SCP-2259
avaliação: +3+x

Item nº: SCP-2259

Classe do Objeto: Euclídeo

Procedimentos Especiais de Contenção: SCP-2259 deve ser mantido com filtros de carvão e lâmpadas fluorescentes substituídas conforme necessário. O tanque será limpo cuidadosamente para evitar danos aos espécimes no interior. Duas vezes por dia uma fonte de comida será polvilhada na superfície da água.

Nenhum espécime pode ser levado a termo sem permissão do Diretor da Área ████████ e o Comitê de Ética.

Descrição: SCP-2259 é um tanque de vidro para peixes, com 1000 litros e medindo 280 cm x 65 cm x 55 cm. SCP-2259 é revestido com um substrato de cascalho, com filtros sub-tanque. As luzes fluorescentes são colocadas em uma cobertura plástica montada no topo do tanque. Existem várias plantas de plástico e um crânio artificial que abre a boca em intervalos regulares.

Quando adequadamente mantido com água salgada, SCP-2259 será capaz de gerar espontaneamente embriões humanos, doravante denominados "eventos de gênese". Em um evento de gênese, são produzidos 150-200 ovos. Estes começarão imediatamente a se dividir, seguindo o desenvolvimento humano normal até o dia 7. Em vez de permanecerem protegidos por uma cobertura, os blastocistos serão expostos e estarão nadando livremente. Cada um forma uma abertura que lhe permite consumir flocos de comida colocados no tanque.

Nesse estágio, o canibalismo começará a ocorrer; em intervalos irregulares, um espécime se aproximará de outro e começará a retirar as células da superfície até que ele mate o espécime alvo. Outros blastocistos se aproximarão e também começarão a se alimentar. Se for fornecido alimento suficiente, aproximadamente 15% dos blastocistos serão consumidos nas primeiras quatro semanas, aumentando se a alimentação for insuficiente. Eles passarão a maior parte do tempo escondidos entre as plantas de plástico.

Se nenhum alimento for fornecido, os blastocistos irão consumir um ao outro até restar apenas um, que então morrerá de fome.

Além da abertura de alimentação, o desenvolvimento prosseguirá normalmente. Às quatro semanas, os botões dos membros permitirão que o embrião nade mais livremente e a abertura de alimentação começará a se fechar à medida que a boca se formar.

Neste momento, os embriões tornam-se muito mais ativos e passam mais tempo nas partes abertas do tanque. O canibalismo ocorrerá em uma taxa ligeiramente inferior, com mais 10% sendo mortos por oito semanas.

Às oito semanas, os embriões serão totalmente reconhecíveis como fetos, com comprimentos variando de 2,5 a 4 cm de comprimento. Braços e pernas serão claramente visíveis, com o nariz e as mandíbulas rapidamente [REMOVIDO]. A abertura de alimentação, agora desnecessária, será completamente fechada. A maioria daqueles que sobrevivem além deste ponto terão taxas variáveis de quimerismo genético devido à ingestão incompleta de outros blastocistos.

Neste ponto, eles se tornarão muito mais territoriais e agressivos. Este é o período de maior canibalismo quando os fetos caçam ativamente um pelo outro, usando [REMOVIDO]. 90% das taxas de atrito podem ser esperadas até a semana 20.

Neste ponto, os fetos começarão a responder aos estímulos auditivos; batendo no lado do tanque causa grande agitação neste estágio. O lanugo e vérnix começarão a se formar na pele fetal, fornecendo alguma proteção. Os líquidos amnióticos se formarão, mas serão rapidamente despedaçados nos membros e bocas durante a alimentação, deixando as partes livres.

Ao final de 24 semanas, os fetos serão claramente reconhecíveis como humanos, com a exceção de [REMOVIDO]. A gordura começará a se formar neles; isso é particularmente reconhecível nos mais bem sucedidos na predação.

Qualquer animal de fora introduzido na água neste estágio será alvo dos fetos. Em um experimento, um coelho de 1,5 kg foi esqueletizado a cinco minutos após ser jogado no tanque.

A parte final da predação ocorrerá quando o tanque ficar lotado devido ao crescimento dos fetos. Na semana 30, não haverá mais do que três fetos sobrevivendo, pois os mais fracos e menores são separados pelos outros. Um sobrevivente sempre restará neste ponto. A boca e o nariz se reformarão até que sejam típicos de um feto desse estágio.

Em algum tempo entre a semana 34 até a semana 40, os fetos restantes irão romper a fonte de água e começar a gritar. Se eles não forem removidos neste estágio, eles voltarão para a água e se afogarão.

Quando removido da água, o feto é considerado nascido, e será referido como uma instância de SCP-2259-2. As instâncias de SCP-2259-2 são idênticas às crianças humanas normais em quase todos os aspectos. Uma cicatriz de fechamento em sua abertura de alimentação é no mesmo local que um umbigo humano, e quase idêntica. Verificações por raios X das mandíbulas mostram alguns sinais menores de [REMOVIDO], mas são indistinguíveis sem exame minucioso. A criança pode ser limpa e a membrana fetal pode ser removida.

Três semanas após o último feto ter morrido ou ter sido removido do tanque, um novo evento de gênese ocorrerá.

Recuperação: SCP-2259 foi recuperado de um apartamento em Londres depois que o inquilino, Jeremy Watson, chamou a atenção da Fundação sob suspeita de uma aplicação da alquimia.

Durante a chegada dos agentes, o suspeito destruiu uma grande parte de um livro. Nesse ponto, os agentes o-cercaram e arrastaram o suspeito para a custódia da Fundação antes de saírem. Acredita-se que o livro era pertencente a Biblioteca de Wanderer, e que Watson foi recentemente preso pelos danos causados a um livro da Biblioteca.

O livro foi intitulado como Homúnculo e Gênesis escrito por um alquimista do século 17 chamado de Rafe Hodgsonn. Ele estava preocupado com a criação da vida, e páginas restantes discutem sobre a geração espontânea de larvas em carnes e ratos apodrecidos em roupas e trigo sujos. Infelizmente, o processo estava na parte do livro, que foi destruido por Watson.

Anotações restantes de Watson discutem sobre ciclos de alimentação e os estágios esperados do desenvolvimento. As anotações sugerem que o Watson produziu várias gerações de SCP-2259-2 antes do ataque. Atualmente, não se sabe o que aconteceu com esses espécimes.

A equipe FTM Nu-4 "Padrão Dourado" foi alertada que este livro pode estar nas mãos de outros pesquisadores alquímicos. FTM Iota-17 "Encaradores de Umbigo," são encarregados no monitoramento das alterações na incidência de quimerismo genético, assim como qualquer criança que apresente cicatrizes incomuns no umbigo ou desenvolvimento mandibular.

Adendo 2259-23: Em 05/23/2014, apenas duas instâncias de SCP-2259-2 foram autorizadas a chegar a termo. O primeiro é um menino asiatico com seis anos de idade. O segundo é um menino caucasiano com quatro anos de idade. Ambos estão sendo monitorados, mas não mostraram propriedades anômalas. Eles desconhecem sua origem e se tornaram estéreis como medida de segurança.

Adendo 2259-35: O novo substrato deve ser completamente limpo e esterilizado antes de ser adicionado ao tanque. Um espécime de Eunice aphroditois foi descoberto no tanque e não pôde ser contido e removido por mais de seis meses, prejudicando muito o ciclo de gênese.

Salvo indicação em contrário, o conteúdo desta página é licenciado sob Creative Commons Attribution-ShareAlike 3.0 License