SCP-303
avaliação: +1+x
303.jpg

SCP-303 escondido no canto da porta

Item nº: SCP-303

Classe do Objeto: Euclídeo

Procedimentos Especiais de Contenção: Atualmente, como a anomalia não foi localizada além dos limites da Área-██, a Área-██ é atualmente designada como a área de contenção de SCP-303. Todas as salas da Área-██ devem ser alteradas sempre que possível, no objetivo de ter duas entradas separadas por uma distância de 10m ou em linha de visão. Funcionários da Fundação devem vasculhar toda a instalação, com contato de rádio ou interfone disponível, para que as aparições de SCP-303 possam ser resolvidas rapidamente. Um indivíduo que testemunha SCP-303 deve ser submetido a avaliação psiquiátrica imediata.

Todas anomalias contidas na Área-██ desde 6/4/10 deverão ser transferidas para a Área-██-B. Cada anomalia será transferida novamente para a Área-██-A ao notar que SCP-303 não foi migrado da Área-██. No caso de SCP-303 ser migrado para Área-██-B, ou continuar presente na Área-██ todas as anomalias em questão deverão ser levadas para Área-██-A, os procedimentos de contenção serão atualizados se apropriado.

Descrição: Testemunhas descrevem SCP-303 como uma figura humanoide nua, assexuada e emaciada com uma pele avermelhada. Em vez de características faciais normais, sua cabeça é dominada por uma boca extremamente grande, que possui um conjunto de dentes humanos anormalmente grandes. A entidade continuamente vocaliza um ruído comparável a um chiado, alto o suficiente para ser ouvido do outro lado da maioria das portas. Todos os indivíduos que encontraram SCP-303 são capazes de descrevê-lo completamente, incluindo indivíduos que não viram fisicamente qualquer parte dele.

SCP-303 se materializará periodicamente por trás de qualquer porta fechada, abertura ou qualquer outra entrada em frente a um observador, escolhido por meios desconhecidos. SCP-303 permanecerá atrás da porta por um período de tempo indeterminado. Qualquer indivíduo que tente abrir a porta ou a entrada experimenta um medo intenso e paralisante que dura até que SCP-303 se desmaterialize (seja por conta própria ou ser visto diretamente por outro observador). A fonte desse medo não é clara, mas parece ser similar em natureza à aracnofobia e à ofiofiofobia, originada em um nível genético pré-consciente. A análise por [DADOS EXPURGADOS] indica que SCP-303 não está, de fato, propositadamente induzindo medo nos indivíduos afetados.

SCP-303 não se permite entrar em contato visual direto com nenhum observador e nunca permitiu que um indivíduo visualizasse mais de 10% de sua forma. Quando a porta ou outra entrada é parcialmente ou completamente transparente, SCP-303 se materializa em uma orientação que deixa 10% ou menos de seu corpo visível, ou causa efeitos de neblina ou congelamento na superfície transparente para obter o mesmo efeito. Se SCP-303 for aproximado a partir de uma direção na qual não haja um objeto ou uma linha de visão da porta, ele se desmaterializará antes que o contato visual direto seja feito.

Quaisquer dispositivos mecânicos eletrônicos ou complexos que SCP-303 encontre, serão temporariamente desativados. Não foram registradas interações feitas fisicamente ou verbalmente com SCP-303.

A maneira de como SCP-303 apareceu na Área-██ ainda está sendo investigada. A primeira aparição de SCP-303 foi registrada em 3/1/10. Suspeita-se que SCP-303 foi transferido com as outras anomalias sem a Fundação nem perceber ou manifestado por outra anomalia no local. Todos as anomalias na Área-██ estão sendo examinada de acordo.

Registro de Incidente 303-A

Incidente 303-1: Agente ████████ estava tomando banho em seu chuveiro quando percebeu a presença de SCP-303 pela cortina do chuveiro. Um chiado extremamente alto foi ouvido. Surpreendido pela descoberta, ele acidentalmente atingiu a cortina do chuveiro, fazendo-o balançar para fora. A cortina parcialmente envolvida com SCP-303, revelando que estava a menos de 0,5 m da cortina, ficando intacto e de frente para o chuveiro. Agente ████████ relatou que tinha passado aproximadamente 3 horas soluçando no chuveiro, silenciosamente, para evitar o contato com SCP-303. Agente ████████ relatou que o chiado parou muito de repente, no tempo ele foi capaz de sair do chuveiro.

