SCP-2271
avaliação: +1+x
rNQMhQr.png

Uma instância de SCP-2271-1.

Item nº: SCP-2271

Classe do Objeto Keter

Procedimentos Especiais de Contenção: SCP-2271 não pode ser contido diretamente. Esforços atuais de contenção indireta se concentram na mitigação dos danos causados por SCP-2271 aos indivíduos e comunidades afetados. A Força-Tarefa da Fundação Mu-14 "Perdoe e Esqueça" está atualmente liderando os esforços para conter SCP-2271.

Embora se acredite que os efeitos de SCP-2271 sejam irreversíveis, evidências mostram que remover indivíduos afetados de grandes populações e isolá-los diminui a taxa em que a população como um todo é afetada. Forças-tarefa móveis adicionais da Fundação foram utilizadas para separar rapidamente indivíduos afetados de suas famílias e transferi-los para a Contenção de Alta Segurança no Sítio-91 Instalação de Contenção Solitária no Sítio-09. Histórias de cobertura adequadas e amnésticos Classe B foram autorizados.

Todo e qualquer funcionário da Fundação afetado por SCP-2271 deve ser considerado morto em ação. Sob nenhuma circunstância funcionários afetados da Fundação devem entrar em contato com qualquer outro funcionário não afetado da Fundação após a confirmação de seu status de afetado. Recursos de auto-exterminação necessários devem ser fornecidos a esses funcionários conforme solicitado.

Descrição: SCP-2271 é um fenômeno mal compreendido que atualmente afeta pequenas populações no meio-oeste americano. SCP-2271 se manifesta diretamente como um envelope branco comum contendo uma carta detalhando as cobranças de uma conta de empréstimo estudantil. Embora o envelope e a carta não sejam anômalos, a maneira como são entregues é e, como tal, eles foram classificados em conjunto como SCP-2271-1.

SCP-2271 tem efeito sobre um indivíduo em três etapas distintas, cada uma categorizada por uma regressão do estado mental do sujeito, bem como agressão por parte de entidades classificadas como instâncias de SCP-2271-2. As etapas são as seguintes.

Fase 1: Exposição Inicial

O sujeito recebe uma versão personalizada de SCP-2271-1. Normalmente, isso ocorre por meio de correio normal recebido rotineiramente pelo sujeito, embora isso possa ocorrer por uma variedade de meios diferentes. Instâncias de SCP-2271-1 foram encontradas deslizando sob portas, dentro de salas trancadas, dentro de peças de roupa e, em um caso, dentro dos excrementos de um prisioneiro em confinamento solitário.

Todas as instâncias de SCP-2271-1 se referem a um grupo chamado de "Gerenciamento Financeiro da Fábrica", e fornecem números de telefone e endereços usados para entrar em contato com a empresa. Até o momento, nenhum desses números ou endereços mostrou qualquer indicação de ser afiliado à empresa em questão, ou a qualquer grupo, mas se usado para enviar um pacote ou fazer uma chamada telefônica, resultará em algum tipo de comunicação com a empresa. Os pacotes não requerem um carteiro. aplicar uma etiqueta de endereço de algum tipo resultará no desaparecimento do pacote não muito depois.

O indivíduo que recebe a instância de SCP-2271-1 não precisa abrir o envelope ou ler a carta para ser afetado. Assim que ele recebe SCP-2271-1, ele se torna uma instância de SCP-2271-A.

Fase 2: Pagamento da Dívida

Em 100% de todos os casos relatados, a carta dentro de SCP-2271-1 exigirá o pagamento de um valor monetário que absolutamente não pode ser pago, mesmo se o sujeito tivesse acesso ao valor total de todos os bens líquidos da Terra.

Durante a segunda fase, os sujeitos SCP-2271-A tornam-se universalmente extremamente agitados e obcecados com o pagamento do valor devido. Sujeitos começarão a vender todos os seus pertences e bens pessoais e tentarão enviar o dinheiro coletado para um endereço listado em sua carta ou ligar para a empresa e fazer uma transação de crédito. Tentar impedir sujeitos SCP-2271-A de fazer esses pagamentos frequentemente levará a explosões violentas do sujeito. Os sujeitos irão afirmar agressivamente que eles precisam cumprir um horário de restituição impossível ou enfrentar as consequências da agência de cobrança.

Durante esta fase, as instâncias SCP-2271-A começarão a alegar que podem ver entidades humanoides obscuras no limite de sua visão, que são "velozes" e "cobertas em fumaça densa". Nenhuma outra característica distintiva foi relatada. Essas entidades foram classificadas como SCP-2271-2.

