SCP-334
avaliação: 0+x

Item nº: SCP-334

Classe do Objeto: Euclídeo

Procedimentos Especiais de Contenção: SCP-334 deve ser mantido em uma cela de contenção tratada termicamente, cercada por geradores de campo magnético posicionados de forma que todos os seis lados tenham um campo sobreposto projetando-se pelo menos quinze (15) centímetros das paredes internas da cela. Cada gerador deve ter vários reservas e fontes de energia redundantes, incluindo baterias de emergência capazes de manter a saída total do campo magnético por não menos que trinta (30) minutos. A manutenção do revestimento anti-calor deve ser realizada em uma programação semanal, com o objeto a ser transferido para uma cela secundária para permitir reparos mais extensos, se necessário. Três (3) camundongos vivos devem ser introduzidos em sua cela em um momento aleatório todos os dias para reduzir as chances do objeto aprender o padrão e tentar escapar. Devido aos instintos de caça e escavação de SCP-334, o chão de contenção deve ser reforçado com um revestimento anti-calor, ou feito de uma substância com um ponto de fusão superior a ████ graus Celsius, com o campo magnético de contenção abaixo reforçado a aproximadamente 1,5 vezes o das outras superfícies. O objeto caça de uma maneira típica de raposas, com um forte ataque para baixo, que provou ser capaz de penetrar uma pequena distância nos campos de contenção e foi a causa de █ brechas de contenção até o momento.

Descrição: SCP-334 é uma pequena nuvem de plasma superaquecido na forma de um espécime que mais se assemelha a uma Vulpes vulpes, ou a raposa vermelha comum. Seu corpo se assemelha a ondas de vapor ou fogo, revelando espaços entre os filamentos de gás através dos quais o lado oposto é visível. Seus filamentos apresentam fluorescência no espectro do vermelho e do laranja, com os 'olhos' no espectro azul. O objeto tem uma massa mensurável desprezível e nenhum corpo central digno de nota. SCP-334 aparentemente acredita ser na verdade uma raposa vermelha e exibe vários comportamentos vulpinos normais, como caça de presas, e no teste 334F-03 [REDIGIDO]. Se ele é uma entidade que foi impressa em um vulpino ou um vulpino que foi transformado em seu estado atual é desconhecido e está sob investigação.

Uma vez que ele é composto de gás ionizado superaquecido, a contenção de SCP-334 é efetivamente impossível sem o uso de campos magnéticos de contenção, e é difícil mesmo assim, já que o calor e os efeitos energéticos estendem-se por uma média de sete (7) centímetros ao redor de seu corpo inteiro, rapidamente sublimando obstruções físicas. Embora a temperatura de sua superfície esteja acima de ████ graus Celsius, o calor se dispersa rapidamente, resfriando para ██ graus Celsius dentro de 10 centímetros, muito mais rápido do que as leis da termodinâmica indicariam. Há evidências de que SCP-334 é capaz de controlar sua produção de calor. O objeto é capaz de rajadas de velocidade medidas em aproximadamente cento e sessenta (160) quilômetros por hora por cerca de dez segundos. Essas rajadas de velocidade dispersam a massa do objeto, 'cansando-o', fazendo com que ele precise 'descansar' enquanto se reforma.

O objeto obtém 'nutrição' ao converter matéria em plasma e absorvendo-a, absorvendo uma pequena quantidade de energia normalmente através da conversão de ar em gás ionizado, mas isso por si só é insuficiente para alimentá-lo, tornando necessária alimentação suplementar.

Apesar do fato de não tocar o solo quando anda e ser imune à força da gravidade da Terra, ele parece contente em seguir a superfície do solo em áreas que podem ser percorridas a pé e ainda não foi visto realmente 'voando'. Se ele escolhe não fazê-lo ou simplesmente não sabe que pode, é desconhecido neste momento.

Devido à sua constituição física, SCP-334 emite constantemente um nível de radiação eletromagnética consistente com uma erupção solar classe █, causando interferência em componentes eletrônicos não protegidos dentro de ██ metros e tornando filmagem ou vigilância eletrônica problemáticas. A radiação está dentro dos limites toleráveis para funcionários SCP.

Contenção inicial: SCP-334 foi recuperado a ██ quilômetros de [REDIGIDO], a █ quilômetros do local de impacto projetado de um meteoro. Se essa foi a origem do objeto ainda está sob investigação. A Fundação foi alertada sobre a existência do objeto quando uma varredura de rotina de relatórios de serviços de emergência encontrou um padrão de queimadas, trilhas e [REDIGIDO] estranhas descobertos na floresta, não correspondendo a nenhuma fonte publicamente conhecida, mas consistente com [DADOS EXPURGADOS]. Uma equipe de combate completa da Fundação foi enviada para conter o [REDIGIDO] suspeito, mas encontrou SCP-334, uma ameaça bem menor. Utilizando uma garrafa de contenção magnética e dois ratos vivos, o objeto foi contido com um nível aceitável de vítimas.

