SCP-3006
avaliação: +1+x

Item nº: SCP-3006

Classe do Objeto: Euclídeo

Procedimentos Especiais de Contenção: As distribuições de vídeo online impactadas por SCP-3006 devem ser monitoradas pelos rastreadores de rede da Fundação. Manifestações de vídeos contendo SCP-3006 devem ser removidas após a publicação e/ou detecção. O pessoal designado da Fundação incorporado na empresa Alphabet Inc. deve garantir que nenhum membro do público possa visualizar SCP-3006. Estima-se que, sem a implementação adequada dos procedimentos de contenção, a maioria dos vídeos na internet pública global seria afetada dentro de 128 horas.

A Fundação não encontrou nenhuma maneira de impedir a publicação de vídeos SCP-3006 adicionais. Nenhum outro objeto anômalo deve ser referido na documentação.

Descrição: SCP-3006 é vídeo titulado como "somos o número um exceto que cada vez que você vê o vídeo haverá o dobro de robbie rottens mas a sala será do mesmo tamanho[nsfw]" que foi postado no serviço de hospedagem de vídeos do YouTube em 12 de Outubro de 2016. SCP-3006 apresenta um clipe musical de "Lazy Town" que, em reproduções repetidas, faz com que vários humanoides idênticos ao ator Stefán Karl Stefánsson apareçam.

Os vídeos impactados por SCP-3006 são capazes de espalhar seus efeitos, principalmente sendo postados em tópicos onde vários vídeos não afetados estão presentes. Dentro de 1-5 minutos de ser ligado, todos os outros vídeos ligados no mesmo tópico começarão a manifestar os efeitos de SCP-3006. Os seres humanos ou humanoides vivos apresentados em vídeos duplicam com cada reprodução, incluindo pessoas que estão fora da tela, como o pessoal da câmera e o pessoal do som. O efeito é exponencial em que, em cada reprodução, o número de indivíduos em cada vídeo é dublado. Por exemplo, um vídeo contendo 2 indivíduos terá, em vez disso, 4 na segunda reprodução, na terceira terá 8 e a quinta terá 32. Nenhuma dessas entidades parece ter conhecimento do efeito de SCP-3006 e acharão isso muito angustiante.

Apesar de afetar vídeos exibidos, o efeito de SCP-3006 é exclusivo para cada visualizador; isto é, que o efeito de SCP-3006 é dependente de quantas vezes o individuo assistiu o vídeo. Se mais de um individuo estiver visualizando, esse efeito ocorrerá com base em quem iniciou a reprodução fisicamente. Se o individuo visualizar uma série de vídeos relacionados a SCP-3006, o efeito também será transferido para outros vídeos subsequentes.

SCP-3006 parece afetar principalmente, vídeos que ocorrem em ambientes fechados, embora isso não seja universal e não possa ser confirmado como um efeito deliberado. Quando afetado por SCP-3006, não é possível que os indivíduos gravados saem da área em que o vídeo está ocorrendo. Em certo ponto, os indivíduos afetados começarão a sofrer danos devido ao superaquecimento, exposição ou força do esmagamento de humanoides exponenciais que aparecem instantaneamente no início da reprodução de vídeo. Isso não impede que o efeito de SCP-3006 persista.

Eventualmente, a reprodução atinge a um ponto em que a câmera e o equipamento de som são destruídos devido à intensa pressão das vísceras em um espaço fechado. Isso também poderá ocorrer em vídeos com áreas exteriores disponíveis, embora seja necessário que o referido vídeo seja repetido várias vezes para chegar neste ponto. Neste momento, a aparência do vídeo é variável, com gráficos não anômalos emendados com imagens digitais corrompidas.

SCP-3006 foi inicialmente descoberto depois que os relatórios das mídias sociais de vídeos incomuns vieram à atenção da Fundação. 11,346 indivíduos primeiramente registrados que viram a primeira instância anômala de SCP-3006 foram rastreados e receberam os amnésticos de Classe-C. Após o interrogatório, vários individuos apresentados no vídeo inicial foram determinados como não anômalos e receberam amnésicos de Classe-B.

