SCP-344
avaliação: 0+x

Item nº: SCP-344

Classe do Objeto: Seguro

Procedimentos Especiais de Contenção: SCP-344 deve ser armazenado no Sítio-██, em um armário de armazenamento de alta segurança, com a combinação sendo alterada semanalmente. Funcionários que desejam utilizar SCP-344 para fins de pesquisa devem entrar em contato com Dr. ██████. Devido aos perigos apresentados quando uma lata é aberta, é recomendado que um dispositivo de controle remoto seja usado para manipular o objeto.

Descrição: SCP-344 é um abridor de latas manual da marca ████ fabricado em algum momento antes de 19██. Quando é feita uma tentativa de usar SCP-344 para abrir uma lata de comida enlatada, há uma probabilidade de que, assim que a tampa da lata for totalmente aberta, o alimento dentro será substituído por versões vivas do que a lata originalmente continha. A quantidade de material vivo liberado é igual a quantos indivíduos separados daquela espécie foram necessários para produzir o conteúdo da lata, desde que o peso dos restos mortais do indivíduo seja superior a 0,██ mg. Por exemplo, se uma lata de atum contiver os restos de cinquenta atuns, cinquenta atuns vivos sairão da lata. Comprimir itens como este em um espaço pequeno causa uma pressão significativa, resultando em objetos sendo lançados com certa força, podendo causar ferimentos em qualquer pessoa dentro da área de efeito. Organismos vivos em uma lata que é aberta por SCP-344 não sofrem alterações observáveis.

Apesar da probabilidade teórica da manifestação do efeito ser de aproximadamente 50 por cento, testes registrados da Fundação mostram uma probabilidade mais próxima de 3█.██% para organismos sencientes, 1█.██% para materiais vegetais não-sencientes, e ██.██% emvolvendo [REDIGIDO]. Também não se sabe de onde vem o material vivo, visto que regeneração espontânea resultaria em uma violação da lei de conservação de massa e energia. Parece mais provável que o material seja teletransportando para a lata a partir de estoques existentes na Terra ou [REDIGIDO]. Dados os experimentos no Registro-██, [REDIGIDO] parece mais provável.

Após aproximadamente 34 horas, todos os organismos sencientes liberados da lata sofrerão [DADOS EXPURGADOS]. Todos os organismos sencientes devem ser exterminados antes que isso ocorra. Isso não se aplica a materiais vegetais não sencientes.

O item chamou a atenção de funcionários da Fundação em, 1º de fevereiro de 19██, por meio de uma reportagem sobre um acontecimento bizarro em uma pequena cidade ███████. Sgt. Michael █████ havia chegado em casa depois de participar de [REDIGIDO]. Sua mãe relatou que ele expressou o desejo de comer um pouco de carne enlatada, que ele adquiriu, e então tirou um abridor de latas de seu bolso, dizendo que ele havia adquirido-o como 'prêmio de guerra', e então começou a usá-lo para abrir a lata. Ao abri-la totalmente, uma vaca de ███ kg o esmagou até a morte. Agente ████, que estava investigando um incidente separado na época, respondeu imediatamente. Ao chegar ao local e fazer as entrevistas, ele logo concluiu que o abridor de lata era o responsável e o confiscou, substituindo-o por um fac-símile. O original está no Sítio-██ desde então, com exceção de um único [DADOS EXPURGADOS].

A vaca que foi solta eventualmente sofreu [DADOS EXPURGADOS]. O evento e sua limpeza subsequente foram encobertos como um ataque de míssil █████.

Adendo:

Em █5 de Julho de 19██, Dr. ████ tentou abrir uma lata de carne de porco na sala de descanso do Sítio-██, inadvertidamente utilizando SCP-344. As habilidades da lata se manifestaram e Dr. ████ foi morto instantaneamente por esmagamento. Embora uma investigação tenha sido lançada, nunca foi determinado quem colocou SCP-344 na sala de descanso. Para evitar mais 'brincadeiras', SCP-344 foi movido dos armários de baixa segurança para armários de média segurança, e sua senha alterada semanalmente em vez de mensalmente.