Adendo: SCP-334 tem um talento para escapar, tendo escapado da contenção não menos do que ██ vezes desde a recuperação inicial, causando aproximadamente [REDIGIDO] dólares em danos estruturais ao Sítio-██ e a morte de ██ funcionários, causadas principalmente pelos danos estruturais mencionados. SCP-334 desconfia de pessoas, evitando contato humano se possível, mas prefere se esconder em escritórios, quartéis e nos aposentos do sítio, onde há relativamente pouco tráfego e abundância de espaços pequenos. Apesar de seus muitos eventos de fuga, SCP-334 não mostrou nenhuma inclinação óbvia em deixar o Sítio-██, nem para ataques não provocados e não é considerado uma ameaça direta. No entanto, o dano estrutural causado tinha o potencial de libertar SCP-███, SCP-███ e SCP-███ em █ ocasiões diferentes, e a recaptura deve ser considerada uma prioridade.

Registro parcial de testes: Resultados correspondentes às expectativas removidos, disponíveis mediante solicitação

Registro de Experimento 334T-01 a 334T-48
Data: ██/██/2010
Cobaia: Uma seleção de pequenos animais presas variando de camundongos a coelhos de tamanho médio.
Resultados: Objeto perseguiu cada um por períodos variados de tempo, aparentemente esperando antes de atacar. Cada cobaia foi sublimada em plasma, que foi absorvido por SCP-334 através da 'boca' enquanto passava pelos movimentos de comer.

Registro de Experimento 334F-01
Data: ██/██/2010
Cobaia: Uma raposa vermelha normal (Macho)
Resultados: Cobaia exibiu altos níveis de apreensão, com latidos e rosnados altos. SCP-334 parecia desinteressado. Teste interrompido após ██ minutos sem nenhuma alteração significativa na reação de nenhum dos dois.

Registro de Experimento 334F-02
Data: ██/██/2010
Cobaia: Uma raposa vermelha normal (Fêmea)
Resultados: Idêntico a 334F-01.

Registro de Experimento 334F-03
Data: ██/██/2010
Cobaia: Uma raposa vermelha (Fêmea, em cio)
Resultados: SCP-334 parece farejar o ar por um momento enquanto a cobaia exibia reações semelhantes aos dois testes anteriores, então [DADOS EXPURGADOS].
Nota do Pesquisador: Isso foi algo que espero nunca mais ver de novo.

Registro de Experimento 334-01
Data: ██/██/2010
Cobaia: SCP-334
Observação: Para este teste, a cela de SCP-334 foi inundada com gás ionizado idêntico ao seu.
Resultados: SCP-334 pareceu curioso no início, depois agitado quando a pressão do gás ionizado na câmara começou a subir. Após 5 minutos, o objeto começou a brilhar intensamente e [DADOS EXPURGADOS] contenção foi restabelecida, com SCP-334 aparentemente exausto.

Registro de Experimento 334-02
Data: ██/██/2010
Cobaia: SCP-334
Observação: Para este teste, SCP-334 foi submetido a uma 'lâmina' magnética focalizada para tentar cortar uma seção de sua massa.
Resultados: [DADOS EXPURGADOS].

NOTA: Experimentos adicionais com 'alimentação forçada' ou 'corte' de SCP-334 estão proibidos a menos que realizados em um sítio remoto fortemente blindado.

Registro de Experimento 334D-01
Data: ██/██/2010
Cobaia: D-13487/334, 3 ratos vivos em uma gaiola padrão.
Observação: Classe-D foi instruído a entrar na contenção e alimentar SCP-334 após um dia de retenção de alimentos do objeto.
Resultados: SCP-334 imediatamente saltou na gaiola, incinerando ela e seu conteúdo, bem como grande parte do braço e torso de D-13847/334. D-13847/334 morreu instantaneamente, embora SCP-334 tenha ignorado o corpo, concentrando-se nos ratos e na gaiola convertidos.
Nota do Pesquisador: Bem, ele certamente acha que é uma raposa, e não parece perceber, ou se importar, que pode matar pessoas só chegando muito perto.

Registro de Experimento 334E-01 a 334E-██
Data: ██/██/2010
Cobaia: SCP-334
Observação: Este teste foi realizado para determinar as necessidades ambientais de SCP-334, se houver.
Resultados: A contenção tornou-se hermética e a atmosfera interna foi removida. O objeto não mostrou nenhuma mudança dos padrões normais de comportamento. A contenção foi então aquecida a um excesso de 500 graus Celsius. Objeto não mostrou nenhuma mudança dos padrões normais de comportamento. A contenção então foi resfriada a aproximadamente 100 graus Celsius negativos. Novamente, o objeto não mostrou nenhuma mudança dos padrões normais de comportamento. A contenção foi lentamente bombeada com gases atmosféricos em várias combinações, a uma pressão máxima de três (3) atmosferas. Objeto ficou mais energético, consistente com comportamento após ser alimentado e não precisou de alimentação suplementar até o dia seguinte.
Nota do Pesquisador: Ele pode sobreviver no vácuo ou na superfície de Vênus, e não precisa de nenhum alimento suplementar em alta pressão. Isso e outros dados sugerem [DADOS EXPURGADOS]

Salvo indicação em contrário, o conteúdo desta página é licenciado sob Creative Commons Attribution-ShareAlike 3.0 License