SCP-346
avaliação: +2+x

Item nº: SCP-346

Classe do Objeto: Seguro

Procedimentos Especiais de Contenção: SCP-346 deve ser mantido em uma gaiola comprada em loja com pelo menos 1 m de altura e 1,5 m de largura em qualquer direção. Não são necessárias fechaduras ou medidas de segurança adicionais, já que SCP-346 não é mais forte nem mais inteligente do que um periquito médio. A gaiola de SCP-346 deve conter pelo menos dois recipientes de água com poleiros, devendo ser reabastecidos diariamente, e SCP-346 deve ser alimentado com uma dieta de cinco a seis grilos vivos de tamanho médio diariamente. A gaiola de SCP-346 também contém um galho de árvore para servir de poleiro, coçador e para escalada, um ninho aberto (comprado em uma loja de animais comercial) forrado com musgo e uma corda com sinos de cores brilhantes para entretenimento.

O fundo da gaiola de SCP-346 é coberto com roupas de cama biodegradáveis à base de sabugo de milho e deve ser limpo e substituído a cada duas semanas. Durante a limpeza, SCP-346 pode ser segurado com a mão, permitido a voar ao redor de uma sala com uma porta fechada, ou colocado em um saco de papel com um livro na extremidade para ser mantido fora do caminho.

A gaiola de SCP-346 é mantida no escritório da Dra. Rights e não pode ser movida sem sua permissão. Apesar do hábito de SCP-346 de mordiscar as pontas dos dedos e puxar fios de cabelo, SCP-346 não representa perigo ao escapar e pode ser recapturado, gentilmente, com uma rede ou com a mão.

Descrição: SCP-346 é um pequeno membro de uma família não identificada de antigos répteis voadores pterodáctilos. SCP-346 tem aproxiadamente o tamanho de um pequeno morcego e tem uma estrutura óssea muito leve. Embora sua cabeça, asas e pernas estejam nuas, seu corpo principal é coberto por uma camada macia de pele escura com penugem. A origem de SCP-346 é desconhecida, e foi adquirido pelo Agente ██████████ em uma pequena loja de animais no Brasil, sendo comercializado sob o nome "Kongo-mato".

O dono da loja de animais afirma não saber de onde SCP-346 veio, tendo comprado um conjunto de ovos no mercado negro (dos quais apenas um, SCP-346, eclodiu) acreditando que eles eram de alguma espécie rara de papagaio. Algumas teorias sugerem que pode haver uma grande colônia de criaturas semelhantes a SCP-346 em algum lugar da América do Sul.

Testes revelaram que SCP-346 é um adulto, mas parece ter tido seu crescimento um pouco atrofiado pela desnutrição e por ter sido criado em uma gaiola pequena e apertada. SCP-346 também é macho, e foi apelidado de "Pterry" pela equipe, que acha a aparência da pequena criatura encantadora.

SCP-346 se comporta de maneira semelhante a pássaros e morcegos, sendo mais ativo ao amanhecer e ao anoitecer, e voando energicamente em qualquer espaço que seja dado, abocanhando insetos do ar ou do solo e de galhos. SCP-346 chia e range de maneira semelhante a pássaros e roedores, e é mais vocal durante as horas da noite. Alguns descrevem isso como cativante, outros como irritante.

Adendo 1: Após a descoberta de SCP-1265, algumas teorias sugerem que pode haver uma grande colônia de criaturas semelhantes a SCP-346 em algum lugar da América do Sul. No entanto, a existência de SCP-346 implica que essas supostas colônias (caso existam) não possuem as mesmas propriedades anômalas de SCP-1265.

Adendo 2: Foi sugerido que uma investigação mais aprofundada sobre as origens de SCP-346 seja realizada, na esperança de encontrar uma grande colônia de criaturas semelhantes, talvez indicativo de um membro sobrevivente da linhagem dos pterodáctilos, ou um rasgo no espaço-tempo.

SCP-346 deve ser mantido longe de SCP-529, conforme solicitação da Dra. Rights.

Salvo indicação em contrário, o conteúdo desta página é licenciado sob Creative Commons Attribution-ShareAlike 3.0 License