Fase 3: Liquidação de Bens

Durante a fase final da aflição, SCP-2271-A começará a vender dramaticamente o restante de seus pertences percebidos para saldar sua dívida. Durante esta e as fases anteriores, as instâncias SCP-2271-A receberão instâncias adicionais de SCP-2271-1 como atualizações para o status de seu pagamento da dívida. Em nenhum caso relatado, o valor devido diminuiu.

Instâncias SCP-2271-A foram observadas enviando o restante de seus bens materiais, os pertences daqueles ao seu redor, seus dentes, cabelo, excrementos, sangue (e outros fluidos corporais), animais de estimação, filhos/cônjuge/parentes próximos1 e, finalmente, sem outras alternativas, o restante de seu próprio corpo. Esse comportamento continuará até que o sujeito expire ou não seja mais capaz de fazer pagamentos, após o que ele desaparecerá (após o segundo pagamento perdido).

envelope.png

Funcionários da Fundação coletando os restos mortais do filho mais velho de SCP-2271-A/34.

Sujeitos SCP-2271-A que são impedidos de fazer pagamentos alegarão que as instâncias SCP-2271-2 que existiam anteriormente apenas nas bordas de sua visão se tornarão mais proeminentes e ameaçadoras, e começarão a confiscar itens por conta própria. Essas afirmações são corroboradas pela observação do sujeito e dos pertences em questão, que começarão a desaparecer se o sujeito não efetuar os pagamentos pessoalmente. Instâncias SCP-2271-2 não foram fotografadas, mas vigilância térmica determinou que sempre há uma queda significativa na temperatura local sempre que sujeitos SCP-2271-A afirmam que as instâncias SCP-2271-2 estão próximas, muitas vezes de até 25° C.

Sujeitos SCP-2271-A estão universalmente em um estado de medo constante em relação a instâncias SCP-2271-2 e mostrarão imensa hesitação para evitar qualquer estímulo que eles relacionem a SCP-2271-2, incluindo o som de metal contra metal, fogo, vento forte e o cheiro de borracha e gasolina queimando.

Adendo 2271/1: Descoberta

O fenômeno SCP-2271 foi descoberto pela primeira vez na cidade de ██████████, Nebraska, depois que as autoridades locais pararam de responder às tentativas de comunicação de todos os grupos externos. Agentes da Fundação foram mobilizados para a cidade, onde descobriram que, apesar de sinais de violência particularmente gráfica e luta, toda a população havia desaparecido. A primeira instância de SCP-2271-1 foi descoberta durante esta investigação, embora sem saber, pela falecida Agente Sandra McCoy, durante a varredura de uma casa abandonada na área.

Dois dias depois, surgiu outro relato de uma família de fanáticos na vizinhança de ████, Nebraska, que vendeu todos os seus bens e, em seguida, atacou violentamente seus vizinhos idosos. Funcionários da Fundação chegaram ao local e conseguiram apreender os sujeitos. Foi durante essa investigação inicial que SCP-2271-1 e -2 foram originalmente classificados.

No entanto, durante a ocupação de ████ pela Fundação, vários outros membros da equipe de contenção primária foram afetados por SCP-2271, assim como um grande número de habitantes da cidade. A situação logo se tornou incontrolável e todos os funcionários não afetados foram ordenados a volta a um perímetro de 5 km e esperar por mais instruções. A situação se resolveu duas semanas depois, quando todos os funcionários afetados desapareceram, expiraram ou ficaram incapacitados demais para continuar fazendo pagamentos. Os habitantes restantes de ████ foram amnesticizados e mantidos para observação, depois transportados para a Espanha com identidades diferentes. A cidade em si foi demolida, assim como ██████████.

Relatório de Incidente: 03/01/2014

4TATuJd.png

Recebido no Sítio-01 em 03/01/2014 às 0315 EST.

No dia 3 de janeiro de 2014, o Comando Supervisor recebeu uma chamada de socorro do Sítio-91, a instalação anterior de retenção de todos os indivíduos contidos em relação a SCP-2271. Após a chamada inicial, a equipe do Sítio-91 não respondeu por mais oito horas, durante as quais a FTM Alpha-1 "Mão Direita Vermelha" foi mobilizada. Devido à localização remota do Sítio-91, a FTM A-1 não foi capaz de chegar ao Sítio-91 antes dele detonar repentinamente seu dispositivo nuclear local.

Na sequência deste evento, foi descoberto que o Sítio-91 havia enviado uma mensagem adicional, com data e hora apenas dois minutos antes da detonação do dispositivo nuclear. A mensagem, uma única imagem digitalizada, foi enviada sem explicação adicional.

Investigação sobre este incidente ainda está em andamento.

Salvo indicação em contrário, o conteúdo desta página é licenciado sob Creative Commons Attribution-ShareAlike 3.0 License