Incidente 303-3: Agente █████ encontrou SCP-303 dentro da Área-██ no refeitório do segundo andar. Ele estava tentando obter creme de café no refeitório, quando ouviu chiado alto da porta e foi tomado por um medo irresistível. Agente █████ depois relatou SCP-303, que estava no canto da porta fazendo uma posição fetal. Agente █████ alegou ter certeza da informação, apesar de não conseguir abrir a porta do refeitório. Mais tarde, quando o refeitório foi examinado, um recipiente contendo creme de café em pó estava faltando.

Nota: Esse é o primeiro registro sobre SCP-303 removendo um objeto do local.

Incidente 303-6: Dr. █████ foi descoberto morto por desidratação em uma sala do segundo andar. Estima-se que Dr. █████ passou até cinco dias na sala de armazenamento antes de ser descoberto. Uma pequena câmara de descompressão de 4m x 4m separava a sala de armazenamento do corredor adjacente. SCP-303 ocupava a câmara de descompressão durante isolamento de Dr. █████ na sala de armazenamento, impedindo a passagem de qualquer direção e tornando a fuga de Dr. █████ impossível.

Registro de Teste 303-A:

Uma equipe consistindo em Dr. ████████, Pesquisador ████████, 4 guardas de segurança, e 4 funcionários de Classe-D foram designados para qualquer caso de materialização de SCP-303, a fim de realizar um teste no local. Esses registros ocorrem na porta da sala ███ no corredor do primeiro andar. Foi relatado que SCP-303 estava localizado na sala ███.

Teste 303-1: Um (1) funcionário de Classe-D, D-303-1, foi instruído de abrir a porta e foi informado que no caso do funcionário não cooperar, o funcionário seria enviado para SCP-███. Mesmo assim o indivíduo recusou, alegando medo extremo.

Teste 303-2: Um (1) funcionário de Classe-D, D-303-1, foi instruído de abrir a porta e foi informado que ele seria terminado no local. Ele recusou, alegando que, se fizesse isso, SCP-303 ia [DADOS EXPURGADOS]. Ele foi terminado no local do teste.

Teste 303-3: Um (1) funcionário de Classe-D, D-303-2, que testemunhou a terminação de D-303-1, foi instruído de abrir a porta e foi informado que ele seria terminado no local, se ele não abrisse. Ele recusou, dizendo que se abrisse a porta, SCP-303 ia [DADOS EXPURGADOS]. Pesquisador ████████ ficou visivelmente abalado por esta afirmação. D-303-2 não foi terminado.

Teste 303-4: Um (1) funcionário de Classe-D, D-303-2, foi instruído de abrir a porta. Um (1) funcionário de Classe-D, D-303-3, recebeu uma (1) faca de combate pelo pessoal de segurança e ordenado a [DADOS EXPURGADOS] até D-303-2 abrir a porta. Após 2 horas de [DADOS EXPURGADOS], D-303-2 morreu devido à perda de sangue. D-303-2 não fez nenhuma tentativa para abrir a porta.

Adendo- 5/1/10: SCP-303 parece ter reivindicado a sala de armazenamento do 2º andar como sua. Até agora, o pessoal não é permitido de entrar na sala desde 4/5/10. SCP-303 sai periodicamente para adquirir a propriedade da Fundação, que é então transferido para a sala de armazenamento do 2º andar. Até o momento, a lista a seguir descreve todos os itens não classificados obtidos por SCP-303 SCP-303:

  • Um (1) tubo criogênico de █████
  • Três (3) conjuntos de equipamentos cirúrgicos pertencentes a Fundação
  • █████ ███ █████████████
  • Dois (2) cadáveres de funcionários de Classe-D
  • Um (1) gerador a gasolina
  • Uma variedade de produtos químicos, incluindo grandes quantidades de triptofano, fenilalanina, █████████ e tirosina, entre outros
  • Um (1) recipiente que estava contendo uma quantidade de creme de café em pó

Além disso, vários materiais classificados foram obtidos por SCP-303. A equipe ainda está tentando determinar quais propósitos específicos de SCP-303 pode ter para esses materiais.

Salvo indicação em contrário, o conteúdo desta página é licenciado sob Creative Commons Attribution-ShareAlike 3.0 License