SCP-373
avaliação: 0+x

Item nº: SCP-373

Classe do Objeto: Seguro

Procedimentos Especiais de Contenção: SCP-373 deve ser mantido em um armário de contenção no Sítio 38. Pesquisa sobre SCP-373 e iterações SCP-373-A deve ser realizada por funcionários autorizados. Motivos para revogação imediata de privilégios de teste incluem, mas não estão limitados a: perda recente de entes queridos (privilégios de teste suspensos por cinco (5) anos), qualquer histórico de abuso ou incapacidade de seguir ordens de acordo com os procedimentos de contenção para outros SCPs (privilégios de teste revogados permanentemente), qualquer associação anterior com pesquisa paranormal ou grupos investigativos (privilégios de teste revogados até aprovação ser dada pelo diretor do Sítio), ou qualquer interesse incomum ou persistente ou obsessão com SCP-373 (privilégios de teste revogados permanentemente).

Nota do Pesquisador Chefe ████: As implicações potenciais deste dispositivo tanto para entidades SCP-373-A e seus antigos entes queridos requerem um certo grau de compostura em relação ao seu uso. Francamente, podemos estar criando esses seres em vez de estar canalizando-os. Funcionários incapazes de reagir responsavelmente com esse grau de poder não devem ter acesso permitido.

Nota do Pesquisador Chefe ████: Testes suspensos até novo aviso. Consulte o Adendo 373-3. Testes com funcionários classe-D a ser realizados conforme o Adendo 373-4.

Para obter eficiência máxima na coleta de informações sobre entidades SCP-373-A, todos os registros usados com SCP-373 devem ser álbuns de vinil de 33 1/2 rpm com canções fortemente focadas na letra ou canções faladas. Audiolivros, álbuns de comédia e outros discos baseados principalmente em fala são encorajados; música principalmente instrumental ou orquestral é proibida.

Descrição: SCP-373 é um reprodutor fonógrafo antigo. Marcações na máquina indicam que ela foi construída em 191█; um rótulo adicional indica que o dispositivo foi modificado no final de 194█ em uma instalação chamada "Laboratórios █████, Inc." O dispositivo é composto de uma plataforma giratória acionada por manivela embutida em uma caixa de madeira, um braço com uma ponta de alumínio e uma corneta de prata levemente manchada.

SCP-373 parece ter a capacidade de modificar o áudio de qualquer gravação reproduzida nele de acordo com padrões específicos. Especificamente, pesquisas demonstraram que aproximadamente cada quarta palavra ou frase será alterada em relação à música ou monólogo gravado originalmente. Essas novas palavras podem ser organizadas sequencialmente para revelar o que parecem ser mensagens ou afirmações de uma série de entidades desconhecidas. Essas entidades foram nomeadas SCP-373-AX (com o "X" a ser substituído por uma identificação numérica conforme entidades são descobertas). A entidade é capaz de se comunicar durante cada instância de reprodução da gravação; na próxima reprodução da mesma gravação, a mesma entidade começará a falar, mas alegará não se lembrar da conversa anterior.

Devido à natureza forçada da comunicação, é raro as entidades comunicarem qualquer quantidade significativa de informações aos pesquisadores da Fundação antes do fim da gravação. No entanto, pesquisas demonstraram que comunicação bidirecional é possível, levantando a agulha do disco enquanto ele gira e falando na corneta. Qualquer tentativa de comunicação útil requer que ambas as partes falem enquanto o disco gira na velocidade em que a reprodução ideal foi planejada; todas as entidades SCP-373-A relatam que falar na corneta enquanto o disco está lento ou parado resulta em um guincho agudo para a entidade e vice-versa.

Testes com anomalias como SCP-043 e SCP-1668 inicialmente não produziram dados. No entanto, a análise do áudio obtido durante os testes mostrou que a presença de pelo menos dois padrões de respiração distintos sendo transmitidos de SCP-373. Outros testes programados estão sendo considerados.

Adendo 373-1: Registro Resumido de Entidades SCP-373-A

Entidade: SCP-373-A3
Reprodução nº: 1
Disco: Painkiller de Judas Priest
Observações: Uma das primeiras tentativas de análise científica do fenômeno, tanto a escolha da música quanto das questões foi amplamente arbitrária. A comunicação bidirecional ainda não era compreendida. A letra produzida está incluída abaixo para demonstrar o efeito; todos os registros futuros incluirão apenas afirmações relevantes;
Resultados: Reprodução da Música 1, "Painkiller," resultou na seguinte produção lírica:

Entidade: SCP-373-A3
Reprodução nº: 8
Disco: Painkiller de Judas Priest
Observações: Primeira demonstração consistente e notável do potencial comunicativo bidirecional. Comunicação editada para conter apenas as afirmações relevantes por conveniência.
Resultado: A seguinte entrevista foi conduzida pelo Pesquisador Kim com a Entidade SCP-373-A3.
Kim: (falando assim que o disco começa, agulha para cima) Olá. Por favor, tente ficar calmo. Você sofreu um acidente e estamos trabalhando para salvá-lo. Você pode nos dizer seu nome?

