SCP-2399

avaliação: +6+x
POR ORDEM DO CONSELHO SUPERVISOR
O arquivo a seguir descreve uma superestrutura alienígena hostil anômala capaz de causar um Evento de Fim-do-Mundo Classe-SK "Terra Desolada", e é categorizado como Nível 5/2399.
Acesso não autorizado é proibido.
2399
Item nº: 2399
Nível5
Classe de COntenção:
keter
Classe Secundária:
none
Classe de Disrupção:
amida
Classe de Risco:
danger

header.png

A Grande Mancha Vermelha de Júpiter.


location.png

Grande Mancha Vermelha, Júpiter

Procedimentos Especiais de Contenção: Devido à localização e natureza de SCP-2399, meios físicos de contenção são atualmente impossíveis. Agentes da Fundação implantados em grandes observatórios devem conter filmagens ou imagens de SCP-2399. Uma campanha de desinformação em andamento está em vigor, que até agora foi capaz de suprimir completamente qualquer conhecimento relacionado a SCP-2399 da consciência pública.

Satélites da Fundação em órbita ao redor de Júpiter devem manter vigilância constante dos esforços de reconstrução de SCP-2399 e fazer todas as tentativas de impedir esse processo se SCP-2399 atingir um mínimo de 75% de conclusão de seu objetivo. Além disso, um perímetro de satélites de interferência eletromagnética de longo alcance (Rede BARREIRA) foi estabelecido na órbita superior de Júpiter. Quaisquer transmissões interceptadas por esta rede devem ser sumariamente decodificadas e registradas.

No caso de SCP-2399 ultrapassar 75% de conclusão de seu objetivo ou de uma brecha de informação no perímetro de interferência, funcionários da Fundação deverão iniciar o Protocolo LEGIONÁRIO-5 (Consulte o Adendo 2399-L5), dada sua conclusão no momento.

Descrição: SCP-2399 é uma estrutura mecânica complexa massiva atualmente localizada na baixa atmosfera de Júpiter. Desde sua descoberta visual em 1963, foi observado que SCP-2399 usa armamento baseado em antimatéria altamente avançado para criar disrupções espaciais e [DADOS EXPURGADOS] atmosféricos devastadores, observáveis como um grande vórtice vermelho, comumente conhecido como a Grande Mancha Vermelha.

redspot.gif

Fotografia acelerada do caminho viajado por SCP-2399 de ██/██/██ a ██/██/██.

SCP-2399 parece estar danificado, possivelmente devido a um impacto com a lua Io antes de parar em sua posição atual. SCP-2399 foi observado lançando uma multitude de pequenos drones de reparo com forma de polvo em um esforço para reparar os danos sofridos. Alguns desses drones permanecerão próximos a SCP-2399, enquanto outros patrulharão luas próximas ou profundamente nos gases de Júpiter, em busca de partes que estão faltando em SCP-2399. Modelos de computador estimam que SCP-2399 está 59% concluído, com uma taxa atual de 0,78% ao ano. Esta taxa aumentou de cerca de 0,12% em 1970.

Apesar de seu estado danificado, SCP-2399 parece possuir uma fonte de energia ilimitada, blindagem eletromagnética avançada, armamento destruidor de matéria, a capacidade de reparar danos sofridos e um sistema de rastreamento e mira preciso (Consulte o Adendo 2399-2b). Devido à grande diferença no avanço tecnológico entre o criador de SCP-2399 e o nosso, para todos os efeitos, SCP-2399 é atualmente considerado indestrutível por meios humanos. Em teoria, SCP-2399 pode ser deixado vulnerável por um pulso eletromagnético suficientemente poderoso. Infelizmente, esta tecnologia ainda não existe.

redspot2.png

SCP-2399 (circulado em vermelho) visto da Unidade BARREIRA 21

Desde 1971, SCP-2399 tem recebido um fluxo interminável de comunicações de base eletromagnética originadas da Galáxia do Triângulo, a cerca de 3 milhões de anos-luz da Terra. Os meios utilizados por SCP-2399 para viajar ao nosso sistema solar e seus meios de comunicação são todos desconhecidos. De 1971 a 1985, SCP-2399 recebia uma única mensagem codificada que, por meio de esforços de quebra de código e de tradução, parecia ser um comando para reparar o dano sofrido ao entrar em nosso sistema solar. Depois disso, a rede BARREIRA foi estabelecida para interceptar essas mensagens. Isso coincidiu com um período de silêncio de rádio da origem das comunicações, até 1996, quando uma ordem diferente começou a ser transmitida. A rede BARREIRA até o momento tem evitado que SCP-2399 receba este comando (Consulte o Adendo 2399-Registro-de-Comunicação).


Notas de Descoberta de SCP-2399:

Adendo 2399-2b:

Adendo 2399-2c: Projeto Gigas:

Adendo 2399-L5:

Adendo 2399-Registro-de-Comunicação:

Salvo indicação em contrário, o conteúdo desta página é licenciado sob Creative Commons Attribution-ShareAlike 3.0 License