25 centímetros de largura, sua capa de 65 milímetros é feita de um material negro não identificado. As cópias virtuais de SCP-178-PT são designadas SCP-178-PT-B e após testes foi descoberto que tanto SCP-178-PT quanto -B são indestrutíveis ou não deletáveis.

O objeto é intitulado Devaneio e Magia. O autor identifica-se como Cipriano de Antioquia, que, segundo a comunidade católica, fora um feiticeiro arrependido de suas atitudes e catequizado.

O livro divide-se em onze capítulos reverenciando conceitos taumaturgos, seguem os títulos e sucinta descrição de cada capítulo:

Descoberta: SCP-178-PT foi descoberto após o incidente 667-1V-θ. Aparentemente um grupo de seis pessoas tentou realizar um artigo do quinto capítulo de SCP-178-PT, acarretando uma implosão com diâmetro de cinquenta metros quadrados na cidade de Paranhos, MS assim restou apenas SCP-178-PT e seis esqueletos. Mais tarde com o incidente 668-1III-θ, descobriu-se SCP-178-PT-B em um disquete que também continha documentos virtuais dos participantes envolvidos em outros incidentes e um portal da internet que vendia cópias de SCP-178-PT e -B, logo a Fundação criou o protocolo quid-pro-quo-θ e implantou-o.

Todavia pessoas que tiveram acesso ao conteúdo de SCP-178-PT ou -B são incapazes de esquecer os artigos lidos e sentem-se inclinadas a realizá-los.

Segue uma lista de incidentes envolvendo SCP-178-PT:

Adendo Um: Seguem anexas as entrevistas com os envolvidos nos incidentes 667-1X-θ e 668-1III-θ respectivamente:

Para prosseguir com as informações desse adendo insira suas credenciais nível quatro.

Adendo Dois: Após investigações, e graças ao protocolo quid-pro-quo-θ, o indivíduo que guardava trechos de SCP-178-PT e 10 cópias de SCP-178-PT-B em cinco pendrives, três cartões de memória e dois disquetes, foi encontrado no dia 15/11/2004. Quando interceptado o sujeito suicidou-se, as cópias e trechos do objeto foram apreendidos e seguem sob custódia da Fundação.

Comparações com imagens de segurança do incidente 667-1X-θ comprovam que esse sujeito é o mesmo das filmagens.

Adendo Três:

  • Dr. C███: Devido a interrupção das manifestações de SCP-178-PT o protocolo quid-pro-quo-θ está oficialmente desativado. A Fundação agradece os serviços prestados pelo GdI Os Tecnotaumaturgos.

15/02/2005

Salvo indicação em contrário, o conteúdo desta página é licenciado sob Creative Commons Attribution-ShareAlike 3.0 License