SCP-2602, que costumava ser uma biblioteca
avaliação: +1+x

Atenção: Este arquivo contem propriedades de risco cognitivo. Mesmo que não se acredite que a leitura deste texto seja nociva, a compreensão e a interpretação dele terão efeitos negativos. Por favor, tenha cuidado ao ler este documento.

library.jpg

SCP-2602

Item nº: SCP-2602

Classe de Biblioteca: Antiga

Procedimentos Especiais de Contenção: SCP-2602 foi adquirido sob a alegação de que costumava ser uma biblioteca. Grandes arbustos e árvores foram plantadas ao redor da propriedade a fim de ocultar SCP-2602. O acesso de não-funcionários é proibido. Amnésticos foram aplicados na cidade em que SCP-2602, uma antiga biblioteca, está localizado.

Toda referência online conhecida acerca de SCP-2602 e acerca do fato de que este costumava ser uma biblioteca foram removidas. Filtros relacionados aos marcadores linguísticos dos efeitos de SCP-2602 foram adicionados ao software de rastreamento da Web da Fundação para notificar à análise textos que potencialmente pertencem a SCP-2602. Todo documento físico relacionado a SCP-2602 que se tem notícia foi identificado e destruído.

Documentos da fundação relacionados a SCP-2602 devem ser editados ao máximo possível para a legibilidade de funcionários sem familiaridade com a anomalia. No geral, 40% de todas as referências ao fato de que SCP-2602 costumava ser uma biblioteca podem ser removidas.

Descrição: SCP-2602 é um prédio que, de 08/06/1921 a 29/04/1988, foi uma biblioteca. SCP-2602 está localizado em █████ ███████, Inglaterra, e desenvolveu suas propriedades anômalas em outubro de 2004.

Quando qualquer informação acerca de SCP-2602 é comunicada, sujeitos são levados a fazer referências frequentes ao fato de que SCP-2602 costumava ser uma biblioteca. O texto exato e a natureza dessas referências são em sua maioria determinados pelo autor e pelo contexto, mas sempre comunicam essas informações de forma inequívoca. Textos referentes a SCP-2602 podem ter essas referências removidas até um determinado grau por indivíduos que possuem pouco conhecimento de SCP-2602 tirando o fato de que costumava ser uma biblioteca. A compulsão limitada de permitir que essas referências não sejam editadas tem dificultado as tentativas de desenvolver processos automatizados para removê-las.

Qualquer informação relativa a SCP-2602 também é anômala. Sujeitos expostos a informações sobre SCP-2602 considerarão o fato de que este costumava ser uma biblioteca como o determinante primário por trás de qualquer número de propriedades anômalas ou observações a respeito deste. Isso é proporcional à medida que essas informações contêm referências ao fato de que a SCP-2602 costumava ser uma biblioteca. Embora sujeitos desenvolvam crenças falsas para apoiar essas relações causais irracionais, eles não se generalizam e não representam um risco geral à cognição — por exemplo: ainda que muitos indivíduos postularam que os efeitos gravitacionais dentro de SCP-2602 sejam resultado de que costumava ser uma biblioteca, mas já não serve a esse propósito, não mantém essas crenças quando mencionados outros prédios que costumavam ser bibliotecas.

Sujeitos são incapazes de comunicar, direta ou de outra forma, qualquer informação pertinente ao uso de SCP-2602 em seu tempo como biblioteca e o desenvolvimento de suas propriedades anômalas. Quando solicitados a dar informações, ao invés disso irão referir-se insistente e repetidamente ao fato de que SCP-2602 costumava ser uma biblioteca. Devido a isso, e ao fato de que SCP-2602 costumava ser uma biblioteca, tem sido muito difícil determinar o que ocorreu, se é que ocorreu, em SCP-2602 de 1988 até 2004.

Adendo 2602-1: Resumo de uma pesquisa em SCP-2602, que costumava ser uma biblioteca, conduzida pelos agentes Roderick e Casey em 9 de dezembro de 2004. Os segmentos ilegíveis foram totalmente excluídos. Veja também: SCP-2602 Evidência Fotográfica

Embora o arranjo de SCP-2602 geralmente seja apropriado para uma antiga biblioteca, este é incompatível com as plantas obtidas do governo local e testemunhos de velhos consumidores. Portanto, presume-se que o SCP-2602 costumava ser uma biblioteca. Destacando-se, SCP-2602 possui uma extensa parte subterrânea do tipo que geralmente é encontrada em antigas bibliotecas.

SCP-2602 sofreu danos extensos causados pelo incêndio no mesmo dia em que desenvolveu propriedades anômalas. A consulta às tabelas atuariais mostrou pouco desvio em relação ao que se espera de danos causados por incêndio em antigas bibliotecas. Entretanto, alguns destroços exibiram graus elevados de radiação Dewey1, impedindo o acesso a vários santuários que provavelmente eram usados para auxiliar os grupos de leitura de SCP-2602 quando era uma biblioteca.

Foram encontradas várias máquinas avançadas de classificação de livros, embora o armazenamento de longo prazo em uma antiga biblioteca as tenha tornado inoperantes. As amarras usadas por bibliotecas para prender os usuários com livros com entrega atrasada também foram danificadas, aparentemente de forma violenta, por esse armazenamento.

O fosso de lixo tóxico de SCP-2602, cuja presença é esperada dentro do que costumava ser uma biblioteca, foi isolado. No entanto, durante o processo, flutuações ex-bibliotéticas nos resíduos fizeram com que o Agente Casey sofresse vários ferimentos graves na pele, que mais tarde se mostraram fatais. Notavelmente, SCP-2602 costumava ser uma biblioteca.

Conclusões: Como evidenciado pelo fato de que SCP-2602 costumava ser uma biblioteca, e anteriormente era uma biblioteca, é provável que SCP-2602 fosse uma biblioteca. É muito provável que, logo após deixar de ser uma biblioteca, SCP-2602 fosse uma biblioteca anteriormente. Isso provavelmente serviu para destacar o fato de que SCP-2602 costumava ser uma biblioteca e ocultar o SCP-2602 costumava ser uma biblioteca.

Salvo indicação em contrário, o conteúdo desta página é licenciado sob Creative Commons Attribution-ShareAlike 3.0 License