SCP-2432
avaliação: +7+x
hallway.jpg

Um corredor no interior do Hotel A██████.

Item nº: SCP-2432

Classe de Objeto: Seguro Euclídeo

Procedimentos Especiais de Contenção: Todos os websites de negócios e viagens listando o Hotel A██████ devem monitorar as avaliações buscando gatilhos meméticos utilizando o robô de análise da rede, operado pela Fundação, Gamma-09 ("BATESMOTEL"), que buscará gatilhos meméticos textuais em uma lista e remover as avaliações, com a cooperação dos sites hospedados. Apenas membros da equipe com treinamento contra perigo memético de Nível 3 devem ter acesso a esses textos.

SCP-2432-1 deve ser mantido em armazenamento em uma pequena caixa de plástico selada para prevenir contaminação biológica. Desde █/█/15, dados suficientes foram produzidos, de modo que testes com SCP-2432-1 não são mais requeridos e o mesmo deve ser mantido em armazenamento permanentemente.

O Hotel A██████ foi comprado por uma companhia de fachada da Fundação, e nenhum funcionário não pertencente a Fundação deve entrar em SCP-2432, exceto funcionários de limpeza do hotel, com hora marcada.

Um funcionário Classe D deve fazer check-in e dormir em SCP-2432 uma vez a cada mês. Ele(a) deve então ser isolado(a) com um computador. Esse computador deve ter acesso apenas a uma base de dados privada da Fundação, mascarada para lembrar sites populares de negócios. Os conteúdos gerados pelo funcionário Classe D devem ser colocados em um arquivo protegido acessível através dessa documentação, contendo todo o texto gerado em conjunto com SCP-2432.

Atualização █/██/18: Nenhum colaborador deve dormir em SCP-2432 sob nenhuma circunstância. Todos os colaboradores sobreviventes devem ser colocados sob quarentena até 08/01/19. Sob o protocolo AMENITY, todos os civis que tiveram contato com SCP-2432 previamente à contenção devem ser contatados, monitorados e colocados em quarentena até 08/01/19. Todos os experimentos não essenciais devem ser interrompidos. Atualização para Keter está pendente.

Descrição: SCP-2432 é o quarto 710 do Hotel A██████ em State College, Pennsylvania. SCP-2432 é similar a maioria dos quartos dentro do Hotel A██████, com duas camas queen-size, closet, televisão e banheiro, todos elementos não anômalos. O interior das paredes de SCP-2432 é revestido com um aramado prateado e metálico que é extremamente resistente, com uma força tênsil de aproximadamente 4003 MPa. Nenhuma outra parede no Hotel A██████ contém tal aramado.

A construção de SCP-2432 é feita de uma forma que induz um efeito de alteração mental em um hóspede, de agora em diante designado como Sujeito, que dormir durante a noite em SCP-2432. As paredes de SCP-2432 podem gerar uma oscilação que manipula as ondas cerebrais humanas através de um processo desconhecido. Essa oscilação coloca sujeitos que dormem em SCP-2432 em um transe. Após deixar o local, sujeitos são compelidos a escrever uma avaliação a respeito do Hotel A██████ em um site popular de avaliações de viagens ou negócios.

A experiência do sujeito frequentemente será altamente exagerada, com elogios aos vários serviços e amenidades oferecidos por SCP-2432. Avaliações frequentemente são escritas com linguagem incoerente, com frequentes sentenças sem sentido ou enigmáticas. Sujeitos descrevem não ter memória de ter escrito suas avaliações.

As avaliações geradas por sujeitos têm uma propriedade textual memética menor de força variável. Qualquer indivíduo que ler uma avaliação gerada, sentirá desejo de viajar até State College e reservar SCP-2432 para pernoitar. Os gatilhos meméticos mais poderosos causaram um aumento de 62% em reservas no Hotel A██████.

telly.jpg

A televisão em que SCP-2432-1 foi encontrado.

SCP-2432-1 é um pequeno nódulo orgânico, lembrando uma pústula, localizada atrás de uma, de outra forma totalmente normal, televisão HD flat-screen da marca LG localizada dentro de SCP-2432. Amostras do fluído interno mostram uma mistura de DNA não identificado porcino, humano e de bacalhau. O nódulo está preso à televisão com um muco adesivo que o mesmo gera, apesar de poder ser removido segura e facilmente.

Quando SCP-2432-1 é colocado na parte traseira da televisão de SCP-2432, em adição ao pacote padrão de canais via satélite estendidos encontrado em outras televisões do Hotel A██████, um canal de televisão adicional identificado como “notíciasdoquarto” é acessível. Nenhuma outra televisão do Hotel ██████, ou qualquer outra televisão trazida para o interior de SCP-2432 tem acesso ao canal “notíciasdoquarto” além do quarto original. “notíciasdoquarto” só pode ser acessado colocando SCP-2432-1 na televisão de SCP-2432. Fixar SCP-2432-1 a qualquer outra televisão não produz efeito algum. A natureza da relação entre o conjunto SCP-2432-1 e SCP-2432 é desconhecido.