SCP-373-A3: …Olá…ah…graças…a Deus…eu…achei…que…tinha…morrido…

Kim: Você poderia nos dizer seu nome?

SCP-373-A3: …Meu…nome…é…Mary…Turner…eu…tive…um…sonho…eu…achei…que…eles…tinham…

Kim: Você está bem, Mary. Você pode me dizer o que você vê?

SCP-373-A3: …tudo…escuro…nenhuma…luz…só…sua…voz…por favor…ajude…

Kim: Estamos bem perto de tirar você daí, aguente firme. Você pode me dizer onde você mora e que dia é hoje?

SCP-373-A3: …valdosta…no…condado…de…folsom…meu…garoto…está…bem…

Kim: Tudo bem, senhora. Você pode me dizer em que ano estamos?

SCP-373-A3: …o que…você…quer…dizer…é…mil…novecentos…e dezoito…

O disco acaba. Inverter o disco resulta na conversa começando novamente, assim como em todos os outros testes.

Entidade: SCP-373-A24
Reprodução nº: 2
Disco: Item -π-2
Observações: Item -π-2 é um disco de vinil prensado pelo Sítio 38 para fins de teste, consistindo em uma leitura rápida (embora claramente audível) de Um Conto de Duas Cidades de Charles Dickens. A velocidade com que o livro é lido permite aproximadamente 720 palavras por minuto, aumentando a capacidade potencial de conversação da entidade SCP-373-A subsequente.
Resultado: A seguir está a entrevista entre o Pesquisador Kim e SCP-373-A24.

Kim: Olá. Teve um acidente. Estamos tentar tirar você daí, mas precisamos que você mantenha a calma. Você pode nos dizer qual é a última coisa que você lembra?

SCP-373-A24: …harry…é…você…

Kim: Desculpe, não consigo entender você. Qual é a última coisa que você estava fazendo?

SCP-373-A24: …harry…sou…eu…a…susan…o…carro…derrapou…no…gelo…onde…você…tá…

Kim: (parecendo aflito) Calma, Susan? Susan? Oh, meu Deus, Susan? Você está aqui?

Pesquisador Assistente Lucas: Harry, não podemos dizer a eles—

Kim: É ela, Joey! Essa é a minha esposa lá! (para SCP-373) Queria, sou eu! Oh, Deus, você se foi há quase um ano, mas você está de volta agora!

Lucas: Segurança, precisamos da segurança aqui! Ele está perdendo o controle! (tentando conter o Pesquisador Kim)

Kim: (derrubando Lucas, agarrando a corneta de SCP-373, tremendo) Vou tirar você daí! Só espere!

(Vários agentes entram na sala e arrastam o Pesquisador Kim para fora à força, derrubando SCP-373 no processo)

Fim do experimento. Danos a SCP-373 reparados. Os ferimentos do Pesquisador Lucas foram tratados. O ataque do Pesquisador Kim contra agentes da Fundação tentando contê-lo levou à sua demissão.

Adendo 373-2: Entidades de SCP-373 têm mostrado uma tendência maior de se apresentar como parentes ou amigos próximos de funcionários da Fundação nos últimos dois meses. Isso começou a ocorrer apesar de esforços deliberados para escolher registros aleatoriamente; a probabilidade estatística sugere que seja altamente improvável que tenhamos selecionado esses indivíduos em particular sem alguma influência por parte de SCP-373. Solicitando a interrupção dos testes até que um padrão possa ser detectado. —Pesquisador Lucas

Adendo 373-3: Solicitação aprovada. —Pesquisador Chefe ████

Adendo 373-4: Quatro pesquisadores diferentes foram pegos nas últimas três semanas tentando acessar SCP-373 para fins pessoais. Em um caso, um pesquisador começou a usar com sucesso um disco que já se acreditava conter uma entidade SCP-373-A, momento em que ele foi capaz de se comunicar com sua filha falecida. A opinião atual entre o comando do Sítio 38 é que SCP-373 está deliberadamente manipulando seus usuários ao sofrimento emocional; além disso, dado o desprezo pelos protocolos de segurança mostrado agora por pesquisadores experientes da Fundação em face de SCP-373, somos forçados a concluir que o objeto se torna cada vez mais determinado a forçar indivíduos a usá-lo com o passar do tempo entre o uso, assim como predadores ficam cada vez mais desesperados conforme o tempo passa após a alimentação. Sugerindo que funcionários classe-D tenham permissão para usar SCP-373 duas vezes por semana para evitar maior deterioração das condições aqui. —Pesquisador Lucas

Adendo 373-5: Solicitação aprovada. —Pesquisador Chefe ████

Salvo indicação em contrário, o conteúdo desta página é licenciado sob Creative Commons Attribution-ShareAlike 3.0 License