Em 01/18/2017, SCP-3006 foi classificado como uma anomalia.

Adendo: Exemplos de Videos Afetados

Titulo:

Descrição do Vídeo:

Efeito de SCP-3006:




Adendo: Transcrição da Entrevista 3006-J

[VÍDEO REMOVIDO]

Entrevistado: ███ ██████

Entrevistador: Dr. Krang

Prefacio: Em 02/14/2017, outro produtor de vídeo, ███ ██████, descobriu que vários de seus vídeos foram afetados por SCP-3006. Esta transcrição foi feita para uma iteração da entrevista. O original foi perdido, ou talvez nunca tenha existido.

<Inicio do Registro>

Dr. Krang: Você pode indicar seu nome, para registro e soletrar?

███ ██████: Sério. (risada nervosa) Isso é tipo uma entrevista, Eu acho. Eu sou ███ ██████, █ █ █, █ █ █ █ █ █. Mas você já sabia disso, né?

Dr. Krang: Quando você se tornou consciente dos vídeos?

███ ██████: Alguém me enviou pelo Twitter, eu acho. É estranho, ver pessoas que você conhece ficam fodidas assim. Você se sente mal, mas são apenas pequenas pessoas do computador, certo? Então, não é realmente um grande negócio. Foi o que eu pensei, pelo menos.

Dr. Krang: Quanto tempo demorou para que você descobrisse os vídeos em que apareceu?

███ ██████: Sim, bem, você sabe como o Youtube funciona, era um dos vídeos sugeridos. Deus. Cara, eu só… não é algo que eu quero descrever. Então eu tentei denunciá-lo e… agora estou aqui com vocês.

Dr. Krang: Quantas vezes você assistiu ao vídeo?

███ ██████: Eu não sei. Em um certo ponto você perde a noção. Porque é engraçado, né? É estranho ver uma tonelada de si mesmo. Eu não sabia o que mais fazer lá, para ser perfeitamente honesto.

Dr. Krang: O que você quer dizer?

███ ██████: Bem, é só… Não sei por que fui. Senti como… você sempre fez alguma coisa e, quando terminar, você nem sabe por que você fez isso? Isso é o que senti. Quase como se fosse um sonho ou algo assim.

Dr. Krang: O que você esperava acontecer?

███ ██████: Pelo que me disseram… bem, eles disseram que seria como se estivessem lá um com o outro para sempre. Mas não são eles, era eu. Havia milhares de mim e eles estão mortos agora. Destruídos. Era um purê de vísceras. Um dos olhos flutuou, e eu pode me ver por ele, cara. Era muito esquisito.

Neste ponto, tanto o entrevistador quanto o entrevistado tomam consciência de vários humanoides idênticos a eles presentes na sala, em pé ao redor das bordas.

███ ██████: Jesus!

Várias iterações do Dr. Krang tentam imediatamente sair da sala, mas não têm êxito. Todas as instâncias do Dr. Krang começam a lutar entre si, enquanto as cópias de ███ ██████ se juntam no lado oposto da sala ao redor do entrevistado original, cobrindo a cara com as mãos.

███ ██████: Fiquem longe! Pare! Socorro!

Copias de ███ ██████ começam violentamente a rasgar a carne e a pele do outro ele, enquanto as cópias do Dr. Krang fazem o mesmo. Esta violência continua até que haja apenas uma iteração de cada esquerda. Não se sabe se são ou não os originais. A reprodução de vídeo termina com a tentativa de saída sem sucesso da área de entrevista.

<Fim do Registro>

Declaração de Encerramento: O individuo foi administrado com amnésticos de Classe-C na entrevista. SCP-3006 continua a persistir, e várias outras instâncias de SCP-3006 foram posteriormente documentadas nos arquivos de vídeo da Fundação. A reclassificação de SCP-3006 está em consideração.

Salvo indicação em contrário, o conteúdo desta página é licenciado sob Creative Commons Attribution-ShareAlike 3.0 License