REGISTRO DE TESTES: SCP-344 [PARCIAL]

TESTE: SCP-344-T5
ITEM: Lata de ██-███ de carne de atum
RESULTADO: Sessenta e sete (67) atuns e um (1) golfinho (apesar da lata estar rotulada como 'livre de golfinhos') voaram para fora da lata a uma velocidade registrada de ███ km/h, ferindo gravemente a cobaia D-2856, que abriu a lata. Todos os animais que saíram da lata foram incinerados, exceto um atum que foi colocado em armazenamento frio seguro. Isso não impediu [DADOS EXPURGADOS].

TESTE: SCP-344-T6
ITEM: Lata contendo amostra de ~200-nanogramas de células de pele de porco
RESULTADO: Após ████ tentativas, o teste foi abandonado.

TESTE: SCP-344-T8
ITEM: Lata de feijão da ████
RESULTADO: Demorou ██ tentativas antes que um resultado positivo fosse alcançado, sugerindo que as habilidades do abridor de lata não se manifestam tão prontamente com plantas. Surpreendentemente, em vez de atirar cerca de 900 feijões pré-cozidos como os pesquisadores esperavam, a lata em vez disso disparou 324 pés de feijão diferentes, causando danos pequenos à área de contenção e enterrando o classe-D ordenado a abrir a lata. Todos os pés de feijão, exceto um, foram queimados. A planta restante não [DADOS EXPURGADOS] como esperado.
CONJECTURA: O fato de que não tiveram 914 pés de feijão diferentes sugere que SCP-344 tenta colocar os feijões que estavam na mesma planta juntos.

TESTE: SCP-344-T9
ITEM: Lata de cerejas ██████
RESULTADO: Assim como SCP-344-T8, foram necessárias mais tentativas do que o previsto estatisticamente antes que as habilidades de SCP-344 se manifestassem. Assim que elas o fizeram, no entanto, ██ cerejeiras explodiram para fora da lata, matando a cobaia D-8234 instantaneamente e dificultando a recuperação de seus restos mortais. Devido às lições aprendidas com SCP-344-T8, o teste foi realizado ao ar livre, evitando danos ao Sítio-██, embora a obtenção das plantas 'escapadas' tenha demandado certo esforço. SCP-344 foi levemente danificado pelo evento, tendo uma de suas alças dobrada fora de forma, o que foi posteriormente reparado. As cerejeiras não sofreram [DADOS EXPURGADOS].
Observação: Dado seu potencial destrutivo ao invocar matéria vegetal, SCP-344 deve ser movido para armários de alta segurança. -Dr. ████

TESTE: SCP-344-T12
ITEM: Lata de Restos Humanos
RESULTADO: [DADOS EXPURGADOS]

TESTE: SCP-344-T15
ITEM: Lata de carne colhida de um porco Berkshire ainda vivo
DESCRIÇÃO: O porco foi colocado sob vigilância em uma sala a três (3) quilômetros da câmara de teste. A carne colhida do porco foi moída e colocada em uma lata, que foi colocada na câmara de teste. Manipuladores robóticos foram usados para este teste.
RESULTADO: Após várias tentativas, as habilidades de SCP-344 se manifestaram. O porco desapareceu de sua sala em uma explosão de emissões de todo o espectro eletromagnético, mas não em quantidades letais para humanos. Ao mesmo tempo, na câmara de teste, o porco foi visto lançando-se para fora da lata, batendo em uma parede oposta. Observou-se que o dano causado pelo processo de colheita foi totalmente reparado. Funcionários classe-D foram enviados para a sala para conter o porco, que estava praticamente ileso, apesar da colisão com a parede. Assim que eles entraram na sala, o porco tornou-se extremamente agressivo, culminando nele manifestando [DADOS REDIGIDOS].
Observação: Testes adicionais com criaturas ainda vivas são desencorajados, a menos que sob procedimentos pesados de contenção e neutralização.

Salvo indicação em contrário, o conteúdo desta página é licenciado sob Creative Commons Attribution-ShareAlike 3.0 License