A programação aparente de “notíciasdoquarto” consiste de um programa sem título de 24 horas. O conteúdo desse programa é uma única foto parada de uma cena pastoral de um lago com um barco à vela, enquanto a versão muzak da música dance Since I Left You pelo grupo The Avalanches toca repetidamente. Uma vez a cada três dias, o áudio é interrompido e uma voz com sotaque britânico lê um monólogo dramático direcionado ao telespectador. O conteúdo do monólogo é similar às análises geradas por sujeitos e contém elogios exagerados ao hotel, suas amenidades e ao estilo de vida de ficar em hotéis. O monólogo, diferentemente das análises, é coerente e não contém gatilhos meméticos, apesar de 13% dos sujeitos que viram o monólogo sob condições controladas descrevem se sentirem levemente perturbados ou desconfortáveis. Se SCP-2432-1 foi removido, colocá-lo na parte traseira da televisão de SCP-2432 imediatamente começará a transmissão de um monólogo. O ciclo, então, começará novamente, com o próximo monólogo começando novamente três dias depois se não for removido.

SCP-2432 apareceu pela primeira vez em 07/06/99, quando o Hotel A██████ mudou de televisão a cabo para transmissão via satélite. Antes disse, a administração do hotel não tinha registro da existência de um Quarto 710.

Monólogo gravado durante teste com SCP-2432-1 em ██/█/14:

Deixe-me descrever algo para você. Essa é uma história verdadeira. Realmente aconteceu comigo. Poderia ter acontecido contigo

Todos os dias você acorda e vai para o trabalho e tem alguma coisa estranha a respeito do seu chefe, ele é mórbido e pegajoso e estranho. Seus colegas de trabalho são legais o suficiente, mas eles não se comunicam. Eles são quietos, estranhos e absorvidos em seus próprios mundinhos e você é ignorado. Não porque você é feio ou estranho ou rude mas porque você está lá. E você suspeita de coisas a respeito dos seus colegas de trabalho. Eles desaparecem para fazer sexo no banheiro por longos períodos de tempo e ficam navegando em mídias sociais o dia inteiro todos os dias. Apesar de seus hábitos e das coisas estranhas cada um deles coloca nas suas páginas do Twitter que eles parecem estar muito melhores do que você. Como você está ficando para trás? E você deveria amar seu emprego. É sua paixão. A maioria morreria para estar em um emprego pelos quais são apaixonados. Você realmente deveria mas você não consegue. Admiração se torna rotina e rotina se torna enfado e dia vai dia vem e você se esforça para manter sua alma. Isso não é o que deveria acontecer.

'Deveria' é uma palavra tão tormentosa. Uma armadilha pensante. Deveria. Sua vida é comandada por deverias.

Você vai para casa no seu carro velho e desgastado pela mesma rua tediosa na sua cidade. Tudo está ao longo daquela chatice e você não pode realmente ir pra outro lugar. Tudo está encoberto e os pedestres são idiotas e os motoristas também. Você chega em casa e tem um milhão, bilhão de projetos para completar.

Você deveria competir na corrida de ratos mas você está cansado até os ossos. Você prometeu a sua avó você deveria mandar uma mensagem pra ela porque ela está atravessando a químio e ela acabou de descobrir como mandar mensagens porque ela está ficando velha e tendo dificuldades em se ajustar e é muito doloroso para ela e você deveria estar lá mas o emprego é tão exigente.

Você tem mil livros que deveria estar lendo. Você tem um milhão de projetos que deveria completar. O aluguel do seu apartamento minúsculo está atrasado e a louça está se empilhando alta e suja na pia. Você quase não tem dinheiro pra pizza e você deita com as suas cuecas boxers no seu sofá gorduroso de 10 anos de uma IKEA em Fishkill, New York que fechou há um ano. Você lembra da sua mãe levando você lá quando era criança. Então ela se foi. Agora você se senta, gordo e assustado de cueca enquanto você enfia comida na sua cara e se masturba para pornografia de mulheres gordas alimentando uma a outra porque você tem gostos devassos e pervertidos mas você também assiste em uma tacada só alguma sitcom idiota na TV porque você não tem atenção suficiente para dar para cada uma individualmente. E bem no fundo embaixo do tédio e de orgasmos meio desejados e da sensação nauseante da horrível junk food você sente uma ansiedade profunda, crescente. O sentimento de observar sua vida queimar a sua volta enquanto você tenta e tenta ter sucesso em algo grande, tenta deixar sua marca na sociedade mas você não consegue se obrigar a fazê-lo apesar de suas convicções. O receio é horrível. Está tudo desmoronando. A passeata está passando por você e você está desamparado. Imóvel em sua afirmação como uma grande pedra feita de desapontamento, arrependimento, depressão e indisposição.

