SCP-3485
avaliação: 0+x
lobster.jpg

Um espécime não-anômalo de Homarus gammarus.

Item nº: SCP-3485

Classe do Objeto: Keter

Procedimentos Especiais de Contenção: Agentes da Fundação dentro de organizações aeroespaciais se encarregarão de monitorar para qualquer descoberta civil de SCP-3485. Amnésticos de Classe-A deverão ser administrados em funcionários com memórias relativas a SCP-3485. No caso da descoberta de SCP-3485 ser publicamente divulgada, falsa informação deverá ser disseminada denunciando a noticia como sendo uma brincadeira feita por internautas.

Descrição: SCP-3485 é um espécime extranormalmente grande de Homarus gammarus, ou lavagante comum, localizado a dezessete anos-luz longe da Terra. SCP-3485 mede aproximadamente 1.57 x 106 quilômetros da cabeça até a sua cauda. Em comparação, o Sol mede 1.39 x 106 quilômetros em diâmetro.

Múltiplas grandes diferenças haviam sido notadas entre SCP-3485 e lavagantes não-anômalos, além de sua massiva diferença em tamanho. Primeiramente, a carapaça de SCP-3485 é anormalmente resistente a danos. Em múltiplas instâncias, as colisões com exo-planetas não haviam provocado quaisquer impactos e sinais de dano aparentes em SCP-3485. Além do mais, SCP-3485 não apresenta sinais de danos por queimaduras ou radiações causadas de seu regular e estendido contato com as pequenas estrelas.

Segundamente, SCP-3485 possui um complexo sistema digestivo adaptado à sua dieta esotérica. A fonte de alimento primária de SCP-3485 é o resíduo criado pelas estrelas durante as reações de fissão, tais como restos de hidrogênio e hélio. SCP-3485 também havia sido observado se alimentando do material da estrela inteira; a alimentação é realizada usando tendões resistentes ao calor localizados em sua boca.

Para digerir este material, SCP-3485 possui um sistema digestivo extremamente eficiente que usa uma reação nuclear até agora mal compreendida para processar o material. Este sistema digestivo é capaz de completar a conversão de energia em massa e não produz resíduos de produtos.

Terceiramente, SCP-3485 possui um eficiente sistema de transportação que nega a necessidade de nutrientes e oxigênio. A corrente sanguínea de SCP-3485 não usa sangue, mas sim uma solução gasosa altamente condutora para transportar energia elétrica. Acompanhado com isso, múltiplos sistemas de reciclagem de alta eficiência substituem os procedimentos respiratórios regulares responsáveis para mantê-lo vivo. Este fluido também aquece durante a transportação de energia, gerando calor suficiente para manter SCP-3485 vivo, essencialmente negando a Lei do Quadrado Cubo1.

Finalmente, SCP-3485 é capaz de se teletransportar instantaneamente para outras estrelas para usar elas como uma fonte de combustível. É desconhecido como SCP-3485 realiza isso.

Independente dessas modificações, SCP-3485 possui os mesmos sistemas que um lavagante não-anômalo possui, apesar que escalado por várias magnitudes. SCP-3485 é normalmente muito lento, devido ao seu grande tamanho e o tempo requerido para que os sinais nervosos percorram seu corpo. Entretanto, é desconhecido como SCP-3485 não colapsa de acordo com as leis da gravidade, ou como a criatura é biologicamente imortal.

Descoberta: SCP-3485 foi inicialmente descoberto pelo astrônomo amador Ronald ███████ em 1998. Ele havia tentado publicar a sua descoberta em uma revista científica, mas teve o seu relato ridicularizado pelo público. Fundação descobriu SCP-3485 depois de investigar os relatos científicos de ███████ em 2001.

Salvo indicação em contrário, o conteúdo desta página é licenciado sob Creative Commons Attribution-ShareAlike 3.0 License