SCP-236
avaliação: +1+x
236.jpg

Unidade de SCP-236, depositada em uma composição líquida durante os testes.

Item nº: SCP-236

Classe do Objeto: Keter

Procedimentos Especiais de Contenção: Todo e qualquer material que sair da área de contenção deverá passar por uma verificação para evitar uma contaminação de SCP-236. Todos os objetos que indicarem a contaminação de SCP-236 devem ser imediatamente colocados de volta à área de contenção e serem livres da contaminação. Pessoas saindo da área de contenção deve se submeter a um exame físico completo e raios-X.

Nenhum objeto deve ser deixado na área de contenção, sem qualquer pessoas presentes. Todos os objetos que aparecerem na área de contenção não devem ser tocados até verificados pelo pessoal da supervisão. Portas de segurança devem ser abertas apenas para permitir que as pessoas saem de dentro da área de contenção.

Nenhum movimento brusco ou ação agressiva de qualquer tipo deve ser aprovado na área de contenção. A área de contenção deve ser mantida com a maior escuridão possível, com óculos de visão noturna recomendados para todas as pessoas que interagem com os artigos. Caso seja necessidade de iluminação tradicional, luzes devem ser ativadas remotamente e deve acontecer um período de espera de uma hora antes da entrada das pessoas ser aprovada.

Descrição: SCP-236 parece ser um enxame de caranguejos quase microscópicos. As criaturas não correspondem com nenhuma forma de crustáceo conhecida, e elementos de sua fisiologia parecem apontar para uma origem artificial (ver documento █████████████████). SCP-236 parece cooperar sob a forma de inteligência coletiva, ou "mente da colmeia". Essa inteligência parece crescer quando indivíduos de SCP-236 estão em estreita proximidade, e dissipam quando eles são divididos.

Grandes enxames parecem mostrar inteligência "predatória", e tornaram-se significativamente mais agressivos do que os mesmos. Enxames mostram aptidão com a resolução de problemas, as táticas de cerco, e discrição. Além disso, enxames mostras que parecem ser capazes de tomar aspectos de formas físicas e aparência de objetos inanimados, tais como portas, cadeiras, ou até mesmo coisas complexas, tais como aqueles encontrados nos quadros, por períodos de tempo prolongados. Esse mimetismo é quase perfeito sob observação normal, e exige uma observação detalhada para ser estudada. Enxames, às vezes, até mesmo destroem objetos existentes e os substituí no que parece ser uma tentativa de um melhor disfarce.

SCP-236 pode criar indivíduos adicionais a partir de qualquer matéria orgânica. Isto inclui madeira, algodão, ou outros materiais derivados de uma fonte biológica. As unidades de SCP-236 aparecem para remover pequenas porções de matéria com suas pinças, consomem-nos, e em seguida, estabelecem pequenos "ovos" esféricos, que eclodem, criando novos indivíduos, depois de dez minutos. Os SCP-236 recém nascidos parecem idênticos aos adultos, mas são menores em tamanho, e não têm os produtos químicos utilizados na resposta defensiva. Os juvenis atingem o tamanho adulto depois de seis horas.

Os SCP-236 parecem temer luz, movimentos rápidos, ou ruídos altos. Este medo é reduzido na proporção do número de unidades em um enxame, mas mesmo grandes coletivos podem ser surpreendidos por um som repentino ou luz brilhante. Os SCP-236 que forem surpreendidos enquanto imitando um objeto irão rapidamente se separar em unidades individuais, que depois se espalham e se escondem. O reagrupamento do enxame pode levar até 24 horas.

Quando reagrupados, ou incapazes de escapar rapidamente, cada unidade de SCP-236 irá iniciar a sua "resposta defensiva". As unidades irão elevar suas pinças, e em seguida, quebrar, com uma explosão equivalente a uma bomba tipo C-4 de 9,07 kg (20 libras). A pesquisa inicial indica que este é o resultado de uma reação química interna que envolve a mistura de três produtos químicos normalmente inertes. A recuperação destes produtos químicos tem sido problemática, devido ao tamanho relativamente pequeno das câmaras de armazenamento, e a probabilidade de surpreender SCP-236 durante o procedimento.

SCP-236 irá usar seres humanos ou quaisquer outros seres vivos como um recurso, desde que o enxame seja de um tamanho suficiente. Enxames de tamanho moderado podem converter um ser humano completo em menos de cinco minutos. Os SCP-236 individuais também foram observados entrando no corpo humano, normalmente, enquanto o sujeito está dormindo, e começam a consumi-lo de dentro para fora. Este comportamento, juntamente com o mimetismo e a resposta defensiva, fazem SCP-236 muito difícil de detectar e conter de um maneira efetiva.

Adendo: Os SCP-236 não possuem a habilidade imitar a vida orgânica, mas existe a possibilidade de SCP-236 desenvolver esse comportamento. Notamos isso durante os testes em [DADOS EXPURGADOS]. Tais formações devem ser imediatamente comunicadas, e a área de testes finalizadas imediatamente.

Salvo indicação em contrário, o conteúdo desta página é licenciado sob Creative Commons Attribution-ShareAlike 3.0 License