Não há nada para você aqui.

Você precisa deixar esse lugar. Você tem uma escolha.

Pegue sua camisa boa e limpa e suas calças espertas e anuncie que você vai dar um tempo. Nem faça as malas, não leve nem seu celular. Uma simples ligação para o escritório e siga o seu caminho. Pegue aquele velho e desgastado carro da garagem abaixo do seu complexo de apartamentos, dê ao seu gato a última parte da ração dele e um pouco de água e pegue a estrada. Deixe a cidade e sua ex e as promessas que você fez e seu emprego e sua avó e suas responsabilidades e seus receios.

O que eu recomendo pra você é simples: Ache um hotel. Não um motel ou algo surrado. Um hotel. Até uma rede servirá.

Hotéis são simplesmente extraordinários, não são? Limpos e elegantes. Todos modernos e desenhados para agradar o olhar. Você não precisa se importar com nada no mundo. Comida é providenciada, eles limpam tudo e você pode ter um pouco de luxo uma vez na vida. A maioria tem até mesmo piscinas e centros de exercícios onde você finalmente pode entrar em forma e organizar sua vida. É uma chance de dar um passo para trás e reagrupar.

Dê uma olhada nos clientes a sua volta. Viajantes, a maioria. Pessoas estranhas, pessoas interessantes. Pessoas que você jamais verá novamente. Viajar é tão romântico, tão misterioso. Ora, que histórias essas pessoas provavelmente têm! E os funcionários, todos também tão atenciosos em seus espertos uniformezinhos. Não ouça os pessimistas. Essas pessoas amam seus trabalhos. Você sabe que elas amam.

O quarto é incrível. O papel de parede é elegante e as pinturas fazem você se sentir confortável. Tem toalhas limpas todos os dias e a cama está sempre feita. Você pode escapar da tempestade que está vindo lá fora. O trovão colidindo com o telhado como bolas rolando. Você poderia viver sua vida inteira neste lugar. Aproveitar os cereais açucarados no buffet de café da manhã. Pegar um cartão fidelidade e não pagar nada. Viajar realmente muda um homem. Relaxa-o. Molda-o em uma pessoa melhor. Você se torna uma pessoa melhor ficando em um hotel. Forte, social, um verdadeiro soldado. Você se adapta à mentalidade do hotel. Aproveite a música suave e como aquele waffle fresco. Beba uma cerveja a noite com seus companheiros transitórios do bar esportivo anexado. Relaxe e veja aquela reprise velha daquele filme de super-herói na TV. Viva aqui para sempre. Aproveite o hotel. Seja o hotel. Nunca saia. Porque você sairia? Mesmo que você saia por essas pristinas portas de vidro deslizante, você estará vazio. O hotel é sua alma agora e você se sente uma pessoa pior longe dele. Você se sente deslizando novamente para aquela vida cinzenta. Seu coração é um buraco negro. Sua alma é o hotel. Sua consciência é o hotel. Você agora é uno com as suas acomodações. Você é suas acomodações são sua vida. Ascenda.

Isso não é adorável?

Adendo: Em ██/█/17 D-3456, que tinha participado em estudos do sono envolvendo SCP-2432, contraiu uma doença enquanto trabalhava com SCP-████. Inicialmente classificado como sendo relacionado a SCP-████, ele foi colocado em quarentena.

Durante exames, oficiais médicos encontraram uma pequena tela parecida com uma televisão feito de tecido ósseo crescendo em seu estômago. Uma doença de pele desconhecida também foi observada, com assaduras roxas em padrões florais cobrindo seu corpo. Outros sintomas gradualmente emergiram, incluindo ganho de peso extremo, glossolalia, a lenta conversão da parte inferior do intestino em canos de porcelana, a conversão do fígado para um travesseiro e a substituição de todos os músculos subcutâneos no aramado encontrado em SCP-2432.O sujeito estava em delírio extremo durante esse período, e frequentemente repetia as palavras “ascendendo” e “relaxando”. O sujeito faleceu trinta dias após a observação inicial, conforme os sintomas continuaram e cresceram em velocidade. O formato do corpo do sujeito se transformou em um cubo grosseiro conforme o ganho de peso aumentou e a glossolalia começou a lembrar estática de televisão. Cadáver incinerado.

Nos trinta dias seguintes, mais cinco funcionários Classe D e um pesquisador que estavam envolvidos com testes em SCP-2432 desenvolveram sintomas similares e foram imediatamente colocados em quarentena. A doença foi conectada a SCP-2432. Todos os testes cessados.

Salvo indicação em contrário, o conteúdo desta página é licenciado sob Creative Commons Attribution-ShareAlike 3.0 License